setembro 17, 2008

Campanha Fique Sabendo atendeu 284 pessoas em Botucatu

No período de 25 de agosto a 05 de novembro, a Secretaria de Saúde, através do Programa Municipal DST/AIDS, participou da Campanha 'Fique Sabendo', para testes de HIV. A campanha fez parte das comemorações dos 25 anos do 'Programa de Combate à AIDS' no estado de São Paulo.

A equipe da Secretaria Municipal de Saúde responsável pelo programa em parceria com o CTA – Centro de Testagem e Aconselhamento do CSE Vila dos Lavradores, realizaram gratuitamente 284 testes na população em geral. O objetivo era diagnosticar precocemente infecções por HIV, além de sífilis e das hepatites B e C.



A Avaliação da campanha pela equipe responsável foi bastante positiva, pelo resultado dos atendimentos e o número de coletas realizadas durante o trabalho de rotina. O diagnóstico precoce da AIDS e doenças sexualmente transmissíveis é muito importante para que o tratamento tenha eficácia, evitando complicações e assegurando maior qualidade de vida às pessoas infectadas.

Além do incentivo à testagem, a campanha visa informar a população sobre as formas de prevenção das DSTs, divulgar a rede de serviços disponíveis e encaminhar as pessoas diagnosticadas com HIV aos serviços especializados.

Vacinação contra Raiva segue na zona rural

A Campanha de Vacinação Anti-Rábica, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância em Saúde Ambiental em parceria com a Faculdade de Medicina Veterinária da Unesp, continua sendo desenvolvida na zona rural do município.

Segundo levantamento feito pela EVSA, até a tarde da última terça-feira, dia 16 de setembro, 19.089 animais haviam sido vacinados. Deste total, 17.041 foram aplicadas em cães e 2.048 gatos.

O objetivo dos organizadores da campanha é vacinar cerca de 26 mil animais até sexta-feira, dia 19. Mais informações ou dúvidas podem ser esclarecidas na página da Prefeitura na internet, www.botucatu.sp.gov.br, ou através do telefone 150, da EVSA.



Confira os locais onde a equipe da Secretaria Municipal de Saúde e Faculdade de Medicina Veterinária da Unesp, com apoio dos atiradores do Tiro de Guerra 02-048, estará com postos instalados nesta quinta-feira, 19 de setembro.

- Trecho do Pátio 8, Morro do Peru até piapara - 08h30 às 17 horas
- Aracatu - 8h30 às 10h30
- Região do Sitio Nossa Senhora Aparecida - 11 às 12 horas
- Usina Indiana/Sitio Siriema - 12h30 às 14h30
- Região Sitio Santo Antonio/Estância Lívia - 15 às 17h30
- Região da Fazenda Rosinha - 17h30 às 18h30
- Piapara - 9 às 11 horas
- Trecho da Estrada de Piapara sentido Santo Antonio de Sorocaba - 12h30 às 17 horas
- Trecho da Rodovia Marechal Rondon até trevo Estrada Municipal João Bruder [ambos os lados], Cascata da Marta - 08h30 às 17 horas
- Trecho da Estrada Municipal João Bruder até lago do Tamura [ambos os lados] – 08h30 às 17 horas
- Trecho da Estrada Municipal João Bruder do lago do Tamura até Rodovia Marechal Rondon [ambos os lados] - 9 às 17 horas
- Trecho da Rodovia Marechal Rondon do trevo da Estrada Municipal João Bruder, Fazenda Nova América, Estrada do João Tino, Até Santo Antonio de Sorocaba - 9 às 17 horas
- Anhumas - 8h30 às 9h30
- Trecho de Anhumas até Santa Cruz da Serra - 9h30 às 12 horas
- Trecho da Rodovia Marechal Rondon de Anhumas até Santo Antonio de Sorocaba - 13 às 15 horas
- Trecho de Santo Antonio de Sorocaba até Piapara [Jacomo Langeli] - 16 às 17 horas

Dia Estadual da Pessoa com Deficiência será comemorado no sábado

No dia 21 de setembro é comemorado o Dia Estadual da Pessoa com Deficiência. Para marcar a data, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Botucatu está organizando um evento comemorativo no dia 20 de setembro, sábado. As atividades serão realizadas na Praça Comendador Emílio Peduti – Bosque, das 10 às 12 horas.

O evento tem como objetivo, além da comemoração do Dia Estadual da Pessoa com Deficiência, divulgar a existência do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, implantado há poucos meses no município. A expectativa da diretoria do Conselho é encontrar o apoio da comunidade botucatuense e mobilizar as pessoas interessados nos direitos desse segmento.

Assessoria Jurídica


Durante as atividades serão expostos os trabalhos realizados pelo Conselho e as entidades ligadas ao movimento. Os organizadores contarão com dois stands para a exposição.

Será distribuída também uma carta de esclarecimento a população sobre o Conselho. A banda marcial da APAE se apresentará no evento divulgando o trabalho que vem realizando em prol das pessoas com deficiência.

“Memórias de um sargento de milícias” estará em cartaz no próximo dia 24

Estará em cartaz no próximo dia 24 de setembro, no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci, o espetáculo teatral “Memórias de um sargento de milícias”.

O evento tem início previsto para as 20 horas, com ingressos vendidos a R$ 24 [inteira], R$ 12,00 [meia] e R$ 10,00 [bônus e grupos].

A apresentação é uma promoção da Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Cultura, estando inclusa na programação cultural do mês de Setembro. Mais informações podem ser obtidas através dos telefones 3882-0133 e 3882-9004.



Sinopse – A obra ‘Memórias de um sargento de milícias’ é um romance de Manuel Antônio de Almeida, publicado originalmente em folhetins no Correio Mercantil do Rio de Janeiro, entre 1852 e 1853, anonimamente.

O livro foi publicado em 1854 e no lugar do autor constava 'um brasileiro'. Sua narrativa, de estilo jornalístico e direto, incorpora a linguagem das ruas, classes média e baixa, fugindo aos padrões românticos da época, onde os romances retratavam os ambientes aristocráticos.

Esta entre as primeiras produções românticas da literatura brasileira, sendo considerado um milagre da observação espontânea posta em uso em forma de novela.

O enredo demonstra com fidelidade a observação e captação da vida da época com seus usos e costumes, suas festas e tradições, seus tipos e seus circunlóquios populares, segundo a ótica do autor.

Karatecas botucatuenses conquistam 18 medalhas em Serra Negra

A equipe de karatê do Projeto “Esporte Comunitário” conquistou no último domingo, dia 14 de setembro, 18 medalhas na Copa Serra Negra de Karatê Interestilos, promovida pela Federação Paulista de Karatê Interestilos.

Ao todo foram 4 medalhas de ouro, com Dara Nicoli Fudoli, Nayara de Fátima Brunellis e Sandra Aparecida Fudoli [que ganhou duas medalhas de ouro]. A equipe botucatuense também conquistou 3 medalhas de prata com as atletas, Laiz Galdino Covas, Sheila Caroline Pedroso [que conquistou duas medalhas] e 11 de bronze com Laiz Galdino Covas, Ramon Henrique Rodrigues Maitan, Nayara de Fátima Brunellis, Lucas Marin, Tiago Felipe de Lima Lacerda, Willian Pires Fernandes, Antonio Carlos Martins [duas medalhas], Wellington Martins, Samuel Henrique dos Santos e Fabio Silvino da Silva.



A equipe botucatuense comandada pelo professor Vicente Senno volta a competir no dia 11 de outubro, em Itapecerica da Serra.

Aulas de Karatê – A Prefeitura Municipal oferece aulas gratuitas de karatê aos interessados. As aulas são realizadas as terças e quintas-feiras nos períodos da manha, tarde e noite no Ginásio Municipal de Esportes. As segundas, quartas e sextas-feiras as aulas são realizadas no Parque Imperial. Outras informações podem ser obtidas através do telefone 3882-6261.

Cerca de 80% dos policiais civis aderiram à paralisação em São Paulo, diz associação

Da Agência Brasil

Cerca de 80% dos policiais civis aderiram à paralisação da categoria, que ocorre desde ontem (16) em todo o estado de São Paulo. O balanço foi divulgado hoje (17) por Renato Flor, assessor de comunicação da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Adpesp). O número, segundo ele, é o mesmo de ontem, com adesão maior de policiais no interior do estado.

Os policiais civis reivindicam, entre outras coisas, reposição das perdas salariais acumuladas nos últimos cinco anos, incorporação das atuais gratificações e adicionais aos vencimentos, fixação da carga horária semanal, reestruturação da categoria e aposentadoria especial.

A paralisação é por tempo indeterminado e só vai terminar, de acordo com Renato Flor, quando o governo aceitar abrir negociação, o que não ocorreu até o momento. “O governo é quem decide”, disse ele à Agência Brasil.



Em sua página na internet - www.adpesp.com.br - a Adpesp informa que apenas casos de emergência estão sendo atendidos pelos policiais, o que incluiria as prisões em flagrante.

Nas unidades com carceragem, por exemplo, não estão sendo realizados serviços de escoltas de presos e atendimento de advogados. Já nas delegacias, registros de ocorrências tais como perda de documentos ou roubo de veículos não estão sendo atendidos. Nos Detrans (Departamento de Trânsito) a emissão de carteiras de habilitação, realização de exames ou licenciamento de veículos só são realizados atendendo-se a 30% do total de serviço de atendimento.

Procurada pela Agência Brasil, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) disse ainda não ter feito um balanço sobre a paralisação dos policiais civis no estado. Há, em todo o estado paulista, de acordo com o assessor da Adpesp, cerca de 35 mil policiais civis.

Delegacia eletrônica permite registro de BO pela internet

O governo de São Paulo dispõe de um serviço pela internet para registro de Boletim de Ocorrência (BO). Trata-se da Delegacia Eletrônica, que pode ser acessada pelo endereço www.ssp.sp.gov.br/bo. Para registrar o BO basta preencher o formulário, seguindo as orientações que aparecem na tela do computador, de acordo com a ocorrência a ser registrada. O serviço atende casos como furto de veículo, perda ou furto de documentos, placas de veículos ou de aparelho de telefone celular, desaparecimento de pessoa e até localização de pessoa desaparecida.

Para usar a Delegacia Eletrônica é necessário ter um endereço eletrônico (e-mail), já que é enviado por e-mail um link (endereço para acesso de determinada página na internet) e uma senha para que o usuário possa imprimir o BO. Quem não tem computador em casa pode optar por espaços públicos com acesso gratuito à internet, como Infocentros, Poupatempos e Telecentros. Para ver a lista de locais com acesso gratuito à internet, acesse http://www.ssp.sp.gov.br/bo/enderecos.aspx.



O preenchimento do formulário é fácil, mas requer atenção para garantir a correção de todos os dados informados. A ficha começa por dados como o endereço da ocorrência, prossegue com informações pessoais (nome, endereço, telefone, e-mail, número de documentos, nome dos pais, etc.) e passa para dados mais específicos sobre o ocorrido. No caso de furto de veículo, por exemplo, é preciso informar os dados do veículo, número de documentos – caso não tenham sido levados junto com o veículo. Se foram, é preciso relacionar quais foram os documentos furtados. O formulário também pede descrição do ocorrido.

Se a pessoa lembrar de algum dado, que esqueceu de informar quando preenchia o formulário, basta acessar a Delegacia Eletrônica e clicar em “Complemento do Boletim”. Basta informar o número do BO, CPF, e-mail, telefone e complementar a informação.

Também é possível acompanhar online o andamento de solicitação de Boletim Eletrônico de Ocorrência. Para isso basta informar o número do protocolo do boletim, ano de cadastro da ocorrência, e-mail e CPF.

No ano passado, a Delegacia Eletrônica recebeu mais de 250 mil registros de BOs. Dados do Infocrim (Sistema de Informação Criminal) de 2005 mostram que 90% dos furtos de celulares, 89% dos furtos de placas de veículos (dianteira ou traseira), e 70% dos furtos de documentos tiveram seus BOs registrados via internet, na Delegacia Eletrônica.

Serviço:

Delegacia Eletrônica www.ssp.sp.gov.br/bo

Ocorrências que podem ser registradas na Delegacia Eletrônica:

Furto de Veículo
Furto ou perda de documentos
Furto ou perda de placas de veículos
Furto ou perda de aparelho de telefone celular
Desaparecimento de pessoa
Encontro de pessoa desaparecida

Alunos com deficiência auditiva terão professores de linguagem de sinais

A Secretaria de Estado da Educação inicia neste mês de setembro a última fase do projeto que pretende atualizar todos os professores estaduais que lecionam para alunos com deficiência auditiva.

Cerca de 720 educadores começam agora curso sobre a Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), exatamente com o objetivo de conhecer novos sinais e procedimentos.

Serão cerca de 30 horas de curso, até dezembro deste ano. Além de atualização nos sinais, a iniciativa pretende proporcionar fluência e agilidade aos professores.



Os 720 professores são de 18 Diretorias de Ensino (veja lista abaixo). Outros 2.360, de 59 Diretorias, já foram capacitados neste ano, em encontros presenciais.

A Secretaria atende cerca de 5.200 alunos com deficiência auditiva no Ensino Fundamental e Médio em todo o Estado. Estes serão beneficiados pelo programa de atualização de professores da Secretaria.

“O treinamento dos professores é uma medida fundamental para inclusão dos alunos. É um passo decisivo para melhorarmos a aprendizagem dos estudantes portadores de deficiência”, afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

Confira as regiões que participam nesta etapa:

1. Andradina
2. Apiaí
3. Barretos
4. Birigui
5. Caraguatatuba
6. Itapeva
7. Itararé
8. José Bonifácio
9. Miracatu
10. Mirante do Paranapanema
11. Penápolis
12. Piraju
13. Santo Anastácio
14. Sertãozinho
15. Taquaritinga
16. Tupã
17. Votuporanga
18. Fernandópolis

Da Secretaria de Estado da Educação

Suspensa venda de implantes ortopédicos

Está suspensa, em todo o país, a comercialização de quatro implantes ortopédicos da empresa Ortomedic Distribuidora de Implantes Ortopédicos Ltda., de São Bernardo do Campo (SP).

A empresa não cumpriu as exigências da RDC 185/06, que determina a apresentação do relatório de informações econômicas no momento do pedido de registro ou de revalidação do registro de produtos para saúde, listados na RE nº 3385/06.

Os implantes ortopédicos suspensos são: Spacevision™ Acif; Sistema Espinhal Toracolombar Versátil Uni-Thread; Sistema Universal de Ligação de Eixo- Plus e Spacevision™ Plif.



Relatório

O relatório de informações econômicas apresentado pelo fabricante deve conter o preço do produto praticado em outros países, o número potencial de pacientes para os quais o produto se destina e o preço que se pretende praticar no mercado interno.

Deve conter também a proposta de comercialização do produto, incluindo os gastos previstos com o esforço de venda e com publicidade e propaganda, e a relação dos produtos substitutos existentes no mercado, acompanhados de seus respectivos preços.

O não cumprimento da exigência, a falsidade das informações ou a inobservância do prazo máximo de 30 dias, após a concessão ou revalidação do registro, acarretam a suspensão da venda do produto.

Assessoria de Imprensa da Anvisa

Brasil começa a produzir medicamento genérico contra a aids em 2009

Da Agência Brasil

Em 2009, o Brasil vai começar a produzir o medicamento genérico do Efavirenz, utilizado no tratamento da aids. Em maio do ano passado, o Ministério da Saúde decretou o licenciamento compulsório do medicamento que era fabricado pelo laboratório Merck Sharp & Dhome, detentor da patente.

Atualmente, das 200 mil pessoas que têm o vírus HIV no Brasil, 80 mil utilizam o Efavirenz.

“Pela primeira vez em muito tempo o Brasil consegue desenvolver o princípio ativo de um medicamento que era protegido por patente. Com isso, a gente conseguiu desenvolver uma formulação final do produto que é bioequivalente, ou seja, o genérico brasileiro tem no organismo humano o mesmo efeito da marca de referência”, explicou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

Empregos Manager Online


Segundo ele, além de representar economia de recursos públicos, a produção nacional do Efavirenz estimula o desenvolvimento da indústria farmacoquímica. “Isso diminui a vulnerabilidade do sistema como um todo e nos coloca em um patamar diferenciado no cenário internacional, reafirma a capacidade do Brasil em desenvolver tecnologia própria”, defendeu.

O medicamente genérico será produzido por dois laboratórios: Farmanguinhos (da Fundação Oswaldo Cruz, Fiocruz) e Laboratório Farmacêutico de Pernambuco (Lafape). As fases de teste de bioequivalência do medicamento da Fiocruz foram concluídas e o Ministério da Saúde já deu entrada no processo de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A produção começa assim que a Anivsa conceder a licença.

A diretora do Programa Nacional DST/Aids, Mariângela Simão, acredita que a produção por dois laboratórios trará ao país maior independência. “Isso é estratégico, porque a produção nacional será enorme e, caso haja algum problema em um dos laboratórios, como falta de matéria-prima, você tem a garantia da produção pelo outro.” Segundo Mariângela, os dois laboratórios compartilham metodologias de análise, mas o medicamento está sendo produzido por “rotas diferentes” em cada um deles.

O Efavirenz é um medicamento considerado de primeira linha, ou seja, costuma ser utilizado nos tratamentos iniciais em pacientes com aids. Junto com o AZT (zidovudina) e o 3TC (lamivudina), ele compõe a combinação mais usada em coquetéis anti-HIV. Segundo Mariângela, por ano são consumidos no Brasil 30 milhões de comprimidos.

Desde o licenciamento compulsório em 2007, o Brasil importa o Efavirenz genérico da Índia por US$ 0,45 o comprido de 600 miligramas, enquanto antes pagava US$ 1,59 à Merck. Segundo Temporão, a economia desde então foi de US$ 30 milhões. A expectativa é que o custo de produção do Efavirenz brasileiro seja semelhante aos gastos com a importação indiana.

“Em 2006 o Efavirenz correspondia a 11% do gasto total do Ministério da Saúde com medicamentos importados. Em 2007, com o licenciamento compulsório, o valor caiu para 4%”, comparou o ministro.

Dos 17 medicamentos que compõem o coquetel para tratamento da aids, o Efavirenz será o oitavo produzido nacionalmente. Os outros nove são importados, sendo oito com patente protegida. Em 2007, o Ministério gastará R$ 4 bilhões com a compra de medicamentos. Desse total, US$ 1 bilhão será destinado aos anti-retrovirais. Temporão não descarta a possibilidade de o Brasil decretar outros licenciamentos compulsórios, caso haja risco à população.

“A nossa postura é de negociação permanente com os produtores, de negociação de novas parcerias, trazer projetos de produção para o Brasil. Evidente que sempre que qualquer desses produtos possa colocar em risco o acesso dos brasileiros a um medicamento essencial à manutenção da sua vida, claro que o governo vai usar todas as armas que tem do ponto de vista legal”, afirmou.

Peritos do INSS cruzam os braços todas as quartas-feiras em defesa da carreira

Da Agência Brasil

Os peritos médicos da Previdência decidiram paralisar as atividades no país todas as quartas-feiras, a partir de hoje. Segundo a Associação dos Peritos Médicos da Previdência Social, a manifestação tem o objetivo de mostrar a indignação da categoria com o descumprimento do acordo de reestruturação da carreira, que levou mais de 15 meses para ser negociado.

Entre as reclamações dos mais de 5 mil médicos, está a recente mudança na nomenclatura da categoria de perito médico da Previdência Social para médico perito previdenciário. Segundo a associação, a mudança permitirá que assumam a função médicos que não fizeram concurso, inclusive os terceirizados.

AondeNamoro.com! Totalmente Gratuito!


Segundo os manifestantes, outro problema é a gratificação para os peritos. Essa gratificação corresponde a 50% dos vencimentos e passa a ser incorporada a partir de 60 meses de exercício da função. Quando houve a mudança da nomenclatura, quem tinha, por exemplo, 55 meses de exercício, ficou prejudicado, já que precisará reiniciar a contagem de tempo.

Os peritos também reclamam da produtividade, já que passou a ser atrelada ao tempo de espera do segurado para ser atendido. Os médicos alegam que é impossível comparar o atendimento em capitais como São Paulo com o serviço no interior do Acre.

Segundo comunicado do Ministério da Previdência Social foram tomadas todas as providências para garantir que os efeitos da paralisação sejam os menores possíveis. O trabalhador que tem atendimento marcado para hoje (17) e não for atendido poderá remarcar para a data mais próxima, por telefone, no número 135.

O INSS lembra que a paralisação deve afetar apenas a perícia médica. Todos os outros serviços oferecidos nas Agências da Previdência Social funcionarão normalmente.

Brasileiro “Última Parada 174" disputará uma das vagas de filme estrangeiro no Oscar 2009

O filme Última Parada 174, do cineasta Bruno Barreto, foi selecionado hoje (16) pelo Ministério da Cultura e vai disputar com produções de outros países uma das cinco vagas para concorrer ao título de Melhor Filme em Língua Estrangeira no Oscar 2009. O anúncio foi feito pelo secretário do Audiovisual do Minc, Silvio Da-Rin.

No Brasil, o filme estréia durante o Festival do Rio, que começa no próximo dia 25. Um dos requisitos para a seleção é que os filmes tenham sido lançados no país entre 1º de outubro de 2007 e 30 de setembro deste ano.



Os filmes que irão concorrer ao Oscar serão anunciados em 22 de janeiro de 2009. A premiação está prevista para fevereiro. As informações são da ABr.
Topo

Jovem que participou do espancamento de empregada doméstica continuará preso

Julio Junqueira Ferreira, um dos cinco jovens de classe média alta do Rio de Janeiro que espancaram uma empregada doméstica no Rio de Janeiro (RJ), vai continuar preso. A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por maioria, negou o habeas-corpus impetrado pela defesa do universitário, que pedia que ele aguardasse o julgamento da apelação em liberdade.

Segundo dados, ele foi condenado à pena de seis anos e oito meses de reclusão em regime inicial semi-aberto e ao pagamento de 60 dias-multa, à razão de dois salários mínimos, seguindo o Código Penal. O jovem teve negado também o direito de apelar em liberdade.

Na madrugada do dia 23 de junho de 2007, ele e mais quatro estudantes agrediram, com chutes na cabeça, a empregada doméstica Sirley Dias. Ela aguardava o ônibus a fim de voltar para casa. Os jovens também roubaram a sua bolsa. Ao serem presos, eles disseram ter confundido a mulher com uma prostituta. O crime foi testemunhado por um taxista que anotou a placa do carro de um dos rapazes, o que ocasionou a prisão dos agressores.



A defesa do jovem recorreu ao STJ alegando que a prisão do estudante não mais subsiste para a conveniência da instrução criminal, uma vez que esta já terminou. Argumentou, ainda, que a sentença, ao afastar a alegação de que ele teria cometido outros crimes na noite dos fatos, esvaziou o fundamento da prisão como garantia da ordem pública. Por fim, sustentou que a decisão que gerou a prisão temporária em preventiva “sequer citou o nome do paciente”, sendo “vaga e genérica, carecendo de individualização e de fundamentação em requisitos concretos e idôneos”.

Em sua decisão, o relator ministro Og Fernandes destacou que o ato criminoso provocou comoção social em todo o país, sendo noticiado, à época, por vários meios de comunicação, deixando intranqüilos os cidadãos, até mesmo em face da sua crueldade e futilidade. De acordo com o ministro, o crime revelou a acentuada periculosidade do jovem. Assim, as particularidades atinentes ao modo pelo qual o ato foi praticado revelam que a custódia cautelar está suficientemente justificada, bem como sua manutenção após a edição da sentença condenatória.

Quanto à alegação de que a prisão não mais deveria subsistir pelo fato de já estar finda a instrução criminal, o ministro Og Fernandes ressaltou que este argumento não merece prosperar, pois a manutenção no cárcere é um dos efeitos da condenação do réu que assim permaneceu durante o processo. Para ele, se o estudante ficou preso durante toda a instrução criminal e não há, nos autos, fato novo capaz de modificar a fundamentação do Tribunal de origem para a negativa de liberdade provisória, a argumentação da defesa carece de plausibilidade.

Por fim, o ministro observou que não cabe a esta Corte verificar a discussão de teses que demandem o aprofundado exame de provas, sendo seu mister apenas a verificação da legalidade dos atos processuais e da produção das provas, extinguindo as nulidades e irregularidades porventura ocorridas. Segundo ele, a análise detalhada das provas colhidas deve ser realizada pelo primeiro e segundo grau de jurisdição durante a ação penal.

Região Sudeste gera 42% dos empregos com carteira assinada do Brasil em agosto

"A economia brasileira está crescendo em todas as regiões do país, em todos os setores da economia", disse o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, esta segunda-feira (15) em coletiva de divulgação dos dados de agosto do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Destacaram-se as regiões Sudeste, em números absolutos, e o Nordeste, na variação relativa.

Em todo país, foram gerados 239.123 (+0,78%) empregos com carteira assinada no mês de agosto, o maior saldo da série histórica do Caged. Sudeste foi o grande responsável pelo crescimento com 124.447 vagas com carteira assinada, alta de +0,73% em relação ao estoque do mês anterior. O desempenho da região foi responsável por mais de 42% do resultado de todo o Brasil.

Assessoria Jurídica


Nordeste vem logo em seguinda, com 54.311 novos empregos e apresenta a maior taxa de crescimento do mês dentre as grandes regiões: 1,27%. A Região Sul registrou 31.660 postos (+0,56%) e o Centro-Oeste +15.761 (+ 0,72%). O Norte ficou em quarto lugar na criação de empregos com 12.944 postos e sua variação relativa foi a segunda do país (+1,03%).

"Esse resultado se deve, primeiro, à força da economia brasileira, que está crescendo em todas as regiões do país, em todos os setores da economia. Isso é uma demonstração inequívoca de que o crescimento do Brasil veio pra ficar", afirmou o ministro Lupi.

De janeiro a agosto deste ano, o país gerou 1.803.729 (+6,23%) empregos formais. No ranking por regiões do acumulado dos oito primeiros meses, o Sudeste continua em primeiro com 1.151.660 empregos gerados (+ 7,14%); seguido do Sul 304.827 (+ 5,67%); Centro-oeste 168.284 (8,32%), apresentando a maior variação relativa do período; Nordeste 122.134 (+2,89%) e Norte 56.824 (+4,7%).

Limeira vira palco do primeiro Festival Paulista de Circo

A Secretaria da Cultura, em parceria com a Prefeitura e Secretaria de Cultura de Limeira, Cooperativa Paulista de Circo, realiza, de 17 a 21 de setembro, o primeiro Festival Paulista de Circo. O Festival acontece em frente ao Parque Cidade de Limeira, na Via Antonio Cruanes Filho, s/n°, com atividades gratuitas e para todas as idades, sempre das 10h às 20h.

Espetáculos de Circo Tradicional, Circo Contemporâneo e Circo Teatro serão apresentados por grupos, trupes e artistas independentes em quatro lonas nomeadas Piolin, Arrelia, Pimentinha e Carequinha – em homenagem aos grandes palhaços da história do circo brasileiro –, um Trapézio aberto para números aéreos e Globo da Morte, em um espaço total de 30 mil m2.

“Nossa proposta é levar ao público de todo o estado a diversidade de linguagens do circo atual, muitas vezes restrita à capital, e também resgatar a tradição de uma arte tão antiga e humana. Limeira tem uma localização estratégica e, assim, o público de várias outras cidades vizinhas, como Piracicaba, Santa Bárbara d'Oeste, Jaguariúna e Campinas, poderão acompanhar as atividades do Festival”, afirma André Sturm, Coordenador da Unidade de Fomento e Difusão de Produção Cultural (UFDPC), responsável pelo Festival.



A programação do Festival traz grandes espetáculos, números de rua, brincadeiras e atividades de formação profissional por meio de palestras, workshops e oficinas. Haverá também espetáculos noturnos especiais para jovens e adultos, como o Jogando no Quintal, no dia 19/9, às 21h, e o TrixMix Cabaret, no dia 20/9, às 22h. Todas as atividades são abertas ao público.

Segundo Sturm, “o Festival vai proporcionar, além de diversão geral, o intercâmbio entre diferentes grupos circenses da capital e de outras cidades do Estado, possibilitando a troca de experiências e formação profissional de artistas mais jovens”.

Confira aqui a programação

Serviço

Festival Paulista de Circo 2008
Data: 17 a 21 de setembro
Local: Parque “Cidade de Limeira” – Via Antonio Cruanes Filho, s/n° - Limeira/SP (150 km de São Paulo)
Ingressos: Toda a programação é gratuita (retirada das entradas na Bilheteria do Festival com uma hora de antecedência)

Da Secretaria da Cultura

Ipea abre 80 vagas de nível superior

Agência FAPESP

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) abriu um concurso para preencher 80 vagas de nível superior: oito para analista de sistemas, dez para técnico de desenvolvimento e administração e 62 para técnico de planejamento e pesquisa. As inscrições poderão ser feitas até o dia 8 de outubro.

Os salários iniciais variam de R$ 8.501,05, para analista de sistemas e técnico de desenvolvimento, a R$ 10.905,76, para técnico de planejamento e pesquisa.



As provas para a seleção serão realizadas no dia 16 de novembro. Para os cargos de analista de sistemas e técnico de desenvolvimento administração, as provas serão aplicadas exclusivamente em Brasília. Para o cargo de técnico de planejamento e pesquisa, haverá provas simultaneamente em Brasília, Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

A seleção consistirá em provas objetivas, prova discursiva (exceto para o cargo de técnico de desenvolvimento e administração), prova prática de revisão de texto (somente para o cargo de técnico de desenvolvimento e administração), prova oral (somente para o cargo de técnico de planejamento e pesquisa) e prova de avaliação de títulos (somente para os cargos de analista de sistemas e de técnico de desenvolvimento e administração).

Mais informações: www.ipea.gov.br