julho 14, 2009

Morte por Gripe Suína em Botucatu: primeira afirmação foi de doença respiratória grave não identificada

Na terça-feira, dia 14, o jornal Diário da Serra, entrevistou familiares do jovem de Botucatu Ricardo César Tini Jecovi, 28 anos, segunda vítima fatal da Gripe Suína (H1N1) no Estado de São Paulo. A matéria também traz declarações dos especialistas que atenderam o representante comercial no Hospital das Clínicas da Unesp de Botucatu.

A matéria relembra que na sexta-feira, 10, a unidade de saúde afirmou que o rapaz teria morrido em função de uma doença respiratória grave ainda não identificada, acrescentando que o Hospital das Clínicas não trabalhava com a hipótese de Gripe Suína, já que o mesmo não teria viajado a locais considerados de risco, como a Argentina e o Chile.

Os especialistas coletaram sangue do paciente e enviaram ao Instituto Adolfo Lutz, para análise.
O médico infectologista do Departamento de Doenças Tropicais e Diagnóstico por imagem do HC, Carlos Magno Fortaleza, informou à reportagem do Diário da Serra que inicialmente o paciente não atendia aos critérios que caracterizavam os casos suspeitos de Gripe Suína, informando que o paciente deu entrada na unidade hospitalar com um caso de pneumonia grave.

A situação da internação passou a constar na lista de critérios do Ministério da Saúde, na terça-feira, após a alteração na lista de parâmetros. A partir de então o paciente passou a integrar o grupo de suspeitos.

O especialista responsável pelo atendimento, o médico Ricardo Augusto Monteiro de Barros Almeida afirmou que o caso foi surpreendente, ressaltando que o paciente teve um quadro de piora muito rápido.

Família -
No periódico, a irmã da vítima, Cristiane Tini, destacou que toda a família estava preocupada já que tiveram acesso aos prontuários do paciente, onde estava registrado que os procedimentos adotados pelo hospital eram os mesmo do tratamento da Gripe Suína.

A irmã apontou que outras pessoas tiveram contato com Ricardo, como a sua esposa e pacientes da unidade hospitalar. Ela revelou a trajetória que o mesmo teve no hospital: foi internado na sexta-feira, dia 4, ocasião em que foi isolado em um quarto especial; no domingo, dia 5 ele foi transferido para uma enfermaria comum até o seu falecimento.

A notícia de que ele esteve em contato com chilenos e argentinos em um hotel na cidade de Ubatuba, também foi transmitida ao jornal pela irmã.

Almeida acrescentou que a família foi orientada sobre os procedimentos que deveriam ser tomados caso outros familiares passem a sentir os sintomas da doença.

Com informações da edição de 14 de julho do jornal Diário da Serra / Botucatu

Hospital agenda coletiva para falar sobre a morte por gripe Suína (H1N1) em Botucatu

A Assessoria de Imprensa do Hospital das Clínicas de Botucatu (Unesp), agendou para a manhã do dia 15 de julho(amanhã), uma coletiva de imprensa para tratar da morte por Gripe Suína (H1N1). A vítima foi o representante comercial botucatuense, César Tini Jecov, 28 anos.

O paciente esteve em Ubatuba, cidade onde teve contato com chilenos e argentinos, em um hotel.

A coletiva será às 9 horas, no salão nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu.

Saiba mais sobre o caso - Botucatu registra morte por Gripe Suína (H1N1)

Botucatu registra morte por Gripe Suína (H1N1)

Em nota oficial a Secretaria de Estado da Saúde confirmou mais uma morte por Gripe Suína (Vírus Influenza – H1N1), no Estado de São Paulo. A vítima é o rapaz de 28 anos, Ricardo César Tini Jecov, de Botucatu.

Segundo informações de familiares concedidas ao jornal Diário da Serra Jecov teve contato com argentinos e chilenos, em um hotel na cidade de Ubatuba.

De acordo com o Hospital de Clínicas de Botucatu (Unesp), que realizou o atendimento, o paciente, passou a apresentar febre, dor de cabeça, náusea, vômito, tosse e congestão nasal no dia 1º de julho.

Ele procurou o serviço médico três dias depois, quando foi internado. No dia 7 de julho seu quadro clínico se agravou e foi necessária internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde faleceu no dia 10 de julho.

Durante a internação foram investigadas doenças como pneumonia bacteriana grave, hantavirose, leptospirose, influenza A e histoplasmose aguda.

Mais informações na edição de quarta-feira (15 de julho) do jornal Diário da Serra.

Gamito e Trigo pedem terceiro cemitério em Botucatu

Na sessão da Câmara Municipal da última segunda-feira, foi aprovado um requerimento de autoria dos vereadores Prof. Gamito e Carlos Trigo (PT), que solicita ao Poder Executivo, a possibilidade de construção de um terceiro cemitério neste município, no mesmo estilo tradicional de construção do "Cemitério Portal das Cruzes".

De acordo com os parlamentares, o novo cemitério poderia ser instalado no extremo da região norte da cidade, em local bem distante dos bairros residenciais daquela região. “O Cémitério Portal das Cruzes está praticamente tomado por túmulos, não havendo mais vendas de carneiras no referido Cemitério e, no Cemitério Jardim, embora com espaço para novos sepultamentos, há possibilidade de que estes causem futuros problemas de contaminação de uma nascente de água da microbacia do Ribeirão Lavapés. Além disso, o sistema de sepultamento no Cemitério Jardim não é de aceitação popular integral, uma vez que a maioria das pessoas ainda prefere o sistema tradicional de túmulos de tijolos. Levando-se em consideração o desenvolvimento de nossa cidade é que acreditamos ser necessária a construção de um terceiro cemitério em Botucatu, no extremo norte da cidade. A medida seria importante”, informam Gamito e Trigo.

Em seu requerimento, os vereadores ainda lembram que, após a construção da infraestrutura deste novo Cemitério, a Prefeitura poderia vender lotes para futuros túmulos familiares a preços populares, condizentes sobretudo com o poder aquisitivo da população do município menos favorecida socioeconomicamente.

O Poder Executivo tem o prazo de 15 dias para dar sua resposta à solicitação dos vereadores do PT.

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Botucatu

Vereador quer reativar trem de passageiro entre Botucatu e São Manuel

Foi aprovado, na última sessão da Câmara Municipal, um requerimento de autoria do vereador Fontão (PSDB), que solicita ao Poder Executivo de Botucatu e São Manuel, a possibilidade de reativar o trem de passageiros entre as cidades de São Manuel e Botucatu.

O vereador também solicita que se inclua, neste trajeto, o Distrito de Rubião Junior, para que a população dos dois municípios tenham mais uma alternativa de transporte para se deslocarem entre as citadas cidades. “Existe grande interesse do Poder Executivo de Botucatu em efetuar a revitalização da área da antiga estação ferroviária de Botucatu e o trem é um meio de transporte alternativo e viável, já existindo a malha ferroviária entre as cidades de Botucatu e São Manuel, incluindo o Distrito de Rubião Junior. Dentro de poucos meses é inevitável a instalação de uma praça de pedágio no km 261,12 da Rodovia Marechal Rondon, principal corredor de acesso entre as cidades de Botucatu e São Manuel, prejudicando um grande número de pessoas se deslocam entre as duas, por motivo de trabalho, consulta médica, consumo no comércio e o trem de passageiros entre Botucatu e São Manuel poderia ser uma boa alternativa para evitar os prejuízos do pedágio”, coloca Fontão.

O requerimento do vereador do PSDB é direcionado ao Prefeito Municipal, João Cury, e ao Prefeito Municipal de São Manuel, Tarcílio Baroni Jr.

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Botucatu

Curumim pede prédio para funcionamento do arquivo histórico municipal

Na sessão da Câmara Municipal do último dia 13, foi aprovado um requerimento de autoria do vereador Curumim (PSDB), que solicita ao Poder Executivo, a possibilidade de urgentemente destinar um imóvel adequado e pessoal capacitado para implantar na cidade de Botucatu o arquivo histórico municipal.

O vereador explica que a medida é importante para preservar a documentação existente às futuras gerações e permitir que todo seu acervo seja aberto à pesquisa e aos historiadores. “Os documentos históricos referentes à Prefeitura Municipal e à Câmara Municipal de Botucatu, encontram-se guardados em locais não adequados e há a necessidade de que esses documentos recebam o devido cuidado, para prevenir que os mesmos se percam. Esses documentos para a cidade de Botucatu e sua historia são muito importantes e, além disso, esses documentos nos locais em que se encontram, não permitem a pesquisa por parte dos historiadores. Por isso, peço um local onde possa funcionar o arquivo histórico municipal”, informa Curumim.

O Poder Executivo tem o prazo de 15 dias para dar sua resposta à solicitação do vereador do PSDB.

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Botucatu

Banco de Leite do HC receberá fotos de aleitamento para exposição e publicação

Em comemoração à Semana Mundial de Aleitamento Materno, que é realizada entre os dias 3 e 7 de agosto, a Divisão Técnica de Enfermagem (DTE) do Hospital das Clínicas (HC), vinculado a Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) vai promover uma exposição fotográfica sobre o tema. Mães que tiverem fotos suas amamentando seu filho poderão enviá-las ao Banco de Leite Humano do HC, localizado no campus da Unesp em Rubião Júnior. Aquela que for escolhida como a que retrata melhor o valioso ato de amamentar será publicada.

Todas as imagens recebidas, sendo uma de cada mãe, serão expostas em painéis pelo corredor principal do hospital. A intenção é divulgar a importância do aleitamento até os dois anos de vida ou mais – conforme preconizado pelo Ministério da Saúde.

Será obrigatória a assinatura de um termo de consentimento pela mãe, autorizando o uso de sua imagem e a de seu filho, tanto na exposição interna, promovida pelo HC, quanto para a publicação no Jornal Diário da Serra. As fotografias deverão ser enviadas, entre os dias 15 e 31 de julho à sede do Banco de Leite, no Hospital das Clínicas. A melhor delas será escolhida por uma comissão da qual farão parte membros do Banco de Leite, Divisão Técnica de Enfermagem, além de um representante do Diário da Serra, com apoio da Assessoria de Comunicação e Imprensa (ACI) da FMB e HC.

O slogan da campanha nacional este ano é “Amamentação, a segurança alimentar nas emergências”, focando nas famílias que vivem em situações de risco. No HC, além da exposição fotográfica, durante a semana comemorativa as enfermarias (Obstetrícia, Neonatal, Pediatria, Banco de Leite e ambulatórios de Pediatria e Obstetrícia) promoverão atividades específicas a seus públicos. Além disso, haverá uma sessão solene com a participação de autoridades do hospital e do município, que será realizada dia 14 de agosto, quando acontecerão palestras sobre o aleitamento e cuja programação será divulgada em breve.

Por que a amamentação representa “vida” em emergências?

Ninguém está “imune” a uma emergência. Elas podem acontecer em qualquer lugar do mundo. De um terremoto a um conflito, de enchente a pandemias, a história é sempre a mesma: a amamentação salva vidas. Em emergências, os bebês e as crianças pequenas são especialmente vulneráveis a desnutrição, doenças e morte.

Uma emergência é uma situação extraordinária que põe a saúde e a sobrevivência da população em risco. Garantir alimentação segura para as crianças pequenas em situações de emergência é prioridade. A falta de amamentação é responsável por 1,4 milhões de mortes de crianças menores de cinco anos no mundo.

Reflexões Contemporâneas em exposição no Museu de Artes

O Museu de Arte Contemporânea Itajahy Martins (MAC) sedia, até o dia 25, a exposição “Reflexões Contemporâneas”, com obras da artista plástica Rosa Barreiros.

A artista apresenta na exposição o resultado do trabalho de suas fases recentes, com trabalhos em monotipia, desenho e pintura.

Rosa Barreiros é botucatuense com formação em ‘Fine Arts’, pela Chelsea College of Arts, de Londres, Inglaterra. Regressou ao Brasil há três anos. Desde então, tem frequentado cursos de vários artistas contemporâneos, entre eles Marina Saleme, Rafael Vogt Maia Rosa e Ester Grinspum.

Além dos cursos, ela também é considerada uma atuante do núcleo de pintura avançado, orientado por Dudi Maia Rosa, no Collegio das Artes de São Paulo.

Há 19 anos Barreiros atua como escultora e gravadora, a partir do ano 2000 ela acrescentou ao seu histórico a prática da monotipia e, mais recentemente, quando considerou que seu trabalho exigia maior amplitude, migrou para a pintura em tinta acrílica, sem nunca abandonar as técnicas anteriores.

Há dois anos a artista participa de Salões de Artes conceituados, entre eles o Salão de Blumenau, Salão de Atibaia, Salão de Arte de Ribeirão Preto, Salão de Arte Contemporânea de Santo André, entre outros.

No Paço das Artes, São Paulo, mostrará em outubro deste ano o projeto ‘As Piscinas’, onde mostra piscinas pictóricas, de dimensões 160 x 160 cm., e poderão ser vistas na “Temporada de Projetos na Temporada”, através do site http://projetosnatemporada.org .

Segundo informações da organizadora da exposição, a agente Cultural da Secretaria Municipal de cultura, Cláudia Basseto, o trabalho da artista é colecionado por personalidades importantes do mercado de arte contemporânea, como Jayme Vargas, colecionador também de Mira Schendel e que Alfredo Volpi.

Na exposição Reflexões Contemporâneas, a artista apresenta sete desenhos, cinco monotipias e três pinturas. “Quando tive a confirmação em mostrar meu trabalho no MAC, aceitei de imediato e fiquei muito honrada com a oportunidade. Botucatu é minha cidade natal e sempre tive vontade em exibir o meu trabalho e mostrar, através da minha pintura, uma reflexão sobre a vida”, diz Rosa.

O MAC fica na Avenida Dom Lúcio, nº 755. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira é das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas, aos sábados o espaço permanece aberto das 9 às 14 horas.
Informações pelos telefones: (14) 3882-0133 ou (14) 3882-1489.

Carnabotuca fecha parceria com São José dos Campos

Este ano a micareta Carnabotuca chega em sua nona edição e, segundo a AGfest, empresa responsável pelo evento, a festa tem crescido. Em 2009, além de parcerias com as cidades de Ribeirão Preto, Araraquara, Sorocaba, São Paulo, é a vez de São José dos Campos.

Gustavo Aguiar, sócio-proprietário da AGfest, a Vale Micaretas de São José dos Campos, especializada em excursões para as melhores micaretas do Brasil, entre elas Carnalfenas, Lavras Folia entre outras, também trará foliões do Vale do Paraíba para Botucatu.

“Há anos o Carnabotuca vem crescendo e mostra a força nessas parcerias com cidades num raio de mais de 300 km de Botucatu. No ano passado, a rede hoteleira ficou lotada com o evento e este ano acredito que teremos que fazer parcerias com chácaras nas redondezas da Cidade para acomodação dos turistas foliões, que virão de todo Brasil”, diz.

Este ano a micareta será realizada em outubro.
Informações pelo site: www.agfest.com.br

Começa a retirada de ingressos para o Festival de Inverno de Botucatu

Começou oficialmente ontem a retirada gratuita de ingressos para as atrações do Festival de Inverno de Botucatu, evento que acontecerá entre os dias 15 e 1º de agosto, no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci.

Segundo o administrador do Municipal, Tico Vilela, a procura tem sido relativamente baixa, mas aconselha os interessados em fazer a retirada com o máximo de antecedência possível. “A nossa expectativa é que possamos abrir as portas para o hall às 20 horas e que as pessoas presentes já estejam com os convites em mãos”, coloca.

Uma preocupação do administrador é em manter a pontualidade das apresentações e lembra que não vai tolerar situação semelhante a ocorrida na última quinta-feira (9), quando a fila para a retirada de convites começou a se formar às 20 horas e o espetáculo, que estava programado para as 20h30, teve início às 21 horas. “Não queremos isso, mas se percebemos que existe um desrespeito com relação ao horário seremos radicais e fecharemos a bilheteria às 20h30 para dar mos início à sessão”, avisa.

Vilela ainda corrige as informações do site oficial da Prefeitura Municipal de Botucatu (www.botucatu.sp.gov.br), que apontava o domingo, dia 12, como data para o início da distribuição. “Isso não existe. Não trabalhamos no domingo. A distribuição oficial de ingressos começou hoje (ontem)”, coloca.

O primeiro dia de distribuição foi tumultuado com a bilheteria do Municipal fechada por aproximadamente duas horas a partir da 14 horas. “Uma estagiária ficou doente e por essa razão permanecemos fechados durante um certo período, o que foi muito preocupante, já que estamos às vésperas de um evento como o Festival de Inverno. Vamos tomar providências para que isso não volte a acontecer”, justifica Vilela.

Confira a programação dos dois primeiros dias do evento:
• 15 de julho - quarta-feira;
- Teatro Municipal às 20h30 - Trio 202;
• 17 de julho - sexta-feira;
- Teatro Municipal às 20 horas e às 21h30 - Só os trapezistas sabem porque os pássaros cantam... com Marcelo Rebello
- Teatro Municipal às 20h30 - Parlapatões Clássicos do Circo com Parlapatões Patifes e Paspalhões
Informações pelo telefone: (14) 3882-9004.

Educação orienta 210 mil professores sobre a gripe A H1N1

A Secretaria da Educação orientou nesta semana os 210 mil professores da rede sobre o vírus Influenza A H1N1, conhecido como gripe suína. Foi realizada uma videoconferência nas escolas na quarta-feira, 8. A capacitação foi transmitida para todo o Estado pela página da Rede do Saber na internet ( http://www.rededosaber.sp.gov.br).

A iniciativa teve como objetivo orientar os professores sobre as formas de contágio da doença, sintomas e medidas de prevenção que podem ser adotadas. O vídeo ficará disponível na página da Rede do Saber e poderá ser acessado a qualquer momento por professores que queiram tirar dúvidas a respeito do tema.
Videoconferência foi transmitida para todo Estado pela Rede do Saber na internet

As orientações foram dadas pela doutora Telma Regina Carvalhanas, do Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde, em parceria com a professora Eleuza Guazzelli, do Centro de Estudos e Normas Pedagógicas da Secretaria de Estado da Educação.

Também já está disponível no site da Secretaria (http://www.educacao.sp.gov.br) um informativo elaborado pelo Centro de Vigilância Epidemiológica com orientações de hábitos de higiene no ambiente escolar. "Esta é uma importante medida preventiva para toda a rede", afirma o secretário Paulo Renato Souza.

O que é Influenza H1N1?

A Influenza H1N1 é um novo subtipo viral da mesma família da gripe convencional. Sua transmissão para humanos foi detectada pela primeira vez em abril desse ano nos Estados Unidos. A disseminação do vírus por todos os continentes levou a Organização Mundial de Saúde (OMS) a declarar pandemia.

Os principais sintomas da doença são tosse e febre alta, mas podem variar. O vírus pode ser transmitido de pessoa para pessoa por meio da tosse ou espirro.

Rede para atendimento

A rede de referência paulista da Secretaria da Saúde para atendimento de casos suspeitos da gripe A (H1N1) conta hoje com 18 hospitais públicos e o apoio de 13 unidades privadas de saúde.

Todas foram orientadas para identificar casos suspeitos, monitorar a circulação do vírus e atender pacientes com sintomas de doença respiratória aguda. Esses locais ficam de prontidão para identificar qualquer caso e comunicar o fato imediatamente ao Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria e colher materiais para exames.

Até o momento, o Estado de São Paulo registra 457 casos confirmados da nova gripe. No total, cinco pacientes estão internados.

Da Secretaria da Educação e da Saúde

Leia também: Botucatu registra morte por Gripe Suína (H1N1)

Escola da Família recebe inscrição para 8 mil bolsas universitárias

A Secretaria da Educação recebe inscrições para o Programa Bolsa Universidade até o dia 15 de julho. Ao todo, são 8 mil vagas espalhadas pelo Estado destinadas a alunos de centros de ensino superior particulares que tenham dificuldades para se manter no curso. Os estudantes selecionados vão trabalhar como monitores do Programa Escola da Família.

Metade do valor da mensalidade é pago pela Secretaria, com teto de R$ 267, e a instituição de ensino completa o restante do valor. Podem concorrer universitários que cursaram o ensino médio em qualquer modalidade no território brasileiro. Antes, o benefício era apenas aos estudantes que tinham feito ensino médio em escola pública da rede estadual.
Estudante beneficiado vai trabalhar como monitor nos colégios públicos aos finais de semana

Os critérios para ser escolhido são: estar matriculado em curso de graduação de uma faculdade privada conveniada, não receber recursos de fontes públicas (financiamento universitário, por exemplo), ter disponibilidade para desenvolver atividades em escolas públicas municipais e estaduais aos finais de semana.

Mais de 200 instituições de ensino superior estão cadastradas na Secretaria de Educação. No site, o candidato poderá verificar a quantidade de vagas de sua instituição. As vagas são para todas as 91 Diretorias de Ensino do Estado. Confira a relação de entidades privadas cadastradas no site http://escoladafamilia.fde.sp.gov.br/.

Da Secretaria da Educação

AAF promove Festa Julina no domingo

No dia 19 de julho, domingo, a Associação Atlética Ferroviária (AAF) realizará uma grande Festa Julina. Todos os sócios e não sócios estão convidados a participar do Arraiá, que terá início às 14 horas e tem entrada franca.

O evento contará com as apresentações das quadrilhas do Centro de Lazer Nova Aurora, Escola Angelino de Oliveira, Companhia de Dança de Salão "Prof. Fábio", Melhor Idade, Escolinhas, Academia, e quem estiver animado para participar.

E a festa não pára por aí: das 18 às 20 horas, terá o Bailão no Arraiá, com o cantor Fernando Câmara.

Além da decoração típica, muitas barraquinhas de quitutes deliciosos, que serão vendidos pelos departamentos do clube. Confira:

Sonho; quentão; vinho quente; churrasquinho; pastel; doces e bolos; sopa de mandioca; pizza; algodão doce; pipoca e churros; bar e cachorro quente

E não poderiam faltar as brincadeiras: Bola ao Gol; Pesca; Cama elástica e Cadeia.

Serviço:
Dia: 19/07/2009
Horário: a partir das 14 horas
Local: AAF