setembro 30, 2008

HC/FMB recebe múltipla doação de órgãos

Por Flávio Fogueral
O Hospital das Clínicas/FMB/Unesp recebeu nesta semana, através da Organização de Procura de Órgãos (OPO), uma doação de múltiplos órgãos. O doador foi um homem de 21 anos proveniente de Taquarituba e que teve morte encefálica constatada na última segunda-feira, dia 29, após sofrer traumatismo craniano devido a uma queda de cavalo.

Foram doados rins, córneas, vasos sanguíneos e pâncreas, fígado, sendo que ambos foram enviados para transplante em São Paulo e Campinas, respectivamente. A Central Estadual de Captação e Distribuição de Órgãos foi notificado da disponibilidade dos demais órgãos para atender à fila de espera no Estado.
Mesmo com a doação, a coordenadora da OPO/HC/FMB, Drª Amélia Trindade frisa que o número ainda é considerado baixo. De acordo com ela, apenas 10% dos casos de óbitos ocorridos no HC resultam em doação. Em três possíveis doadores de órgãos, apenas um teve a autorização da família para o transplante. “Nossa região ainda não está acostumada com o fato da necessidade de se conversar sobre doações de órgãos. Há um entrave cultural de não se discutir o assunto”, ressalta.

Conforme frisa Maria Amélia, no Departamento Regional de Saúde de Bauru (DRS-6) que engloba 68 municípios, há 251 pessoas na fila por um transplante de córneas e mais de 400 pacientes estão à espera de doadores de rim.

No Brasil mais de 70 mil pessoas aguardam por um transplante de órgãos e tecidos. Mesmo com campanhas educativas e informativas, o número ainda é alto por causa da complexidade e necessidade de autorização da doação por meio da família.