outubro 09, 2014

X-Men: Deus Ama, o Homem Mata ganha edição de luxo

Uma das histórias em quadrinhos mais importantes dos X-Men chega às livrarias e bancas especializadas em uma nova edição de luxo, com capa dura e extras inéditos no Brasil.  O especial X-Men: Deus ama, o homem mata reúne em 104 páginas a trama completa que inspirou o segundo filme da sequência cinematográfica dos mutantes. A publicação chega ao mercado a partir de 22 de setembro, com preço sugerido de R$ 22,90.

Na prestigiada história criada por Chris Claremont e ilustrada por Brent Eric Anderson, a acirrada rivalidade histórica entre os fabulosos X-Men e Magneto, o Mestre do Magnetismo, terá que ser deixada de lado. Os outrora inimigos precisam unir forças contra um novo adversário que os ameaça, e, talvez, ao mundo todo em nome de sua crença. Os membros da Cruzada Stryker estão preparados para purificar a Terra, sem se importar com as consequências sangrentas de sua causa. Tendo o professor X como inimigo e Magneto como aliado, os X-Men são submetidos a uma provação ordenada por um líder religioso enlouquecido.

outubro 08, 2014

X-Men: Dias de um futuro esquecido é relançada

X-Men: Dias de um futuro esquecido, a famosa história em quadrinhos escrita em 1981 por Chris Claremont e desenhada por John Byrne, inspiradora do mais recente filme dos super-heróis mutantes no cinema chega às livrarias de todo o País em edição especial capa dura, com 184 páginas.

outubro 05, 2014

2014 surge em bloco das Pedras Guias da Geórgia

Aumenta o mistério em torno das misteriosas Pedras Guias da Geórgia - Atlanta (EUA), após o aparecimento de um novo bloco, onde está inscrito 2014.

Esse aparecimento inspira teorias conspiratórias e apocalípticas, relacionando o ano 2014 com o início da redução populacional, proposta pela "Nova Ordem Mundial" e citada no livro Bíblico - Apocalipse 9:18 - ("E, por intermédio destes três elementos de destruição: fogo, fumaça e enxofre que eram cuspidos de suas bocas, foi morta uma terça parte de toda a humanidade").

Os conspirólogos trabalham a relação de coincidência do ano de 2014 com milhares de pessoas morrendo, vítimas da guerra entre o Hamas e Israel e pelo vírus Ebola.

As pedras foram erguidas por um homem desconhecido e totalmente anônimo, e representa um investimento direto de meio milhão de dólares.