novembro 19, 2008

Enchente inutiliza provas do Saresp e altera a data do exame

A Secretaria de Estado da Educação mudou para os dias 27 e 28 de novembro (quinta e sexta-feira) a aplicação do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo(Saresp). Anteriormente as provas ocorreriam em 25 e 26, do mesmo mês.

Problemas relatados pela Fundação Cesgranrio, responsável pela elaboração da avaliação, que teve seu depósito com as provas afetado pelas fortes chuvas no Rio de Janeiro, são os responsáveis por essa mudança na agenda.

A fundação explica que as provas que viriam para São Paulo foram destruídas pela água e barro após temporais no Rio.

O Saresp avalia o rendimento dos estudantes paulistas a pretensão é a aplicação em aproximadamente 2,1 milhões de estudantes por todo o Estado: 1,8 milhão da rede estadual e 340 mil de escolas particulares e municipais.
Participam estudantes de 2ª, 4ª, 6ª e 8ª série do Ensino Fundamental e de 3ª série do Ensino Médio. As provas para alunos da 2ª série do Ensino Fundamental terão questões abertas, em língua portuguesa e matemática. Para 4ª série do Fundamental serão 24 questões de múltipla escolha (testes) em língua portuguesa e matemática. Para 6ª e 8ª série do Fundamental e 3ª série do Médio também serão 24 questões de múltipla escolha, mas para língua portuguesa, matemática e ciências (no Ensino Médio, química, física e biologia).

Todos os alunos de 4ª, 6ª e 8ª do Ensino Fundamental e de 3ª do Médio ainda terão uma redação. Os tipos serão: relato de experiência pessoal vivida - 4ª série; produção de carta pessoal - 6ª série; artigo de opinião - 8ª e 3ª séries.
Como será o Saresp
Data: 27 e 28 de novembro
Horário: o mesmo das aulas
Locais: a mesma escola do aluno

1º dia de aplicação
2ª série do EF - língua portuguesa
4ª série do EF - matemática
6ª e 8ª do EF e 3ª do EM - língua portuguesa e matemática

2º dia de aplicação

2ª série do EF – matemática
4ª série do EF - língua portuguesa e redação
6ª e 8ª do EF - ciências e redação
3ª do EM - ciências da natureza (biologia, física e química) e redação

D. Maurício Grotto é o novo arcebispo de Botucatu

Por Renato Fernandes

Dom Maurício Grotto de Carvalho, 51, Bispo de Assis (SP), é o novo arcebispo de Botucatu. Sua nomeação foi anunciada pelo Papa Bento XVI na manhã de quarta-feira, 19, e publicada pelo órgão oficial do Vaticano, o L´Observatore Romano.

Grotto substituirá dom Aloysio Leal Penna, que em fevereiro anunciou a sua aposentadoria seguindo o Código Canônico, logo após completar 75 anos.

A notícia foi antecipada pelo site entrelinhas (www.entrelinhas.com) através do jornalista Gesiel Júnior.

O novo arcebispo tem 100 anos e será o primeiro nascido na Província Eclesiástica de Botucatu, tendo Presidente Prudente como terra natal.

Barbas longas e grisalhas, simpatizante da reforma agrária, desde que era jovem, dom Maurício defendeu a luta pelo acesso à terra a homens do campo mais carentes.

Neste ano ele celebrou missa no Santuário de Aparecida, em encontro nacional das Comunicades Eclesiais de Base.
PERFIL

Dom Maurício nasceu no dia 26 de setembro de 1957, em Presidente Prudente - SP. Estudou no Seminário da Diocese de Presidente Prudente e no Instituto Paulo VI de Londrina - PR.
Foi ordenado Diácono aos 20 de janeiro de 1980. Ordenou-se Sacerdote aos 11 de abril de 1981. Nesse mesmo ano, foi Coordenador Pastoral, Chanceler da Cúria de Prudente e Vigário Cooperador da Paróquia Santa Rita de Cássia em Presidente Prudente - SP.
Em 1982 - Vigário Paroquial de Álvares Machado.
Em 1987 - Diretor Espiritual do Seminário Provincial Sagrado Coração de Jesus, em Marília - SP.
Em 1988 - Vigário da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Regente Feijó - SP.
Em 1991 - Reitor do Seminário Provincial, em Marília - SP.
Em 1993 - Administrador paroquial da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes, em Rosana - SP.
Em 1997 - Reitor do Seminário Provincial, em Marília - SP.
De fevereiro a julho de 2000 exerceu o cargo de subsecretário geral da CNBB, em Brasília - DF. Foi nomeado pelo Papa João Paulo II, Bispo Coadjutor da Diocese de Assis - SP, conforme documento oficial, datado em Brasília aos 24 de abril de 2000, pelo Exmo sr. Núncio Apostólico, Dom Alfio Rapisarda.
A leitura da nomeação da Diocese de Assis aconteceu em 03 de maio de 2000. Foi ordenado no dia 30 de julho de 2000, no Ginásio Municipal de Esportes, em Presidente Prudente, pelo Exmo sr. Dom Agostinho Marochi, Bispo Diocesano de Presidente Prudente; pelos Co-sagrantes: Dom Antonio de Souza, C.S.S., Bispo de Assis e Dom Antônio Maria Machado, Arcebispo Emérito de Botucatu.
Aos 20 de agosto de 2000 tornou-se Bispo Coadjutor de Assis - SP, e aos 31 de outubro de 2004, às 9h30, na Catedral de Assis, tomou posse como o quarto Bispo Diocesano de Assis.

Seu lema é "SEREIS MINHAS TESTEMUNHAS" (At. 1,8).
[com informações Do site Entrelinhas, Gesiel Jr, CNBB e Grupo de Orações Coração de Maria]