maio 01, 2009

Reação à vacina contra febre amarela matou jovem botucatuense

Por Renato Fernandes

A reação da vacina contra a Febre Amarela, foi a causa da morte da jovem Thaís Góis Silvestre, 20 anos, no dia 7 de abril, no Hospital das Clínicas de Botucatu, isso é o que informa o Médico Chefe do Departamento de Doenças Tropicais e Diagnóstico por Imagens da Faculdade de Medicina de Botucatu, Carlos Magno Fortaleza.

Fortaleza toma como base o laudo do Instituto Adolfo Lutz. A notícia foi divulgada pelo jornal Diário da Serra, de 1 / 2 de maio, onde o especialista coloca que a jovem foi vítima de uma fatalidade, lembrando que estatisticamente uma pessoa em cada um milhão de imunizados podem vir a óbito.

Outra importante informação é a de que o instituto encontrou apenas o vírus no fígado.

Leia mais sobre esse caso