setembro 18, 2008

PL permite jornalista sem graduação na área

Do Portal Comuniquese
O Projeto de Lei 3981/08, proposto pelo deputado federal Celso Russomano, permite que pessoas sem diploma de jornalismo exerçam a função desde que possuam pós-graduação na área. Também cria os conselhos regionais e federal de jornalismo, além de legislar sobre os direitos do jornalista e instituir a realização de exame de ordem para a obtenção do registro profissional.
Para o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas, Sérgio Murillo de Andrade, o projeto “precisa de uma lipoaspiração”. A entidade é a favor da criação dos conselhos de jornalismo, mas critica outros pontos, como a possibilidade do exercício da profissão sem a graduação na área.
“O deputado é um aliado da Fenaj na defesa da necessidade de um conselho de jornalismo, mas essa mistura de temas vai ser um grande obstáculo para o Projeto. Não vejo como ele ser bem sucedido”, avalia.

É a terceira vez que Russomano apresenta projeto de lei sobre o tema. O primeiro foi rejeitado pelo Plenário em 2004. O segundo foi retirado de tramitação pelo próprio autor em 2005.
O projeto está em tramitação na Câmara dos Deputados e foi recebido pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público nesta terça-feira (16/09). Ele também será analisado pela Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania.