maio 05, 2009

Kits para diagnóstico de gripe suína ainda não chegaram ao Brasil

Da Agência Brasil

O diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), José Agenor Álvares da Silva, disse há pouco que os kits para diagnóstico rápido da gripe suína ainda não chegaram ao Brasil.

Ele disse que o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, chegou a ligar para a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), braço da Organização Mundial de Saúde (OMS) na América do Sul, reclamando da demora da entrega dos kits.

Nesse momento, o presidente da Anvisa participa de uma audiência pública na Câmara dos Deputados sobre ações de prevenção e combate à gripe suína. O evento foi organizado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Defesa do Consumidor; e de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural.

José Agenor afirmou que espera que os laboratórios comecem a realizar os testes dois dias depois da chegada dos kits ao Brasil.

O diretor da Anvisa disse ainda que o Brasil deverá receber da OMS doses do medicamento Tamiflu e que o governo também já entrou em contato com o fabricante do remédio para comprá-lo.

Consumidores de energia de 71 cidades paulistas terão reajuste na conta de luz

Da Agência Brasil

Os consumidores de energia de 71 municípios interior de São Paulo terão aumento nas contas de luz a partir do dia 10 de maio. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (5) o reajuste nas tarifas de quatro distribuidoras do estado pertencentes ao Grupo Rede.

Para os 202 mil clientes atendidos pela Caiuá, o reajuste médio ficou em 17,55%, sendo 17,23% para os consumidores residenciais e 18,15% para as indústrias. A Caiuá atende 24 municípios paulistas.

A distribuidora Bragantina teve aprovado um aumento médio de 16,14%, sendo 15,58% para residências e 16,87% para a indústria. A empresa fornece energia para 119,5 mil clientes, em cinco cidades de São Paulo e dez municípios em Minas Gerais.

Também foi autorizado um aumento médio de 11,16% para os 153,5 mil clientes da Vale Paranapanema. Os consumidores residenciais terão um reajuste de 10,24%, e os industriais de 13,26%. A distribuidora atende 27 municípios paulistas.

Os consumidores que recebem energia da distribuidora Nacional vão ter um reajuste médio de 5,48%, sendo 4,89% para as residências e 6,82% para as indústrias. A Nacional atende 95 mil clientes em 15 municípios paulistas.

Segundo a Aneel, o principal motivo para a aprovação dos reajustes foi a alta do preço do dólar, que encareceu a energia comprada da Hidrelétrica de Itaipu. Também pesou na decisão da agência o aumento do uso da energia de usinas térmicas, que encarece o preço da energia.

Sobe para 28 número de casos suspeitos de gripe suína no Brasil

Da Agência Brasil

Subiu de 25 para 28 o número de casos suspeitos de gripe suína investigados no país, segundo nota divulgada hoje (5) pelo Ministério da Saúde após mais uma reunião do Gabinete Permanente de Emergência. Além desses, 28 estão em monitoramento em 20 estados. O ministério já descartou 73 casos.

Os casos suspeitos são aqueles em que os pacientes passaram por áreas afetadas ou tiveram contato com pessoas dessas áreas e manifestam sintomas da gripe suína: febre repentina acima de 38 graus centígrados, tosse, dores pelo corpo e congestão nasal. Nos casos em monitoramento, a pessoa apresenta febre e tosse e é procedente de viagens internacionais, não necessariamente de áreas atingidas.

Há casos suspeitos nos estados de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Santa Catarina, Minas Gerais, Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul, da Paraíba, de Pernambuco e Rondônia, além do Distrito Federal.

Casos sob análise no país (Clique na tabela para ampliar):

Senado receberá manifesto a favor de cotas para alunos da rede pública em universidades

Da Agência Brasil

Mostrar aos parlamentares a importância de se aprovar uma lei federal que regule reservas de vagas em universidades federais para estudantes oriundos de escolas públicas é o objetivo de manifesto que será entregue hoje (5), às 17h, no Senado.

Em entrevista ao Programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, a coordenadora do Programa de Direitos das Mulheres e Afrodescendentes da ONG Actionaid Brasil, Rosana Heringer, disse que a idéia da mobilização é reforçar a posição de senadores favoráveis às cotas e convencer aqueles que têm opinião contrária.

“É muito importante a sociedade civil se mobilizar para garantir que essa lei seja aprovada e a gente considera que é preciso fazer esse trabalho de pressão. Não existe a certeza de que esse projeto vai ser aprovado, mas existe uma boa vontade”, acredita.

O Projeto de Lei 180/08 prevê a reserva de 50% das vagas nas universidades federais e nos cursos tecnológicos públicos para estudantes da rede pública, respeitando a proporção de negros e indígenas de cada estado. O manifesto será entregue à relatora da matéria no Senado, Serys Slhessarenko (PT-MT).

Para a coordenadora, a aprovação da proposta pode democratizar o acesso ao ensino universitário no Brasil. Segundo ela, 80% das pessoas que estudam no país cursam ensino fundamental e médio em escolas públicas. Rosana acrescentou que, no entanto, as instituições de ensino federais e estaduais não dispõem de número de vagas suficiente para atender essa demanda. Outro problema é que as vagas nessas instituições acabam sendo preenchidas por alunos que estudaram em escolas privadas.

“Não existem vagas disponíveis, quem passa na universidade pública é quem estudou em escola particular e pode garantir as melhores colocações. Essa situação de desigualdade e até de injustiça que esse projeto de lei quer contornar”, defendeu.

Casos de gripe suína sobem para 1.124, informa OMS

Da Agência Brasil

Os casos de gripe suína no mundo subiram de 1.085 para 1.124, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgados hoje (5). Ao todo, a OMS reconhece 26 mortes pela doença, sendo 25 no México, que tem 590 casos confirmados, e uma nos Estados Unidos, que registra 286 ocorrências.

Além deles, 19 países já detectaram a presença do vírus da influenza A H1N1. São eles: Áustria (1), Canadá (140), China (1), Costa Rica (1), Colômbia (1), Dinamarca (1), El Salvador (2), França (4), Alemanha (8), Irlanda (1), Israel (4), Itália (2), Holanda (1), Nova Zelândia (6), Portugal (1), Coréia do Sul (1), Espanha (54), Suíça (1) e Reino Unido (18).

A OMS orienta que as pessoas devem lavar sempre as mãos com água e sabão e procurar autoridades de saúde de seus países se tiverem voltado de viagens internacionais e sentirem os sintomas da doença, que são febre acima de 38 graus centígrados, acompanhada de dores de cabeça e no corpo e de congestão nasal. A organização não recomenda a restrição a viagens, a não ser para quem está doente, nem o fechamento de fronteiras.

Pagamento de férias somente depois da volta ao trabalho é feito em dobro

Uma professora dispensada pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) receberá em dobro o valor das férias que, durante cinco anos, foram pagas somente após seu retorno ao trabalho. A decisão da Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho restabelece sentença da 1ª Vara do Trabalho de Tubarão (SC), que havia deferido o pedido, com o acréscimo de um terço. O pagamento em dobro das férias gozadas no prazo legal, mas pagas após o prazo previsto em lei, tem sido uma tese bastante adotada no TST.

A CLT estabelece, em seu artigo 145, que o pagamento da remuneração das férias será efetuado até dois dias antes do início do respectivo período. Já o artigo 137 determina que as férias concedidas após o prazo devido devem ser pagas em dobro. O entendimento aplicado pela Quarta Turma é a combinação dos dois artigos, com a aplicação analógica do artigo 137. Neste sentido, segundo destacou o ministro Barros Levenhagen, relator do recurso de revista da professora, têm decidido a Seção Especializada em Dissídios Individuais 1 (SDI-1) e algumas Turmas do TST.

Em um dos julgamentos da SDI-1, a ministra Rosa Maria Weber analisou que, aplicando-se analogicamente o disposto no artigo 137 da CLT, as férias recebidas com atraso devem ser pagas em dobro, porque sua finalidade seria frustrada. “Por ser mais abrangente do que o simples repouso físico, as férias devem propiciar ao empregado desenvolver atividades voltadas ao seu equilíbrio físico, emocional e mental, que dependem de disponibilidade econômica”, explicou.

O ministro Barros Levenhagen entende também que, se o pagamento é adiado para a época do retorno ao trabalho, há um “desvirtuamento da finalidade das férias de proporcionar ao empregado um período de descanso e lazer, para a recuperação de suas energias após doze meses trabalhados, direito, aliás, garantido constitucionalmente”. A Quarta Turma seguiu, assim, o entendimento do relator e reformou o acórdão regional, que excluía esse tema da condenação. ( RR-320/2007-006-12-00.7)


Assessoria de Comunicação Social do Tribunal Superior do Trabalho

Educadores vão conscientizar jovens sobre combate à pirataria

Da Agência Brasil

O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) e a Câmara de Comércio Americana de São Paulo (Amcham) promovem quinta-feira (7), na capital paulista, o 3º Fórum de Conscientização de Educadores no Combate à Pirataria. O encontro integra o projeto Escola Legal, destinado à conscientização da comunidade escolar sobre a prática danosa da pirataria no Brasil e no mundo. O Inpi é vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e responde pelo registro de marcas e pela concessão de patentes no país, entre outras atividades.

A coordenadora-geral de Articulação Institucional e Difusão Regional do Inpi, Rita Pinheiro Machado, disse que o objetivo é tentar conscientizar o público mais jovem da importância de combater a pirataria e de não comprar produtos falsos. O fórum visa a “esclarecer melhor os educadores, para que eles possam nos ajudar nessa empreitada”.

De acordo com estimativa do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco), a pirataria gera cerca de R$ 30 bilhões de perdas anuais em impostos no Brasil. Estudo da Universidade de Campinas (Unicamp) calcula em cerca de 2 milhões o número de empregos que deixam de ser criados no mercado de trabalho formal em razão do comércio ilegal.

Criado em 2006, o projeto Escola Legal já chegou a 63 escolas, das quais 53 públicas e dez particulares, nas cidades de São Paulo, Campinas, Goiânia e Porto Alegre, promovendo a conscientização contra a pirataria de 13.497 alunos e 395 professores. Rita Machado informou que a meta, este ano, é ampliar o projeto para Recife, Belo Horizonte, Curitiba e Brasília, além do Rio de Janeiro, por meio de ações das Câmaras de Comércio Americanas locais.

O projeto quer mostrar que o combate à pirataria se aprende na escola, a partir de instruções levadas aos futuros consumidores quanto à importância da inovação e dos benefícios levados à população e ao país pelo comércio legal.

Famesp abre vagas para Hospital das Clínicas de Botucatu

A Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar – Famesp, está recebendo inscrições para o processo seletivo para desempenhar suas funções no Hospital das Clínicas – Faculdade de Medicina de Botucatu, para as seguintes funções:

- Assistente Social;
- Médico [Pronto Socorro];
- Farmacêutico;
- Psicólogo;
- Médico [PO e UTI de cirurgia cardiovascular]

As inscrições serão realizadas via internet no período de 11 a 15 de Maio pelo site: www.famesp.fmb.unesp.br

Câmara e União Cultural Negra organizam palestra ”A importância da Conferência Municipal da Igualdade

A Câmara Municipal e Botucatu e a União Cultural Negra realizam no próximo dia 13 a palestra ”A importância da Conferência Municipal da Igualdade Racial”, em comemoração aos 121 Anos da Abolição da Escravatura. O evento acontece às 19h30, na sede do legislativo.

A palestra será proferida pelo jornalista e consultor em Políticas de Valorização da Diversidade, Dojival Vieira.

Na oportunidade, serão tratados assuntos que nortearão a realização da I Conferência Municipal da Igualdade Racial que será realizada no dia 23 de maio.

Da Subsecretaria Municipal de Comunicação e Informação de Botucatu

FCA/ Unesp vai realizar Simpósio de Geoestatística aplicada às Ciências Agrárias

Nos dias 14 e 15 de maio, a Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu, vai receber o I Simpósio de Geoestatística Aplicada as Ciências Agrárias. O objetivo do evento é reunir pesquisadores, técnicos e estudantes em ciências agrárias e afins para discussão de métodos de análise, programas e novas aplicações para as técnicas da área.

A geoestatística, como um ramo da estatística, tem aplicações ilimitadas nas áreas de mapeamentos ambientais, sistemas de informação geográfica e sensoriamento remoto.

O seu emprego nas ciências agrárias vem crescendo nos últimos anos tornando-se imprescindível nas áreas de mapeamentos do solo, de recursos hídricos, da ocupação das terras, da distribuição de pragas e doenças, da mecanização, da correção do solo e todo tipo de atividade que envolva uma visualização espacial de áreas.

Dentre os temas que serão tratados no evento estão as tendências futuras da Geoestatística, sua utilização na agricultura de precisão e nas ciências agrárias como um todo. Participarão das atividades profissionais ligados a instituições como o Instituto Agronômico de Campinas, a Universidade Federal do Paraná e a Esalq/ USP, além da própria Unesp.

O Simpósio é uma realização da Faculdade de Ciências Agronômicas, do Grupo de Estudos em Pesquisas Georreferenciadas (Gepag) e da Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf).

Mais informações no site: www.fca.unesp.br, pelo e-mail sgea@fca.unesp.br ou pelo telefone (14)3811-7218 ramal 201.

ASSESSORIA DE IMPRENSA - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu - FCA / Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - FEPAF

Guilherme Fanti Trio é atração no Instrumental de Quinta

Apresentação acontece na quinta-feira, na Cantina da Artistas S/A

O grupo Guilherme Fanti Trio, é atração do evento Instrumental de Quinta, realizado semanalmente, às quintas-feiras, na Cantina da escola de artes Artistas S/A, no dia 7 de maio, a partir das 20 horas.

O instrumentista, que leva o nome do grupo, iniciou seus estudos musicais aos doze anos, sob influencia do avô, que era músico e o levava para rodas de choro e samba. Começou no violão e posteriormente passou a se interessar pela guitarra.

Formou-se no Conservatório de Tatuí e concluiu o curso de bacharel na FAC-Fito de Osasco. Desde 2003 faz parte do grupo “André Marques e Vintena Brasileira” com o qual já realizou diversos shows pelo Brasil e gravou o CD “De Baque as Avessas” (2008).

Com a experiência adquirida tocando na noite e nos grupos Cincado e Quinteto Miló, o músico já tocou ao lado de artistas como Hamilton de Holanda, Francis Hime, Sizão Machado e Jairzinho de Oliveira.

Formado por Guilherme Fanti Correa (guitarra), Everton “Barba” (bateria) e Felipe Brisola (baixo acústico) o trio surgiu a partir da amizade dos músicos que se conheceram há quatro anos no Conservatório de Tatuí, a partir daí tocaram juntos muitas vezes com várias formações e nesse formato eles vêm trabalhando um repertório composto por “standards” do jazz e da música brasileira com compositores como Bill Evans, Miles Davis, Edu Lobo, Toninho Horta, entre outros.

Guilherme Fanti Trio inicia a programação de maio do Instrumental de Quinta, que contará ainda com a presença do Fabricio Gomes Trio (14 de maio), do André Marques Quarteto (21de maio) e do Sabagaê (28 de maio), grupos convidados de Botucatu e região, além disso, a entrada para o evento custará apenas R$ 4,00 (couvert), )fomentando a apresentação e a produção artística e musical de qualidade em nossa cidade e região.

No site www.artistassa.com.br é possível encontrar material completo sobre todos os grupos que se apresentam no Instrumental de Quinta.

Serviço
Quem: Guilherme Fanti Trio
Quando: 07 de maio a partir das 20h
Onde: Cantina Artistas S/A
Rua Visconde do Rio Branco 1.426 – Vila dos Médicos / Botucatu – SP
Quanto: R$ 4,00 (couvert)
Informações pelo telefone: (14) 3815-8293.

Botucatu recebe o evento “Ação Global Regional”

Durante o evento, que será realizada no Recinto JVC de Eventos, serão oferecidos serviços gratuitos de educação, saúde, cultura, meio ambiente, alimentação, cidadania, inclusão social, esporte e lazer.

Entre 9 e 17h de sábado (9/05), será realizada, no Recinto JVC de Eventos, em Botucatu (Av. Professor José Pedretti Neto, 400), mais uma Ação Global Regional. O evento, que tem o apoio da prefeitura local e secretarias municipais, é promovido pelo Serviço Social da Indústria (SESI-SP), entidade ligada à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), e pela TV Tem Bauru, filiada da Rede Globo de Televisão na região.

Com caráter social, a Ação Global Regional Botucatu oferecerá atendimentos gratuitos nas áreas de educação, saúde, meio ambiente, cultura, alimentação, esporte e lazer, além de serviços de cidadania e inclusão social.

O objetivo é utilizar a informação e a mobilização social como estratégia de inclusão e resgate da cidadania. A expectativa da organização do evento, que conta com o apoio de mil voluntários, é atender 20 mil pessoas.


Serviços oferecidos


Emissão de documentos: A expedição da primeira via da cédula de identidade e da carteira de trabalho será oferecida durante o evento. O objetivo é reforçar o exercício da cidadania e a obtenção de benefícios legais. As fotos serão tiradas e cedidas gratuitamente. A equipe da ARPEN-SP juntamente com o Cartório de Registro Civil de Botucatu atenderá solicitação das 2ªs vias de certidões de nascimento, casamento e óbito.

Prevenção e orientação: Médicos, enfermeiros, técnicos em análises clínicas e laboratoriais farão plantão no local. Serão dadas orientações odontológicas para bebês e gestantes. Haverá atendimentos visando à prevenção do câncer de boca, testes de colesterol e glicemia (diabetes), controle de obesidade, verificação da pressão arterial, além de informações sobre o combate à dengue, raiva, leishmaniose, doenças sexualmente transmissíveis, AIDS e orientações sobre TOC, depressão e doação de sangue
A Colgate levará um escovódromo para as crianças aprenderem a fazer a higienização dos dentes e os adolescentes terão palestras ministradas por médicos, dentistas e psicólogos sobre métodos contraceptivos, relação sexual, e higiene oral.

Haverá, ainda, posto de vacinação contra a gripe para a Terceira Idade e de febre amarela para crianças e adultos.

Orientação nutricional: Por meio do programa Alimente-se Bem, criado pelo SESI-SP para incentivar a utilização integral dos alimentos, a área vai orientar e ensinar a população a adquirir hábitos alimentares saudáveis e a utilizar os alimentos integralmente, melhorando o estado nutricional e a qualidade de vida sem aumentar os gastos com alimentação. As aulas serão ministradas na unidade móvel do programa e os participantes receberão noções sobre os alimentos e suas funções, planejamento de compras, reconhecimento, seleção, cuidados e higiene dos alimentos, além de dicas culinárias.

Saúde e bem-estar: Por conta de parceria local com a Unesp de Botucatu, o evento oferecerá orientações alimentares e nutricionais, índice de massa corpórea (relação entre peso e altura) e informações para a prática de atividades físicas.

Orientação Jurídica: Informações jurídicas, mas nem sempre acessíveis à população, serão oferecidas por meio da assessoria jurídica do SESI-SP e de parceiros que atuam no segmento. Os interessados poderão tirar dúvidas sobre contratos, imóveis, família, separação, consumidor, locação, dados previdenciários e trabalhistas, penal, comércio e direitos do consumidor.

Educação: Responsável pela maior rede de ensino privado do País, são 212 unidades com Ensino Fundamental e programas de educação para jovens e adultos, o SESI-SP divulgará seus projetos na área, incluindo o Programa de Ensino em Tempo Integral (PETI), o Ensino Médio, a Educação de Jovens e Adultos para os ensinos Fundamental e Médio (Novo Telecurso e Projeto de Alfabetização Intensiva). Também haverá contadores de história na tenda da Hora do Conto.

A novidade da área para 2009 é o Planetário. O objetivo é levar informações sobre astronomia para a introdução de crianças e adultos nos ?mistérios? das ciências.

Mercado de trabalho - Aos desempregados ou que buscam o primeiro emprego serão oferecidas informações para a elaboração de currículo, orientação sobre mercado de trabalho e comportamento adequado em entrevistas. A escola SENAI Ítalo Bologna, de Itu, fará cadastramento de portadores de deficiências físicas para facilitar o contato dessas pessoas com as empresas interessadas em contratá-los.

Capacitação profissional: Técnicos do SENAI de Botucatu darão orientação sobre cursos profissionalizantes e demonstração do funcionamento de um alarme aplicado em uma maquete de residência. Além disso, serão produzidas lixeiras para automóveis, confeccionadas em duas máquinas de overloque durante o evento. E a novidade ficará por conta de um Pit Stop para inspeção veicular realizada por uma equipe de técnicos que disponibilizará um laudo sobre problemas detectados no veículo.

Espaço Beleza: Durante todo o dia, os participantes terão à disposição um espaço especial, com técnicos do SENAC, que orientarão sobre os cuidados com a beleza, como dicas sobre nutrição em estética e cuidados diários com a pele. Além disso, serão oferecidas sessões de reflexologia nas mãos.

Geração de renda: Profissionais do SESI-SP e de parceiros realizarão oficinas de geração de renda para complementação do orçamento doméstico, utilizando retalhos de tecido.

Cultura e Entretenimento: Apresentação de grupos musicais, de dança e bandas da região, mais uma série de brincadeiras com o público, integram a programação desenvolvida pelo SESI-SP e a prefeitura local e secretarias municipais. As atividades serão realizadas em diversos pontos do evento, inclusive em um palco montado especialmente para os shows.
Além disso, haverá exposição de carros antigos e distribuição de livros em uma mini-biblioteca volante.

A partir das 15 horas, o palco será realizado um tradicional concurso de poesia dedicado ao Dia das Mães, organizado pela Prefeitura e pela Rádio Emissora de Botucatu PRF8, mais conhecida como F8. Na ocasião, haverá a apresentação do Cantor Nilton César, da Jovem Guarda, e de uma dupla de música caipira, Ramiro Viola e Pardini, cujo repertório destaca canções de Angelino de Oliveira e Pedro Torres, além de temas locais.

O público infantil poderá se divertir com brinquedos infláveis e pintura no rosto, atividades desenvolvidas por profissionais da área de esporte e lazer da entidade.

Meio ambiente: Será desenvolvida atividade interativa num tabuleiro gigante do jogo Água é Vida, resultado de projeto de educação ambiental implantado e difundido em toda a rede SESI-SP de ensino.

Além disso, será feita orientação sobre coleta seletiva de lixo, distribuição de mudas e reaproveitamento de sacolas plásticas, a partir do qual se cria um bichinho que se transforma em pipa.

Diversos: Oficiais da Delegacia do Defesa da Mulher estarão orientando sobre delitos que envolvem a violência contra a mulher.

A Secretaria de Assistência Social fará a atualização do cadastro do Bolsa Família e esclarecerá dúvidas da população sobre projetos sociais e benefícios oferecidos aos cidadãos.
A Sabesp, por sua vez, distribuirá água e dará dicas sobre o uso responsável da água e fará o cadastramento de imóveis na tarifa residencial social. E a CPFL prestará orientações preventivas quanto ao risco de acidentes de origem elétrica e perigo sobre soltar pipas próximo à rede elétrica.

Serviço:
Ação Global Regional ? Botucatu
Data: dia 9 de maio (sábado), entre 9h e 17h.
Local: Recinto JVC de Eventos
Endereço: Av. Professor José Pedretti Neto, 400
Informações: (14) 3815-1411

Hospital das Clínicas de Botucatu sera referência para atendimento de gripe suina

Em reunião realizada na tarde de segunda-feira, 4 de maio, médicos, docentes e alunos da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) e Hospital das Clínicas (HC) discutiram a situação atual envolvendo Influenza A1N1 (gripe suína) no mundo e também sobre as estratégias que serão adotadas para que o hospital seja uma das unidades de referência para o atendimento de possíveis pacientes com suspeita da doença. O pedido para que o HC seja um dos hospitais preparados para o atendimento de vítimas da doença deve ser confirmado entre hoje, terça-feira, 5 de maio e amanhã, quarta-feira, 6 de maio.

O Hospital das Clínicas constará em lista que será divulgada pelo Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo (CVE-SP). O Hospital de Américo Brasiliense - administrado pela Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) - também deve constar na lista de unidades de referência. Outros 52 centros de saúde em todo o Brasil já estão prontos para receber pacientes nestas condições.

Durante o encontro, quando o infectologista e chefe do Departamento de Doenças Tropicais e Diagnóstico por Imagem, Carlos Magno Fortaleza prestou esclarecimentos técnicos sobre o assunto, ficou acertado que, no caso de surgirem pessoas com suspeita deste tipo de gripe, elas poderão ser encaminhadas pelas unidades básicas de saúde, que farão contato com a Central de Vagas e entrarão no HC através de seu Prontossocorro (PS). Antes, no entanto, será feita uma consulta aos responsáveis pela Enfermaria de Moléstias Infecciosas para que sejam tomadas as devidas providências de preparação da infra-estrutura, inclusive para a ala pediátrica. As demandas espontâneas que chegarem diretamente pelo PS também serão atendidas normalmente. Em ambos os casos a internação deverá ser feita imediatamente.

O HC, em curtíssimo prazo, deverá criar um "Gabinete de Crise" para administrar as situações de surtos e epidemias e também será feito contato com a Secretaria de Estado da Saúde (SES-SP) para o recebimento de insumos de diagnóstico e antivirais.

No curto prazo, terá que ser ampliado o número de profissionais da equipe de Enfermagem e de aparelhos de suporte ao tratamento.

Em médio prazo, será necessário aumentar a quantidade de leitos de isolamento.

Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp/Faculdade de Medicina/Botucatu e Hospital das Clínicas

Vunesp explica as mudanças no vestibular para alunos de Botucatu

Na manhã de terça-feira, 5 de maio, alunos e professores de várias escolas públicas e particulares de ensino médio, cursinhos, além de dirigentes de ensino da região de Botucatu, se reuniram no auditório do Colégio La Salle para conhecer as mudanças ocorridas no vestibular da Vunesp.

]A diretora acadêmica da Vunesp, professora Tânia Cristina Arantes Macedo de Azevedo, apresentou de forma didática e detalhada todos os estudos e discussões que levaram às mudanças no atual modelo para o vestibular, além de esclarecer as alterações propriamente ditas.

Também, presente ao evento, o diretor-presidente da Vunesp, professor Elias José Simon, elogiou a iniciativa. “O evento foi importante para mostrarmos o aprimoramento que o nosso vestibular terá. As razões das alterações são sempre no sentido de melhorar o processo de seleção”.

O professor Simon ressaltou que eventos desta natureza servem também para divulgar a própria Universidade. “Além de esclarecer as dúvidas dos vestibulandos com relação às mudanças no vestibular, queremos mostrar a eles que vale a pena estudar na Unesp. É uma universidade pública, gratuita e de excelência”.

ASSESSORIA DE IMPRENSA - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp de Botucatu - FCA / Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - FEPAF

Vereadores pedem áreas para estacionamento de bicicletas

Na última sessão da Câmara Municipal, foi aprovado um requerimento de autoria dos vereadores Prof. Gamito e Carlos Trigo (PT), que solicita ao Poder Executivo, a possibilidade de criar estacionamento próprio no trânsito para bicicletas, próximo às escolas, clubes e áreas de lazer em bairros.

Os vereadores afirmam que a medida é importante. “Em Botucatu um grande número de pessoas utilizam bicicletas para se dirigir ao trabalho, à escola, clubes de lazer, e outros pontos do município. Só que muitos desses locais ainda não possuem áreas próprias para estacionamento de bicicletas. Então para beneficiar quem utiliza desse meio de transporte é que estamos solicitando ao Prefeito que crie estacionamento próprio no trânsito para bicicletas, próximo às escolas, clubes e áreas de lazer nos bairros, cabendo a colocação das grades aos interessados particulares”, informam Gamito e Trigo.

O Poder Executivo tem o prazo regimental de 15 dias para dar seu parecer à solicitação dos vereadores do PT.

Quantidade de coletivos para atender Bairro Demétria preocupar vereador

Na sessão da Câmara Municipal do último dia 4, foi aprovado um requerimento de autoria do vereador Dr. Bittar (PcdoB), que solicita ao Poder Executivo, através do DET – Departamento de Engenharia de Tráfego, e a Empresa Auto Ônibus Botucatu, estudos visando à ampliação do número de horários de ônibus do transporte coletivo urbano que atendem ao Bairro Demétria.

O vereador explica seu pedido. “Há uma deficiência de horários de ônibus que atendem ao Bairro Demétria, especialmente aos sábados e feriados. Há um grande número de usuários do transporte coletivo que residem naquela localidade e justamente para atender esses moradores que utilizam o ônibus circular e que necessitam vir até o centro de Botucatu e demais localidades do município é que solicito uma ampliação dos horários dos ônibus que atendem o Bairro da Demétria”, informa Bittar.

O Poder Executivo deverá encaminhar sua resposta à solicitação do vereador do PC do B dentro de um prazo de 15 dias.

Vereador pede comissão para tratar da implantação do pedágio entre Botucatu e São Manuel

Foi aprovado, na última sessão da Câmara Municipal, um requerimento de autoria do vereador Lelo Pagani (PT), que solicita ao Presidente do Poder Legislativo, vereador Reinaldinho (PR), constituir Comissão de Assuntos Relevantes para encontrar meios de se modificar a forma como o Governo do Estado, através da Artesp, quer instalar praças de pedágios na região de Botucatu.

O vereador explica seu pedido. “A concessionária Brasinfa (Rodovias do Tietê) ganhou a licitação de privatização do Governo do Estado e já se prepara para assumir a administração do corredor leste da Rodovia Marechal Rondon (SP-300) e, depois de estar no comando da rodovia, a concessionária terá seis meses para cumprir o pacote de melhorias relacionadas no contrato de licitação, chamado pela ARTESP do Plano Intensivo de Investimentos. Estão nos planos da concessionária permanecer com a atual praça de pedágio de Areiópolis, reativar a praça de pedágio de Agudos, além de criar duas novas praças nas cidades de Anhembi e Botucatu. Ora, nossa “micro região”, com a cidade pólo de Botucatu, está equilibrada com as cidades, maiores e menores, crescendo juntas e estes pedágios sendo colocados em Anhembi e Botucatu terão um aspecto de barreira financeira entre as cidades, mudando o fluxo de consumo e geração de emprego e renda. Por exemplo, para podermos nos deslocar até Bauru teremos que pagar, ao invés de R$ 7,40, a soma de R$ 37,60 com pedágios nos dois sentido, sendo que o maior ágio em cima do valor mínimo colocado pelo Governo do Estado foi verificado em nossa região, chegando a 400 %. Além dos valores cobrados serem abusivos, a concessionária vencedora da privatização do trecho Marechal Rondon Leste, arrecadará em nossa região e utilizará a maior parte em construções de novas rodovias em Piracicaba e Campinas, regiões muito distantes da nossa. Há a necessidade que algo seja feito com relação a essa situação e a Câmara Municipal deve fazer a sua parte, por isso, peço a formação de uma comissão de vereadores para acompanhar a questão e encontrar meios de se modificar a forma como o Governo do Estado, através da Artesp, quer instalar praças de pedágios na região de Botucatu”, informa Pagani.

A comissão de assuntos relevantes será formada por quatro vereadores e terá o prazo de funcionamento até que se esgotem todas as tentativas de mudança da injusta implantação, reativação e privatização de praças de pedágio em nossa região.

Presidente da Câmara de Botucatu quer corpo de agentes para escolta de presos

Na última sessão da Câmara Municipal, foi aprovado um requerimento de autoria do presidente da Casa, vereador Reinaldinho (PR), que solicita ao Governo do Estado de São Paulo, a possibilidade de criar um Corpo de Agentes para efetuar a escolta de presos que se encontram em Cadeias Públicas ou, na impossibilidade da criação, determinar a quem de direito que os agentes da Secretaria de Assuntos Penitenciários assumam tal função.

O vereador informa a necessidade da medida que solicita. “O excesso de escolta realizado pela Polícia Civil de Botucatu tem prejudicado o bom andamento do serviço de investigação, em razão de serem realizadas pelos próprios investigadores e as vítimas de furto, roubo e outros tipos de ocorrência que dependem do serviço de investigação, estão sendo totalmente prejudicadas pela lentidão com que ocorrem as investigações, em razão das escoltas. Os policiais estão sendo desviados da sua principal função que é o serviço investigativo e há a necessidade de que o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública crie um Corpo de Agentes especializados para procederem escolta dos presos das cadeias públicas, para que os Policiais voltem a exercer a sua atividade fim, dando maior segurança à comunidade, por isso meu pedido”, explica Reinaldinho.

O requerimento do parlamentar é direcionado ao Governador do Estado de São Paulo, Dr. José Serra, ao Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Dr. Antônio Ferreira Pinto, e ao Delegado-Geral da Polícia Civil do Estado de São Paulo, Domingos de Paulo Neto.

Parque Sorocabana propõe a revitalização da antiga área da Fepasa, em Botucatu

Foto de Sidney Trovão / jornal Diário da Serra
O arquiteto Rodrigo Michelin acredita na revitalização urbana e social

Por Renato Fernandes

arquiteto Rodrigo Michelin sonha na transformação da área antes pertencente à extinta Fepasa, e que corta a área central da cidade, em um parque para a diversão e lazer da comunidade botucatuense.

Em busca da concretização do sonho, o arquiteto passou os últimos 10 anos desenvolvendo o projeto “Parque Sorocabana”, trabalho que vem sendo apresentado à comunidade através de um folder, que integra a arquitetura característica da ferrovia, linha férrea, meio ambiente e modernidade.

O projeto se estende ao longo da linha de trem, prevendo a arborização de toda a área, pista de cooper, ciclovia iluminada, postos de atendimento público, segurança, estacionamento, transporte público, centro de convenções, hotel, centro comercial, conjuntos residenciais, praça de alimentação, cinemas, espaço para feiras, dentre outras implementações.

“Complementando essas atividades previ edifícios residenciais, bancos, escritórios, centro de convenção, cinemas, shopping, estruturas públicas e institucionais”, explica o arquiteto.
Michelin destaca que a cidade cresceu e se desenvolveu em volta da estrada de ferro. “Com a decadência da ferrovia e de suas estruturas, a área tornou-se feia e palco para atividades marginais. É uma área fantasma”, explica.

Ele define o projeto como uma espécie de Ibirapuera botucatuense e destaca que o local já apresenta características que facilitam a implantação da estrutura básica do Parque, como pavimentação de algumas vias e o paisagismo. “Temos duas realidades concretas, as pistas de cooper e a ciclovia, bem como o paisagismo, já encontram condições para seu desenvolvimento, cabendo aí uma parceria com o Poder Público. Quando falamos em hotéis, restaurantes, cinemas e shopping, já é necessário a participação da iniciativa privada”, explica.

Além de garantir entretenimento e lazer para os botucatuenses o parque também atuará diretamente no desenvolvimento social e econômico dos bairros que o rodeiam. “A estrada de ferro segmenta a cidade em duas metades, tendo somente o elevado e o pontilhão como elo de interligações entre o Centro e a Vila dos Lavradores. No projeto prevemos outras ligações, resolvendo este grave problema urbano da cidade”, explica.

Outro avanço possível através do parque é a consolidação de um eixo universitário, podendo unir, através da ferrovia, os campis da Unesp, da Fazenda Experimental Lageado e Rubião Júnior. “Inicialmente o projeto é idealizado entre a FCA e a Associação Atlética Ferroviária. Mas já podemos imaginar um funcionário da Induscar, por exemplo, saindo do trabalho e com a bicicleta, através dessa ciclovia, chegar até bem próximo de sua casa no centro da cidade”, coloca o arquiteto.