janeiro 27, 2009

Histórias da imprensa no livro "No Fio da Navalha"

Por Renato Fernandes

O jornalista Quico Cuter resolveu resumir 20 anos de militância na imprensa botucatuense produzindo o livro “No Fio da Navalha”, onde relata aventuras e desventuras do dia-a-dia de um repórter. “Procurei contar um pouco de tudo que vivi no jornalismo de Botucatu.

São fatos reais vividos nas mais diferentes áreas, pois acredito que eu já tenha trabalhado em todas as editorias de um jornal, sem exceção. Nada do que está escrito foi inventado ou produzido. Aumentado, talvez. E ninguém me contou nada. Sou minha própria fonte”, comenta Cuter.Cuter explica que a idéia de escrever sobre o tema leva em conta os fatos inusitados da profissão. “Numa redação de jornal, no dia-a-dia de um repórter acontecem coisas inimagináveis. Fatos que a população nem de longe faz idéia, das dificuldades para colher dados com a finalidade de se montar uma reportagem e levar a notícia aos lares”, diz.

O título ‘No fio da navalha’ foi a maneira encontrada pelo autor para expressar o cotidiano do profissional da imprensa. “É bem isso mesmo, pois nenhuma, absolutamente nenhuma, matéria é igual a outra. Cada uma exige um cuidado especial. Quando um repórter sai de sua casa para iniciar mais um dia de trabalho, não sabe o que vai encontrar pela frente.

Inicialmente pensei em ‘Pisando em ovos’, que também expressa isso tudo que um repórter passa em seu cotidiano”, diz. “Por isso o profissional tem sempre que estar atento a tudo que acontece. Ou seja, ficar sempre no fio da navalha, mas obedecendo cegamente as cinco palavras chaves. São elas: quem? Como? Quando? Onde, por quê?“, completa.

Para garantir que as histórias do jornalista não são como os contos de pescadores, Cuter cita testemunhas. “Trago no livro o nome das” testemunhas” que podem confirmar tudo isso que eu passei. Pessoas que viveram essas experiências comigo. Umas conhecidas da sociedade botucatuense, outras não tão conhecidas. Mas todas importantes”, explica.

Cuter está em processo de finalização da obra e captação de recursos para o lançamento. “Quero que o livro faça o leitor entender e conhecer, através das minhas experiências, um pouco do cotidiano desses profissionais que levam as notícias aos lares das pessoas e para isso acabam passando por situações, no mínimo, embaraçosas. Outros já contaram suas experiências na profissão. Eu quero contar um pouco das minhas”.

Prefeitura de Botucatu suspende pagamento de obra

A Prefeitura de Botucatu suspendeu o pagamento das obras do Pronto-Socorro Municipal que está sendo construído na Vila São Benedito. De acordo com o assessor de Negócios Jurídicos, João Carlos Rossi, na última sexta-feira [24] foi expedida uma notificação extra-oficial para a empreiteira Direct Engenharia, de Capivari-SP, para que ela apresente defesa no prazo de 15 dias e se prontifique a consertar as irregularidades encontradas na obra.

“As secretarias de Planejamento e Obras fizeram uma perícias e produziram um laudo que atesta que o serviço prestado não está de acordo com as especificações”, conta o assessor.

De acordo com o secretário de Planejamento, Mário Pilan Junior, os funcionários que realizaram a perícia constataram diversas irregularidades. “A qualidade do azulejo é ruim, a colocação mal feita, por isso eles já estão descolando; as paredes estão com infiltrações e totalmente desalinhadas; a laje está fora de nível; o material usado é de segunda linha; o reboco é grosseiro” lamenta.

A empreiteira sequer colocou os dutos de oxigênio e ar comprimido. “Teremos que rasgar as paredes para colocar essa canalização”, diz. “O serviço não está a contento, Botucatu merece mais”, completa.

Rossi explica que a empreiteira responsável terá 15 dias para apresentar justificativas para os problemas apresentados. “Elas [justificativas] poderão ou não ser acolhidas pela Secretaria de Negócios Jurídicos e podem servir para fins de eventual aplicação das penalidades contratuais e legais”, finaliza.]

O investimento no Pronto-Socorro é de R$ 1.380.082, 47, sendo R$ 841.585,47 do Ministério da Saúde. A obra teve início em 12 de fevereiro de 2008 e estava prevista para ser entregue em 12 meses.

Senac Botucatu promove palestras informativas

O Senac Botucatu realiza no dia 29 as palestras informativas sobre os cursos de Técnico em Informática e Auxiliar de Enfermagem, com o objetivo de apresentar aos participantes o perfil desses profissionais, as possibilidades de atuação e a realidade do mercado de trabalho, além da importância da qualificação técnica.

“O evento é voltado aos alunos já inscritos e aos interessados em frequentar os cursos oferecidos pelo Senac Botucatu. Analisaremos as principais características de cada um dos cursos, as responsabilidades dos alunos e professores e suas expectativas, a escolha da área e o que o aluno espera desse aprendizado”, ressalta André Luis de Alvarenga, coordenador do curso Técnico em Informática.

Os títulos fazem parte da programação 2009 do Senac Botucatu. O Técnico em Informática começa em 9 de fevereiro e as inscrições podem ser feitas até um dia antes do começo das aulas. O curso ensina como montar e fazer a manutenção de microcomputadores, a instalar e configurar redes, a desenvolver sistemas e websites.

Os alunos tornam-se aptos para trabalhar em empresas de tecnologia nos setores de operação e manutenção de micros, redes, desenvolvimento de software, websites, em centros de processamentos de dados, provedores de acesso à Internet. Focado no empreendedorismo, o aluno também estará capacitado a abrir sua própria empresa e a atuar como consultor especializado.

Já o Auxiliar de Enfermagem corresponde ao primeiro módulo do Técnico de Enfermagem, com carga horária de 1.200 horas. O curso, com início em 9 de fevereiro, dá ao aluno condições de atuar com polivalência, iniciativa, ética e visão holística do ser humano em todo seu ciclo vital, considerando a sua integralidade. Apresenta ainda as práticas de promoção da saúde, de educação e saúde coletiva associadas ao uso de novas tecnologias, como as de diagnóstico e de atenção e cuidado ao paciente.

As palestras informativas sobre os cursos Técnico em Informática e Auxiliar de Enfermagem serão apresentadas no dia 29, às 19h30, no Senac Botucatu, ministradas por André Luis de Alvarenga e Maria Beatriz Sartori Manoel, coordenadores dos cursos.

Segurança do trabalho

Em fevereiro, o Senac Botucatu dá continuidade às palestras informativas com o Técnico em Segurança do Trabalho. Nos dias 10 e 27 de fevereiro, a partir das 19h30, o coordenador do curso Valdir Moreno apresentará os principais aspectos da profissão e as características do mercado de trabalho.

“O campo de atuação de técnicos em segurança do trabalho na região é promissor, inclusive no setor agrícola. As empresas estão percebendo que investimentos nessa área têm alto retorno, como redução de causas trabalhistas e satisfação dos empregados”, ressalta o coordenador.

O Técnico em Segurança do Trabalho é um curso profissionalizante que ensina o aluno a analisar os processos do trabalho, a participar de projetos de educação do trabalhador, incluindo, especialmente, os programas de prevenção de risco à segurança e à saúde, controle de perdas humanas e perdas por danos à propriedade e ao meio ambiente. É uma profissão regulamentada que exige registro.

As palestras informativas são gratuitas e voltadas a todos os alunos inscritos e aos interessados nas áreas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3112-1150 ou pelo e-mail botucatu@sp.senac.br

Serviço

Palestra informativa Técnico em Informática
Data: 29/1
Horário: 19h30
Gratuito
Palestra informativa Auxiliar de Enfermagem
Data: 29/1
Horário: 19h30
Gratuito
Palestra informativa Técnico em Segurança do Trabalho
Data: 10 e 27/2
Horário: 19h30
Gratuito

Informações
Senac Botucatu - R. Dr. Rafael Sampaio, 85
Telefone: (14) 3112-1150
botucatu@sp.senac.br

PUC-SP oferece curso de formação em Psicodrama

Abrindo horizontes para os profissionais compromissados com as áreas da saúde e da educação, o Psicodrama - como é conhecida a produção de Jacob Levy Moreno (1889-1974), enraizada no teatro espontâneo - foi introduzido no Brasil na década de 60 e cresce progressiva e significativamente em todo o mundo, fertilizando o trabalho com pessoas e grupos.

Desenvolvido em parceria com a Sociedade de Psicodrama de São Paulo (SOPSP), o curso oferecido pela PUC-SP, por intermédio de sua Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão (COGEAE), visa a formar psicodramatistas compromissados com o conhecimento e a transformação do "homem-cidadão" (considerado em suas redes interacionais no contexto social brasileiro contemporâneo), bem como com a apropriação e construção contínua do saber psicodramático e com o aprimoramento constante da sua prática profissional em busca da espontaneidade e da criatividade, considerando os focos: psicoterápico (clínico e institucional) e sócio-educacional (pedagógico, organizacional e comunitário).

Fundado no Projeto Moreniano, o programa instrumentaliza o participante para a ação, leitura e pesquisa sócio-psicodramática nos contextos da escola, da clínica, da empresa e da comunidade, segundo sua formação profissional. Como abordagem teórico-metodológica em ciências psico-sociais parte de uma visão de Homem e de Mundo que apreende a condição existencial nas tramas relacionais. Busca o resgate de ser espontâneo-criativo, respondendo aos apelos pela transformação do Homem e de suas relações, presentes na interface das situações concretas do cotidiano, dos projetos profissionais e da dimensão sócio-histórica em que nos inserimos.

Organizado em cinco módulos, a matriz curricular se articula em "Núcleo Comum", com enfoque em áreas teórica e metodológica-técnica, (para todos os profissionais) e "Núcleo Específico" (para sócio-educadores e psicoterapeutas).

Dirigido a profissionais com formação universitária (pedagogos, professores, psicólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais, médicos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais, profissionais de RH, coordenadores de grupo etc.), o curso tem início em 06 de Março com aulas sempre as sextas-feiras, das 19h30 às 21h30 e aos sábados, das 9 às 13h30, (um sábado por mês, das 15 às 18 horas - atos socionômicos: encontros mensais abertos à comunidade) no campus Marquês de Paranaguá - Unidade COGEAE Caio Prado, que fica na Rua Caio Prado, 102 - Consolação - São Paulo.

A partir do módulo III, o horário será ampliado em razão da prática supervisionada.

Mais informações e inscrições: (11) 3124-9600, www.pucsp.br/cogeae e infocogeae@pucsp.br

FMB/Unesp participa de atividades do 3º Univerão

Sol, praia e educação. Este foi o cenário que visitantes da praia do Itararé, em São Vicente, encontraram entre os dias 22 a 25 de janeiro com a realização da terceira edição da Universidade de Verão (Univerão). O evento foi organizado pelo Campus Experimental do Litoral Paulista (CLP) da Unesp.

Através do Univerão, a comunidade pode conhecer as atividades realizadas pela CLP, através de exposições e atividades culturais em estandes. Outras unidades da Unesp também participaram do evento.

A Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) participou das atividades com uma delegação de mais de 20 pessoas entre professores, alunos e servidores dos mais diversos departamentos de ensino da faculdade.

Divididas em três estandes, as diferentes especialidades médicas foram abordadas com ações informativas. O departamento de Dermatologia e Radioterapia realizou campanha sobre o câncer de pele com a distribuição de folhetos e análise do conhecimento da comunidade local quanto à doença. O professor Vidal Haddad Júnior proferiu uma palestra alertando sobre o perigo de caravelas e águas-vivas para os banhistas e formas de prevenção de acidentes com estes animais marinhos.

Já a Clínica Médica realizou ações referentes à hipertensão e patologias como diabetes e os perigos oferecidos pelo colesterol. Aspectos sobre práticas de uma vida saudável e também sexualidade foram abordados pelos representantes do departamento de Enfermagem.

As ações de prevenção através da informação no Univerão consistiram também em esclarecimentos acerca do glaucoma, promovida pelo Departamento de Oftalmo e Otorrino.

O Núcleo de Educação à Distância e Tecnologia de Informação em Saúde (Nead.TIS), apresentou em seu estande uma simulação de um projeto piloto sobre o uso, pela medicina, de um ambiente virtual.

Flávio Fogueral
Jornal da FMB

Museu das Telecomunicações lança site infantil para comemorar aniversário

Do primeiro telefone usado no país aos cabos de fibra ótica. Uma viagem interativa no tempo pela história das telecomunicações comemora seu segundo ano de vida em duas cidades do Brasil: Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Inaugurado no início de 2007, o Museu das Telecomunicações, projeto do Oi Futuro, vem atraindo milhares de visitantes interessados em conhecer um conceito inovador de exposição museográfica: o do hipertexto. A comemoração será marcada por uma série de eventos gratuitos programados nas duas cidades no dia 29 de janeiro, quinta-feira, das 11h às 17h. A entrada é franca e haverá distribuição de balões e pipoca.

Para completar a festa, no dia 29 será lançado o portal “Oi Turma”, dentro do site do Museu das Telecomunicações. No Oi Turma, criado e desenvolvido pelo cartunista Ota em parceria com o Oi Futuro, a garotada poderá se divertir e conhecer a história das telecomunicações, viajar numa “Torre de Babel”, através dos trajes e as bandeiras dos países, saber das inovações tecnológicas, baixar emoticons e muito mais.

O público que estiver no Oi Futuro poderá acessar o portal nos computadores do espaço cultural. Para participar dessa aventura na comunicação, basta acessar, a partir do dia 29: www.oifuturo.org.br/museu

Inaugurado em 2007, o Museu das Telecomunicações apresentou pela primeira vez ao público do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte o conceito do hipertexto, que mostra camadas de informações superpostas em vídeos que se abrem em janelas de imagens e fotografias.

Em 2008, o espaço carioca recebeu cerca de 30 mil visitantes, quase a metade formada por alunos de escolas públicas e particulares que participaram de visitas guiadas do projeto educativo.

Durante todo o dia 29, o programa educativo do Museu das Telecomunicações oferecerá ao público uma série de jogos, dinâmicas e oficinas voltadas especialmente para as crianças e para grupos familiares que visitarem o museu como o tema “Internet”.

Os visitantes poderão participar gratuitamente de visitas orientadas, oficinas e jogos interpretativos e interativos, preparados para provocar no público a experiência de ser o autor da obra/rede de conhecimento. Uma aventura cheia de descobertas


Programação

Jogos Interpretativos – das 11h às 17h

Visitas Orientadas – meio-dia e 15h - distribuição de senhas na recepção do Oi Futuro
Oficinas de desenho e colagem – às 14h e 16h
A garotada poderá brincar com ciberespaço, interfaces das navegações no mundo virtual, o hipertexto, a rede de conhecimentos e informações etc.

Rede Coletiva – 17h
Criação de uma rede, com cordas, linhas, lã e fios coloridos.

SOBRE O MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES

Reunindo o acervo do Museu do Telephone, o Museu das Telecomunicações tem a curadoria de Maria Arlete Gonçalves. “Dentro do conceito contemporâneo de ‘tudo ao mesmo tempo e agora’, cada um pode fazer a sua própria viagem e visitar o museu na ordem que quiser. É um passeio que pode durar 30 minutos ou cinco horas, dependendo da forma de interatividade que o visitante estabelece. A idéia é que as pessoas voltem e visitem novamente o museu para ver o que não foi possível antes ”, explica Maria Arlete Gonçalves, diretora de Cultura do Oi Futuro.

No total, o museu apresenta cinco horas de vídeos e diversas seções e nichos, como a Linha do Tempo, os Profetas do Futuro e as Vozes da História. Neste último, podem ser ouvidas gravações originais das vozes de Clarice Lispector, Garrincha, Albert Einstein e Sigmund Freud, entre outros. Já o nicho Profetas do Futuro reproduz o pensamento vanguardista de 14 grandes mentes que já passaram pela civilização ou que ainda estão vivos, passando sua visão futurista do mundo. Entre eles, Platão, Fernando Pessoa, Goethe e Oscar Niemeyer. Os já falecidos são caracterizados por atores como Rodrigo Santoro, que interpreta Buda. Outro destaque é a Linha do Tempo, que apresenta fatos de destaque no Brasil e no mundo desde a pré-história até os dias de hoje.

A viagem lúdica no Museu das Telecomunicações começa logo no portal de entrada, quando o visitante recebe o pick-up que lhe permite interagir com as instalações e acionar vídeos, com textos narrados por atores, entre os quais Miguel Falabella, Marisa Orth, Zezé Polessa e Renata Sorrah. Listas telefônicas digitalizadas e um programa Google Earth revelam o endereço de cariocas ilustres como Rui Barbosa e Tom Jobim. Em Minas, o mesmo sistema mostra onde viveram ilustres mineiros, como JK, Carlos Drummond de Andrade, Pedro Nava e Telê Santana.

Serviço

Rio de Janeiro - Museu das Telecomunicações
Oi Futuro
Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo. Tel.: 3131-3060
Horário de visitação: De terça a domingo, das 11h às 17h
Classificação etária: livre
Entrada franca

Minas Gerais - Museu das Telecomunicações
Oi Futuro
Av. Afonso Pena, 4001- térreo. Mangabeiras. Tel.: 31-3229-3131
Horário de visitação: De terça a domingo, das 11h às 17h
Classificação etária: livre
Entrada franca

Crack na vagina provoca morte por overdose

Na manhã de domingo, dia 25, Suzana da Silva Oliveira, 23 anos, morreu vítima de overdose, no Hospital das Clínicas de Botucatu, interior de São Paulo. Suzana era de Franco de Rocha e passou mal dentro de um ônibus, que passaria por várias penitenciárias do interior de São Paulo.

Informações da polícia dão conta que ela carregava 165 gramas de crack na vagina. A suspeita é de que o látex onde estava armazenada a droga tenha estourado. A jovem deu entrada no hospital com o quadro de parada cardiorespiratória.

O socorro aconteceu através da ajuda de oficiais da SP Vias, no posto da Rodovia Presidente Castello Branco. O laudo de confirmação da causa da morte deve sair em 30 dias.

Com informações do jornal Diário da Serra

Sebrae-SP reúne empresários de Botucatu para apresentar Programa Alimentos Seguros

O Escritório Regional do Sebrae-SP em Botucatu receberá, no próximo dia 29 de janeiro, aproximadamente 30 empresários para assistirem à palestra sobre o Programa Alimentos Seguros (PAS), voltado a ambulantes e micro e pequenas empresas do setor de alimentação, que visa a conscientização e orientação sobre as boas práticas de produção, transporte, manipulação e estocagem de alimentos.

“Além de o PAS atender às demandas da vigilância sanitária, ele dá oportunidade ao empresário de aprimorar suas atividades, vendendo produtos e serviços de acordo com as necessidades e exigências dos clientes, que são os principais beneficiados”, disse o analista do Sebrae-SP em Botucatu, Vitor dos Santos.

Entre as etapas trabalhadas pelo PAS estão atividades realizadas em salas de aula e consultoria para empresas, com acompanhamento de profissionais especializados, que vão instruir sobre os riscos e cuidados necessários com a higiene do local de trabalho, utilização de utensílios, armazenamento de ingredientes, temperaturas adequadas e qualidade dos produtos oferecidos pelos fornecedores.

Por meio do trabalho realizado pelo Sebrae-SP, o PAS disponibiliza diversas modalidades de atuação, de acordo com a necessidade de cada tipo de empresa: indústrias, padarias, supermercados e outros empreendimentos do ramo alimentício.

PAS

O PAS tem por objetivo capacitar, orientar e aumentar a segurança e qualidade dos alimentos manipulados nos estabelecimentos do setor. Nos locais que comercializam refeições, as boas práticas devem abranger quesitos como manutenção e higienização das instalações, dos equipamentos e dos utensílios; controle da água de abastecimento e da presença de vetores transmissores de doenças e de pragas urbanas; capacitação dos profissionais; supervisão da higiene dos manipuladores; manejo correto do lixo e garantia da qualidade do alimento preparado.

Curso Pré-Vestibular da FCA está com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o cursinho pré-vestibular da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). São oferecidas 60 vagas para estudantes que não têm condições de arcar com os custos dos cursinhos particulares.

As inscrições podem ser feitas entre os dias 21 de janeiro a 02 de fevereiro de 2009 na Livraria Lápis & Papel, na Rua Amando de Barros, nº 847. Para fazer a inscrição, basta apresentar o número do R.G. do candidato e pagar uma taxa de R$10,00. No momento da inscrição não é necessário nenhum comprovante de renda ou documentos escolares.

A prova de seleção, com questões de múltipla escolha sobre conhecimentos gerais e redação, vai acontecer no dia 07 de fevereiro, na Central de Salas de Aula da FCA, na Fazenda Lageado, com início previsto para as 14h e término às 17h.

O resultado será afixado na Livraria Lápis & Papel e os aprovados serão convocados para entrevistas nos dias 14 e 15 de fevereiro, na Central de Salas de Aula da FCA.

As aulas começam no dia 02 de março, na EMEF Angelino de Oliveira – Rua Dr. Jaguaribe, 657, e serão ministradas por alunos de graduação e pós-graduação da FCA, de segunda a sexta-feira das 19 as 22h30. Será adotado um sistema de ensino com material didático apostilado, livro de exercícios, simulados trimestrais e material de apoio aos alunos.

O Cursinho da FCA existe na cidade de Botucatu desde 1999 e conta com a colaboração voluntária de alunos e docentes da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, além do apoio da Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf) e da Livraria Lápis & Papel. Desde 2006 está sob a coordenação do professor Saulo Guerra, docente do Departamento de Gestão e Tecnologia Agroindustrial da FCA.

Alergia a látex é tema de jornada científica

Será realizada dia 14 de março, às 9 horas, na Unimed de Botucatu, uma Jornada Científica sobre Alergia a Látex - Atendimento ao Paciente Cirúrgico Portador de Anafilaxia a Látex. A promoção é da Associação Paulista de Medicina (APM) - regional de Botucatu, Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI) e Departamento de Urologia da Faculdade de Medicina/Unesp (FMB) de Botucatu, sob organização da Dra. Elaine Gagete e Dr. João Luiz Amaro. O apoio é do Laboratório Phadia, Unimed-Botucatu e
Medilart - Produtos Médicos e Cirúrgicos.

Até dia 29 de fevereiro, médicos pagam R$ 30, Associados da ASBAI e da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU)/residentes e estudantes de Medicina/ sócios APM e cooperados Unimed-Botucatu: R$15,00. Após 29 de fevereiro e no local (na dependência de vagas): médicos: R$40,00, associados da ASBAI e da SBU/Residentes e estudantes de Medicina/ sócios APM e cooperados Unimed-Botucatu: R$ 20,00.

Inscrições: Depositar o valor correspondente na conta Unibanco Agência:478 CC: 132672-5 – APM – Botucatu

Enviar o depósito e ficha de inscrição por fax para 14-3815-2915

Informações adicionais: 3815-1496. A ficha de inscrição pode ser encontrada no site: www.doutoraeliane.com.br

A Unimed de Botucatu fica na Rua Major Leônidas Cardoso, 43 - Centro.

O evento é creditado nas áreas:
ALERGIA E IMUNOLOGIA
UROLOGIA
NEUROCIRURGIA
ANESTESIOLOGIA
NEUROLOGIA
PEDIATRIA
NEUROLOGIA PEDIÁTRICA (Área de atuação)
ALERGIA E IMUNOLOGIA PEDIÁTRICA (Área de atuação).


Confira a programação:

8h30 – Inscrições

9h00 – Anafilaxia em geral: Como investigar? Como tratar?
Dra. Elaine Gagete - Doutorado pela FM-USP e colaboradora do Serviço de Alergia e Imunopatologia da FM-USP – Médica Alergista da Unimed de Botucatu com título de especialista pela Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia – ASBAI

9h20 – Anafilaxia ao látex e síndrome látex-fruta
Dr. Clóvis Eduardo Santos Galvão - Médico especialista em Alergia pela Sociedade Brasileira de Alergia e Imunopatologia. Doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e Professor da Disciplina de Alergia e Imunopatologia da FM-USP

9h40 – Abordagem do paciente portador de mielomeningocele. Cuidados na prevenção e tratamento do portador de anafilaxia a látex. Experiência da AACD
Dr. Antonio Carlos Fernandes – Diretor Clínico e Superintendente Técnico da AACD – São Paulo

10h00 – Intervalo

10h30 – Como organizar um serviço hospitalar que atenda ao paciente com anafilaxia a látex
Dra. Silvia Corrêa Soares - Médica Assistente da Disciplina de Anestesiologia da FMUSP e responsável pelo estágio de Anestesia em Urologia para residentes do CET do Hospital das Clínicas da FMUSP

10h50 – Experiência do Serviço de Urologia Infantil no atendimento ao portador de mielomeningocele
Dr. João Luiz Amaro – Livre Docente Depto. de Urologia – FMB/Unesp-Botucatu

11h10 – Debates e discussão para criação de serviços “látex-free”

12h30 – Encerramento

Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB e HC