novembro 24, 2010

Aumenta a procura de idoso pela psioterapia

Os idosos estão quebrando tabus e preconceitos e buscando por novos tratamentos para garantir melhoria na qualidade de vida. Segundo a psicóloga clínica e neuropsicologa, Vanda Rabelo uma das opções que tem agradado essa parcela da população é a psicoterapia. “Nos últimos dois anos. Talvez por conta da mídia que tem falado mais sobre as dificuldades e possíveis soluções para os problemas emocionais que os idosos passam. Tenho percebido um aumento na procura por esse tipo de tratamento por parte dos idosos”, explica.

Segundo ela, os idosos que procuram por  esse tipo de tratamento possuem  características semelhantes. Geralmente são cidadãos melhores informados e que comumente tem vitalidade e buscam toda gama de possibilidades para ter uma senescência saudável. “As vezes a família percebe seu ente depressivo ou irritadiço, sabe que atualmente existem  condições (medicamentosas e psicoterápicas) que podem ajudar neste momento. Trata-se de  idosos mais conhecedores de si mesmos e humildes, que já venceram o tabu de que procurar ajuda é para fracos, e reconhecem que isto só os fortalecem”, ressalta a especialista.

APA afirma que número de cães abandonados reduziu em Botucatu

Segundo informaçãoes da APA (Associação Protetora dos Animais) de Botucatu, a quantidade de animais abandonados nas ruas da Cidade vem reduzindo. Prova de que os trabalhos da entidade estão surtindo efeitos. “Quando iniciamos nossas ações  atendíamos uma média de 30 ligações por dia. Continuamos recebendo ligações, mas a quantidade caiu bastante”, ressalta a presidente da entidade, Isabel Torres Santos.

A redução, considerada aparente por Isabel, se deve a um árduo trabalho de um grupo de voluntários que investem recursos próprios para garantir a saúde, um lar e a castração,  desses animais.