setembro 13, 2008

Congresso português aprova negociação com a Embraer

Do site do governo português
O Conselho de Ministros de 11 de Setembro aprovou dois contratos de investimento com a terceira maior empresa de construção aeronáutica do mundo, a brasileira Embraer, para construção de duas fábricas: uma de conjuntos em materiais compósitos (ex: caudas e seus componentes); a outra, de estruturas aeronáuticas metálicas em ligas de alumínio, aço e titânio (ex: asas e suas componentes).
Estes dois centros de excelência, que foram anunciados a 26 de Julho, servirão de «âncoras» num sector estratégico para a economia nacional, reconhecido pelo seu elevado investimento em desenvolvimento de novas tecnologias e pelo seu efeito disseminador de conhecimento e práticas de excelência. O investimento é de 170 milhões de euros e vai criar 569 empregos directos em Évora.