outubro 21, 2008

Alunos do IB expõem até dia 25 na Biblioteca da Unesp/Rubião

Desde segunda-feira, 20, estão expostos, no mezzanino da Biblioteca da Unesp, em Rubião Júnior, 10 trabalhos entre quadros e fotografias, produzidos pelos alunos Lucia Maria Paleari, Michele Furlan e Henrique
Santos Gonçalves, da 40ª Turma de Ciências Biológicas Licenciatura do IB (Instituto de Biociências).

As obras de arte, que foram confeccionadas em atividades extracurriculares e recebem o nome “Doce sabor da vida”, poderão ser visitadas até dia 25.

AondeNamoro.com! Totalmente Gratuito!


O horário de funcionamento da biblioteca é de segunda a sexta-feira, das 8 às 20h50 e aos sábados das 9 às 12h50.

Um terço de candidatos "ficha suja” se elege no primeiro turno ou disputa o segundo

Da Agência Brasil

De 125 candidatos com “ficha suja” que disputam as eleições municipais deste ano, 45 foram eleitos no primeiro turno ou estão na disputa no segundo, que será realizado no próximo domingo (26). O número equivale a pouco mais de um terço (36%) dos concorrentes aos cargos de prefeito e de vice-prefeito que respondem a processo na Justiça.

É o que aponta balanço da campanha Eleições Limpas: pelo Voto Livre e Consciente, promovida pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).



Na avaliação do presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, o balanço mostra que o eleitor está mais consciente. “A campanha para o conhecimento da vida pregressa do candidato deu certo e o eleitor ficou mais criterioso.”

O presidente da AMB, Mozart Valadares, também considerou o resultado positivo. “Pela primeira vez, o eleitor teve chance de conhecer o histórico dos candidatos e a eleição de menos de 50% dos que respondem a processo na Justiça mostra que a [campanha] foi bem-sucedida.”

País alcança meta do milênio para oferta de água encanada

Da Agência Brasil

O Brasil alcançou este ano a meta do milênio referente à oferta de água potável em áreas urbanas, de acordo com dados divulgados hoje (21) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). As informações fazem parte da Pnad 2007: Primeiras Análises, pesquisa que retrata quantos brasileiros ainda vivem em condições inadequadas de saneamento. Mesmo assim, o documento alerta para a existência de desigualdades regionais significantes no acesso a serviços como água encanada, esgoto e coleta de lixo.

De acordo com o estudo, 91,3% dos domicílios brasileiros já recebem água encanada por rede geral – meta prevista para ser alcançada até 2015, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). No total, porém, 13,8 milhões de pessoas – cerca de 375 mil a menos do que o registrado pela Pnad em 2006 – ainda não dispõem do serviço.



Entre 2006 e 2007, a Região Nordeste foi a que registrou o maior número de pessoas com acesso à água encanada (incremento absoluto) – cerca de 877 mil habitantes. A localidade foi eleita como prioritária para receber recursos orçamentários do governo.

Apenas no último ano, o Ipea mostra que foi possível levar água potável para quase 2,2 milhões de brasileiros – 2 milhões, em áreas urbanas, e 198 mil moradores de zonas rurais.

Entretanto, o sistema de água encanada está disponível para menos de 28% das pessoas que vivem em zonas rurais. Nessas regiões, segundo a Pnad, 58% da população ainda usa água de poço ou de nascente, e cerca de 39,3% não têm sistema de encanamento dentro de casa.

O Ipea alerta ainda que a média nacional pode “mascarar” a existência de “importantes desigualdades regionais e sociais”, uma vez que a meta de água potável para áreas urbanas foi alcançada em quatro das cinco regiões do país – a exceção é a Região Norte.

Além das desigualdades regionais, a pesquisa destaca também “níveis elevados” de desigualdade racial e socioeconômica no Brasil. Os níveis de cobertura de água encanada entre a população negra, parda ou de menor renda são inferiores aos encontrados entre brancos e os grupos mais abastados.

Vereador baleado no Rio é internado em estado grave

Da Agência Brasil

O vereador reeleito Alberto Salles (PSC-RJ) foi baleado na manhã de hoje (21) na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, ele levou três tiros na cabeça e foi internado em estado greve. O motorista que estava junto com o vereador levou um tiro no tórax. Os dois foram levados ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra, e o motorista passa por uma cirurgia. De acordo com a secretaria, o estado do motorista é estável, pois a bala não atingiu nenhum órgão vital.

De acordo com informações da polícia, homens armados passaram pelo carro do vereador em um gol branco, deram vários disparos e fugiram.

Assessoria Jurídica


O empresário e advogado Alberto Salles tem 36 anos concorreu à Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro pela primeira vez em 2000. Logo depois assumiu a Subsecretaria Municipal de Esportes e Lazer a convite do Prefeito César Maia. Em 2004, foi eleito novamente vereador e conseguiu a reeleição no primeiro turno das eleições de 2008.

São Paulo lança plano estadual contra hepatites virais

A Secretaria da Saúde lança nesta terça-feira, 21, o Plano Estadual de Prevenção e Controle das Hepatites Virais. O objetivo é implementar ações para evitar o contágio e reduzir internações e mortes em decorrência da infecção pelas hepatites B e C nos municípios paulistas. O investimento previsto é de R$ 8 milhões ao ano.

Entre as metas estabelecidas para os próximos quatro anos está a de vacinar 90% dos adolescentes de todo o Estado contra a hepatite B, ampliar em 50% a detecção da infecção pelo vírus da hepatite C e em 60% a notificação de casos novos.



Em janeiro de 2009, mês de férias escolares, a Secretaria fará campanha específica de vacinação entre jovens de 11 a 19 anos. Também no próximo ano está prevista a capacitação de profissionais de saúde do Estado para aprimorar a interpretação dos exames sorológicos, ampliar a notificação dos casos de hepatite diagnosticados e melhorar a qualidade dos dados preenchidos nas fichas de notificação.

Até 2010 a Secretaria pretende, em parceria com os municípios, fortalecer uma rede de diagnóstico e atenção às hepatites, com triagem nos postos de saúde e tratamento nos hospitais de média e alta complexidade, além aprimorar de sistemas de referência e contra-referência para controle e prevenção da doença em todas as regiões do Estado. Será criado, ainda, um banco de dados para que a Secretaria saiba o real número de pacientes em tratamento.

Para o próximo ano também será desenvolvido trabalho de comunicação específico para mobilizar os paulistas em torno do assunto e ampliar a procura por exames de diagnóstico e pela vacina contra a hepatite B, que está disponível na rede pública para crianças e jovens até 19 anos. O plano contempla, ainda, o desenvolvimento de projeto específico para evitar a transmissão da hepatite C entre usuários de drogas.

“As hepatites virais são um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Esse plano estadual tem como objetivo ampliar as ações de diagnóstico, prevenção e controle para quebrar a cadeia de transmissão e evitar que essas doenças evoluam para quadros de cirrose ou câncer de fígado, que podem ser fatais”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.

Estudo de prevalência aponta a existência de aproximadamente 400 mil pessoas infectadas pelo vírus da hepatite B e de 500 mil pelo da hepatite C em todo o Estado. Entretanto até 2007 foram notificados cerca de 5% de casos dessas hepatites em relação ao total estimado. As principais causas de transmissão são o uso de drogas e o sexo sem proteção.

São Paulo foi um dos primeiros estados no Brasil a introduzir a vacinação de recém-nascidos contra a hepatite B ainda na maternidade. Em 2006 o Estado também foi pioneiro no retratamento com Interferon Peguilado dos pacientes que não responderam à medicação convencional usada para hepatite C, além de introduzir o Adevofir no tratamento de pacientes com o vírus do tipo B.

Da Secretaria de Estado da Saúde

Ciclista percorre o Caminho do Sol



Por Renato Fernandes

Em agosto deste ano Fernando Henrique Tardin decidiu realizar o sonho, ao qual vinha se preparando, há mais de um ano: percorrer os 250 quilômetros do Caminho do Sol, percurso que começa na cidade de Santana do Parnaíba com destino a Águas de São Pedro, passando por Pirapora do Bom Jesus, Cabreúva, Itu, Salto, Indaiatuba, Elias Fausto, Capivari, Mombuca, Saltinho e Piracicaba.

Para desenvolver o trajeto, que foi traçado basicamente em rotas alternativas e estradas rurais, Tardin contou com a participação de outros 15 companheiros de ciclismo, todos adeptos do cicloturismo. “O sedentarismo me levou para o ciclismo. Eu não dava uma volta a pé no quarteirão. Sofria com a hipertensão, minha pressão chegou a 19 por 11 , e o meu cardiologista me orientou a pedalar, explicando que além de um excelente exercício também seria possível admirar belas paisagens. Hoje eu pedalo em média 50 km em um domingo de manhã”, explica.

A prática, que começou tímida, oferecia ao ciclista um desafio a cada dia: superar a distância marcada no velocímetro. “Perdi 15 quilos, mas existiram outros fatores além da bicicleta para eu ter emagrecido, pois cortei alguns exageros alimentares, bebidas e o refrigerante. Em relação à distâncias é automático, você pedala 10 quilômetros hoje e amanhã vai querer pedalar 20. É contagiante, e para completar estou em Botucatu, um dos melhores lugares para a prática do cicloturismo. As paisagens são cinematográficas”.

O atleta percebeu que havia chegado o momento de enfrentar um desafio maior, ao assistir uma matéria sobre o Caminho do Sol em um telejornal local. “Uma vez passou na TV uma matéria sobre o caminho. Fiquei fascinado e queria percorrer esse trajeto. Precisava de planejamento, tempo e treinamento. Foi em uma conversa com o amigo Luciano Godoy (proprietário de uma bicicletaria) que tudo começou. Planejamos, elaboramos os planos e marcamos a data de partida para o dia 15 de agosto, com a intenção de finalizar a rota no dia 17. Fomos em 16 companheiros”, disse. “Optamos em fazer o caminho pelo espírito de aventura, para superar barreiras, passear e curtir esse caminho rico em aprendizado e superação”, acrescenta.



Vários momentos marcaram a aventura do grupo. “O que ficou gravado na minha memó
ria foi a chegada, na casa de Santiago em Águas de S. Pedro, onde existe um ritual que para quem faz o caminho, tocar o ‘Sino da Glória’. Nesse momento passou um filme em minha cabeça: as dificuldades, alegrias e a família que ficou rezando por nós. Saímos do conforto do lar e nos propomos a enfrentar adversidades que não estão no dia-a-dia. É uma verdadeira lição”.

De acordo com ele, o caminho não exige apenas preparo físico, mas também uma estrut
ura espiritual. “Os ciclistas que pretendem percorrer esse caminho precisam estar preparados espiritualmente, e, claro, fisicamente, gostar de se aventurar, procurar informações e depoimentos, na internet de pessoas que já desenvolveram esse percurso e se orientar a respeito das distâncias entre as cidades, alojamentos, percurso, dentre outros. Mas, cima de tudo preparar a mente para enfrentar os obstáculos, que por sinal são vários e para isso é fundamental estar de bem consigo mesmo”, aconselha.

Após enfrentar esse desafio Tardin já pensa em novas aventuras. “Pretendo um dia fazer o ‘Caminho da Fé’, que sai de Águas da Prata, passa por cidades de Minas Gerais e termina em Aparecida do Norte, totalizando 350 km apenas por estradas rurais. É necessário incentivar a prática do ciclismo, para isso é necessário apoio por parte dos órgãos competentes do município para divulgar e organizar o cicloturismo em Botucatu. Prática que exige da pessoa o gosto pela natureza e belas paisagens, tendo essa filosofia o ciclista vai longe, a bike leva automaticamente, o resto é puro prazer, e, claro, a satisfação de passar algumas horas na companhia de pessoas agradáveis e também fazer novas amizades saindo da rotina”.

Dois meses após o passeio Tardin repete sempre que pode o lema do Caminho do sol. “O peregrino não exige e sim agradece”.

Serviço -Interessados em conhecer um pouco mais sobre o cicloturismo podem entrar em contato com o ciclista pelo e-mail: fht@segmail.com.br.

Para assistir vídeos da aventura basta acessar o canal de Fernando Tardin no Youtube, no seguinte endereço eletrônico: www.youtube.com.br/fernandotardin .


O Mapa do caminho



“O Caminho do Sol, nasceu com o objetivo maior de oferecer aos amantes de caminhadas, um ambiente agradável, passando em sua quase totalidade , somente por àreas rurais, buscando a introspecção e o despojamento material.
Aproveitando inicialmente as características topográficas, e o excelente nível de qualidade de vida da cidade de Àguas de São Pedro, que coincidentemente comemora a data de sua fundação (dia 25 de Julho), com o dia do Apóstolo Santiago, lançamos dia 01 de dezembro de 2001, a pedra fundamental da Casa de Santiago, com a presença de Jesus Jato e sua mulher MariCarmen, doadores da imagem de Santiago.
A Casa de Santiago (local onde termina o Caminho do Sol) abriga hoje a imagem do Apóstolo Tiago. Entregue aos caminhantes em 25 de Julho de 2002 ,quando 94 peregrinos lá chegaram trazendo a imagem, que foi entronizada no "nicho" pelo Bispo Don Moacyr Vitti que no ano seguinte assinou o Decreto promulgando Santiago, Padroeiro da Cidade de Àguas de São Pedro que até aquela data não tinha ainda seu Patrono Oficial”.

Texto de José Palma, idealizador do Caminho do Sol, extraído do site oficial: www.caminhodosol.org .

Senac Botucatu realiza programação especial sobre Farmácia

O Senac Marília promove entre nos dias 21,23 e 24 de outubro a 1º Semana de Farmácia, o evento é realizado pelo Senac São Paulo em diversas unidades da capital e interior do estado. A iniciativa visa apresentar as tendências do mercado de trabalho e perspectivas da profissão.

Atualmente, as habilidades do farmacêutico voltadas à saúde pública vêm sendo revistas e ampliadas em decorrência de uma nova interpretação da sua relação com o paciente e com o medicamento. Com isso, ganharam destaque as farmácias Clínica e Hospitalar, bem como a inserção do farmacêutico e dos técnicos em farmácia em equipes multidisciplinares de saúde e no SUS. Temas que serão abordados no evento.




A programação do evento conta com três palestras. No dia 21 acontece a palestra Workshop: Técnica de aplicação de injeção intramuscular e subcutânea com a farmacêutica Maria Beatriz Sartori Manuel. No dia 23 o farmacêutico e coordenador de qualidade da Anidro, Charles Crema da Cruz ministra a palestra A atuação do Técnico em Farmácia na Indústria. E para encerrar o evento, no dia 24 acontece a palestra Assistência Farmacêutica no SUS com o médico Luiz Francisco Pereira de Moraes.
As palestras serão realizadas no Senac Botucatu nos dias 22, 23 e 24 de outubro sempre às 19h30. O evento é gratuito e aberto a todos os estudantes, profissionais e demais interessados na área. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3112-1150 ou pelo email botucatu@sp.senac.br.

Serviço
Evento: 1º Semana de Farmácia
Data: de 21, 23 e 24/10
Horário: a partir das 19h30
Gratuito

Informações e Inscrições:
Senac Botucatu
R. Dr. Rafael Sampaio, 85
Telefone: (14) 3112-1150
botucatu@sp.senac.br

‘Abraço’ ao Hospital das Clínicas presta homenagens aos servidores públicos


Em um gesto simbólico, centenas de pessoas entrelaçaram as mãos em forma de agradecimento aos servidores do Hospital das Clínicas, administrado pela Faculdade de Medicina/Unesp de Botucatu. O ‘abraço’ simbólico reuniu autoridades e membros da comunidade em comemoração à Semana do Servidor Público e aos 20 anos do Sistema Único de Saúde (SUS).

O evento homenageou servidores, médicos, enfermeiros e outros profissionais que contribuíram para o desenvolvimento do maior hospital de multiclínicas da região. O Hospital das Clínicas, mantido pela Faculdade de Medicina de Botucatu é a maior instituição pública vinculada ao Sistema Único de Saúde. Estima-se que a abrangência populacional de atendimento do HC seja de 3 milhões de pessoas.

“O abraço simboliza o agradecimento às pessoas que fizeram este hospital ser a referência em atendimento. Temos o maior hospital SUS da região e só deu certo pelo empenho de todos os servidores, médicos, enfermeiros, entre vários que construíram a história do HC”, declara Martha Negrisoli, psicóloga do Grupo Técnico de Desenvolvimento em Recursos Humanos (GTDRH/HC/FMB), responsável pela organização do abraço.
O vice-supervisor do Hospital das Clínicas, Dr. Celso Vieira Souza Leite frisou que o reconhecimento aos servidores é um dos fatores cruciais na humanização do atendimento em saúde. “Um evento como esse agrega a todos da instituição ao valorizar e motivar os servidores. Há muita gente que trabalha no anonimato em prol das pessoas, mesmo com o HC lotado”, ressalta.

A homenagem representou mais do que reconhecimento pelos serviços prestados à população. A aposentada Joana Barriquelo, 72, integrante da Pastoral Ecumênica da Saúde, ressalta a qualidade no atendimento à população. Lembra, inclusive, de casos pessoais quando necessitou do auxílio em saúde. “O hospital faz parte da história desta cidade e a homenagem representa o agradecimento de cada botucatuense”, finaliza.

Eventos marcam a Semana do Servidor Público

A Semana do Servidor Público, que acontece entre os dias 21 e 23, visa a integração entre as diferentes unidades que constituem a Faculdade de Medicina e o Hospital das Clínicas. Simultaneamente acontecem, no Salão Nobre, a Feira da Saúde e Mostra de Talentos.

A Feira da Saúde pretende mostrar aos participantes todos os serviços oferecidos pelo Hospital das Clínicas, através de palestras e exposições. “Há muitos departamentos inseridos na estrutura do HC e alguns não sabem da existência desses parceiros na assistência à saúde”, enfatiza Martha.

Já a Mostra de Talentos é voltada à participação de servidores da Unesp, Famesp (Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar) e empresas terceirizadas prestadoras de serviço. O objetivo, conforme Martha, é oferecer espaço para a produção cultural e através do evento são formados grupos culturais como Coral Canto e Encanto, composto por colaboradores do hospital.

O encerramento da Semana do Servidor Público será marcado por palestra a ser realizada no dia 23, que enfocará o papel dos profissionais na consolidação do SUS e a relação do sistema com os estabelecimentos públicos de saúde. Além disso, haverá uma apresentação do grupo musical “Geração 3”, que tem entre seus integrantes um servidor do HC aposentado. Os artistas têm seu repertório voltado para o estilo MPB.

HC/FMB é referência regional em atendimento à saúde

Em constante ampliação, o hospital possui área de 70 mil m² e disponibiliza a população avançado Centro de Diagnóstico por Imagem, aparelhos de ressonância magnética, radiologia digital, tomografia e ultra-som. Também oferece serviços de quimioterapia, hemocentro, endoscopia, partos de risco, medicina nuclear, hemodiálise e moderno centro cirúrgico.

Atualmente, o HC/FMB conta com 1.743 servidores, sendo 1.451 técnicos-administrativos e 292 docentes. Em números absolutos, o hospital realizou, até agosto deste ano, 169.365 consultas em ambulatórios, 73.697 atendimentos em seu Pronto-Socorro e 5.358 cirurgias. Conta com 349 leitos em enfermarias, 28 no PS, 46 em UTI (enfermaria) e nove em UTI do PS.