abril 03, 2009

Atividades alertam população sobre o perigo da hipertensão

O objetivo principal dos organizadores é promover a conscientização da adoção de hábitos saudáveis e da prática de esportes para evitar este problema de saúde que cresce a cada ano no mundo todo.

Atualmente, mais de 30 milhões de brasileiros têm
problemas com hipertensão, o que exige cuidado maior da saúde


Mais de 30 milhões de brasileiros tem ou estão propensos a desenvolverem alguma doença ou complicações de saúde em decorrência da hipertensão arterial, popularmente chamada de ‘pressão alta’. O número, do Ministério da Saúde, é considerado preocupante por especialistas e cardiologistas que alertam sobre a adoção de hábitos saudáveis e melhora na qualidade de vida para reduzir estas estatísticas.

Com este intuito, a Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), através da disciplina de Nefrologia do Departamento de Clínica Médica, junto com a Prefeitura de Botucatu e Associação Botucatuense de Assistência ao Hipertenso (Abah), promove a Semana da Hipertensão Arterial, que será realizada entre os dias 19 e 25 de abril. As atividades fazem parte do Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial, celebrado dia 26 de abril.

O objetivo principal dos organizadores é promover a conscientização da adoção de hábitos saudáveis e da prática de esportes para evitar este problema de saúde que cresce a cada ano no mundo todo.

A semana tem início com a realização, dia 19, da Corrida e Caminhada da Hipertensão, em conjunto com a Virada Esportiva que o município promoverá na ocasião. A saída, com horário ainda a ser confirmado, acontecerá no Espaço Cultural “Antônio Gabriel Marão” e é solicitada a doação de dois quilos de alimentos não-perecíveis para a participação.

Já no dia 23 de abril, às 15 horas, o Centro de Lazer Nova Aurora receberá uma palestra sobre as causas e cuidados da hipertensão arterial. No dia 25 acontece uma reunião festiva na CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) em comemoração ao primeiro aniversário da Abah.

O professor do Departamento de Clínica Médica, Francisco Habermann, explica que esta é uma das doenças que mais têm casos registrados em todo o mundo. “A primeira evidência desta crescente é que os países ricos e em desenvolvimento (incluindo Brasil) consomem mais sódio e sua população não tem hábitos saudáveis de vida”, declara.

Segundo ele, as doenças cardiovasculares, muitas decorrentes de hipertensão arterial são a principal causa de mortes no país. É responsável por 40% dos casos de infarto, 80% dos acidentes vascular cerebral e 25% dos casos de insuficiência renal terminal.

O docente alerta ainda a crescente incidência de problemas relacionados à hipertensão em mulheres. Alguns fatores, ressalta, são decorrentes da vida moderna. Conforme o site ABC da Saúde, a incidência da doença em pessoas obesas é de 40%, diabéticos (30% a 60%) e idosos (30% a 50%).

Flávio Fogueral
Jornal da FMB

Professores da FMB idealizam Círculo de Amigos da Música

Com o objetivo de fomentar a cultura, em específico a música, docentes vinculados à Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), artistas e membros da comunidade local criaram o Círculo de Amigos da Música de Botucatu (Camu). A assembleia de oficialização da entidade acontece no dia 8 de abril, a partir das 20 horas, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas, na Rua Curuzu, nº 565.

A reunião será aberta a todos os interessados em integrarem o grupo, explicam seus idealizadores, os professores da FMB, José Manoel Bertolote e Francisco Habermann. Na oportunidade será discutido o projeto de estatuto social do grupo.

A entidade pretende auxiliar a Orquestra Sinfônica de Botucatu na captação de recursos, organização da vinda e apresentação de artistas no município e facilitar a divulgação e montagem de espetáculos, conforme explica o presidente do grupo, o professor do Departamento de Neurologia, Psicologia e Psiquiatria, José Manoel Bertolote. “Como ela (a orquestra) é municipal, não pode ter acesso a financiamentos através da Lei Rouanet e de empresas que financiam a música, como a Petrobras, bancos, entre outras”, explica.

“Percebemos a enorme dificuldade que a orquestra enfrenta em alguns aspectos como a captação de recursos, compra de instrumentos, entre outros”, declara o presidente. “O Camu surgiu dessa vontade em auxiliar uma das entidades mais representativas da cultura local”, ressalta prof. Bertolote.

Prof. Francisco Habermann, do Departamento de Clínica Médica da FMB e secretário do Camu, complementa que o grupo ainda proporcionará cursos que visam a aproximação e popularização da música erudita perante a comunidade. “Temos pessoas com talento e o grupo pretende aflorar esse interesse pela música”, enfatiza.

A Orquestra Sinfônica de Botucatu foi fundada em 1986 e conta atualmente com 41 músicos sob a regência do maestro Marcos Virmond e oferece, nestes 23 anos, clássicos ao som de violino, viola, violoncelo, contra-baixo, fagote, oboé, flauta, clarinete, trompa, piano, percussão e trompete.

Flávio Fogueral - Jornal da FMB

Ciclo de palestras “A literatura nos vestibulares” começa amanhã

O Centro Cultural de Botucatu dá início amanhã, às 9 horas, no ciclo de palestras “A literatura dos vestibulares”. As atividades seguem até junho, sob a coordenação da professora Vera Lúcia Ravagnani.

O objetivo é promover palestras e discussões sobre as obras literárias exigidas pelos vestibulares da PUC, FUVEST e UNICAMP. Para participar do curso, basta trazer um quilo de alimento não perecível.

Como estudar uma obra literária para o vestibular? Em que prestar mais atenção? Que tipo de relação fazer? Estas são algumas das dúvidas mais comuns dos candidatos que julgam que, para se preparar, basta se concentrar no enredo da história ou nos detalhes dos personagens. Entretanto, as universidades pedem algo além desta análise superficial e, solicitam dos estudantes, comparações com outras disciplinas.

Para compreender a obra em si, como os vestibulares pedem, é preciso entender a perspectiva, a partir da qual o mundo é observado e analisado por narrador e personagem.

Programação:
DIA 04/04 ‘Auto da Barca do Inferno’, de Gil Vicente;
DIA 18/04 ‘Antologia poética’ [com base na 2ª ed. aumentada], de Vinícius de Moraes.
DIA 25/04 ‘Iracema’, de José de Alencar;
DIA 09/05 ‘Memórias de um Sargento de Milícias’, de Manuel Antônio de Almeida;
DIA 16/05 ‘Dom Casmurro’, de Machado de Assis;
DIA 23/05 ‘O Cortiço’, de Aluísio Azevedo,
DIA 30/05 ‘A Cidade e as Serras’, de Eça de Queirós;
DIA 06/06 ‘Vidas Secas’, de Graciliano Ramos.
DIA 13/06 ‘Capitães da Areia’, de Jorge Amado,
Informações e inscrições: Centro Cultural de Botucatu
E-mail: centroculturalbotucatu@gmail.com.br /Fone: 3815 0989.

CCJ da Câmara é favorável ao aumento no número de Vereadores nos municípios

Da Agência Brasil

A Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Câmara aprovou hoje (1º) parecer do deputado Flávio Dino (PCdoB-MA) favorável à promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 333, de 2004, a chamada PEC dos Vereadores, que aumenta em mais de oito mil o número de vereadores nas câmaras municipais, elevando dos atuais 51.748 mil para 59.791 mil vereadores em todo o país.

Com a aprovação do parecer, caberá, agora, ao plenário da Casa decidir, por maioria simples de votos, que significa metade mais um dos presentes, desde que votem, no mínimo, 257 deputados, se promulga ou não o texto aprovado pelo Senado.

O parecer de Flávio Dino foi dado atendendo a uma questão de ordem formulada em plenário pelo deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), quando questionou a não-promulgação da emenda pela Mesa da Câmara, após aprovação do texto da PEC pelos senadores.

Em dezembro do ano passado, os senadores aprovaram parte da proposta. O então presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), encaminhou o texto à Câmara para promulgação, mas o presidente da Câmara à época, Arlindo Chinaglia (PT-SP), se recusou a promulgá-la.

O petista sustentou que, como o Senado havia fatiado a PEC originalmente aprovada pelos deputados, e aprovado apenas o dispositivo que aumenta o número de cadeiras nas câmaras municipais e deixado de lado a questão dos gastos com os legislativos municipais, a Câmara Federal não poderia promulgar.

Chinaglia também argumentou que, para a aprovação da PEC, havia sido feito um acordo entre os deputados, que previa o aumento do número de vereadores sem o crescimento dos custos com as câmaras municipais.

Com a decisão de Chinaglia, Garibaldi Filho recorreu ao Supremo Tribunal Federal, exigindo que a Câmara promulgasse a PEC dos Vereadores. Desde a polêmica, milhares de suplentes de vereadores têm pressionado a Câmara para que promulgue a PEC.

O deputado Flávio Dino alegou que o fatiamento de PECs é legal e já ocorreu em outras ocasiões. “É possível haver o fatiamento, ou seja, uma PEC votada na Câmara e dividida em duas no Senado. Tanto é que já ocorreu na Reforma da Previdência, na Administrativa e na do Judiciário. É uma técnica muito conhecida”, disse.

Segundo o comunista, não haverá aumento de despesas com as câmaras municipais. “Na verdade, são dois debates. Um é o número de vereadores e o outro são as despesas com as câmaras. A decisão que hoje foi tomada em nada altera os limites de despesas existentes, portanto, não haverá qualquer acréscimo de despesa em nenhum município brasileiro”, assegurou Flávio Dino.

Já o deputado Antônio Carlos Biscaia (PT-SP) disse que uma eventual promulgação da PEC causará um desgaste desnecessário à imagem da Casa. “É evidente que se a PEC vier a ser promulgada, criando oito mil novos vereadores no país, isso vai gerar despesa. É uma conseqüência natural e lógica”, afirmou.

“Além de gerar despesa, vai provocar o que considero um sentimento de indignação das sociedade brasileira, que a todo momento se manifesta por escândalos que surgem aqui ou ali no Congresso”, completou Biscaia, acrescentando que a PEC "é indissolúvel".

Campanha do Agasalho alcança 469 inscrições

A Prefeitura de Botucatu, através do Fundo Social de Solidariedade, informa que as inscrições das famílias que precisam receber as doações da Campanha do Agasalho seguem abertas e podem ser feitas nos Centros de Referência da Assistência Social mais próximo de sua residência.

Neste ano, a primeira dama e presidente da entidade, Rachel Paulo Ferronato Cury, criou o diferencial e implantou um sistema de cadastramento, visando conhecer as pessoas mais necessitadas para entregá-las roupas de qualidade e na numeração correta.

Rachel comemora o número alcançado de inscrições. “Até agora os CRAS já cadastraram 469 famílias, um número bastante satisfatório já que as inscrições começaram no dia 23 de março. Vale lembrar também que este é o primeiro ano que a Campanha realiza esta ação, portanto ainda precisamos conscientizar as pessoas para que se dirijam até os postos e efetuem o registro”, comentou.

A primeira dama lembra ainda que há tempo suficiente para que as pessoas procurem os locais disponibilizados. “As inscrições ficarão abertas até o dia 24 de abril e a partir de segunda-feira [06] um carro de som estará passando nos bairros para divulgar e orientar sobre as inscrições”, explicou Rachel.

De acordo com Priscila Marta Andrini, assistente social do CRAS de Rubião Júnior, a adesão foi boa. “As pessoas estão ligando e procurando se informar sobre as inscrições. Tivemos até hoje aqui 110 cadastros, mas isso corresponde ao número de famílias, e cada família aqui tem em média dez pessoas”, finalizou.

Confira abaixo os locais de inscrições:

Setor Sul
CRAS Cohab I
Av. Mário Barbieris, nº 470
Fone: 3815-8395

Setor Leste
CRAS Jardim Ciranda
Rua Sebastião Gonçalves da Cunha, nº 304
Fone: 3882-9443

Setor Oeste
CRAS Rubião Júnior
Rua Gaetano Vidotto, nº 231 – Vila Formosa
Fone: 3813-7061

Setor Central
CREAS / CAMIM
Avenida Paula Vieira, nº 511 – Vila Ema
Fone: 3814-1698

Setor Norte
PIEC - Programa de Integração Educacional e Comunitário
R. Hermes Fonseca, nº 542 – Jardim Monte Mor
Fone: 3815-2427

Vitoriana
Turma Seis [em frente à escola]
Fone: 3814-3556

Subsecretaria de Comunicação e Informação da Prefeitura de Botucatu

Divulgada a programação do aniversário de Botucatu



O cantor gospel Fernandinho é uma das atrações da comemoração

A programação de aniversário de Botucatu começa no dia 12 de abril, domingo. Confira os horários e locais:

12/04 – Domingo

A partir das 14h os portões do Recinto de Exposições JVC estarão abertos.

A Praça de Alimentação terá cerca de 30 barracas com renda destinada ao Fundo Social de Solidariedade e Entidades Assistenciais da cidade. A diversão fica por conta dos shows de grupos musicais botucatuenses, entre eles a banda de pop-rock ABR3.

13/04- Segunda-feira

A festa continua no Recinto de Exposições da JVC com a presença do Cantor Gospel Fernandinho e convidados a partir das 18h.

14/04- Terça-feira

A partir das 8h acontece o Ato Cívico em comemoração ao aniversário da cidade, em frente ao prédio da Prefeitura Municipal,Praça Professor Pedro Torres, 100.

Ás 9h será realizado o tradicional Desfile Cívico de Aniversário na Rua Amando de Barros.

Para encerrar a festa, quem estará no palco da JVC será Alan e Daniel e Mato Grosso e Matias. Os portões abrem ás 18h.

Subsecretaria de Comunicação e Informação da Prefeitura de Botucatu

Parte da comissão técnica dos Jogos Regionais é apresentada

Nove técnicos de equipes botucatuenses que disputarão os Jogos Regionais de Pirassununga, foram apresentados em entrevista coletiva na manhã dessa sexta-feira [3], no Seminário São José. A competição acontece entre os dias 15 e 27 de julho.

O evento foi organizado pela Assessoria de Comunicação. Na abertura o secretário municipal de Esportes, Antonio Carlos Pereira, destacou a importância de utilizar atletas da cidade, revelando ser contrário à contratação de equipes.

“Vamos com o melhor que temos, sem nenhum atleta de fora. Temos que mostrar o que a cidade tem de fato”, disse. Sobre os técnicos, Pereira disse confiar no trabalho de cada um deles. 'Todos [os técnicos] são muito conhecidos e a capacidade deles é inquestionável', completa.

Disciplina – Pereira alertou aos técnicos que não será tolerado nenhum caso de indisciplina. “Vamos para competir, se possível vencer; não vamos para passear. A delegação de Botucatu tem que ser exemplo e todos os aspectos disciplinares devem ser cumpridos.

Os escolhidos:

Futebol de Campo Masculino: Clodoaldo Cardoso.
Auxiliar: Marcos José Fernandes

Handebol Masculino e Feminino: José Nelson Rizzo de Castro

Futebol de campo feminino: Edson Castro

Futsal – Paulo Barros Neto

Karatê – Massagli

Ciclismo – José Luiz Andrade

Tênis Masculino – Émerson Baldassa Muniz

Tênis Feminino – Vera Alice Rebelo – auxiliar: Caroline Arruda

Xadrez – André Jacóia

Chefe de delegação: Marcelo Marcolim
Estrutura e apoio: Padovan e Rogério
Administrativa: Altair Ferreira.

Subsecretaria de Comunicação e Informação da Prefeitura de Botucatu

Prefeitura e Notívagos abrem período de inscrições para Oficinas Teatrais

Grupo de atores formados na Oficina de Iniciação Teatral de 2008,
em noite de estreia no Teatro Municipal de Botucatu


Por Renato Fernandes


Estão abertas as inscrições para a Oficina de Iniciação Teatral promovida pela Secretaria Municipal de Cultura, através da Quadrilha de Teatro Notívagos Burlescos.

Interessados podem preencher a ficha de inscrição, pessoalmente, lá na Secretaria de Cultura, que fica na no Espaço Cultural (Avenida Dom Lúcio, nº 755). Também é possível solicitar a ficha pelo e-mail do grupo: notivagosburlescos@yahoo.com.br. As inscrições seguem durante o mês de abril.

A oficina terá a duração de três meses e contará com um encontro semanal que será realizado nas quartas-feiras, das 19 às 22hs, no Centro Cultural de Botucatu. Serão 30 vagas disponíveis para maiores de 14 anos com pouca ou nenhuma experiência teatral. A oficina terá início no dia 06 de maio.


Professores planejam paralisação nacional para o dia 24 de abril

Da Agência Brasil

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Leão, afirmou hoje (3), durante reunião com representantes de sindicatos da categoria de todo o país, que os professores devem paralisar as atividades no dia 24 de abril. A categoria cruza os braços por 24 horas para exigir o cumprimento da lei que institui o piso do magistério no valor de R$ 950.

“Nosso indicativo é para o dia 24 de abril. A data não deve ser alterada porque foi uma sugestão dos estados”, afirmou Leão.

A lei foi sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em julho de 2008 e prevê que o piso nacional seja pago a todos os professores da rede pública para uma carga horária de 40 horas semanais, a partir de 2010.

O aplicação da Lei se dará de forma progressiva. O primeiro reajuste seria em janeiro de 2009, entretanto alguns estados não o fizeram por considerar a lei inviável do ponto de vista orçamentário.

Em outubro do ano passado, governadores de cinco estados entraram com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Superemo Tribunal Federal (STF) contra a lei. A Adin questionava a denominação “vencimento básico", em vez de “piso salarial”. O vencimento básico não contemplaria as gratificações, que passariam a ser recebidas com as horas extras, o que ultrapassaria o orçamento dos estados.

O STF definiu, em dezembro, que o piso salarial entraria em vigor em janeiro e que o aumento do tempo de planejamento de aulas para um terço da carga horária de trabalho do professor, previsto em lei, ficaria suspenso até novo julgamento.

“Queremos que o Supremo julgue o mérito da ação o mais rápido possível. Os governos estaduais tiveram oportunidade de opinar durante a votação da lei no Congresso Nacional. É um absurdo que agora posicionem-se contra”, destacou Roberto Leão.

Professores decidem data da greve nacional pelo piso do magistério

Da Agência Brasil

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) decide hoje quando terá início a greve nacional dos professores pela aplicação da lei do piso do magistério.

Hoje, representantes de sindicatos da categoria de todo o país se reuniram para uma manifestação em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF). A corte interrompeu, em dezembro, o julgamento de uma ação proposta por governadores de cinco estados que questiona a constitucionalidade da lei. Até agora, o tribunal negou um pedido de liminar que solicitava a suspensão da lei, mas ainda não avaliou o mérito da questão.

A lei do piso tramitou por 13 meses no Congresso Nacional e foi sancionada em julho de 2008. Ela determina que, a partir de 2010, nenhum professor da rede pública receba menos de R$ 950 por uma carga-horária de 40 horas semanais.

“Nós queremos sensibilizar os ministros para que eles apreciem o mérito da ação. Em dezembro eles mudaram dois artigos importantes para nós que é o que estabelece o conceito de piso e o que trata da jornada de trabalho. A lei como foi aprovada no Congresso Nacional por unanimidade é um consenso, eles não podem ser contra isso”, argumenta o presidente da CNTE, Roberto Leão.

A lei aprovada pelo Congresso Nacional estabelece que os salários devem ser reajustados progressivamente até 2010. Em dezembro, o STF entendeu que as secretarias estaduais de Educação podem incluir nesse valor as gratificações que já são pagas aos professores até que o mérito da ação seja julgado.

“Isso é ruim e vai na contramão do debate de valorização da educação pública. Se um professor se aposenta nesse período ganhando um piso composto por gratificação, ele não leva essa parte para a aposentadoria”, diz Leão.

Segundo o presidente da CNTE, por causa da demora de uma decisão do STF, alguns estados estão pagando menos do que o estabelecido pela lei. “Sergipe, Rio Grande do Sul e Goiás não pagam, são três grandes estados. Eles pagam do jeito que eles entendem que é o piso. O julgamento é importante para uniformizar, porque nessa situação muito prefeito e governador oportunista quer fazer economia em cima da educação pública”, diz.

A secretária de Educação do Rio Grande do Sul, Mariza Abreu, disse hoje (2) em entrevista à Rádio Nacional que a posição contrária à lei aprovada no Congresso não é apenas do governo gaúcho, mas uma unanimidade entre os secretários da educação.

“A ação não é contra um piso nacional, nós somos absolutamente defensores de um piso nacional do magistério. O problema foram as modificações feitas pelo Congresso Nacional ao projeto original encaminhado pelo Executivo. Essa nova lei transforma piso em vencimento inicial, o que são coisas completamente diferentes”, argumenta.

A secretária acredita que, como está, a lei federal é confusa e interfere na autonomia dos estados. “Se o piso for vencimento inicial das carreiras significa que a cada vez que esse valor for reajustado em âmbito federal, todas as folhas de pagamento de todos os professores do país seriam reajustas no mês seguinte. Isso seria um desrespeito à autonomia dos estados federados”, afirma Mariza.

Embraer inicia programa de apoio a empregados demitidos

Da Agência Brasil

A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) iniciou ontem (02/04/2009) um programa de apoio aos cerca de 4 mil empregados que foram demitidos este ano. Com a ação, a Embraer pretende ajudar os funcionários desligados a encontrar uma nova colocação no mercado de trabalho.

Além da elaboração de um manual de apoio ao trabalhador desligado e da criação de um banco de currículos, a empresa colocará profissionais da equipe de recursos humanos para auxiliar os demitidos no prosseguimento de suas carreiras.

No último dia 18, o Tribunal Regional do Trabalho de Campinas (SP) determinou que a Embraer indenizasse os funcionários no valor de dois avisos prévios, desse preferência aos funcionários demitidos quando fizer novas contratações, no prazo de dois anos, e pagasse assistência médica por um ano à família dos ex-empregados.