fevereiro 02, 2009

Florescer: Botucatu ganha novo Jardim da Infância Waldorf

Por Renato Fernandes

Este ano a escola Aitiara deixa de ter duas unidades. O Jardim da Infância que funcionava no centro da cidade agora passa a funcionar de forma independente, mantendo os mesmo padrões e o método Waldorf de educação.

“A escola nasceu da necessidade de manter no centro da cidade de Botucatu um jardim de infância que trabalhasse com a pedagogia Waldorf. Decidimos desvincular da Escola Aitiara e dar continuidade ao trabalho, já que a procura por matrículas é grande. A Pedagogia Waldorf é a base do nosso trabalho. Uma das principais características é o seu embasamento na concepção de desenvolvimento integral do ser humano, levando em conta as características individuais de cada criança”, explica a professora Andrea Cristina Gomes Courel.

O objetivo da escola, segundo ela, extrapola as metas educacionais, atuando na formação de adultos livres, com pensamento individual e criativo, sensibilidade social e para a natureza. “O amor que o professores Waldorf devem desenvolver pelos alunos e o conhecimento profundo que eles adquirem de cada aluno são outras características fundamentais da pedagogia Waldorf. Cultiva-se o querer através do brincar livre. O sentir é incentivado através de atividades artísticas, ritmos, contos e desenhos livres; o pensar vai sendo cultivado paulatinamente desde a imaginação dos contos de fadas, histórias e brincadeiras”, aponta a professora.

Outra característica dessa metodologia é a aproximação entre os pais, que participam de atividades conjuntas, integrando-os ao dia-a-dia da escola. “Percebemos que a escola não pode viver sem a família, nem a família sem a escola. Essa relação de parceria entre escola/família se faz necessário para que haja maior interação e aprendizado entre ambos. O professor pode ajudar os pais no entendimento com seus filhos e os pais podem fornecer mais informações, facilitando o trabalho do professor. Na pedagogia Waldorf é necessário que haja uma relação social entre a família e a escola para que haja maior aprendizado”, finaliza.

As matrículas estão abertas e interessados podem agendar uma visita no seguinte telefone: (14) 3815-5648. O Jardim da Infância fica na Rua Cardoso de Almeida, 515 - Centro.

Projeto quer levar cinema para as ruas

Por Renato Fernandes

O Centro Cultural de Botucatu, através de seu vice-presidente, David Devidê, analisa a possibilidade de estender as atividades cinematográficas da entidade promovendo, sessões ao ar livre, em bairros e distritos da cidade.

Devidê explica que a experiência que o CCB teve ao desenvolver a projeção do documentário ‘Santucillândia’, de Renato Arena Scorssato, na Vila Mariana foi muito gratificante e proveitosa. “Já temos uma avaliação postiva de parceiros que são fundamentais para o projeto. Aguardamos apenas um posicionamento oficial para ratificar a parceria”, disse.

Atualmente a entidade exerce um importante papel difusor quando o assunto é cinema. Anualmente são realizadas mostras de cinema e prestado apoio a grupos interessados no assunto, como o Cine Clube Paratodos, que realiza projeções semanais.

A interferência da entidade fomentando a sétima arte no município rende frutos e apresentou à cidade o cineasta José Renato Arena Scorsato, que venceu o Festival do Minuto, com um vídeo gravado de madrugada, tendo como cenário uma das salas da entidade.

Devidê repete o discurso do presidente da entidade, João Carlos Figueiroa , quando o assunto é o incentivo à atividade cinematográfica. “Queremos recuperar a importância que Botucatu teve na cinematografia tornando a cidade um pólo gerador”, disse. “A idéia que eu tenho é de realizar a primeira sessão em Vitoriana, onde exibiríamos um documentário sobre a Chada e em seguida alguns filmes do Mazzaropi”, finaliza.

Associação teatral de Botucatu promove oficina



Por Renato Fernandes

A Associação “Movimento Teatral de Botucatu” promove no dia 7 de fevereiro o workshop “Pesquisa e Criação - Movimento, Atenção e Ação Cênica”, ministrado pelo dramaturgo Cauê Mattos, das 14 às 18 horas, no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci.

O workshop é destinado a artistas, educadores e interessados em geral, desde que sejam maiores de 18 anos.
Mattos explica que o ator é o artista da cena, está presente diante da platéia, com seu corpo, memórias e sensibilidade. “O trabalho cotidiano do artista da cena envolve aprimorar a qualidade da atenção dos sentidos e do seu eu com o todo. E tudo passa pelo corpo: somestesia em todas as superfícies (internas e externas), o olhar curioso, circundante, a escuta concreta e sensível, cheiros e sabores reconhecidos e alimentando a imaginação, a mente, centro dinâmico de conexões e reflexões.

Um corpo atento, poroso sensivelmente. Os sentidos, a perceção corporal da conexão do indivíduo com o ambiente. Aprimorar e dilatar os sentidos transforma a qualidade de atenção e presença do ator no instante em que corpo recebe, contata, conhece a informação compactuada no jogo cênico”, diz.

No workshop, a sensibilização do corpo consiste em integrar a mente aos sentidos e experimentar os movimentos a partir do momento que uma determinda informação chega, sem padrões ou regras estabelecidas anteriormente. “O Workshop pretende propor ao participante que experimente sua ferramenta corporal, como um conjunto de órgãos e estrutura motora de ossos, musculaturas e pele para que com esses elementos possa se tornar sensível a uma presença de qualidade especial. O corpo revela a matemática, a física, história e química. Se dar conta disso torna o indivíduo maior que suas opiniões e idéias. A experiência, portanto, consiste em apresentar o conhecimento científico do corpo como uma ponte para a expressividade e a subjetividade”, coloca.

Cauê Mattos é autor, ator, produtor e diretor de teatro, artista circense, dançarino, coordenador do Núcleo de artes cênicas da Estação Ciência, da Cia. Fábula da Fíbula e do Grupo Dansapocivel.
Informações pelo telefone: (14) 3882 - 0876. Filiados não pagam. Para não filiados o custo é de R$10.

Pré Carnaval na Gandaia entra em sua 6ª edição

Acontece no dia 7 de fevereiro, sábado, na Associação Atlética Botucatuense (AAB), o “Pré Carnaval na Gandaia”, evento realizado pela AGFest Promoções e eventos, que entra em sua sexta edição com a proposta de atrair público de toda a região.

O evento seguirá os mesmos padrões da micareta Carnabotuca. “Será montada a área vip, concorrida entre os foliões, onde o

ingresso do evento é um abada, e para este ano os foliões também poderão degustar a noite toda de energético além das bebidas tradicionais”, explica Gustavo Aguiar, empresário da AGFest.

Os ingressos estão a venda na secretaria do clube e nos pontos de venda da cidade e região.
Informações pelo site: www.agfest.com.br ou pelo telefone: (14) 3882 1866.

PET-Saúde seleciona projeto da FMB/Unesp

Foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 2 de fevereiro, a lista com os projetos do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET- Saúde que foram aprovados pelo governo federal. Proposta desenvolvida pela Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Botucatu foi uma das escolhidas pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Agora, terá 30 dias para firmar um termo de compromisso e se adequar ao projeto, além de apresentar a documentação necessária.

Como foi selecionada, a FMB receberá o pagamento de bolsas que variam de R$ 300 (estudantes) a R$ 1.045,89 (tutor acadêmico e preceptor) que correspondem aos valores pagos pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A duração das bolsas será de 12 meses com possibilidade de renovação por igual período. As monitorias terão carga horária de 8 horas semanais.

Ao todo são oferecidas 72 bolsas de monitoria estudantil para alunos de graduação em Medicina e Enfermagem. O PET-Saúde é um projeto do Ministério da Saúde e tem como objetivo desenvolver atividades de pesquisa e disseminação de conhecimento na atenção básica à saúde e atividades de iniciação ao trabalho.

O projeto PET-Saúde, parceria da FMB/UNESP com a Secretaria Municipal de Saúde de Botucatu, busca fomentar grupos de aprendizagem tutorial na Estratégia Saúde da Família (ESF) de Botucatu, articulando o ensino na comunidade, realizado pela universidade em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Botucatu, com atividades de pesquisa e extensão em atenção primária à saúde. O projeto proposto será desenvolvido em todas as Unidades de Saúde da Família do município, para o que contou-se com a participação ativa dos profissionais que atuam nestas unidades.

Assessoria de Comunicação e Imprensa (ACI) da FM e HC

Nasi faz show em Botucatu

Músico apresentará sucessos do Ira! e de sua carreira solo

O cantor Nasi será atração na Liga do Chopp, em show programado para acontecer no dia 6 de fevereiro, a partir das 23 horas.

Essa será a primeira vez que o cantor se apresenta na cidade sem sua antiga banda, o IRA!.

No show o músico promete apresentar todas as suas faces: compositor, cantor, intérprete, produtor e arranjador. Na apresentação, os botucatuenses poderão conhecer um pouco do trabalho solo do ex-Ira!, que já soma mais de 30 anos de carreira. Seu estilo é uma mescla de rock e blues.

No show ele apresentará um repertório que varia desde o início de seu trabalho com músicas da banda Voluntários da Pátria, passando por covers de Raul Seixas e Iggy Pop; composições de seus quatro álbuns solo, além de músicas gravadas com sua antiga banda, onde esteve à frente por 27 anos.

O show em Botucatu será acompanhado pela sua nova banda, formada por Gaspa (baixo / também ex-Ira), Júnior Moreno (bateria), Nivaldo Campopiano (guitarra) e André Youssef (teclado).

Denso como o blues e com a energia do rock n’rool, a apresentação trará canções como: “Verdades e Mentiras”, “Tarde Vazia”, “O Outro Lado da Moeda”, “Sociedade Alternativa”, “Eu Vou Tentar”, “Bebendo Vinho”, “Laços”, ”Por Amor”, “Blues do Assobio”, “Poeira nos Olhos”, “Será”, dentre outras.

O artista - Nasi (Marcos Valadão Rodolfo) ficou conhecido como vocalista do Ira!. Ele nasceu em São Paulo, no bairro da Bela Vista, filho de Airton Valadão Rodolfo e Egya Scarlato Rodolfo, e tem um irmão: Airton Valadão Rodolfo Junior, empresário do Ira!.

Nasi costuma dizer nas entrevistas, quando indagado do apelido, que era chamado de “Nazi” no colégio por seu estilo de vestir meio punk, apesar de ser contra qualquer movimento fascista ou nazista. Começou a escrever seu apelido com S, “Nasi” ao invés de “Nazi” para não ocorrer a associação com o nazismo.

Em 2003, Nasi posou na seção ‘Eu Queria Ser... da revista MTV’ como o X-Man Wolverine. Gostou do visual e resolveu adotá-lo, o que lhe rendeu o apelido “Wolverine Valadão” no campeonato Rockgol, além de posar como o personagem na capa do álbum solo, ‘Onde os Anjos Não Ousam Pisar’.

No início de setembro de 2007, após brigas com Airton Valadão, Nasi retirou-se do Ira!. O cantor teria sido agredido com uma faca após uma discussão sobre os negócios do conjunto. Este ano promete ser especial para o cantor, que estréia como protagonista o filme “Sem Fio”, longa metragem de Tiaraju Aronovich e Vaner Micalopulos. Nasi interpretará um viciado em drogas. O lançamento ocorrerá no segundo semestre.

O primeiro lote de ingressos para o show já estão à venda nos seguintes pontos: Yabba Dabba, Mc Donald´s e Karambola, por R$ 15 para homens e R$ 12 para mulheres. O segundo lote terá o valor reajustado para R$ 20 para homens e R$ 15 para mulheres.

Centro Cultural de Botucatu divulga cursos e eventos

O Centro Cultural de Botucatu (CCB) divulgou a relação de cursos que acontecerão na sede da entidade no primeiro trimestre de

2009. Segundo o presidente do CCB, João Carlos Figueiroa, as inscrições já estão abertas e podem ser feitas na sede da

entidade, na Praça XV de Novembro, nº 30.

Iniciando as atividades, no dia 3 de fevereiro será aberto o curso de dança de salão, ministrado pelo professor Fábio

Gonçalves. As aulas ocorrerão sempre às terças-feiras, das 19h30 às 21 horas, O investimento é de R$ 20 reais individual e R$

35 para casais.

Já no dia 18 de fevereiro, será realizada a palestra “O Be-a-bá da Reforma Ortográfica”, com a professora Vera Ravagnani,

das 19 horas às 22 horas. Serão oferecidas apostilas aos participantes. O investimento é de R$ 20.

Outro curso que será aberto é o de Literatura dos Vestibulares, que começa no dia 7 de março, com um ciclo de palestras

gratuitas,também promovido pela professora Vera Ravagnani, das 9 às 11 horas.

Através do dramaturgo Júlio de Carvalho, o CCB sediará o projeto “Oficina Teatral Moliére”, que visa a formação de um elenco

para teatro clássico. Informações pelo telefone: (14) 3815-0989, com o dramaturgo.

Outro curso de línguas que será promovido no CCB é o de Gramática na Língua Francesa, que começa no dia 7 de março, das 15

horas às 16h30. As aulas são para iniciantes e abordarão elementos da gramática da língua francesa, em todos os seus

aspectos. O investimento é de R$ 20.

A entidade também dará continuidade ao curso de latim, que retoma as aulas no dia 7 de março, das 17 horas às 19 horas. O

primeiro módulo é dirigido a alunos que desejam iniciar o estudo da língua latina. O investimento é de R$ 20, para cobrir

custos com as apostilas distribuídas.

As artes também terão espaço com o curso de desenho artístico, que começa no dia 7 de março, das 13h30 às 15 horas. O

investimento é de R$ 60 mensais.

Timelo se prepara para o Carnaval 2009

Um dos mais tradicionais blocos carnavalescos de Botucatu já esquenta os tamborins para a “Folia de Momo”, e promete quebrar a tradição de desfilar apenas na semana que antecede a festa, integrando também os desfiles de rua que serão realizados na Amando de Barros e Major Matheus. “Estamos ensaiando desde dezembro”, explica o coordenador do bloco, Fernando Cury. “No ano passado desfilamos com 450 foliões e este ano a proposta é atingir a média de 500 participantes, entre bateria e passistas”, completa.

Para garantir o pleno andamento dos ensaios o grupo de foliões inaugurou o Espaço Timelo, que fica na Avenida Dante Delmanto, na antiga casa noturna Dante. “Estamos ensaiando nesse local todas as terças e quintas-feiras, a partir das 19 horas, aos sábados começamos mais cedo, às 18h30 e aos domingos realizamos o ensaio na Liga do Chopp, às 20 horas”, disse.

Além de ensaios o grupo também tem utilizado o local para a arrecadação de recursos. “Aos sábados os ensaios são gratuitos até às 22 horas, em seguida cobramos R$ 5, e realizamos um show acústico com a dupla Alan e Daniel”, disse.

Para participar do Timelo é necessário adquirir o ‘abadá’, que custa R$ 30. “Estamos conseguindo manter esse valor pelo 3º ano consecutivo. A intenção é entregarmos esse abadá com certa antecedência, para que os participantes possam customizar a peça de acordo com o seu gosto”, diz.

Com o abadá o folião poderá participar do grito de carnaval do Timelo, que acontecerá na Avenida Dom Lúcio, no segundo sábado de fevereiro (dia 14). “O desfile é realizado dentro de um cordão de isolamento, para garantir o ritmo da descida e evitar buracos. Além disso, essa é uma medida de segurança para preservar aqueles que pagaram pelo seu abadá”, ressalta Cury.

Informações pelo telefone: (14) 9754-7505.

Botucatu: Conselhos se reúnem amanhã. Subprefeituras já estão definidas

Presidentes e representantes de Conselhos Municipais e a Prefeitura Municipal voltam a se reunir nesta terça-feira, dia 3 de fevereiro, a partir das 10 horas, no auditório Cyro Pires. Entre os diversos assuntos em pauta, está a criação da Casa dos Conselhos.

O espaço, custeado pela Prefeitura, servirá para fortalecer os Conselhos Municipais e consolidar as atividades comunitárias. A criação da Casa dos Conselhos será coordenada pela Secretaria de Descentralização e Participação Comunitária, sob o comando do secretário João Carlos Figueiroa. O local contará com infra-estrutura para reuniões e outras ações que possibilitem o conhecimento, a interação e a troca de experiências. Todos os Conselhos estão convidados a participar do encontro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3811-1547.

Subprefeituras - a Prefeitura de Botucatu já definiu os prédios que irão abrigar as Subprefeituras. Em Vitoriana o imóvel é de propriedade da Prefeitura. Já em César Neto e em Rubião Júnior os prédios serão alugados. Os contratos de locação estão sendo preparados pela equipe jurídica da Prefeitura, e logo após a assinatura será dado início ao trabalho de reforma e adaptação dos imóveis.

Integrando-se aos serviços e ações do Governo Municipal, as Subprefeituras têm como competência atender às demandas do público no que se referem a cada uma das especificações das secretarias municipais.

Nas Subprefeituras, os cidadãos poderão registrar os pedidos ou reclamações que serão encaminhados à Ouvidoria Geral. Também estarão disponíveis serviços bancários, com a presença de um funcionário treinado pela Caixa Econômica Federal para realizar pequenas operações; agência dos Correios e atendimento de urgência com plantão de ambulância. Cada Subprefeitura também contará com salas disponíveis para atividades ligadas ao Turismo e Cultura.

O secretário de Descentralização e Participação Comunitária, João Carlos Figueiroa, explica que os espaços serão coordenados por subprefeitos, que acompanharão de perto o dia-a-dia das comunidades e apresentarão suas realidades para o prefeito e o secretariado municipal. “O objetivo do governo é de agilizar o atendimento à população e na solução dos problemas trazidos pelos contribuintes”, finaliza Figueiroa.

CCB prepara Mostra de Cinema

Por Renato Fernandes

A diretoria do Centro Cultural de Botucatu começa a preparar a 4ª edição da Mostra de Cinema Caipira. O evento ainda não tem data certa para ocorrer, mas ficou acertado em reunião realizada na noite de 5 de janeiro os meses de março e abril como prováveis datas para o evento.

A mostra terá como curador o vice presidente da entidade, David Devidê (foto ao lado), que já apresenta como prováveis filmes os longas metragens: Chão Bruto e Selva Trágica (ambos baseados em livros do grande escritor Hernâni Donato), Tapete Vermelho (obra sobre a cinematografia de Amacio Mazzaropi), Tico-Tico no Fubá e Tristeza do Jeca com Mazzaropi (com música tema de Angelino de Oliveira). “O David irá começar a conversar com os demais sócios e diretores do Centro para engajar o máximo de pessoas na organização das exibições”, explica o presidente do Centro Cultural, João Carlos Figueiroa.

A edição passada do evento não contou com nenhum filme do Mazzaropi, o que gerou manifestação do público quanto a essa ausência, fazendo com que os organizadores dessem uma atenção especial a esse artista.

Entre os filmes que serão projetados está o longa “Tapete Vernelho”, com Matheus Nachtergaele e roteiro da escritora botucatuense rosa Nepomuceno.

O longa metragem conta a história de um pai que promete levar o filho ao cinema para assistir um filme do Mazzaropi, mas esses filmes não são mais projetados”, explica Devidê.

Novos residentes médicos iniciam atividades na FMB/Unesp de Botucatu e HC

Mais de 130 médicos iniciaram, dia 2 de fevereiro, uma nova etapa em sua carreira profissional ao ingressarem oficialmente no Programa de Residência Médica da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB). Um Programa de Recepção foi preparado para a saudação aos novos residentes. As atividades, realizadas no salão nobre da faculdade, incluíram palestras sobre o funcionamento do Hospital das Clínicas (HC) e discursos de integrantes da direção do HC e da FMB.

A mesa de autoridades durante a recepção foi composta pelo diretor da FMB, prof. Sérgio Müller, o superintendente do Hospital das Clínicas, prof. Antonio Rugolo Júnior, os professores Antonio Luiz Caldas Júnior e Carlos Alberto Macharelli (respectivamente também vice-prefeito de Botucatu e secretário municipal de saúde), da diretora clínica do HC, drª Sumaia Inaty Smaira e da vice-coordenadora do Conselho de Residência Médica da FMB, drª Érika Veruska Paiva Ortolan.

Ao saudar os novos residentes, o diretor da instituição, professor Sérgio Müller enfatizou esta etapa na preparação profissional dos novos médicos. Ressaltou as mudanças no mercado de trabalho e a formação do futuro profissional como provedor do bem-estar e da saúde. Frisou ainda o novo conceito ético e a necessidade do trabalho em equipe. “É uma fase fundamental na formação do médico. Infelizmente, no país, não há essa variedade de programas de residência com a qualidade que oferecemos na FMB”, declarou.

Ainda discursaram o vice-prefeito Antonio Luiz Caldas Júnior e o secretário municipal de saúde de Botucatu, Carlos Alberto Macharelli. O superintendente do Hospital das Clínicas, prof. Antonio Rugolo Júnior reforçou a ‘maturidade’ profissional que os presentes alcançaram. Ainda explicou a relação que o HC deve passar a ter com estes novos profissionais. “O hospital oferece a oportunidade de aprendizado mútuo. Mas nossos pacientes, que são a razão da existência deste HC, têm que ser atendidos com humanismo e ética”, aconselhou o superintendente.

Após os discursos de recepção, os presentes receberam informações técnicas de organogramas, procedimentos e características dos atendimentos prestados pelo Hospital das Clínicas. No período da tarde, os residentes foram designados para suas especialidades inscritas para o início das atividades práticas.

Em 2008, foram oferecidas 135 bolsas, sendo 102 para residência em acesso direto (para os recém-formados), 12 em especialidades cirúrgicas, 20 em especialidades clínicas e uma voltada para a área de mastologia.

O residente desenvolverá atividades para o aprimoramento profissional com treinamento em serviço de saúde. A duração da residência varia conforme a especialidade, podendo chegar a até cinco anos. As bolsas são oferecidas através de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (80% do valor) e a Unesp (20%, além do auxílio moradia).
Procura se deve á excelência em ensino

A excelência em ensino e a prestação de serviço dos programas de residência médica oferecidos pela Faculdade de Medicina de Botucatu foram fatores decisivos para a escolha dos novos profissionais. A constatação vem do alto número de inscritos para o último exame de admissão, realizado no final de 2008 e que teve mais de mil candidatos postulantes ao programa.

Graduado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), o residente Fernando Bolonhezi Giannari optou pela FMB devido à conceituação da instituição em nível nacional. “A quantidade das pesquisas realizadas na faculdade, bem como sua conceituação no ensino atraem cada vez mais residentes”, opinou Giannari.

Aluna da própria FMB, Vivian Lumi Onusic pretende especializar-se em clínica médica e sua escolha deveu-se à familiaridade com a instituição. “Tenho conhecimento de como funcionam os programas de residência e isso influenciou em continuar na instituição”, concluiu.

Sobre a Residência Médica na FMB

A Residência Médica na Faculdade de Medicina de Botucatu teve seu início no ano de 1969 (FCMBB), com 8 Médicos Residentes, quando foram oferecidos programas nas áreas de Cirurgia Geral, Clínica Médica, Pediatria e Dermatologia.

Desde seu início até 2004, pelo menos 2.637 médicos concluíram a Residência Médica na Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, que conta com 35 Especialidades credenciadas pela Comissão Nacional de Residência Médica, totalizando 420 vagas credenciadas.

Os 309 médicos residentes são provenientes de diferentes escolas e regiões do país e do exterior, com bolsa de estudos concedidas e administradas pela Fundação do Desenvolvimento Administrativo (FUNDAP), através do Programa de bolsas para aprimoramento de médicos e outros profissionais de nível superior.

Flávio Fogueral
Jornal da FMB

Negociação por ciclovia será retomada após o carnaval

Por Renato Fernandes

A Subsecretaria de Turismo deve reiniciar as negociações para a implantação de uma ciclovia ligando os bairros Lavapés e Demétria, a partir de março. “Passando o Carnaval - evento que consume bastante tempo e trabalho - começaremos a atuar de forma intensa nos nossos projetos turísticos, e os envios de solicitação de verba começarão a serem feitos em todos os âmbitos (federais, estaduais e instituições privadas)”, diz a subsecretaria Priscila Ribas Moreira Bossa.

Os contatos para a benfeitoria foram abertos em 2008 e no final do mesmo ano a pasta recebeu uma resposta. “Recebemos um ofício do Ministério das Cidades no final do ano passado, comunicando que os mesmos já tinham contemplado a cota de cidades que podiam naquele ano e sugerindo que reenviássemos o nosso pedido este ano”, comenta.

Segundo ela, a captação de recursos para a ciclovia está inserida entre os projetos e neste caso a solicitação será através de Ministérios. “Temos o intuito de solicitar a verba junto ao Ministério das Cidades ou no Ministério da Mobilidade. Ainda iremos decidir qual será o caminho mais certeiro”, coloca. “Imagino que, caso sejamos contemplados, a entrega será feita somente no ano que vem”, finaliza.

A única ciclovia da cidade foi finalizada o ano passado e fica no Jardim Paraíso, na Avenida José Barbosa de Barros. “A ciclovia que estamos projetando deverá seguir padrões dos códigos existentes, com largura mínima exigida por lei, para que haja espaço para o tráfego nas duas mãos, coisa que não foi respeitada na ciclovia do Jardim Paraíso. Também penso em fazê-la recuada da pista, separada por um canteiro ou algo que assegure uma segurança mínima aos ciclistas, com sinalização, tinta refletiva e asfalto emborrachado que garante uma maior durabilidade sem aumentar os investimentos”, sugere.

Apesar de trabalhosa a obra promete ser relativamente simples. “Primeiramente teremos que pedir a concessão do espaço para o D.E.R (Departamento de Estradas de Rodagem); teremos também que analisar se o recuo existente será suficiente ou se precisaremos fazer a desapropriação de terras, e este passo nunca é simples, pois envolve bastante negociação. Outra necessidade é uma análise da topografia ao longo da estrada, mas na minha opinião acredito que não haverá a necessidade de um grande trabalho de terraplanagem”.

A ciclovia começará na saída da cidade, na altura da Garagem Municipal, se estendendo ao longo da Rodovia Gastão Dal Farra até a Demétria. “Não sei quantos Quilômetros são exatamente, mas a intenção é que futuramente ela se prolongue até o pé da Serra, onde termina a Estrada - Parque das Águas”, finaliza.

PUC-SP abre matrículas para MBA em Controladoria e Gestão Estratégica de Negócios

Aprender a linguagem dos negócios tem se tornado uma necessidade cada vez maior para profissionais de diferentes segmentos compreenderem a lógica empresarial. Para atender à crescente procura por cursos com esse objetivo mercadológico, a PUC-SP por intermédio de sua Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão (COGEAE), promoveu uma reforma curricular e transformou o MBA (Master Business Accounting) em Contabilidade no curso de MBA em Controladoria, mantendo uma estrutura básica comum e seis ênfases em áreas de Contabilidade.

Além do enfoque em Gestão Estratégica de Negócios, que irá preparar o aluno para gerenciar projetos desde o planejamento até a execução e dar embasamento para lidar com finanças, pessoas, marketing, logística e controle, o curso oferece outras cinco opções de ênfases: Contabilidade Empresarial, Auditoria e Perícia, Contabilidade Governamental, Contabilidade para Organizações do Terceiro Setor e Contabilidade de Agronegócios.

As alterações permitirão possíveis parcerias com instituições de ensino superior em todo o país, além da extensão deste curso para atividades in company. O fato de o conteúdo ser dividido em disciplinas comuns das ênfases permite maior flexibilização aos estudantes e torna o curso ainda mais atraente.

Um dos diferenciais é a carga horária, que supera o mínimo de 360 horas exigido para um MBA regular. O MBA em Controladoria e Gestão Estratégica de Negócios terá 387 horas, sendo 237 horas para as disciplinas comuns e 150 horas para as ênfases. Ao todo, são 16 meses de aulas, sendo os dois últimos meses reservados para orientação da monografia.

Por ser calcado na área de Contabilidade e não na de Administração, como outros MBAs existentes, o curso trata da gestão pelos olhos da gestão, oferecendo os instrumentos necessários para os executivos que lideram as complexas atividades contábeis e financeiras de organizações públicas e privadas.

Outro destaque do MBA é a sua proposta de concentrar atenção no crescimento profissional dos participantes, proporcionando o espaço ideal para que façam o planejamento de carreira e o desenvolvimento de habilidades individuais valorizadas nas organizações, além de aprimorar seus conhecimentos científicos e práticos em Controladoria, sob a visão ética e humanista.

O programa do curso visa a estreitar o conceito e a formação da cadeia de business, num cruzamento de conhecimentos de Controladoria, e capacitar profissionais para exercerem a função de auditores e/ou controlers, com profundos conhecimentos sobre a importância das atividades de Contabilidade, com base na legislação vigente.

O MBA objetiva ainda aperfeiçoar e difundir conhecimentos e técnicas na aplicação da Contabilidade nas atividades relacionadas à produção e gerenciamento, além de estimular a produção de trabalhos técnicos e científicos de nível elevado e qualidade superior, por meio do estímulo à formação de uma massa crítica de conhecimento nestas áreas.

A idéia é abordar a Gestão Estratégica de Negócios como uma ferramenta essencial no gerenciamento de organizações e negócios empreendedores, por meio da análise da concorrência, planejamento de negócios, análise de vantagens competitivas, parcerias e alianças etc. Nesse contexto, o marketing surge para despertar a visão nas dimensões de inovação e desenvolvimento de produtos, divulgação e mídia, planejamento e pesquisa.

O MBA traz a figura do líder moderno na disciplina de Comunicação e Relacionamentos, mostrando formas de desenvolvimento de liderança carismática. Os alunos serão estimulados a explorarem o seu potencial para os relacionamentos interpessoais e aprenderão técnicas de negociação e administração de conflitos.

Os profissionais serão preparados ainda para gerir investimentos como projetos com início, meio e fim, considerando todas as variáveis. A contabilidade avançada auxiliará com demonstrações sobre efeitos inflacionários, correção monetária e outras demonstrações contábeis tradicionais, além de técnicas de análise financeira e sua utilização na tomada de decisões.

Dirigido a profissionais graduados em Administração, Agronomia, Computação, Contabilidade, Economia, Atuariais e Engenharia, além de formados em outras áreas que atuem na área de Controladoria, Finanças e Gestão de Negócios, o curso tem início em 13 de Março e aulas sempre as sextas, das 19 às 23 horas e, aos sábados, das 8h30 às 17 horas, na Integração Escola de Negócios, que fica na Rua Manuel Guedes, 504 - Jardim Europa - São Paulo.

Mais informações e inscrições: (11) 3046-7878 e www.integracao.com.br/mba5/

Estação Natureza chega a São Paulo

A exposição, que será inaugurada no próximo dia 10, ficará dentro de vagões de trem estilizados, que ocuparão 100 metros de trilhos. Em um deles, por exemplo, será possível sentir o cheiro das florestas da Amazônia. Uma nova opção de lazer, cultura e educação, que deve atrair pessoas de todas as idades

A Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, em parceria com a Estação Ciência da USP, traz para São Paulo, a partir de 10 de fevereiro, a Estação Natureza que mostrará as belezas naturais do Brasil de forma lúdica e interativa. Esta é a terceira Estação Natureza criada pela Fundação O Boticário. A primeira foi inaugurada em Curitiba (PR), e depois em Corumbá (MS).

"O objetivo é sensibilizar a população, chamando a atenção para a importância da conservação da natureza brasileira, de uma forma educativa e motivadora”, diz Malu Nunes, diretora executiva da Fundação O Boticário.
A exposição, que será permanente e ocupará espaço na plataforma de entrada da Estação Ciência, no bairro da Lapa, será instalada em cinco vagões de trem, distribuídos em 100 metros de trilhos, em uma área total de 240 m2. Em cada um deles, as informações sobre as paisagens brasileiras serão apresentadas de forma lúdica e educativa, proporcionando ao visitante a vivência da realidade de cada lugar por meio dos sentidos, incluindo simulação de temperatura, cheiros, projeções de imagens, modelos de animais e plantas e painéis fotográficos.

“É um orgulho para nós difundir as belezas naturais e ter a oportunidade de sugerir soluções para deixar o mundo mais belo, por meio da conservação da natureza”, reforça Miguel Krigsner, presidente do Conselho de Administração do Boticário.

Embarque nessa viagem

Durante o trajeto pelos cinco vagões, monitores acompanharão os visitantes pelos ambientes fornecendo informações complementares ao que estiver sendo vivenciado. No primeiro vagão, uma projeção audiovisual introduzirá conceitos importantes sobre o que será visto durante o passeio. As belezas dos Ecossistemas Costeiros e da Amazônia serão conhecidas no vagão 2. Continuando a aventura, no terceiro vagão, será possível conhecer as peculiaridades de animais e plantas do Pantanal e do Cerrado, como por exemplo, o tuiuiú, uma das maiores aves da América do Sul, símbolo do Pantanal. No vagão 4, o “passageiro” da Estação Natureza se surpreenderá com o ambiente seco da Caatinga e com uma fragrância marcante, similar a que pode ser sentida na Floresta Atlântica.
No quinto vagão, além de conhecer um pouco mais sobre a Floresta com Araucária e o Pampa, os visitantes receberão dicas para contribuir com a proteção da natureza. Estas dicas poderão ser ouvidas em frases narradas por pessoas de diversas regiões do Brasil. Além disso, o visitante irá se deparar com sua imagem em espelhos, juntamente com as dicas, para uma reflexão sobre atitudes ambientalmente responsáveis.

"A implantação da Estação Natureza é de grande importância para a Estação Ciência, pois além de agregar uma nova exposição de porte ao nosso espaço, aumentando assim o leque de atrações para o público visitante, também traz novos temas e conceitos de forma altamente qualificada e interativa”, diz Dra. Roseli de Deus Lopes, diretora da Estação Ciência. “Temos trabalhado constantemente renovando o nosso acervo e a parceria com a Fundação Boticário foi essencial não apenas para a viabilidade na execução do projeto, mas também para a troca de conceitos e visões entre as equipes de ambas instituições, o que tornou o conteúdo da exposição bastante completo. Temos a certeza de que faremos um trabalho educativo de impacto neste novo espaço”, completa.

CAVJ prorroga prazo para inscrição em curso pré-vestibular

O Centro Acadêmico 5 de Junho, vinculado ao Instituto de Biociências da Unesp, prorrogou o prazo de inscrições ao processo seletivo do curso pré-vestibular CAVJ, que estava programado para encerrar ontem. Agora os organizadores estenderam o prazo para o dia 4 de fevereiro (quinta-feira), das 9 às 18 horas, no Espaço Cultural Antônio Gabriel Marão, Avenida Dom Lúcio, nº 755.

A razão para o adiamento são as constantes chuvas que estão caindo sobre a cidade nas últimas semanas.

Para se inscrever é necessário comparecer ao local e apresentar cópias do RG de todos que residem no imóvel (ou certidão de nascimento), cópia de todas as contas da casa (água, luz, telefone, outros), declaração de conclusão de ensino médio, comprovante de renda de todos que trabalham na casa (holerite ou declaração de próprio punho) e duas fotos 3x4.

A seleção consiste em uma prova de múltipla escolha que acontece no dia 8 de fevereiro, no Instituto de Biociências da Unesp Rubião Junior, e análise socioeconômica dos documentos apresentados no momento da inscrição. Os organizadores orientam que é de extrema importância a apresentação da documentação completa.

O “Cursinho CAVJ-IB” é uma iniciativa que visa promover o contato dos alunos com disciplinas ministradas no ensino médio àqueles que pretendem ingressar em universidades e não tem condições de financiar um curso preparatório.

O projeto existe desde 2001, promovido pelos alunos vinculados ao Centro Acadêmico. A proposta inicial era abordar os temas do ensino médio com alunos oriundos das escolas públicas, garantindo maior preparação para disputar vagas nas principais universidades do país.

A partir de 2008, a proposta foi reavaliada e repensada pelos alunos que atualmente também trabalham para contribuir com a formação cidadã do aluno, levando temáticas da atualidade, como: ética, cultura, artes, dentre outros. (RF)

Turismo conversa com artesãos e representantes dos blocos de carnaval

A sede do CDL [Clube de Dirigentes Lojistas] de Botucatu receberá duas reuniões, nesta semana, da Subsecretaria de Turismo de Botucatu.

Nesta terça-feira, 3, às 18h30, a subsecretária, Priscila Ribas, e os funcionários do Turismo estarão reunidos com representantes do Sebrae e artesãos locais. Em pauta o Projeto Artesanato Sustentável.

Já na quinta-feira, 5, a reunião será com os representantes dos blocos de carnaval, discutindo os detalhes da apresentação do Carnaval 2009 de Botucatu, a partir das 18h30.

Turismo acerta últimos detalhes com a X-9 Paulistana

Na noite de domingo, 1º de fevereiro, uma comissão de Botucatu, formada pela subsecretária de Turismo, Priscila Ribas, uma funcionária da Secretaria, Tereza Vasques, um representante do gabinete, Rodrigo Jardim, e os sócios da empresa AG Fest, parceira da Prefeitura no carnaval botucatuense de 2009, Alexandre Haddad e Gustavo Aguiar, visitou a sede da escola de samba de divisão especial de São Paulo, X-9 Paulistana.

Após de conhecer a estrutura da escola, a quadra “Laurentino Borges Marques”, o barracão onde são montados os carros alegóricos, foi realizada uma reunião para definir os últimos detalhes da apresentação da X-9 Paulistana em Botucatu.

No dia 13 de fevereiro, a “Ala Show da X-9”, composta por 25 membros da bateria, três mulatas e um intérprete da escola, se apresentará no Botucatu Tênis Clube [BTC], após a escolha do Rei Momo e da Rainha do Carnaval 2009, com entrada franca, a partir das 19h30.

Em São Paulo, a comissão botucatuense foi recebida por José Manoel Gaspar, presidente da escola, Eduardo Bertoli, diretor de relações públicas, Wagner Luiz Aére, diretor da Velha Guarda, Janete Lopes Aére, destaque da escola, e Paulo Führo, carnavalesco. “Fomos muito bem recebidos em São Paulo e pudemos acompanhar de perto como é feita a preparação de uma escola para um dos principais carnavais do País”, disse a subsecretária Priscila Ribas.

Segundo Wagner Luiz Aére, o Vavá, Botucatu assistirá a um grande show no dia 13 de fevereiro. “A cidade nunca mais esquecerá da X-9. Faremos um boa confusão. Nossa Ala Show é muito boa. É uma apresentação que não se pode perder”, avisou o diretor da Velha Guarda, convidando os botucatuenses.

A apresentação em Botucatu terá outro fator especial para a escola. No dia anterior, 12 de fevereiro, a X-9 Paulistana completa 34 anos e o show na cidade fará parte da comemoração de aniversário.

Responsável pelo turismo botucatuense, Priscila Ribas está otimista com a participação da “Ala Show da X-9” em Botucatu. “A cidade nunca viu algo parecido. Acredito que muitas pessoas não tenham visto e ouvido de perto o som da bateria de uma escola de samba da divisão especial de São Paulo. A X-9 irá abrilhantar ainda mais o carnaval de Botucatu”, aposta.

Novas parcerias entre Botucatu e a X-9 podem acontecer para o Carnaval de 2010. “Existe a possibilidade de termos algo também para o próximo ano. Nada ainda foi conversado, mas provavelmente teremos novas reuniões”, disse a subsecretária.

A X-9 Paulistana será a penúltima escola a desfilar no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, na sexta-feira, 20, apresentando o enredo “Amazônia... conseguimos conquistar com braço forte... do esplendor da havea brasiliensis à busca pela terra sem males”.

Goleadas marcam a primeira rodada do Sub-21

O Campeonato Sub-21 de Futebol 2009 de Botucatu teve início neste domingo, 1º de fevereiro, com uma primeira rodada de muitos gols. Foram 29 em quatro partidas.

O destaque da rodada inicial da competição, organizada pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, foi a equipe Monte Mor Futebol Clube, que jogando no campo da Vila Maria, goleou o Paraná Futebol Clube por 10 a 1.

No mesmo campo, o Beira Rio/Marcenaria Império superou o Sete de Setembro por 5 a 1.
Outros dois jogos foram realizados no campo da Fazenda Lageado. A equipe Unidos de Botucatu venceu o Dinamite Futebol Clube por 5 a 2 e o Peabiru Futebol Clube bateu a Misericórdia por 4 a 1.

A próxima rodada do Campeonato Sub-21 de Futebol 2009 de Botucatu será no domingo, 8, com mais quatro partidas.

No campo do Lageado jogarão Peabiru FC e Paraná, às 13h30, e Shark FC e Dinamite, às 15h30. Já no campo da Vila Maria, às 13h30, o Monte Mor FC. enfrenta o time Misericórdia FC. Em seguida jogam Unidos de Botucatu e Sete de Setembro, às 15h30.

Copa Integração de futsal reúne 300 crianças na Abertura

No último sábado, 31 de janeiro, o Ginásio Municipal de Esportes “Governador Mário Covas Júnior” recebeu a abertura e a primeira rodada da Copa Integração Social de Futsal, organizada pela Secretaria de Esportes e Lazer.

A cerimônia de Abertura contou com mais de 300 crianças, de 10 projetos sociais que desenvolvem aulas de futsal para crianças nos bairros de Botucatu.

Após a festa, aconteceram oito jogos em quatro categorias. No Sub-9, Sport Clube Paraná venceu o Projeto CRE-SER por 1 a 0. A equipe de Anhumas goleou a ABEM por 7 a 0.

Na categoria Sub-11, Bandeirantes e 24 de Maio empataram em 3 a 3. O time da PROPEC venceu Anhumas B por 4 a 0.

Jogando na categoria Sub-13, a equipe do Projeto CRE-SER superou a PROPEC por 9 a 6. O time Beira Rio venceu o ALAMJES por 5 a 4.

No Sub-15, O time do Jardim Riviera perdeu para a ABEM por 5 a 3 e encerrando a rodada o Sport Clube Paraná goleou o 24 de Maio por 8 a 0.

A segunda rodada da Copa Integração Social de Futsal acontecerá nesta terça-feira, 3, no Ginásio Municipal, a partir das 19 horas.

Prospecta vai realizar rodada de negócios em Botucatu

Botucatu deve ter ainda no primeiro semestre de 2009 sua primeira rodada de negócios voltada para a biotecnologia e o agronegócio. Promovida pela Prospecta – Incubadora Tecnológica de Botucatu - a rodada tem o objetivo de possibilitar às empresas incubadas vender ou licenciar as tecnologias por elas desenvolvidas. “Teremos a presença de investidores, bancos, representantes de empresas dos setores envolvidos que conhecerão o que é desenvolvido pelas empresas incubadas”, explica Antonio Vicente da Silva, gerente da Prospecta. Será a primeira rodada de negócios, nesses moldes, que acontece em Botucatu. A data e o local da rodada de negócios serão anunciados em breve.

A realização da rodada de negócios no município reflete os ótimos resultados alcançados pela etapa botucatuense do programa Inc Par – Incubadoras de Base Tecnológica em Parceria para o Desenvolvimento de Novos Negócios – instituído pela Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia (Finep).

Inc Par

O Inc Par é um programa que identifica, seleciona e elabora o estudo de viabilidade técnica, econômica e comercial de idéias ou projetos de pesquisa com potencial para serem transformados em empresas da área de tecnologia.

A Prospecta é uma das co-executoras do Inc Par juntamente com outras quatro incubadoras instaladas em diferentes municípios paulistas. O convênio com a Finep destina recursos da ordem de 670 mil reais e é executado em duas frentes: a consolidação das empresas já incubadas e a prospecção de novos negócios. E é justamente nessa segunda frente que Botucatu vem se destacando.

Prevista para ser executada em dois anos, a frente de prospecção de negócios teve início com duas rodadas em 2008. Na primeira, iniciada nos primeiros meses do ano, foram inscritos 15 projetos e selecionados nove. Ao longo de dez meses, uma empresa contratada pela Prospecta desenvolveu e estruturou os planos de negócios desses nove projetos. Desses, quatro já se tornaram empresas formais e duas já estão instaladas como empresas residentes na Prospecta. Outras duas aguardam vaga.

Na segunda prospecção, realizada em meados de 2008, 25 projetos foram inscritos e 15 selecionados para terem seus planos de negócios desenvolvidos com o apoio da Prospecta. A seleção é feita por uma comissão composta por representantes de áreas como biologia, administração, economia, agronegócios e biotecnologia. É avaliado o potencial de inovação, o potencial mercadológico e capacidade de geração de propriedade intelectual etc. Os projetos selecionados nessa etapa terão seus planos de negócio desenvolvidos até o final de 2009. “É importante ressaltar que todos os projetos, com apenas uma exceção, são originários de tecnologias desenvolvidas na Unesp de Botucatu”, salienta Antonio Vicente.

Segundo ele, com o plano de negócios nas mãos, o empreendedor tem algumas opções como constituir o seu próprio negócio ou fazer a transferência da tecnologia, seja um produto ou um processo, através de venda de patente para uma empresa já estabelecida. “O ato de empreender é nosso objetivo, ou seja, fazer com que o empreendedor tenha o seu negócio e utilize a Prospecta como seu instrumento de consolidação”.

De acordo com Vicente, os números do Inc Par em Botucatu são expressivos e colocam a cidade numa posição de destaque no que se refere à geração de idéias e conhecimentos com potencial para serem convertidos em novos negócios. “Enquanto nós prospectamos 25 projetos em Botucatu, houve unidades da Unesp com mais docentes e mais programas de pós-graduação que não geraram nenhum projeto”, conta. “Tivemos apoio de sucessivas direções da FCA e da Fepaf, além do Núcleo de Inovação Tecnológica da Unesp (NIT). Foram ações de diversas frentes que construíram esse cenário extremamente favorável para o crescimento da Prospecta”.

Para colaborar com a consolidação das empresas a Prospecta oferece estrutura física, apoio financeiro na produção de materiais de divulgação, inscrições em seminários, participações em feiras, além de oito consultorias fixas à disposição das empresas. “Disponibilizamos consultorias de gestão administrativa e financeira; mercado; comunicação; comportamento pessoal; gestão de qualidade; design; plano de negócios e, por fim, prospecção de recursos” relata Vicente. “São instrumentos importantes que ajudam a alavancar os negócios”.