setembro 01, 2009

Vanusa errando o Hino Nacional vira hit na internet

A internet prova mais uma vez que os eventos reais são atemporais na web. Um vídeo gravado em março, mostrando a cantora da jovem guarda Vanusa errado a letra do Hino Nacional, foi postado recentemente no youtube e se tornou um dos vídeos mais vistos do Brasil.



A cantora erra feio a partir da quinta estrofe, onde balbucia, troca frases e tenta, mas não consegue consertar o lapso de memória.

A cantora justifica a falha afirmando que estava com labirintite e tenta agora tirar o vídeo da rede.

Confira a transcrição no site: www.cabaladada.org

Gostou do estilo Vanusa? então cante como ela CLICANDO AQUI

Assista o vídeo





Conchas intensifica ações contra o fumo

A Lei Estadual nº. 13.541/09 de 07 de maio de 2009, já esta em vigor desde o dia 07/08/2009 a partir de agora está proibido o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos, ou de qualquer outro produto fumígeno, derivado ou não de tabaco em ambientes fechados ou parcialmente fechados de uso coletivo em todo o Estado de São Paulo, ou seja, em estabelecimentos públicos ou privados: Exemplos: Bares, Lanchonetes, Restaurantes, Supermercados, Açougues, Mercearias, Sorveterias, Pizzarias, Churrascarias, Padarias, Clubes/Danceterias, Barracões de Festas, Consultórios Médicos, Consultórios Odontológicos, Laboratórios de Analises Clínicas, Farmácias, Postos de Saúde, Hospital, Escolas, Instituições Públicas e etc. A nova lei baniu o cigarro de todos os ambientes fechados ou parcialmente fechados de acesso público do Estado.

Na cidade de Conchas, a Secretaria Municipal de Saúde através do Dr. Alcides de Moura Campos Jr, autorizou a confecção de adesivos da campanha lei antifumo e a Vigilância Sanitária através dos Fiscais Sanitários estiveram orientando sobre a nova Lei aos proprietários dos estabelecimentos entre os dias 05/08/2009 á 08/08/2009 no período noturno e inspecionaram vários estabelecimentos, na oportunidade foram fixados os adesivos da campanha lei antifumo nestes estabelecimentos, o objetivo da ação educativa é prestar esclarecimentos aos cidadãos e aos proprietários sobre a exigência da Lei que entrou em vigor desde o dia 07/08/2009. Ações como estas serão para alertar a população.

Durante o momento nas inspeções tivemos bastante aceitação por parte da população muitos são a favor da nova lei. Os proprietários dos estabelecimentos deverão orientar seus clientes para não fumarem no interior ou nas dependências de cada estabelecimento, caso isto ocorra o proprietário estará sujeito as seguintes penalidades:

- Primeira vez: Multa no valor de R$ 792,50
- Segunda vez Multa no valor de R$ 1.585,00
- Terceira vez Interdição do estabelecimento por 48 horas
- Quarta vez interdição do estabelecimento por 30 dias.

Caso algum cliente desrespeite a Lei e insista em fumar em ambiente fechado ou parcialmente fechado o proprietário do estabelecimento em ultimo caso deverá chamar a Policia Militar e registrar o Boletim de Ocorrência.

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Sanitária comunica que nos próximos dias estará intensificando a fiscalização!

IMPORTANTE: Caso os proprietários não façam seus clientes cumprirem a legislação, estarão os estabelecimentos sujeitos as penalidades previstas na legislação sanitária vigente!

MAIORES INFORMAÇÕES: (14) 3845-1252
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
VIGILÂNCIA SANITÁRIA
Acesse o site: www.leiantifumo.sp.gov.br
ligue 0800-7713541


Gibiteca de Bauru faz exposição para fãs dos quadrinhos

Cartazes temáticos afixados no teto e nas paredes. Mesas contendo vários gibis, mangás e revistas em quadrinhos (HQs) onde o leitor de todas as idades pode viajar através da observação de personagens que fizeram parte de sua infância. Figuras de ícones dos mangás e HQs mais procurados, que estão na vida do jovem e das crianças da atualidade também fazem parte da concepção do mundo criado no interior do espaço que abriga a mostra de quadrinhos, que comemora os cinco anos de existência da Gibiteca. A montagem da mostra especial teve auxílio das mãos e visão de espaço proposto pela designer Kleide Bernardo, responsável pelas exposições organizadas no interior da Biblioteca Municipal "Rodrigues de Abreu".
Gibiteca com nova instalação para comemorar aniversário de 5 anos

No acesso às revistas e HQs, o visitante entra num cenário de um gibi junto com os seus heróis. Na exposição estão à posteres dos maiores heróis dos quadrinhos, bem como material especialmente selecionado, que faz parte do acervo da Gibiteca. A Gibiteca foi inaugurada em agosto de 2004. No ano de 2006 foi designada como Gibiteca "Aucione Torres Agostinho", em homenagem ao grande artista bauruense. De acordo com Nilson Baptista Jr, direotr da Divisão de Bibliotecas, o acervo da Gibiteca conta hoje com cerca de 6.000 títulos. "A Gibiteca promove muitas exposições e oficinas e o espaço prepara grandes supresas para este mês", completou.

Serviço:
Exposição "Gibiteca 5 anos"
Período até 12/09
Local: Gibiteca Municipal "Aucione Torres Agostinho"
Av. Nações Unidas, 8-9
Informações: 3235-1312


Defesa Civil distrubui cartilhas na rede municipal de ensino de Botucatu

A Defesa Civil de Botucatu, em parceria com a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Educação, iniciou na manhã desta quarta-feira [1] a distribuição de folhetos e uma cartilha com dicas da Defesa Civil para crianças. Os quintos anos de quatro escolas da rede municipal receberam o material.

Segundo o responsável pela Defesa Civil Domingos Chavari Neto, aproximadamente 860 cartilhas serão distribuídas na primeira etapa do projeto. “Somente os alunos do quinto ano vão receber no momento, pois podem passar para os pais as informações com mais clareza” informa Chavari.

Durante uma rápida palestra, Chavari dá dicas de como agir em diversas situações de perigo e passa informações para que as crianças possam ligar em caso de problema. De maneira divertida, o coordenador consegue prender a atenção dos pequenos.

Os panfletos distribuídos alertam sobre como evitar afogamentos, deslizamentos de terra, como agir no período de estiagem e com as fortes chuvas.

Para mais informações, o telefone da Defesa Civil é 199. O projeto “Defesa Civil Para Crianças” é realizado em parceria com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Casa Militar, Governo de São Paulo e Prefeitura Municipal de Botucatu.

DET anuncia mudanças no transporte coletivo em Botucatu

O Departamento de Engenharia de Tráfego irá anunciar nesta quarta-feira,02, as mudanças no tranporte público coletivo em Botucatu, que passam a vigorar em 14 de setembro. De acordo com o Secretário de Habitação e Mobilidade, Vicente Ferraudo, as modificações são baseadas em um estudo detalhado do transporte público botucatuense, que enfrenta problemas, principalmente, por estar defasado em relação ao crescimento da cidade. “Acompanhei todas as linhas de ônibus em diferentes horários e dias desde o início do ano, com estes relatórios identifiquei quais são as falhas e como podemos melhorar o transporte”, explica.

Segundo o prefeito João Cury serão 10 mudanças em áreas como infra-estrutura, integração do transporte coletivo, instalação de novas linhas, alteração do itinerários aos domingos, entre outros.

O anúncio das modificações e coletiva para imprensa será nesta quarta-feira, às 9h, no Salão Azul, da Secretaria Municipal de Educação, localizada na Praça Dom Luiz Maria de Santana, 176.


Guarda Municipal de Botucatu localiza suspeitos de furto, filho agressor e ajuda Poder Judiciário

A Guarda Civil Municipal [GCM] localizou ontem [31] um casal suspeito de praticar furto em uma casa no centro da cidade. De acordo com informações, a vítima de furto e algumas testemunhas presenciaram casal entrando na casa da vítima e fugir.

A GCM localizou os suspeitos em um motel, porém os produtos do furto não foram localizados. Os acusados foram levados ao plantão policial, onde houve o reconhecimento deles pela vítima. Foi lavrado o Boletim de Ocorrência de furto consumado, mas não houve prisão, já que o produto do furto não foi localizado.

Um homem que havia agredido o próprio pai foi detido ontem à noite. Segundo informa, os GCMs estavam em patrulhamento pela Avenida Vital Brazil, quando encontraram um homem de 56 anos agonizando na calçada, com um corte na cabeça. Os guardas o socorreram. Após converdas, o filho da vítima foi identificado como agressor, foi detido e apresentado no Plantão Policial.

Ao meio-dia, a GCM foi chamada para auxiliar o Poder Judiciário no cumprimento de juma ordem judicial, na escola Joana de Angelis. As crianças foram localizadas e entregues ao conselho tutelar.

A GCM foi solicitada pelo serviço de ambulância do município e compareceu na Rua Antonio Hermelino Soares ,na vila São Lúcio, onde um senhor com deficiência mental estava agressivo. O mesmo foi acalmado e conduzido pela ambulância até o PS da Unesp, onde permaneceu para cuidados médicos.


Cineclube Ybitu Katu exibe documentários em setembro

O cineclube Ybitu Katu promoverá um mês de documentários em setembro, com a exibição de quatro filmes, aos sábados às 19h30, no Centro Cultural de Botucatu. A entrada é gratuita, entretanto a organização do evento aceita a doação de um quilo de alimento, para ser repassado ao Asilo Padre Euclides.

Abrindo o mês, no dia 5, será exibido o filme “Ônibus 174”, de José Padilha. Documentário que retrata o sequestro do ônibus 174, em 12 de junho de 2000, na zona sul do Rio de Janeiro. O sequestro foi filmado e transmitido ao vivo pela televisão, parte dessas imagens são mostradas. O filme também apresenta o processo de transformação da criança de rua em bandido e apresenta as causas da violência nas grandes cidades do Brasil.

Premiado no Festival de Havana de 2003 como o melhor documentário. No Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro de 2002, recebeu premiação como melhor filme brasileiro e melhor documentário; na Mostra Internacional de Cinema São Paulo de 2002, também foi eleito o melhor documentário. Além disso, ônibus 174 também foi indicado ao Grande Prêmio Cinema Brasil de 2003, nas categorias: melhor roteiro original, melhor documentário, melhor som e melhor montagem.

No dia 12, o documentário escolhido é “Sonho Tcheco”, de Vít Klusák e Filip Remunda (2004). O filme apresenta um reality show de dois estudantes de cinema que preparam seu trabalho final com uma abordagem polêmica: O poder de persuasão da propaganda nas pessoas e o consumismo alienado.

No dia 19, “O Fim e o Princípio”, de Eduardo Coutinho (2005), irá expor ao público botucatuense, histórias de camponeses que vivem num sítio no interior da Paraíba. Coutinho conta com Rosa, moradora da comunidade, que aleatoriamente o leva as pequenas propriedades do sítio Araçás para que possa conversar com as famílias. Durante todas as entrevistas o diretor ouve histórias do cotidiano e procura compreender como os trabalhadores rurais encaram a morte e a velhice.

Encerrando o mês temático, no dia 26, será projetado o filme “Homem Equilibrista”, de James March (2008). O documentário mostra interessantes cenas criadas para uma espécie de reconstituição dos fatos, muito bem elaboradas, quase todas colocadas com as imagens de acervo, para dar uma sensação de continuidade, com a óbvia narração em voz-off.
O Centro Cultural de Botucatu fica na Praça XV de Novembro, 30.


A vida narrada em versos

Por Renato Fernandes

O Militar da reserva Abel Nunes de Oliveira, decidiu narrar os principais acontecimentos de sua vida em forma de livro e para facilitar a leitura, optou em escrever as histórias em forma de versos. O resultado desse trabalho pode ser conferido no livro “Contos Reais e Poéticos”, encontrado nas principais livrarias da Cidade por R$ 12.

A obra tem 102 poesias divididas em 134 páginas. “Comecei a escrever a história de minha vida em 1975. Inicialmente, a intenção era uma biografia com o nome ‘Essa é a Minha Vida’, mas em 1991 me mudei para Pardinho e em 1998 sofri um acidente de carro”, explica.

Após o acidente, Oliveira passou seis meses impossibilitado de levantar da cama e ao retomar suas atividades cotidianas. Ele decidiu, então, trabalhar melhor no projeto do livro. “Foi então que resolvi escrever tudo em forma de versos, narrando fatos ocorridos em várias cidades por onde passei, entre elas: Pardinho, São Carlos, Araraquara, Londrina, entre outras”, diz.

O autor ressalta, que apesar de vir coletando e preparando as histórias há mais de 30 anos, o trabalho ficou pela publicação [e relativamente recente. “Passei a me dedicar com mais afinco pelo lançamento nos últimos 3 anos”, coloca.

Além de divulgar os principais acontecimentos de sua vida o livro também ajudou o autor, a localizar parentes. “Um vizinho, da época que estava morando em Pardinho, comprou o livro, e um dia, enquanto passava em frente de sua casa, ele me chamou e perguntou sobre um dos personagens; expliquei que se tratava de um parente e descobri que este vizinho também tinha parentesco com ele”, explica.

Nas páginas do livro, os relatos de Abel Oliveira se mesclam com a história do País, em poemas como “A Revolução Constitucionalista de 1932”, “O Brasil na 2ª Guerra”, “A Revolução de 1964”, “A Guarda Civil e o General Médici”, “A Inconfidência Depois de Tudo”, “Lula, o Salvador da Pátria”, entre outras.

Além dos poemas o livro também apresenta fotografias que mostram um pouco do autor e de sua vida.
Ao todo foram impressos 300 exemplares da obra, pela Gráfica e Editora Tipomic.

Fejasa adota conceito 'Mix' em 2009

O tradicional Fejasa - Festival de Teatro Jaime Sanchez, terá como conceito, em sua 9 ª edição o universo Mix. A proposta é promover a mesclagemde estilos e artes, através de espetáculos de diversas modalidades, além de exposições variadas.
O evento acontecerá entre os dias 24 e 27 de setembro, no Espaço Cultural Antônio Gabriel Marão.

O acontecimento trará como novidades, a realização de oficinas e workshops de formação para artistas locais, workshops de arte e educação junto a comunidades carentes do município.

O evento é uma realização do Grupo Octopus de Teatro com participação do Movimento Teatral de Botucatu, Centro Cultural de Botucatu, Secretaria Municipal de Cultura e Conselho Municipal de Cultura, além de parcerias com órgãos de difusão e fomento às artes cênicas e iniciativa privada.

Biblioteca do Campus/Unesp passa por mudanças estéticas

Com investimento estimado em R$ 10,5 mil, a Biblioteca do Campus de Rubião Júnior da Universidade Estadual Paulista (Unesp) tem recebido, desde a última semana de agosto, melhorias na estética de seu prédio. Os trabalhos, que incluem desde nova pintura a reestruturação do jardim, devem estar concluídos até dezembro.

O prédio da biblioteca, que tinha o azul como cor predominante, passará a ser branco com detalhes em amarelo. Outra modificação será a mudança da placa de identificação, que será transferida para outro local.

A revitalização consistirá ainda na readequação do jardim adjacente ao prédio com algumas modificações: será realizado plantio de novo gramado e de cerca-viva. Também será construída calçada no entorno do novo jardim.

Enilze Nogueira de Souza Volpato, diretora da biblioteca, explica que a última reforma visual do local aconteceu há doze anos. Desde então, têm sido feitas manutenções periódicas. “Pensamos primeiro no cuidado com o campus. O jardim nos preocupa já que, com o aumento de pessoas em circulação, nosso desafio passou a ser oferecer espaços para caminhada”, ressalta a diretora.

As modificações fazem parte de um projeto de reestruturação, conforme ressalta Enilze. Segundo ela, o prédio deve passar por adequação tendo em vista os avanços tecnológicos e a nova concepção de que as bibliotecas são provedoras de informação.

“A ideia de adequação é um projeto que prevê novo bloco, ainda em fase de concepção. Ele prevê a acomodação dos acervos e contará com salas de leitura. O local atual deve ser destinado à prestação de serviços e sediará eventos com a construção de um anfiteatro”, prevê a diretora.

Criada em 1964 pela então Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (FCMBB), a Biblioteca do Campus concentra um dos maiores acervos da região com 15.259 títulos de livros e 28.917 exemplares de publicações. Possui ainda 78.393 fascículos de periódicos, 6.165 teses, entre outros.

O atual prédio foi inaugurado em 1978. Recentemente a biblioteca tornou-se pioneira dentro da Unesp ao implantar um programa de identificação digital e unificação do sistema de cadastro de usuários com as demais bibliotecas da universidade.

Flávio Fogueral - Jornal da FMB


Aprovado uso de óleo vegetal como combustível automotor

A comercialização e o uso do óleo de origem vegetal, puro ou com mistura, como combustível em diferentes veículos recebeu nesta terça-feira (01) parecer favorável da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA). De autoria do senador Gilberto Goellner (DEM-MT), a proposta foi aprovada com emendas do relator, senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), e segue agora para decisão terminativa na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI).

De acordo com o texto final acatado na CRA, ficam autorizados a comercialização e o uso de óleo vegetal, in natura ou misturado, como combustível para tratores, veículos de transportes de pessoas e de mercadorias, máquinas e aparelhos de uso agrícola, hortícola e florestal, máquinas e aparelhos para colheita ou debulha de produtos agrícolas, geradores de energia, motores, bem como no transporte ferroviário e hidroviário.

Goellner argumentou que seu projeto visa baratear os custos de produção do setor agropecuário, além de viabilizar um mercado para esses produtos. Segundo o senador, o uso do óleo vegetal como combustível automotor não comprometerá a oferta desse produto para fins alimentares, em razão das enormes possibilidades e da grande tradição de cultivo de plantas oleaginosas no Brasil. Ele ressaltou ainda que a medida ajudará o país a diminuir a dependência de combustíveis de origem fóssil e os níveis de emissão de gases poluentes.

Transporte de Pessoas

Flexa Ribeiro propôs a inclusão do transporte de pessoas e mercadorias como medida para melhorar a qualidade do ar dos centros urbanos. Outra emenda do relator incorporada ao texto do projeto estabelece que a Agência Nacional de Petróleo (ANP) deverá elaborar a regulamentação necessária para que as indústrias refinadoras possam comercializar o óleo vegetal in natura diretamente aos consumidores.

Na opinião do relator, essa é uma inovação que diversifica o mercado de combustíveis e reduz custos de transação com intermediários. O autor do projeto argumentou também que essa condição é necessária para o barateamento dos custos de produção e do transporte dos produtos agropecuários.

O texto exclui a aplicação de dispositivo constante na Lei 11.097/05, que dá preferência aos agricultores familiares no fornecimento de matéria-prima para produção de biodiesel. Assim, explica o relator, quaisquer produtores rurais poderão fornecer às indústrias refinadoras a matéria-prima necessária à produção do óleo vegetal para uso in natura como combustível.

Adaptação

O relator lembrou ainda que diversos especialistas afirmaram, em audiências públicas na comissão, que a utilização de óleo vegetal in natura em motores diesel já é realidade em diversos países, como Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos, com o uso de kits de adaptação de motores. "Existem soluções técnicas para a utilização de óleo vegetal in natura puro ou combinado com biodiesel em motores a diesel", explicou Flexa Ribeiro em seu relatório.

Embrapa

A CRA aprovou também parecer do senador Expedito Júnior (PR-RO) pela rejeição a projeto (PLS 222/08) do senador Delcídio Amaral (PT-MS) que autoriza a abertura de capital da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Na opinião do relator, a comissão deveria estar discutindo o aporte de mais investimentos para a empresa e não a abertura de seu capital, mesma opinião de Gollner e de Valter Pereira (PMDB-MS), presidente do colegiado.

Da Agência Senado

Extensão da FCA/Unesp capacita mulheres agricultoras para o cultivo e processamento de produtos hortícolas

O projeto de extensão “Políticas públicas para a capacitação familiar e inovação tecnológica de produtos hortícolas in natura, minimamente processados e processados”, desenvolvido pela Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, câmpus de Botucatu, foi um dos três finalistas da edição nacional do Prêmio Cidadania sem Fronteiras, que foi entregue pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e Instituto Cidadania Brasil, no dia 24 de agosto em São Paulo.

O projeto, que concorreu ao prêmio na categoria “Comunicação”, busca garantir alternativas para a geração de renda e melhoria da qualidade de vida de quarenta famílias do município paulista de Itatinga (a 233km de São Paulo) através da capacitação de mulheres agricultoras para a produção e processamento de alimentos orgânicos.

Voltado para famílias em situação de exclusão social, o projeto atende principalmente mulheres que desempenham as funções de chefe de família, seja pela condição de viuvez, abandono ou incapacidade por parte dos maridos.

Através de palestras e atividades práticas, conduzidas por docentes e alunos de graduação e pós-graduação da Unesp de Botucatu e de representantes do Sebrae, elas aprendem a produzir de maneira sustentável e a agregar maior valor aos seus produtos, in natura ou processados.
Trabalho de extensão desenvolvido na FCA foi um dos finalistas do Prêmio Cidadania sem Fronteiras, entregue pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e Instituto Cidadania Brasil, no dia 24 de agosto em São Paulo

As participantes já receberam informações sobre preparo de solo, uso de fertilizantes orgânicos, irrigação e colheita. Numa segunda etapa, também aprenderam sobre os procedimentos pós-colheita, tais como higienização de embalagens e equipamentos, sanitização de vegetais, transporte e armazenagem dos alimentos.

O trabalho vai continuar ao longo do segundo semestre com a produção de hortaliças minimamente processadas e de derivados de hortaliças como picles e massas, macarrões, bolos e até pizzas, além da produção de alimentos utilizando as partes não convencionais das hortaliças como forma de aproveitar ao máximo as plantas, além de informações nutricionais sobre os alimentos e seu consumo.

O programa também prevê a realização de análise nutricional dos produtos e a análise microbiológica para evitar a contaminação por coliformes termotolerantes, bolores ou leveduras. Por fim, as participantes receberão noções econômicas para realizar análises de custos e avaliações de mercado.

O objetivo final da iniciativa é promover a cidadania junto à comunidade atendida. “Ao contemplar as principais etapas da cadeia produtiva, o projeto busca resultar em segurança alimentar, sustentabilidade nutricional, aumento da renda das famílias atendidas e preservação do meio ambiente”, diz o professor Rogério Lopes Vieites, do Departamento de Gestão e Tecnologia Agroindustrial da FCA e coordenador do projeto. “Dessa forma, estaremos resgatando a dignidade e a cidadania das participantes”.

Os realizadores do projeto pretendem que ele sirva de modelo e possa ser aplicado em outras comunidades, como afirma o professor Vieites. “Nossa intenção foi desenvolver um trabalho capaz de articular esforços nas áreas de pesquisa e extensão, com a produção de experiências e argumentos sólidos, para o delineamento de políticas públicas de inclusão social em todos os níveis de governo”.

O projeto “Políticas públicas para a capacitação familiar e inovação tecnológica de produtos hortícolas in natura, minimamente processados e processados” é financiado pela FAPESP e conta com o apoio do Instituto de Biociências da UNESP, do Sebrae/SP, da Prefeitura Municipal de Itatinga e do SESI de Botucatu.

ASSESSORIA DE IMPRENSA - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu - FCA / Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - FEPAF

Brasil terá lista de sanções contra os Estados Unidos

Da Agência Brasil

O Brasil terá em breve uma lista de sanções contra os Estados Unidos por causa dos subsídios dados aos produtores de algodão norte-americanos. A Organização Mundial do Comércio (OMC) deu ao Brasil o direito de fazer retaliações comerciais reconhecendo que os EUA ultrapassam os limites de protecionismo.

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, disse hoje (1º) que o Brasil vai usar esse direito dado pela OMC. “Em breve teremos uma listinha de retaliação. O objetivo da retaliação não é punir. É induzir o país a cumprir a norma, a mudar sua legislação. Se a norma for cumprida, não há razão para retaliar”, afirmou durante coletiva de imprensa do Fórum de Diálogo Índia, Brasil, África do Sul (Ibas).

Pela decisão da OMC, o Brasil tem o direito de fazer sanções no valor de US$ 294,7 milhões por ano, com base nos subsídios dados pelos EUA em 2006. Contudo, o Itamaraty diz que esse valor é maior porque o cálculo deve ser feito com base no ano anterior à decisão. Com isso, o Brasil poderia aplicar sanções de até US$ 800 milhões.

Técnicos do Ministério das Relações Exteriores estão fazendo estudos para determinar o valor exato da sanção e em quais produtos poderá ser aplicada.

Censo 2010 terá novas perguntas e será 100% informatizado

Da Agência Brasil

Para acompanhar as mudanças ocorridas na sociedade brasileira nos últimos dez anos, o Censo Demográfico 2010 trará novas perguntas à população. Dentre as novidades estão perguntas sobre a posse do registro de nascimento, união entre pessoas do mesmo sexo, computadores domiciliares com acesso à internet, emigração internacional, acesso a programas de transferência de renda do governo.

Outra novidade é que este será o primeiro censo totalmente informatizado: os cerca de 230 mil recenseadores vão contar com um computador de mão e GPS para trabalhar. Eles vão visitar aproximadamente 58 milhões de domicílios nos 5.565 municípios do país.

As novidades foram anunciadas hoje (1º), na sede do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Rio de Janeiro. O presidente do instituto, Eduardo Pereira Nunes, disse que a informatização não será útil apenas na apuração dos dados, mas também na disseminação da informação.

“O IBGE vai disponibilizar toda a informação ao usuário, que poderá fazer o cruzamento de dados que desejar, de acordo com a variável de seu interesse. Além disso, os ministérios brasileiros com esses dados vão poder traçar novas ações nas políticas públicas”.

Alguns cidadãos vão ter a opção de responder ao questionário pela internet. Para isso é necessário receber as devidas instruções e o código de acesso fornecido pelo recenseador do IBGE.

O questionário básico terá 16 perguntas e será aplicado em todos os domicílios brasileiros. O questionário da amostra terá 81 perguntas e será respondido por parte da população. O orçamento previsto é da ordem de R$ 1,4 bilhão.

Também hoje começou o Censo Experimental em Rio Claro (SP), que será o último teste para o Censo 2010. A cidade tem pouco mais de 191 mil habitantes e todos serão recenseados até novembro, segundo Nunes.

O Censo 2010 está previsto para começar em 1º de agosto de 2010. Agora, em 21 de setembro começam as contratações dos agentes censitários e na primeira quinzena de março de 2010, dos recenseadores. O IBGE irá divulgar os resultados em dezembro de 2010.

Depois de encerrado o Censo, cerca de 140 mil computadores de mão que serão utilizados na pesquisa vão ser transferidos para o Ministério de Educação que vai distribuir os equipamentos para as redes de professores das escolas municipais.

O Censo é realizado a cada dez anos. O primeiro censo foi feito em 1872, quando o Brasil tinha cerca de 10 milhões de habitantes. Hoje, o país tem cerca de 190 milhões de habitantes.

McDia Feliz 2009 supera expectativas em Botucatu

O McDia Feliz 2009, que neste ano destinará seus recursos para a construção de um ambulatório de oncologia infantil no Hospital das Clínicas (HC), vinculado à Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) vendeu 4.562 sanduíches e superou sua meta. A campanha foi realizada em todo o Brasil no dia 29 de agosto e em Botucatu, onde chegou em sua 8ª edição, teve início às 11 horas prosseguindo até por volta da meia-noite. Os números em dinheiro ainda não foram tabulados.

Em relação ao ano passado, houve um aumento de 60% nas vendas. A ação mobilizou 200 pessoas. No Brasil, em 2008, o McDia Feliz arrecadou R$ 11 milhões nos 568 restaurantes espalhados pelo País, com a venda de aproximadamente 1,5 milhão de lanches.
Em relação ao ano passado, houve um aumento de 60% nas vendas. Recursos serão destinados à construção do ambulatório de oncologia pediátria do HC.

O Centro Acadêmico Pirajá da Silva (CAPS), entidade representativa do corpo discente da FMB e a Liga do Câncer de Botucatu colaboraram voluntariamente com a campanha. Crianças integrantes de vários projetos sociais de Botucatu também participaram do evento.

O ambulatório de oncologia pediátria do HC será construído ao lado da Seção de Quimioterapia. O projeto contempla recepção, brinquedoteca, sala de estudos, sala de voluntariado, entre outros ambientes. O serviço será voltado exclusivamente para o atendimento de crianças. Na região, apenas Jaú e Bauru tem instituições com essa finalidade.

Na ala de oncologia pediátrica do Hospital das Clínicas foram realizadas neste ano, em média, por mês, 40 consultas, duas vezes mais que no ano anterior. Em 2008, a unidade recebeu 19 casos novos e até junho deste ano já foram 12. No ano passado foram realizadas 350 sessões de quimioterapia no hospital e em 2009, até o mês passado, já foram 215.

Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB e HC/Unesp

Geraldo Alckmin visita Botucatu nesta quinta-feira

O ex-governador e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico Geraldo Alckmin vai estar em Botucatu nesta quinta-feira,03, para inauguração da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, prevista para às 15h. Em seguida, o secretário será recebido no Auditório Prof. Paulo Rodolfo Leopoldo, na Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP, onde vai assinar o convênio para o credenciamento provisório do Parque Tecnológico de Botucatu no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos [SPTEC].

O espaço deve reunir empreendimentos que promovam a pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica em área mínima de 200m², como regulamenta o Decreto 54.196 de 2 de abril de 2009.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Ricardo Veiga, este parque irá contemplar uma fase de desenvolvimento planejado para a cidade, pois viabiliza espaço para a instalação de empresas de alta tecnologia que podem transformar a produção acadêmica em tecnologia, produtos e serviços. “O parque é uma das s do plano de governo na área de geração de emprego, renda e democratização do conhecimento”, explica Veiga.

Inauguração Secretaria de Desenvolvimento Econômico
Praça Rubião Jr. 87
03/ 08 15h

Assinatura Convênio Parque Tecnológico
Auditório Prof. Paulo Rodolfo Leopoldo
Faculdade de Ciências Agronômicas [Fazenda Lageado]
03/08 16h