julho 07, 2009

Tyana Hacla expõe pinturas e desenhos no MAC

Até o dia 31, a artista plástica Tyana Hacla, expõe seus trabalhos no Museu de Arte Contemporânea Itajahy Martins (MAC). Segundo a agente cultural Cláudia Basseto, as obras refletem “o universo de um olhar conectado a todos os movimentos e instantes da vida cotidiana, seja para mostrar cenas externas ou para representar o seu interior, de sonhos e emoções, em imagens. É um registro rápido de linhas e formas e a composição de cores sempre em harmonia e contraste”.

A artista foi selecionada pelo Programa de Incentivo à Produção Artística (Pipa), da Secretaria Municipal de Cultura, em seu edital de exposições, e apresenta obras em desenho e pintura. ”Fruto de exercícios, distrações e a impulsiva necessidade de inspirar cores e luzes e expirar traços e pinceladas para compartilhar seu interior além de seus muros”, diz a artista.

Hacla tem 18 anos e fez cursos de desenho de observação, proporção áurea, cenografia, fotografia e participou da oficina caminhos coloridos na construção da estética na Unicamp.

"Dorotéia e as Farsantes" homenageia os revolucionários

Por Renato Fernandes

A Quadrilha de Teatro Notívagos Burlescos apresenta na dia 9 de julho, quinta-feira o espetáculo teatral “Dorotéia e as Farsante - Um Espetáculo de Improviso”, no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci, às 20h30.

O dia da apresentação coincide com o feriado de 9 de julho, data em que se relembra o início da Revolução Constitucionalista de 1932. Para comemorar o feriado, a produção decidiu elaborar uma promoção para atender os revolucionários, dando-lhes desconto de 50% na compra de ingresso. “Como é difícil estabelecer a identificação de um revolucionário, resolvemos criar o seguinte critério: quem estiver vestindo uma camiseta do Che Guevara paga meia. Para receber o desconto também pode apresentar botton, boné e até mesmo tatuagem. Mas tem que ser do Che.”, explica o diretor teatral Robert Coelho.

A idéia do espetáculo surgiu no início de 2008, no Núcleo de Improviso do grupo. A intenção era o estudo do desenvolvimento de dinâmicas para apresentações.

“Nossa meta era organizar um pequeno grupo que estivesse preparado para apresentações em bares, teatros e eventos. Toda sexta-feira, durante o primeiro semestre, nos reunimos para os ensaios e uma amostra desse processo foi visto na apresentação "Enquanto isso..." que fechou o espetáculo "Ativar!!!”(agosto de 2008)”, explica Coelho, no blog da Quadrilha de Teatro (www.notivagosburlescos.blogspot.com).

Após o sucesso da apresentação o grupo voltou ao Municipal no Dia das Mães, agora para mostrar à platéia o espetáculo “Dorotéia e as Farsantes”.

Estilo - O teatro de improviso é um segmento da arte cênica que parte de sugestões da platéia para o desenvolvimento de cenas, utilizando técnicas de improviso.

Apesar de jogos como esse sempre terem feito parte da rotina das companhias teatrais, somente nos últimos anos se tornaram populares graças a iniciativas como a do “Teatro Esporte”, ou “Match de Improvisação” e os Barbixa. Na televisão o estilo ganhou um programa próprio o “Quinta Categoria”, transmitido nas noites de quinta-feira pela MTV.

Na internet, vídeos que se utilizam dos estilos se tornaram verdadeiros virais graças a sites como o Youtube . “Algumas dinâmicas e jogos já são conhecidos do público, o que não prejudica nenhuma surpresa. Cada apresentação é sempre única. Para isso a participação da platéia com sugestões de frases, lugares e temas é fundamental. Para essa apresentação temos jogos inéditos, que não mostramos em Botucatu ainda.” Diz Coelho.

O elenco de “Dorotéia e os Farsantes” é composto por sete atores (Danilo Batista, Erick de Barros, Fernando Bassetto, Murilo Andrade, Rafael dos Santos, Renan Lushon e Sérgio Viana), mais o mestre de cerimônias (Robert Coelho) que coordena as dinâmicas e faz a mediação com o público.

Toda apresentação é aberta com uma cena curta que conta com a participação de todo o elenco. Em seguida, durante aproximadamente uma hora, os atores se revezam em cerca de oito a dez jogos de improvisação. A escolha dos atores que participarão dos jogos é feita através do sorteio de bolas coloridas. O grupo recentemente participou do programa “Tudo a Ver Interior” na Rede Record e realiza uma pequena turnê regional com apresentações em São Manuel, Botucatu, Avaré e Jaú.

(com informações do blog:www.notivagosburlescos.blog spot.com).

FMVZ recebe 28° Encontro Nacional dos Estudantes de Veterinária

Entre os dias 13 e 19 de julho, a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, campus de Botucatu vai sediar o 28º ENEVET – Encontro Nacional dos Estudantes de Veterinária.

Promovido pela Executiva Nacional dos Estudantes de Veterinária, entidade de representação nacional dos estudantes de veterinária, o Enevet vai congregar estudantes de diversas escolas de veterinária do país em busca da discussão conjunta de diversos temas relacionados à profissão e suas relações com a sociedade.

O Enevet 2009 terá como eixo principal a temática da saúde pública. Através de espaços dinâmicos de integração, como mesas redondas, grupos de discussão, dinâmicas, apresentações científicas e culturais, os participantes do evento vão esclarecer dúvidas e debater a criação de medidas sobre a atuação do médico veterinário como profissional e como agente atuante na saúde pública de forma geral.

A organização do evento espera a participação de mais de duzentos estudantes de escolas de medicina veterinária de várias regiões do Brasil.

Mais informações e programação no site: www.fmvz.unesp.br

Casamento prova que o Amor não tem idade

Por Renato Fernandes Foto Régis Vale´e / Diário da Serra

Na manhã de sábado, dia 4 de julho, um casamento inusitado chamou a atenção do juiz de paz Antônio Henrique Nicolosi Garcia, trata-se da união entre o casal Jersolino Batista Neto, 80, e Tereza Mendes Batista, 55. Além da idade dos noivos outro fator que chamou a atenção é que ambos estavam acompanhados de suas mães, Rita Neves da Silva, 100, e Margarida Mendes Cardoso, 83, respectivamente.

O casal se conheceu no Distrito de Rubião Júnior e se casaram no cartório da localidade. “Jersolino é baiano e se mudou para o Estado de São Paulo há 65 anos, há 20 anos ele está em Rubião Júnior, onde aposentou na profissão de pedreiro. Sua ex-mulher faleceu há pouco mais de três anos. Tereza é divorciada, a separação aconteceu há cerca de 10 anos.

Juntos, o casal soma 19 filhos, destes 14 são do noivo, 2 deles já falecidos e 5 da noiva, que também tem um filho já falecido. “Eu era amiga do casal e após o falecimento da esposa do Jersolino, por intermédio de um casal de amigos, acabamos nos aproximando, até que decidimos nos casar”, explica Tereza.

Com a união civil o casal explica que passará a morar junto. “tomamos a decisão de dividir o mesmo teto somente após o casamento”, explica o noivo.

O Juiz de paz disse à reportagem que em quatro anos de trabalho no Cartório, esse foi o casamento mais curioso, não apenas pela idade dos noivos, mas também pela presença das mães do casal. “Há cerca de três meses eu fiz um casamento, cujo noivo tinha 69 anos, não é raro o casamento na terceira idade, mas é difícil eles serem acompanhados pelos pais”, esclarece.

Confirmado! Claudia Leitte dia 17 de Julho no Carnafacul Limeira

No próximo dia 17 de Julho, Claudia Leitte promete esquentar a primeira edição do Carnafacul Limeira, o maior evento universitário do Brasil. Neste show a cantora estará apresentando sua nova turnê nacional denominada de Sette. Entusiasmada como sempre Claudinha quer fazer deste, um show especial, “Tocar no Carnafacul é sempre uma honra. Esta é uma festa organizadíssima, com muita gente bonita e alto astral. Venho sempre que me chamarem”, diz a musa baiana, que esteve presente na edição de Itu em abril deste ano e em 2007 no Carnafacul São Paulo.

A nova turnê Sette com dois “t” assim como o Leitte, ainda não traz músicas do próximo disco que está programado para sair no final de outubro, um projeto ousado com clipes, um documentário e músicas inéditas. A escolha do 7 para definir a turnê mistura a busca perfeição e o desejo colocar um ritmo ainda mais eletrizante ao seu trabalho.
No show, a cantora apresentará sua nova turnê Sette!

O show de estréia de turnê aconteceu no último dia 02 de Julho na cidade de Salvador com uma mega estrutura montada em frente ao Farol da Barra, “Fazer um show aberto ao publico baiano era um presente que queria dar a mim mesma e a minha terra faz algum tempo. Planejávamos este evento para o ano passado, mas o adiamos. Agora ele acontece numa data duplamente especial: o 2 de Julho, pelo simbolismo cívico que representa em nossos corações e por acontecer uma semana antes do meu aniversario, o que me permite dividir este momento de uma forma mais próxima com meus fãs. Estou vivendo uma fase muito especial que, tenho certeza, antecipa grandes mudanças em minha vida e tanta felicidade precisa ser compartilhada com os meus companheiros, na minha casa, Salvador” – fala Claudia.

A realização do evento está a cargo da MAC 10 Produções uma das mais conceituadas empresas de eventos do Brasil “Conhecemos o projeto Carnafacul e por conta disso temos a certeza que será uma grande festa e que todos irão curtir muito.”, afirma Mauricio Fachini produtor do evento.

A marca Carnafacul pertence a empresa Marcello Borgerth Produções, hoje uma franquia de sucesso com vários eventos programados para 2009 e 2010.

Projeto Carnafacul Brasil

A primeira parada foi no dia 30 de dezembro na Riviera de São Lourenço – litoral de SP, onde dezenas de pessoas animaram o seu pré-réveillon ao som do Jammil e Uma Noites, Batom na Cueca e outros.

Em abril, na cidade de Itu interior de SP, aconteceu o Carnafacul Itu com show de Claudia Leitte, Batom na Cueca e Caia na Gandaia.

No mês de maio rolou a sexta edição do Carnafacul São Paulo, que mais uma vez marcou história ao levar para o Anhembi em um único dia os 5 maiores trios elétricos do Brasil, Demolidor II,III,Carnavela, Lata Elétrica e Dragão da Folia, os trios serviram de palco para os shows do grupo de samba Revelação e no axé a festa ficou por conta das bandas Asa de Águia e Jammil e Uma Noites. “O Carnafacul é sem dúvidas um grande evento, não só em termos de organização, estrutura e segurança pontos essenciais para a realização de uma micareta, mas sabemos que a galera gosta da festa e por conta disso decidimos rodar o Brasil”, diz Marcello Borgerth diretor da MB Produções.

Em Julho, além da edição de Limeira acontece o Carnafacul São Vicente e Itapetininga em ambas as apresentações o show será comandado por Ivete Sangalo a bordo do trio elétrico Demolidor, outro produto do grupo MB Produções.

Vendas
Entre as opções de setores a organização oferece 4 locais: Pista, para quem gosta de curtir com a galera, o camarote Skol Folia open bar (água, cerveja e refrigerante) o camarote para 10 pessoas com uma área mais reservada e a Área VIP também open bar.

Os convites para esta festa já estão a venda por meio do site www.ingressonaweb.com.br. Para saber o ponto de venda mais próximo da sua região acesse www.carnafacullimeira.com.br.

Serviço
O que: Carnafacul Limeira
Quando: 17/07
Onde: Fazenda Ibicaba - Cordeirópolis, a 5 minutos do centro de Limeira
Endereço: Rodovia Dr. Cássio de Freitas Levy, KM 02 - S/Nº
Horário: Abertura dos Portões às 22h. Início do show da Cantora Claudia Leitte à 1h30min
Censura: 14 anos
Atrações: Claudia Leitte, Banda Beja (Axé) e a Dupla Alex e Gustavo (Sertanejo)
Vendas on line: www.ingressonaweb.com.br
Informações: www.carnafacullimeira.com.br ou www.macfolia.com.br
Telefone: (11) 2959-3032 ou (19) 3542-4406
Valores
Pista Unisex: R$ 30,00*
Camarote Skol Folia – Open Bar (água, cerveja e refrigerante) R$ 120,00*
Camarote (10 Pessoas): R$ 1.200,00*
Área VIP – Open Bar (água, cerveja e refrigerante) R$ 80,00*

* Valores referentes à meia entrada do ingresso. Válido também para aposentados, funcionários públicos e associados ao site: www.agitoararas.com.br.
** O open-bar (água, cerveja e refrigerante) da Área Vip e do Camarote Skol Folia funcionará da abertura do evento ao termino do show da cantora Claudia Leitte.


Secretário de Agricultura de São Paulo confirma presença na abertura do XIII Congresso Brasileiro de Mandioca

O Secretário de Agricultura do Estado de São Paulo João Sampaio vai participar da abertura do XIII Congresso Brasileiro de Mandioca que acontece nos dias 14, 15 e 16 de julho, na Fazenda Experimental Lageado, em Botucatu.

Promovido pelo Centro de Raízes e Amidos Tropicais (Cerat - Unesp), o evento terá como tema central “Mandioca: inovações e desafios” e vai contar com conferências, palestras, mesas redondas e apresentação de mais de duzentos trabalhos científicos. Todas as atividades serão dividas em seis eixos temáticos: socioeconomia; energia; biotecnologia; agricultura; processos e produtos, e sustentabilidade ambiental.

Para discutir e divulgar as mais recentes inovações e o desenvolvimento das pesquisas e tecnologias aplicadas à cultura da mandioca no país, o Congresso vai reunir pesquisadores, consultores, empresários, técnicos de instituições públicas e empresas privadas, estudantes de graduação e pós-graduação, profissionais de áreas afins e produtores rurais.

Dentre os palestrantes estão profissionais ligados a instituições como a FAO/ONU (Food and Agricultural Organization/Organização das Nações Unidas), a CIAT (Centro de Investigação Agrícola Tropical) e Embrapa.

O Congresso Brasileiro de Mandioca tem o apoio da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, do Sebrae, da Sociedade Brasileira de Mandioca e da Associação Brasileira de Produtores de Amido de Mandioca.

Mais informações, programação e inscrições pelo site www.cbm2009.com.br ou pelo telefone (14) 3882-6300, ramal 3.

ASSESSORIA DE IMPRENSA - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu - FCA / Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - FEPAF

imprensa@fca.unesp.br

Programa Intervivência Universitária capacita jovens para práticas agrícolas sustentáveis

Na semana de 13 a 17 de julho um grupo de 23 jovens, com idades entre 15 e 18 anos, residentes na zona rural dos municípios de Botucatu, Guareí, Torre de Pedra e Angatuba participam da primeira etapa do Programa Intervivência Universitária, coordenado pela Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, câmpus de Botucatu.

O objetivo do Programa é divulgar conhecimentos e proporcionar a apropriação de tecnologias de forma a capacitar os jovens agricultores para que se fixem no campo e ampliem suas rendas familiares através de uma produção rural sustentável.

Além da capacitação produtiva, o programa busca conscientizar os participantes sobre a valorização da saúde do indivíduo e a importância da conservação do ecossistema, para que contribuam com o processo de recuperação e gestão ambiental da Área de Proteção Ambiental da região de Botucatu.

Outro objetivo do programa é aproximar o meio rural do meio universitário, de maneira a possibilitar um maior intercâmbio de informações, a identificação das problemáticas atuais do jovem no campo e a troca de experiências.

O programa é dividido em cinco módulos, realizados sempre em períodos de férias escolares. O primeiro módulo, “Saúde e nutrição” terá atividades com os temas voltadas para: primeiros socorros e curativos; intoxicação por defensivos agrícolas; envenenamento por animais peçonhentos; segurança do trabalho; legislação trabalhista; nutrição e cultivo, uso e importância de plantas medicinais.

Todas as atividades serão realizadas com apoio de material didático a ser repassado aos alunos em sala de aulas, no campo ou em laboratórios. O material didático utiliza linguagem apropriada para o público-alvo e foi elaborado exclusivamente para o projeto por profissionais, alunos da pós-graduação e graduação atuantes nas instituições envolvidas no projeto, incluindo as quatro unidades da Unesp de Botucatu.

Os próximos módulos, com os temas “Empreendedorismo e Gestão da Propriedade Rural”, “Ecologia e Utilização dos Recursos Naturais”, “Tecnologia e Produção Agrícola” e “Exploração Agropecuária” estão programados para dezembro de 2009 e janeiro e fevereiro de 2010.

São instituições colaboradoras do Programa Intervivência Universitária: as empresas júniores Cenagri Jr Ejenutri; os alunos do Programa de Educação Tutorial dos cursos de Agronomia e Engenharia Florestal da FCA; o Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos da Unesp (Cevap); o Sindicato Rural de Botucatu; a Pastoral de Botucatu; o escritório da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) em Botucatu e a Faculdade Unifac.

Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu - FCA - Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - FEPAF

Bombeiros de Botucatu se juntam ao Hemocentro do HC/Unesp para captar doações

O Hemocentro do Hospital das Clínicas (HC), vinculado à Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) recebeu dia 7 de julho, a confirmação de que terá a parceria do Corpo de Bombeiros de Botucatu para a captação de novos doadores, através do projeto “Bombeiro Sangue Bom”. A ajuda vem em boa hora, já que o período de inverno é critico para o serviço.

O capitão José Milton Franco de Arruda, comandante do 2º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Botucatu, esteve na sede do Hemocentro juntamente com o 1º sargento José Aparecido da Cruz e enfatizou que buscará apoio junto à Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Tiro de Guerra (TG) e Guarda Civil Municipal (GCM). Os esforços são no sentido de aumentar o estoque do HC, onde, em períodos de feriados, por exemplo, o consumo de sangue aumenta em aproximadamente 30%.

As ações, que são promovidas anualmente, devem perdurar por todo o mês de julho, já que no dia 2 foi comemorado o Dia do Bombeiro. “Vamos fazer o possível para divulgar sobre a importância da doação de sangue para tentar suprir a falta com a qual o Hemocentro sofre. Nós, lá no quartel, devemos servir de exemplo. Traremos doadores, dentro do possível”, explica capitão Franco.

O estoque do Banco de Sangue atualmente é de 120 bolsas de 0 positivo - o ideal seriam 250; 90 bolsas de A positivo – o ideal seriam 220; 15 bolsas de O negativo - o ideal seriam 60; 11 bolsas de A positivo - o ideal seriam 60.

Todos os dias o Hemocentro do HC/Unesp de Botucatu funciona das 8 às 16h30. Aos sábados, das 7 às 13 horas. Mais informações: (14) 3811-6234.

Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB e HC/Unesp

XII Congresso Brasileiro de Aterosclerose

Campinas recebe um dos mais importantes eventos do calendário científico da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). O The Royal Palm Plaza Hotel Resort sediará o XII Congresso Brasileiro de Aterosclerose, de 6 a 8 de agosto de 2009, com a expectativa de receber 1.500 congressistas de todo o território nacional.

Promovido pelo Departamento de Aterosclerose da SBC, o Congresso terá participações de aproximadamente 100 ilustres palestrantes nacionais, além de quatro convidados internacionais pertencentes ao primeiro time da cardiologia mundial: drs. Peter Libby, de Havard, EUA, Ginés Sanz, do Ministério da Saúde da Espanha, Manlio F. Blanco Cantero, do México, e José E, Fernandez-Britto, de Cuba. O intuito é oferecer um conteúdo de excelência par a reciclagem científica de médicos e a conseqüente qualificação da assistência aos cidadãos.

“Em nossa programação, embasamos duas importantes frentes: os avanços em diagnóstico e tratamento da aterosclerose e a prevenção e atualização sobre seus fatores de risco, como a hipertensão arterial, dislipidemia e diabetes”, destaca o dr. José Francisco Kerr Saraiva, presidente do Congresso, e secretário de saúde de Campinas.
Evento traça o panorama de doença responsável por mil mortes diárias no país

Só no Brasil, as doenças cardiovasculares fazem, diariamente, mil vítimas, o equivalente a quase 400 mil mortes ao ano. Na região de Campinas, onde acontecerá o evento, cerca de 8 a 10 pessoas morrem por dia em conseqüência destes males.

Devido à enorme prevalência das diferentes apresentações da doença aterosclerótica, como infarto do miocárdio, acidente vascular encefálico, miocardiopatia isquêmica, entre outras, o XII Congresso Brasileiro de Aterosclerose pretende oferecer não somente aos cardiologistas, mas também aos clínicos gerais, endocrinologistas, geriatras, médicos de família e demais profissionais da área da saúde interessados no tema, da rede pública e privada, abordagens plurais e de alto nível sobre os temas de interesses à prática diária.

“Demos ao conteúdo científico um enfoque clínico visando à capacitação e à atualização médica. Além disso, não deve em nada aos grandes eventos internacionais, com a vantagem de proporcionar conhecimentos avançados aos médicos que não têm acesso a estes encontros, em uma região próxima e de fácil acesso”, pondera dr. Daniel Lages Dias, um dos tesoureiros do Congresso.

O XII Congresso Brasileiro de Aterosclerose contará também com Temas Livres nas áreas de Lípides; Diabetes; Hipertensão arterial sistêmica; Imunologia e inflamação em aterosclerose; Aterotrombose e Imagem em aterosclerose. Todos os trabalhos aceitos serão publicados na renomada revista Atherosclerosis e, sete deles, os melhores de cada categoria, serão premiados. Mais informações em http://congresso.cardiol.br/da/xii/

XII Congresso Brasileiro de Aterosclerose
Data: De 6 a 8 de agosto de 2009
Local: The Royal Palm Plaza Resort
Endereço: Av. Royal Palm Plaza, nº 277 - Jd Nova Califórnia - Campinas/SP
Informações e inscrições: (11) 3262-4378 / (19) 3753-2333
http://congresso.cardiol.br/da/xii/

Faculdade de Veterinária e Zootecnia da Unesp de Botucatu pode mudar para a Fazenda Lageado

No dia 09 de junho, alunos, docentes e servidores técnico-administrativos participaram de uma consulta sobre a realização de estudos para a mudança da FMVZ para a Fazenda Experimental Lageado.

Somados os votos dos 367 participantes da consulta e aplicados os pesos de 0,1 para alunos, 0,2 para servidores técnico-administrativos e 0,7 para docentes o resultado apontou que 64,26% dos votantes deseja a realização dos estudos. 32,42% foram contrários.

Após o resultado da consulta, o professor Luiz Carlos Vulcano, diretor da unidade, já deu início aos estudos para apurar a viabilidade da mudança da estrutura da Faculdade para o Lageado, onde já se encontram os Departamentos de Melhoramento e Nutrição Animal, de Produção Animal e as áreas de produção, ensino e pesquisa ligadas aos cursos de graduação e pós-graduação em zootecnia.

Na segunda-feira, dia 22, o diretor da FMVZ, vistoriou uma área do Lageado pertencente à Faculdade para realizar uma primeira análise sobre a adequação do terreno. Ele foi acompanhado por um grupo de professores que incluiu o supervisor das Fazendas de Ensino Pesquisa e Produção, professor Ciniro Costa e o professor Cezinande Meira, supervisor do Hospital Veterinário.

A mudança da estrutura da FMVZ para o Lageado é um anseio antigo da comunidade e de outros dirigentes que passaram pela unidade que a atual direção tenta viabilizar. “Não tenho dúvidas de que ter toda a estrutura da FMVZ numa mesma área melhoraria vários aspectos administrativos da unidade e permitiria maior interação com relação ao ensino e pesquisa”, ressalta a professor Vulcano. “A partir do resultado da consulta vamos realizar estudos cuidadosos para analisar essa possibilidade. Se a mudança for ocorrer ela tem que ser completa e bem feita, com a construção de uma estrutura nova, moderna e adequada para atender as demandas crescentes da instituição por muitas décadas”.

Abertas inscrições para o VIII Curso Prático de Anestesia em Grandes Animais

Já estão abertas as inscrições para o VIII Curso Prático de Anestesia em Grandes Animais que será realizado de 27 a 29 de julho na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, câmpus de Botucatu.

Voltado para profissionais e também para os estudantes de Medicina Veterinária que já tenham cursado a disciplina de Anestesiologia Veterinária, o curso tem como objetivo promover a atualização dos participantes com relação às técnicas anestésicas e de tratamento da dor peri-operatória em grandes animais.

Nesse sentido, serão enfocados os principais temas relacionados às anestesias de equinos, ruminantes e suínos, incluindo: bloqueios anestésicos locais em equinos; contenção química e analgesia em eqüinos; técnicas de anestesia intravenosa a campo em eqüinos; fluidoterapia e equilíbrio hidro-eletrolítico; anestesia do equino com síndrome cólica e outras.

Durante a aula de bloqueios anestésicos locais em equinos haverá prática em grupos reduzidos de participantes utilizando peças anatômicas resfriadas para dissecção e localização dos nervos bloqueados nas técnicas de anestesia perineural.

Já durante as aulas de induções anestésicas, técnicas de anestesia intravenosa e anestesia inalatória em equinos, haverá disponibilidade de três equinos (um animal por aula prática) para realização de técnicas anestésicas. Um bovino adulto estará disponível durante a aula de técnicas anestésicas em bovinos.

Os participantes do curso serão introduzidos ao uso de recursos avançados de monitoração (oximetria de pulso, capnografia, pressão arterial, hemogasometria) durante a anestesia.

A coordenação do curso está a cargo dos professores Stelio Pacca L. Luna, Francisco José Teixeira Neto e Antonio José Araújo Aguiar. São apenas 25 vagas e mais informações podem ser obtidas através dos telefone (14)3811-6019.

São Paulo tem o 1º ônibus a hidrogênio da América Latina

Ônibus totalmente limpos, silenciosos, que utilizam como combustível o hidrogênio - o elemento químico mais abundante do planeta - e liberam apenas vapor de água. A apresentação do Ônibus Brasileiro a Hidrogênio ocorreu na quarta, 1º de julho. O transporte circulará em testes na Região Metropolitana de São Paulo a partir de agosto deste ano. O evento contou com a participação do governador José Serra e do secretário dos Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella.



Com a construção do primeiro veículo deste tipo na América Latina, o Brasil passa a ter posição global de destaque ao lado dos Estados Unidos, da Alemanha e da China. "O Brasil é um dos cinco países do mundo que dominam a tecnologia e que têm ônibus movidos a hidrogênio. Também é importante salientar que nós somos o único, entre estes países, que detém uma tecnologia híbrida, como segunda opção para o ônibus a hidrogênio: a eletricidade", disse o governador durante apresentação.

O projeto prevê a fabricação de até quatro veículos, mais a montagem da estação de produção de hidrogênio e abastecimento dos ônibus, em São Bernardo do Campo, com o apoio técnico da Petrobrás, da BR Distribuidora e da AES Eletropaulo.

Construído em Caxias do Sul (no Rio Grande do Sul) pela Tuttotrasporti e pela Marcopolo, o protótipo já passou por todos os testes automotivos necessários para a sua homologação. Os outros três veículos serão incluídos no sistema a partir de 2010.

O projeto

O projeto brasileiro começou há 15 anos quando a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP), empresa vinculada à Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, e o Ministério das Minas e Energia (MME) iniciaram os estudos para o uso do hidrogênio como combustível em ônibus urbanos. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) reconheceu a importância do projeto e destinou recursos do Global Environmental Facility (GEF) para financiá-lo. Para o desenvolvimento de todo o projeto foram destinados US$ 16 milhões.

A EMTU/SP, coordenadora nacional do projeto, será responsável pelo acompanhamento e avaliação do desempenho dos veículos que circularão nas 13 linhas do Corredor Metropolitano ABD (São Mateus / Jabaquara), operado pela concessionária Metra.

Esse corredor é ideal para o experimento, pois apresenta alta demanda. São cerca de 270 mil passageiros por dia. "Vai ser um teste muito importante do ponto de vista operacional, pois é preciso examinar a economicidade e a viabilidade econômica do projeto", afirmou o governador José Serra. "O projeto vale um grande investimento inicial porque trata-se de uma tecnologia e uma forma nova de transporte", complementou Serra.

Esse trabalho será feito até 2011 com os quatro ônibus previstos no projeto. Após o período de testes, os veículos serão incorporados à frota operacional do corredor.

Parceiros

A assinatura do contrato de fornecimento do primeiro ônibus e de toda a infraestrutura necessária ocorreu em maio de 2006, quando o projeto passou a contar com parceiros nacionais e internacionais. São eles:


* AES ELETROPAULO (Brasil) - especificação da sub-estação; conexão; qualidade e disponibilidade de energia;

* BALLARD POWER SYSTEMS (Canadá) - design, desenvolvimento e fabricação da célula a combustível;

* EPRI INTERNATIONAL (EUA) - gerenciamento do projeto e líder do consórcio;

* HYDROGENICS (Canadá) - fabricante do eletrolisador e equipamentos da estação de abastecimento de hidrogênio;

* MARCOPOLO (Brasil) - fabricante da carroceria e seus componentes;

* NUCELLSYS (Alemanha) - desenvolvimento, fabricação e engenharia de aplicação dos sistemas de célula a combustível;

* PETROBRAS DISTRIBUIDORA (Brasil) - integradora e operadora da estação de abastecimento de hidrogênio;

* TUTTOTRASPORTI (Brasil) - integradora do ônibus completo e fabricante do chassi e do software de controle veicular.


A escolha do Brasil

O Brasil foi beneficiado com o financiamento do PNUD/GEF por ser um país de economia emergente, maior produtor (50 mil unidades por ano) e o maior mercado consumidor de ônibus do mundo. Ainda há várias fontes para produção de hidrogênio no Brasil e o país é líder na redução de gases de efeito estufa com o uso de energia hidroelétrica e do etanol.

O ineditismo do projeto brasileiro

O projeto do Ônibus Brasileiro a Hidrogênio é inédito pelo fato de ter integrado o avançado sistema em plataforma produzida localmente, ao invés de importar os ônibus de célula a combustível já existentes.

O uso de um sistema de propulsão híbrido com dois sistemas automotivos de célula a combustível combinado com baterias é outra característica pioneira, proporcionando ao veículo menos peso, o que garante mais eficiência no consumo e no rendimento, a um custo menor.

O ônibus brasileiro também conta com um dispositivo de regeneração do sistema de frenagem (aproveitamento do calor), o mesmo empregado neste ano nos carros da Fórmula 1, no qual a energia é armazenada nas baterias e usada na necessidade de maior potência na movimentação do veículo (em subidas, por exemplo).

Além do uso diferenciado de alguns sistemas, a arquitetura e a concepção inovadoras do Ônibus Brasileiro a Hidrogênio levam a um custo final do veículo significativamente inferior aos existentes no mundo.

Como maior fabricante global de chassis e carrocerias, o Brasil tem demonstrado capacidade de inovação tecnológica e reconhecida competência na gestão desse conhecimento. São qualidades evidentes ao se constatar que o protótipo foi totalmente fabricado e integrado (carroceria e sistemas) em território nacional.

Os próximos objetivos são: desenvolver uma solução mais limpa para o transporte público no Brasil, avaliar e estabelecer as exigências técnicas para garantir a durabilidade do veículo e torná-lo economicamente competitivo.