outubro 14, 2008

Construção de galerias no Jardim Paraíso II entra em nova etapa

As imediações do Jardim Paraíso II, Setor Norte da cidade, começa a receber mais tubulações de galerias de águas pluviais. Os trabalhos consistem em mais uma etapa de serviço, previsto no cronograma de obras iniciadas em março desse ano.

Essa nova fase dos trabalhos favorecerá a parte baixa do bairro, com a construção de um novo ramal de galerias na Rua Fernando Fernandez Vasquez, subindo pela Rua João de Oliveira e Lourenço Carmello.

Esse novo trecho fará encontro com ramais já existentes, construídos em outras etapas de trabalho, localizados na Rua Plácido Rodrigues Venegas. “A galeria irá sanar os problemas de inundações em algumas casas localizadas na parte baixa do bairro, próximas a Avenida Universitária”, explicou o engenheiro da Prefeitura, Nivaldo Vizotto.

AondeNamoro.com! Totalmente Gratuito!

1ª Etapa – A primeira etapa dos trabalhos consistiu na construção de aproximadamente 300 metros de galeria, com tubos de 600 e 800 milímetros e mais 21 caixas de captação.

A tubulação foi construída na Rua Plácido Rodrigues Venegas, favorecendo as travessas com as ruas Justino Miranda Camargo, Carlos Guadanini e Avenida Universitária.
A Prefeitura de Botucatu também realizou a correção no pavimento onde foi construída a galeria e as caixas de captação. A correção foi feita pela equipe de asfaltamento, através do preenchimento com cascalho e cobertura de massa asfáltica.

2ª Etapa – A segunda fase da obra consistiu na construção do prolongamento de um ramal feito na Rua Plácido Rodrigues Venegas, chegando a ambas as pistas da Avenida Universitária.

No local foram construídas 16 caixas de captação e mais 230 metros lineares de galerias, fazendo o uso de tubos de 600 e 800 milímetros.

V Dia de Viver Bem será realizado neste sábado

A Escola Municipal de Educação Fundamental Professor Luiz Tácito Virgínio dos Santos sedia neste sábado, 18 de outubro, o V Dia de Viver Bem, que acontece das 9 às 15 horas.

O evento é organizado pela equipe de Saúde da Família do Jardim Iolanda e destinado para toda a população do bairro e também do entorno da região.



Os temas discutidos durante o dia abordarão educação e promoção à saúde. “Teremos um teatro sobre o SUS, um filme exibido pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária, horta medicinal, área de reciclagem, entre outras atividades”, comentou Fabiana Martinucho Zago, auxiliar de enfermagem.

A EMEF Professor Luiz Tácito Virgínio dos Santos está localizada à Rua Rosa Maria Camargo Basseto, nº 214, no Jardim Flamboyant. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3882-9731.

Futsal de Botucatu enfrenta Nova Europa fora de casa pelo Paulistão – Série Prata

A equipe principal da Associação Atlética Botucatuense/Prefeitura, fecha sua participação na primeira fase do Campeonato Paulista de Futsal – Série Prata na noite desta quarta-feira, 15 de outubro.

O confronto contra o Nova Europa Futsal será realizado no Ginásio Guilherme Fragoso, em Araraquara, e a vitória é fundamental para o time botucatuense confirmar a segunda colocação na chave A, apesar da vaga para a seqüência da competição estar garantida.


As duas representações já se enfrentaram no dia 19 de setembro na cidade de Botucatu. Melhor para os donos da casa, que conseguiram um grande resultado com a goleada por 8 a 4.

Até aqui, a campanha dos atletas da categoria principal é boa, com 11 pontos conquistados nas três vitórias, dois empates e duas derrotas. O Automóvel Clube, de São José do Rio Preto, é o líder da competição com 17 pontos e não pode mais ser alcançado.

Apoio - A AA Botucatuense/Prefeitura conta com o apoio da Unifac, Quitanda Dona Marina, CEBRAC - Centro Brasileiro de Cursos, Farmácia São Bento e Atlétic Sports.

Projeto Luz no Campus realiza debate sobre educação

Dia 15 de outubro, a partir das 18 horas, no Auditório da Fazenda Experimental Lageado, o Projeto Luz no Campus realiza a mesa redonda “Educar no Século XXI: uma abordagem transdisciplinar”. O evento visa a discussão de propostas para a educação no contexto das transformações que a sociedade vem enfrentando neste início de século.

Participarão do debate, Ivan Amaral Guerrini, físico e professor do Instituto de Biociências da Unesp; Marli Carvalho Cisneros, educadora especializada em pedagogia Waldorf; Nora Jeane Santos Silva, coordenadora do Núcleo de Orientação Integral da Aprendizagem [NOIA] e Sandra Celano, psicóloga com formação em Psicologia Transpessoal, Abordagem Holística e Psicoterapia Corporal.

O encontro será mediado por Eliana Curvelo Rodrigues, assessora pedagógica da Faculdade de Ciências Agronômicas e da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp de Botucatu. “Aprender a conhecer, a fazer, a ser e, sobretudo, aprender a viver juntos pode ressignificar os sentidos da vida”, analisa. “A transdisciplinaridade pode ser este caminho”.

Assessoria Jurídica

Após a mesa redonda, haverá o lançamento do livro “Mãos que tocam a alma: sugestões para uma educação transdisciplinar”, escrito pelos professores Ivan Amaral Guerrini e Sandra Celano.

O “Projeto Luz no Campus - filosofia ao entardecer”, promovido pela Faculdade de Ciências Agronômicas - FCA e Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais - Fepaf, oferece palestras com a intenção de estimular a reflexão sobre temas de filosofia, ética, política, ciência e cultura. O evento é aberto à comunidade universitária e a toda a população. A entrada é 1 kg de alimento não perecível.

Teatro Municipal recebe a cantora Cida Moreira

O Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci recebe nesta quarta-feira, 15 de outubro, às 20h30, a cantora e pianista paulista Cida Moreira, com o espetáculo Modinha e Canções do Brasil.

O espetáculo musical é uma homenagem ao dia do professor, comemorado neste dia 15. Cida estará acompanhada de Camilo Carrara, responsável pelos arranjos de violão do número.

O evento é uma realização da Associação dos Docentes da Unesp, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3882-0133.


Artista - Cida Moreira começou sua carreira na década de 70, trabalhando em teatro e musicais. O primeiro disco, 'Summertime', independente e ao vivo, foi lançado em 1981 com clássicos do blues e do jazz norte-americano, além da versão censurada de 'Geni', de Chico Buarque.

Desde então gravou outros LPs e CDs, alguns dedicados a compositores, como 'Cida Moreira Interpreta Brecht' e 'Cida Canta Chico'.

Melhora desempenho da Unesp no Guia da Editora Abril

Na avaliação do Guia do Estudante 2008, publicação da Editora Abril no segmento Educação, a Unesp ampliou o desempenho de seus cursos de graduação. A revista aponta que, ao todo, 83 carreiras receberam conceitos Excelente, equivalente a 5 estrelas; Muito Bom, 4; e Bom, 3. Com base nas 77 concedidas pelo Guia 2007, aUniversidade conquistou cerca de 8% a mais de estrelas.

"Se levarmos em conta que os cursos novos e os cursos de Licenciatura, com exceção dos cursos de Pedagogia e os de Educação Física, não participam desse processo de avaliação, termos 83 cursos contemplados com estrelas é excepcional. Isso constata que o nosso objetivo, com o esforço de todos, está sendo cumprido", afirma Sheila Zambello de Pinho, Pró-reitora de Graduação da Unesp.

A edição que chegará às bancas dia 11 de novembro, também trará o resultado do Prêmio Melhores Universidades Guia do Estudante e Banco Real, oferecido anualmente em três categorias.
Na publicação, a Universidade teve 22 cursos que atingiram a nota máxima, ou seja, 5 estrelas; 42 obtiveram 4 estrelas; e 19, receberam 3. A metodologia de avaliação leva em consideração o relatório elaborado por pareceristas do Guia. São professores que fazem suas análises baseadas nos questionários preenchidos pelos coordenadores de curso das faculdades verificadas. "Devemos também avaliar os critérios adotados pelos examinadores. O curso de Odontologia de Araraquara, por exemplo, no Enade, no IDD (Indicador de Desempenho) e no CPC (Conceito Preliminar de Curso) recebeu a nota máxima e no Guia recebeu quatro estrelas. De qualquer forma, já é uma grande vitória termos cursos classificados como bons", disse Sheila.

Em todo o Brasil, o Guia analisou 9.053 cursos de 1.263 Instituições de Ensino Superior (IES). As 3.204 carreiras contempladas com as estrelas de qualidade estão concentradas em 509 IES, menos da metade das analisadas. Melhores Universidades – Anualmente o Guia do Estudante concede às IES estreladas o Prêmio Melhores Universidades Guia do Estudante e Banco Real.

Nesta edição do concurso, as Universidades concorrem ao prêmio em três categorias: As Melhores por Área de Conhecimento - Escolas Privadas; As Melhores por Tipo de Instituição - Capital e Interior; e Sustentabilidade . A entrega do prêmio às 24 instituições vencedoras ocorrerá no dia 10 de novembro, no Teatro Abril, em São Paulo (SP).

A Unesp concorre na categoria As Melhores por Tipo de Instituição - Capital e Interior, que atribuirá prêmios de acordo com a localização: 10 para instituições das capitais e outros 10 para instituições do interior de qualquer Estado. As vencedoras serão aquelas com a maior média de estrelas.

Evolução da Unesp segundo o Guia do Estudante - De 64 carreiras com estrelas em 2005, aUnesp saltou para 83 neste ano. No período houve um aumento de cerca de 30% no total de cursos criados.

Da Unesp

Primeiro dia da eleição para reitor é tranqüilo no HC

Com início na terça-feira, 14, até o próximo dia 17, mais de 3 mil eleitores da Faculdade de Medicina/Unesp Botucatu e do Hospital das Clínicas (HC) deverão votar na eleição que escolherá o novo reitor da Unesp. Serão 1.400 servidores técnico-administrativos, 1.300 alunos e 260 docentes. No primeiro dia o movimento foi tranqüilo.

A votação, que acontece no saguão do Departamento de Patologia, acontece das 12 às 24 horas. A apuração será no dia 17, a partir das 8 horas, na Casa do Servidor (Antigo Vestiário Central).


Na terça-feira, por volta das 12h15, o movimento de eleitores já era grande nas proximidades do local onde estão as urnas. Os primeiros a votar foram estudantes, mas o diretor do Cevap (Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos) da Unesp, Prof. Benedito Barraviera fez questão de ser um dos primeiros docentes a registrar sua opção. Em seguida também votaram o supervisor do Hospital das Clínicas (HC), Dr. Antonio Rugolo Júnior; o vice-supervisor da unidade, Prof. Celso Vieira Souza Leite; o presidente da Famesp (Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar), Dr. Pasqual Barretti e a pró-reitora em pós-graduação da Unesp, Profa. Marilza Vieira Cunha Rudge.

Para exercerem seu direito de escolher o novo reitor, os servidores, docentes e alunos precisam apresentar um documento com foto. Não foram registradas ocorrências de boca-de-urna. “Tudo está transcorrendo sem maiores problemas. Também não deve haver aglomerações, pois serão três dias de votação”, observa a presidente da Comissão Eleitoral, professora adjunta Beatriz Bojikian Matsubara.

Leandro Rocha - Assessoria de Comunicação e Imprensa

SP e Microsoft lançam programas de tecnologia na educação

O Governo do Estado de São Paulo e a Microsoft firmaram nesta terça-feira, 14, parceria para promover a educação pública com apoio da tecnologia da informação. O acordo, assinado com a presença do governador José Serra e o presidente mundial da Microsoft, Steve Ballmer, prevê que todos os alunos e professores de escolas estaduais, do ensino básico e técnicas, passarão a ter e-mail gratuito e acesso a novas tecnologias digitais e a informações sobre educação e internet.

“Essa rede corporativa vai facilitar muito a comunicação. Não se trata apenas de que vai abrir uma conta e vai usar a conta, mas vai facilitar muito a integração de toda a comunidade envolvida das escolas com os alunos, da secretaria com as escolas, enfim, é um passo adiante muito importante nessa área de informática no estado de São Paulo. É o maior convênio do mundo nessa matéria, em termo de volume de pessoas que serão beneficiadas”, disse o governador.

Serão beneficiados pela parceria quase 5,5 milhões de alunos, professores, diretores, supervisores, dirigentes de ensino e professores-coordenadores da rede estadual de Ensino Fundamental e Médio, além do Centro Paula Souza, que administra Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo.

AondeNamoro.com! Totalmente Gratuito!


A parceria não terá qualquer custo ao governo do Estado. Os e-mails poderão ser acessados de qualquer lugar, via webmail. O número de registro do aluno e o número do cadastro funcional dos professores serão as senhas de acesso ao site de criação das contas. A capacidade de cada e-mail será de 5 GB (gibabites). O programa tem a mesma tecnologia de bloqueio de lixo eletrônico utilizada pelos e-mails do Hotmail, que evita o recebimento de mensagens de risco.

Os alunos e professores da Secretaria da Educação poderão criar seus e-mails acessando o site www.educação.sp.gov.br e informando número de registro na rede e dados pessoais. Os e-mails de alunos e professores serão formados pelo prefixo “nomesobrenome” e terá os domínios @acessaescola.sp.gov.br e @professor.sp.gov.br. No Centro Paula Souza, os formatos para alunos e professores serão os mesmos, mas com os domínios @etec.sp.gov.br ou @fatec.sp.gov.br

A parceria também proporcionará aos alunos do Centro Paula Souza acesso a um portal de ensino à distância com o software Learning Essentials, com dicas sobre redação e formatos de relatórios e apresentações e conteúdo básico de inclusão digital, além de acesso gratuito a ferramentas de desenvolvimento da Microsoft. Esse acesso se dá por meio de um programa denominado Dreamspark, que oferece a estudantes de todo o planeta que comprovem estar cursando o nível superior acesso gratuito a softwares de desenvolvimento, com o objetivo de permitir seu aprimoramento em educação tecnológica. Com o anúncio de hoje, o Brasil torna-se o primeiro país no mundo a oferecer essas ferramentas para alunos do ensino técnico e treinamentos específicos.

A parceria propiciará, ainda, a 14 mil estudantes de computação, treinamento gratuito de capacitação para o mercado de trabalho, denominado Students to Business (S2B).

Municípios reclamam de piso de R$ 950 para professores

Gastão Vieira diz que o Fundeb garantirá recursos para pagar o piso, mas a Confederação dos Municípios afirma que o repasse não será suficiente.
A lei que estabelece piso salarial de R$ 950 para professores de ensino público infantil, fundamental e médio em todo o País (11.738/08) ainda enfrenta resistências em municípios três meses depois de sua sanção pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Governadores e secretários estaduais e municipais de Educação reclamam que não têm condições de pagar o piso, que terá sua implementação gradativa até janeiro de 2010. Segundo o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, estados e municípios enfrentarão grandes dificuldades para cumprir a lei, porque terão de arcar com a maior parte dos investimentos em educação.

Para o deputado Gastão Vieira (PMDB-MA), no entanto, o assunto está encerrado. O parlamentar, que presidiu a Comissão de Educação e Cultura durante a discussão da matéria, afirma que estados e municípios têm condições de pagar o piso. "Hoje a maioria dos estados paga mais que o piso. Além disso, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) prevê mais recursos para o pagamento de professores. No meu estado, os recursos para a educação vão dobrar com o Fundeb. E a lei ainda prevê uma complementação da União nos casos em que não houver disponibilidade orçamentária. Como que não pode pagar?", questiona.


A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) tem argumentos semelhantes. A entidade lembra que a implementação da medida não se dará imediatamente e que contará com recursos do Fundeb. Além disso, lembra que a Constituição já vincula 25% das receitas resultantes de impostos de estados e municípios, além de 18% de impostos da União, para a manutenção e desenvolvimento do ensino público.

No entanto, Paulo Ziulkoski afirma que os recursos do Fundeb não serão suficientes. "No ano passado, estados e municípios aplicaram R$ 45 bilhões no Fundeb, enquanto o MEC [Ministério da Educação] colocou R$ 2 bilhões. Neste ano, o MEC vai colocar 10%, ou seja, R$ 4,5 bilhões. É dinheiro de prefeitos e governadores que entra", reclama. Cálculos da CNM prevêem um gasto adicional de no mínimo R$ 1,8 bilhão no pagamento de salários pelas prefeituras.

Constitucionalidade
Outra crítica feita à nova lei diz respeito à competência de o governo federal determinar salários que serão pagos por estados e municípios e fixar cargas horárias de funcionários estaduais e municipais. A nova lei determina que o professor só poderá ficar em sala de aula 2/3 de sua carga horária de 40 horas semanais. Essa limitação, segundo Paulo Ziulkoski, criará outro problema orçamentário para os municípios.

O presidente da CMN lembra que a lei aumenta de 25% para 33% o tempo da jornada de trabalho que o professor deverá dedicar à atividade extracurricular. "A lei cria um buraco e as prefeituras terão de contratar professores. Alguém fez esse cálculo?", reclama Ziulkoski.

Gastão Vieira lembra, entretanto, que a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) considerou a proposta constitucional e a aprovou por unanimidade. O texto também foi aprovado rapidamente pelo Senado e sancionado pelo presidente Lula. Por esses motivos, na opinião de Vieira, qualquer questionamento agora deve ser levado ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O parlamentar ressalta ainda que os governadores foram chamados para discutir a matéria, mas apenas três compareceram. "O Consed [Conselho Nacional de Secretários de Educação] também ficou de apresentar planilhas sobre o impacto orçamentário da medida, mas não o fez." O único que se manifestou sobre o assunto, de acordo com Vieira, foi justamente Paulo Ziulkoski. "A discussão deveria ter se dado na tramitação do projeto, e não agora que a medida é lei", diz o deputado.

Ziulkoski, porém, afirma que não foram aceitas, na tramitação da proposta, sugestões de emendas, como a que excluía os inativos do piso. O texto aprovado na Câmara foi um substitutivo da Comissão de Educação que estendeu o piso para aposentados e pensionistas do magistério público da educação básica que tenham ingressado no serviço público até 2003.

Da Agência Câmara

Quase 60 municípios brasileiros podem ser extintos até 2009

Da Agência Brasil

Entre os mais de 5,5 mil municípios brasileiros que elegeram prefeitos e vereadores nas eleições deste ano, 58 podem ser extintos do mapa caso o Congresso Nacional não aprove uma lei federal complementar que reconhece a criação dessas cidades. O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, classificou a situação como “bastante complicada” e lembrou que, se não forem oficialmente reconhecidas, as localidades voltarão a ser apenas distritos.

Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, ele explicou que até 1996 a Constituição Federal determinava que cada estado brasileiro tivesse uma lei complementar estadual regulando a criação, a fusão e a extinção de municípios dentro de seu território. No período, segundo ele, foram criados 1.288 municípios em todo o país. Mas no dia 13 de setembro do mesmo ano, o Congresso Nacional promulgou a Emenda Constitucional nº 15, que tirou a competência dos estados e determinou que uma lei complementar federal regulamentasse a criação de municípios no Brasil. “Até hoje, a lei complementar não foi feita”, reforçou.

De 1996 para cá, de acordo com Ziulkoski, apenas no Rio Grande do Sul foram criados 30 municípios de um total de 58 distribuídos pelo país. A assembléia legislativa do Mato Grosso – estado onde foram criados 15 municípios – chegou a entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que declarasse a omissão do Congresso Nacional em legislar sobre o assunto. “Uma coisa lamentável”, avaliou o presidente da CNM.

Em seguida, o STF publicou uma súmula prevendo que, caso a regulamentação não saia até 16 de novembro deste ano, os 58 municípios estarão passivos de extinção. Ziulkoski lembrou que a Emenda Constitucional 495, que trata da legalização das cidades, criada há dois anos, já foi aprovada pelo Senado Federal mais ainda não passou pela Câmara dos Deputados.

“Agora, a comissão especial foi instalada, só que ficou muito tempo parada. Estamos aqui em Brasília mobilizados para a reunião para ver se aprovam [a legislação] em tempo hábil. Senão, o próprio presidente do STF se pronunciou há poucos dias dizendo que aplicará a decisão da súmula.”

O encontro está previsto para as 14h de hoje (14), na Câmara dos Deputados. Após a reunião, às 14h30, ocorre uma audiência pública com o presidente da Frente Nacional de Prefeitos e o prefeito de Recife, João Paulo Lima e Silva, o presidente da Associação Brasileira de Municípios, José do Carmo Garcia, e o presidente da União dos Vereadores do Brasil, Bento Batista – além do próprio Ziulkoski. Prefeitos da maioria dos municípios que podem desaparecer do país também estarão presentes durante o debate.

Ziulkoski afirmou estar confiante de que os deputados votem a matéria até o final do ano e ressaltou que, se houver “vontade política” por parte dos parlamentares, o tema pode entrar em pauta mesmo antes do prazo final estabelecido pelo STF para a criação da lei complementar federal.

“Como não há, a princípio, ninguém se opondo, isso será solucionado. Senão, a conseqüência não é só os prefeitos, os vices e os vereadores que não vão assumir. Há a situação de funcionários concursados nesses municípios. E tem município grande, com 180 mil habitantes. Como fica o atendimento à população? O cidadão vai ter que se deslocar por quantos quilômetros para ir até a prefeitura? Hoje, ele já está sendo atendido ali.”

De acordo com a CNM, caso os parlamentares não aprovem a lei complementar, 27 municípios brasileiros desaparecerão imediatamente até maio de 2009. As outras cidades também correm o risco de extinção, mas os casos serão julgados pelo STF.

Educação recebe inscrições para exame supletivo

A Secretaria da Educação recebe até o dia 31 de outubro as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja). Essa é a oportunidade para que jovens e adultos concluam o ensino fundamental ou o ensino médio. Para fazer a prova do ensino fundamental, o interessado deverá ter pelo menos 15 anos de idade em 13 de dezembro. No caso do ensino médio, a idade mínima é de 18 anos, até a mesma data. Alunos matriculados em Educação de Jovens e Adultos (EJA) podem participar.

O Encceja, previsto para os dias 13 e 14 de dezembro, é um programa que avalia a capacidade de jovens e adultos que se atrasaram na vida escolar. Será aplicado em São Paulo pela primeira vez, após parceria entre a pasta da Educação e o governo federal. É semelhante ao exame supletivo, realizado pela secretaria, em março deste ano, para cerca de 105 mil pessoas (254 mil se inscreveram).
Assessoria Jurídica
Serviço

Para participar do Encceja, basta inscrever-se gratuitamente até o dia 31 de outubro, pelo site www.educacao.sp.gov.br , no link cesu-exames: encceja/2008. Após a inscrição, o candidato receberá pelo correio o cartão de confirmação contendo informações sobre local, data e horário da aplicação dos exames. Conteúdo programático das avaliações de cada disciplina está disponível para os candidatos no mesmo site.

Como será a avaliação

Ensino fundamental: língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física, redação, matemática, história, geografia e ciências naturais

Ensino médio: linguagens, códigos e suas tecnologias e redação (língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes e educação física), matemática e suas tecnologias, ciências humanas, história, geografia, filosofia, sociologia, química, física e biologia

Da Imprensa Oficial

Alunos hiperativos ou com deficit de atenção terão cuidados na escola

Tanstorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). Esse é o nome da doença discutida por educadores de todo o mundo, que passa a receber cuidados especiais na rede de ensino paulista. A Secretaria de Estado da Educação iniciou treinamento para que os professores da rede identifiquem alunos com esses problemas.

Numa primeira fase, 3,6 mil professores, supervisores e diretores de escolas foram treinados, em setembro, sobre o assunto. No Centro de Apoio Pedagógico Especializado (Cape), órgão da secretaria, os educadores puderam saber como agem os alunos portadores dos problemas.

Estudos indicam que 15% das crianças e adolescentes em idade escolar sofrem desses males. De acordo com os especialistas do Cape, as pessoas costumam confundir os sintomas do TDAH com desatenção, falta de interesse e impaciência, o que dificulta a convivência com seus portadores.


Sintomas – O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade atinge três vezes mais os meninos do que as meninas. Se não for identificado e trabalhado ainda na infância, pode levar à formação de adultos impulsivos. Para identificar a hiperatividade e o déficit de atenção, é necessário estar atento aos seguintes sintomas (quando presentes por pelo menos seis meses seguidos, na escola e em casa): perda de foco; desatenção; a criança ou jovem fica em pé muito tempo; agitação; sono conturbado.

Entre as sugestões sobre como agir em sala de aula com os estudantes que apresentem TDAH, estão: manter carteiras em fileira; predeterminar atividades; manter clareza de rotinas; estimular o conhecimento com atividades diferenciadas (levar a um museu, por exemplo); manter o aluno nas primeiras fileiras da classe. Além de atuar com os estudantes, os 3,6 mil educadores terão a função de repassar os conhecimentos adquiridos a seus colegas em todo o Estado. A Secretaria planeja ainda capacitações rotineiras, para outros professores, diretores e supervisores.

Da Imprensa Oficial

Abertas as inscrições para o vestibular da PUC-SP

A PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) está com inscrições abertas até 14 de novembro para seu vestibular 2009. Os interessados podem se candidatar pela internet, no site da universidade. A taxa é de R$ 100. No site http://www.vestibular.pucsp.br/ o estudante pode acessar o Manual do Candidato e conferir as obras literárias que farão parte do processo seletivo.

Os locais de prova serão divulgados em 27 de novembro na site página da instituição na Internet. Os exames estão marcados para o dia 30 do mesmo mês. A lista de aprovados aprovados em primeira chamada será divulgada em 19 de dezembro.


As provas abordarão as seguintes áreas do conhecimento: Línguas Portuguesa e Inglesa, Literatura, História, Geografia, Matemática, Física, Biologia e Química. Além disso, também será solicitado que o candidato realize uma redação e responda a três questões que serão formuladas de acordo com os temas: História/Geografia, Matemática/Física, e Biologia/Química.

Outras informações sobre o vestibular da PUC-SP estão disponíveis no site http://www.vestibular.pucsp.br/.

Câmara homenageia OPO e apresentadora da Record por campanha de conscientização

Nesta terça-feira, 14, a Câmara Municipal de Botucatu entregará uma moção de congratulação aos membros da OPO (Organização de Procura de Órgãos) e também à apresentadora da TV Record Bauru, Fabiane Berto, madrinha do Projeto Multiplicadores, em 2008. A cerimônia será realizada na Câmara Municipal de Botucatu, às 19 horas.

O Projeto Multiplicadores foi realizado em agosto e envolveu 39 bairros de Botucatu. Através de uma parceria com o TG (Tiro de Guerra) foram entrevistadas mais de 15 mil pessoas em 4.062 residências. Através do levantamento constatou-se que 98% da população ouvida têm algum tipo de conhecimento sobre doação de órgãos e tecidos.



No entanto, uma informação que preocupou a OPO é que apenas 30,7% das pessoas entrevistadas não sabiam que somente a família da pessoa falecida pode decidir sobre a doação de órgãos e tecidos e 48,3% desconheciam a existência de um Banco de Tecidos Oculares Humanos.

A OPO conta com 11 colaboradores entre técnicos de enfermagem, enfermeiro, bióloga. É subordinada diretamente ao Sistema Estadual de Transplante, através da Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos e Tecidos (CNCDO) e também à supervisão do HC/FMB. O serviço está instalado no Hospital das Clínicas (HC) e informações podem ser obtidas através do telefone (14) 3811-6386.

Diretor da FAPESP fala sobre sustentabilidade financeira em palestra

Na tarde de segunda-feira, 13, esteve na Faculdade de Medicina da Unesp de Botucatu (FMB), o diretor presidente da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), Ricardo Renzo Brentani. A convite da instituição ele ministrou uma palestra na qual explicou sobre a “Evolução do Hospital A.C Camargo na captação de recursos nos últimos 20 anos”.

Brentani, que é diretor do A.C Camargo, localizado em São Paulo e especializado no tratamento de pacientes com câncer, destacou que a primeira preocupação que um administrador hospitalar deve ter é com a sustentabilidade. Lembrou que a unidade sob seu comando, embora também atenda pelo SUS (Sistema Único de Saúde), é privada e por isso precisa ter lucro. “O hospital é uma instituição extremamente lucrativa”, observou.


Brentani disse que uma solução encontrada por ele e sua equipe para manter uma situação financeira saudável foi realizar procedimentos complexos, como transplantes, que são financiados pelo SUS. “Atender pelo SUS não atrapalhou nossas pesquisas”, frisou.

Outro diferencial apontado pelo palestrante para justificar o crescimento do A.C Camargo é que trata-se, também, de um espaço para o ensino e pesquisa. Atualmente, o curso de pós-graduação oferecido pelo hospital tem conceito “7” – nota máxima - na CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), teve o reconhecimento de diversas revistas com circulação nacional e também é a 8ª instituição que capta mais recursos junto à FAPESP. “Aliás, a FAPESP tem muito dinheiro disponível para projetos, peçam”, sugeriu aos docentes e alunos que acompanhavam sua exposição.

O palestrante avaliou, ainda, que ao se dedicar ao ensino e pesquisa o hospital consegue aperfeiçoar os atendimentos e também garantir um marketing importante para sua manutenção. “Não somos um hospital qualquer, somos um centro absolutamente especializado. Hoje, é preciso cultivar um nicho”, aconselhou. “Nós fomos a primeira pós-graduação da CAPES a aceitar profissionais de todas as áreas”, emendou. O A.C Camargo, porém, não oferece cursos de graduação.

"Horário de verão é fundamental para separar horário de pico"

De acordo com o presidente do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo, Carlos Reis, o horário de verão diminui o consumo em no máximo 4%, durante os quatro meses em que vigora. Essa queda não representa grande economia, mas faz diferença, pois a medida tira a sobrecarga dos horários de pico, estabelecendo melhor distribuição entre residências e empresas. “No ano passado, o ONS (Operador Nacional do Sistema) registrou queda pouco superior a dois mil megawatts de consumo no período do horário de verão, com economia de R$ 10 milhões”.


O horário de verão começa à zero hora do dia 19 de outubro, nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Os relógios deverão ser adiantados em uma hora, até 15 de fevereiro de 2009. Em 2008, foi oficializada determinação para que, todos os anos, o horário de verão ocorra sempre no mesmo período: do terceiro domingo de outubro ao terceiro domingo de fevereiro. Haverá exceção quando este coincidir com o Carnaval, sendo então a mudança adiada por uma semana.