setembro 10, 2008

Empresa comunica recall de veículos Chrysler 300C

A CJD do Brasil Comércio de Veículos Ltda. convocou, em 10 de setembro, os proprietários dos veículos Chrysler 300C, ano/modelo 2008, abaixo identificados, a contatarem uma Concessionária da marca para inspeção das porcas dos cubos do eixo motriz e, se necessário, substituição sem custo.
Assessoria Jurídica


IDENTIFICAÇÃO
Modelos 300C e 300C Touring ano/modelo 2008
Nº DE SÉRIE DOS CHASSIS
(não seqüenciais)
1C3H8E3G78Y118730 a 1C3H8E3G68Y121750

No comunicado, a empresa informa que as porcas dos cubos do eixo motriz correm o risco de se soltar o que, conseqüentemente, poderá causar perda de potência e acidentes sem aviso.

A Fundação Procon-SP entende que por se tratar de possibilidade de acidente com risco à saúde e segurança dos usuários do veículo e de terceiros, o atendimento deve ser de imediato. Atenção: o recall envolve os modelos adquiridos da concessionária ou de pessoa física. Se o consumidor tiver qualquer dificuldade para efetuar o reparo/substituição, deve procurar um órgão de defesa do consumidor.

O Procon-SP orienta os consumidores sobre seus direitos e acompanha atentamente convocações desse tipo, como procedimento incorporado à sua dinâmica de trabalho. A empresa deverá apresentar os esclarecimentos que se fizerem necessários, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, inclusive com informações claras e precisas sobre os riscos para o consumidor.

O que diz a lei

O Código de Defesa do Consumidor, em seu artigo 10, estabelece que: “O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança.

§ 1º O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo, tiver conhecimento da periculosidade que apresentem, deverá comunicar o fato imediatamente às autoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários.

Outra questão importante, que deve ser observada pelos consumidores, refere-se à exigência do comprovante de que o serviço foi efetuado, documento que para sua segurança deverá ser conservado e repassado adiante, em caso de venda. Caso tenha sido comercializado mais de uma vez, o atual proprietário terá o mesmo direito ao reparo gratuito.

Os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito apontado poderão solicitar, por meio do Judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos.

Caso o consumidor encontre dificuldade em efetuar os devidos reparos (falta de peças, demora na conclusão dos serviços, etc.) poderá procurar ajuda - ou efetuar reclamação - da Fundação Procon-SP, que atende pessoalmente nos postos do Poupatempo (Sé - Pça. do Carmo, s/n; Santo Amaro - R. Amador Bueno, 176/258; ou Itaquera - ao lado do Metrô Itaquera), por carta (Caixa postal 3050 - CEP 01061-970 - SP-SP), por fax (0xx11. 3824-0717) e pelo telefone 151 (somente orientações)

Para obter informações sobre reclamações contra fornecedores o telefone é o 0xx11. 3824-0446.

Do Procon-SP

MinC divulga os filmes que concorrem a uma vaga no Oscar

O Ministério da Cultura divulgou nesta terça-feira (9) o nome dos 14 longa-metragens inscritos para concorrer a uma indicação ao Oscar 2009 na categoria de melhor filme em língua estrangeira. O prazo para inscrições havia se encerrado nesta segunda.



Os seis membros da comissão que indicará o longa brasileiro para concorrer à seleção internacional são os profissionais de audiovisual Antonio Alfredo Torres Bandeira, Cleber Eduardo Miranda dos Santos, Silvia Maria Sachs Rabello, Maria Dora Genis Mourão, Giba Assis Brasil e Paulo Sérgio Almeida. O secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Silvio Da-Rin, preside a comissão.

A escolha da comissão será divulgada no dia 16 de setembro, no Rio de Janeiro. Em seguida, o nome será enviado aos organizadores do Oscar, que então selecionarão os cinco indicados dentre títulos vindos de mais de 90 países. A cerimônia de entrega do Oscar 2009 acontece no mês de fevereiro.

Veja abaixo a lista de inscritos em ordem alfabética:

- “A casa de Alice”, de Chico Teixera

- “A Via Láctea”, de Lina Chamie

- “Chega de saudade”, de Laís Bodanski

- “Era uma vez”, de Breno Silveira

- “Estômago”, de Marcos Jorge

- “Meu nome não é Johnny”, de Mauro Lima

- “Mutum”, de Sandra Kogut

- “Nossa vida não cabe num Opala”, de Reinaldo Pinheiro

- “Olho de boi”, de Hermano Penna

- “Onde andará Dulce Veiga?”, de Guilherme de Almeida Prado

- “O passado”, de Hector Babenco

- “Os desafinados”, de Walter Lima Júnior

- “O signo da cidade”, de Carlos Alberto Riccelli

- “Última parada 174″, de Bruno Barreto

Filho poderá receber pensão até os 24 anos se for estudante

Os filhos com até 24 anos que ainda sejam estudantes do ensino superior ou técnico poderão ter direito a pensão por morte dos pais, conforme proposta aprovada nesta quarta-feira (10) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A matéria segue para exame da Comissão de Assuntos Sociais (CAS), para votação em decisão terminativa.

De autoria do senador Expedito Júnior (PR-RO), o projeto (PLS 49/08) recebeu parecer favorável do relator, senador Virgínio de Carvalho (PSC-SE), com emenda. Na justificação da matéria, Expedito Júnior lembra que os filhos, ao completarem 21 anos, perdem o direito à pensão dos pais, de acordo com a legislação atual. Com o projeto, ressalta o senador por Rondônia, os jovens estudantes entre 21 anos e 24 anos poderão manter o direito à pensão e, com isso, a oportunidade de conclusão dos estudos.



Para assegurar o benefício, a proposta altera a lei que estabelece o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos da União (Lei 8.112/90) e a lei que define os Planos de Benefícios da Previdência Social (Lei 8.213/91). Conforme explicação do relator, a emenda apresentada ao texto buscou conferir "caráter autorizativo ao Poder Executivo" para a proteção pretendida a dependente de servidor público que atenda às condições previstas no projeto.

90% dos paulistas são a favor de banir cigarro dos espaços fechados

Noventa por cento dos paulistas são favoráveis a proibir o fumo em ambientes fechados de uso coletivo, conforme projeto enviado pelo governador José Serra à Assembléia Legislativa. É o que aponta pesquisa telefônica encomendada pelo governo do Estado de São Paulo ao Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe).

Entre os dias 4 e 5 de setembro foram ouvidas 1.000 pessoas a partir de 16 anos de idade, com graus de instrução e renda familiar diferentes. Desse total, 79% informaram terem tomado conhecimento de que o governo paulista propôs uma lei que veta o fumo em qualquer local fechado, com exceção da residência das pessoas.

Entre os próprios fumantes o apoio foi expressivo: 78% se disseram favoráveis ao projeto. Já entre os ex-fumantes o apoio foi de 88% e, entre os não fumantes, de 94%. Dos fumantes, 84% apóiam a proibição do fumo em restaurantes e nos escritórios, 81% nos estabelecimentos comerciais e 47% nos bares e boates.



Para 91% de todos os entrevistados, o consumo de cigarros e outros derivados do tabaco devem ser proibidos em restaurantes e nos escritórios. Noventa por cento são favoráveis a vetar o fumo em estabelecimentos comerciais, e 75% nos bares e boates.

A pesquisa apontou ainda que 75% dos entrevistados acreditam que o projeto de lei enviado pelo governador tem como objetivo melhorar a qualidade dos ambientes para os não fumantes. Para 54% das pessoas a proposta se trata de uma boa novidade, e apenas 8% disseram que a iniciativa é uma arbitrariedade do governo.

Pela proposta, o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos ou qualquer outro produto fumígeno não será permitido em bares, restaurantes, hotéis, ambientes de trabalho, estudo, culto religioso, lazer, esporte e entretenimento, além de áreas comuns de condomínios, casas de espetáculos, teatros, cinemas, pousadas, centros comerciais, bancos, supermercados, açougues, padarias, farmácias, drogarias, repartições públicas, instituições de saúde, escolas, museus, bibliotecas, espaços de exposições, veículos de transporte coletivo, viaturas oficiais e táxis.

Em todos esses locais deverão ser afixados avisos sobre a proibição, além dos telefones e endereços dos órgãos de vigilância sanitária e de defesa do consumidor. Os responsáveis pelos estabelecimentos deverão advertir os infratores e, na insistência das pessoas, pedir que saiam do local, chamando até mesmo a polícia, se necessário.

O projeto prevê que qualquer pessoa poderá denunciar à Vigilância Sanitária ou ao Procon os locais onde a lei não for respeitada. Quem descumprir a legislação estará sujeito às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor, que incluem desde multa até a cassação da licença do estabelecimento, além de autuações por parte da Vigilância Sanitária.

Somente serão excluídos da legislação os locais de culto religioso onde o fumo faça parte do ritual, instituições de saúde que tenham pacientes autorizados a fumar pelo médico responsável, vias públicas, residências e estabelecimentos exclusivamente destinados ao consumo de produtos fumígenos, como charuterias, por exemplo.

“Esta lei será um grande salto de qualidade na prevenção de problemas de saúde relacionados ao tabaco e do fumo passivo, que também expõe aos riscos os não fumantes que inalam a fumaça dos cigarros”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.

Da Secretaria de Estado da Saúde

Sancionada lei que aumenta período da licença-maternidade para seis meses

Publicada no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (10), a lei 11.770, que cria o Programa Empresa Cidadã, destinado à prorrogação da licença-maternidade mediante concessão de incentivo fiscal.

De acordo com o programa do Governo Federal, a licença-maternidade terá prorrogação de 60 dias, desde que a empregada a requeira até o final do primeiro mês após o parto, o tempo também é válido, na mesma proporção, à empregada que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança.

O aumento de 120 para 180 dias é facultativo, ou seja, a empresa só adere se quiser. Atualmente, os quatro meses de licença são pagos pela Previdência Social. Com a nova lei, os dois meses adicionais serão pagos pela própria empresa, que, através do Empresa Cidadã, teria o valor descontado em seu Imposto de Renda. Na prática, a companhia não terá custos.

AondeNamoro.com! Totalmente Gratuito!


A lei garante à trabalhadora o direito à remuneração integral, paga pelo regime geral de previdência social, durante o período adicional de licença, mas a proíbe de exercer qualquer atividade remunerada e de manter a criança em creche ou organização similar.

As empresas que fizerem adesão ao Programa Empresa Cidadã poderão deduzir de seu imposto o total da remuneração integral da empregada pago nos 60 dias de prorrogação da licença-maternidade.

Para as servidoras públicas, a mudança entra imediatamente em vigor. Entretanto para as funcionárias de empresas privadas, a prorrogação da licença só vale a partir de 2010 e, por ser opcional, necessita ser negociada com o patrão.

Adventure Sports Fair 2008 mostra os novos caminhos do turismo paulista

As Secretarias do Meio Ambiente (SMA), dos Esportes, Lazer e Turismo (Selt) e a Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades (Sutaco), da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (Sert) marcaram presença na Adventure Sports Fair 2008, considerada o maior evento de turismo de aventura da América Latina. A feira foi realizada de 4 a 7 de setembro, no Centro de Exposições Imigrantes, na capital paulista.

Nos estandes das três instituições, os visitantes conheceram o potencial turístico e artístico do Estado de São Paulo. No estande da Secretaria de Turismo, por exemplo, entraram em contato com o novo roteiro Caminho das Flores e Frutas, além dos tradicionais roteiros de turismo de aventura, sol e praia, rural e cultural, como o Circuito das Águas Paulistas; Chapada Guarani; Circuito Litoral Norte Paulista; Circuito das Frutas; Circuito da Mantiqueira; Rota Caminhos da Liberdade, entre outros.
Empregos Manager Online


Idealizado pela estância de turismo de Paranapanema, o novo roteiro é voltado para caminhadas, pelas quais o turista observará canteiros, estufas e plantações, com o aroma das flores e a paz do campo. O roteiro é realizado no distrito de Campos de Holambra, nacionalmente conhecida pela produção de flores (especialmente azaléias, gérberas, violetas e crisântemos) e frutas de clima temperado (pêssegos, ameixas, nectarinas e maçãs). Fundada em 1960 por imigrantes holandeses, o nome Holambra vem das junções HOL: Holanda, AM: América e BRA-Brasil. Até 2007, era conhecida como Holambra II – Bairro da Estância Turística de Paranapanema. A comunidade foi elevada a distrito em 2008, com o nome de Campos de Holambra, em homenagem à produção agrícola, destaque da economia do município.

“São sete caminhos diferentes, com diversos níveis de dificuldade e extensão variando de 4 a 14 quilômetros, que podem ser combinados, passando por campos de flores ou por dentro de estufas de violetas,” explica o administrador da Secretaria Municipal de Paranapanema.

Petrus Joseph Wagemaker, da Saty Turismo (empresa participante do projeto), informa que “o visitante pode, ainda, realizar só um caminho para quem está de passagem ou estender o prazo por alguns dias, já que o roteiro oferece estrutura de hotéis e permite acampamento”.

Parceria sustentável – No primeiro dia da décima edição Adventure Sports Fair, as secretarias do Meio Ambiente e do Turismo assinaram Termo de cooperação técnica de políticas públicas para o desenvolvimento do ecoturismo no Estado de São Paulo. As duas pastas são áreas independentes, mas estão unidas no aspecto da sustentabilidade.

O objetivo do termo é compartilhar informações, estudos, experiências, ações e projetos para o bem-estar da população do entorno das Unidades de Conservação.

De acordo com a SMA, está na hora de colocar em prática os projetos que vêm sendo desenvolvidos. O Projeto Trilhas de São Paulo é um exemplo. Lançado oficialmente no mês passado, o Trilhas foi apresentado para o público na Adventure Sports Fair 2008. Os visitantes conheceram o Passaporte para as Trilhas de São Paulo. No total são 40 distribuídas em 19 Unidades de Conservação do Estado. Classificadas em níveis baixo, médio e alto, as 40 trilhas estão mapeadas num caderno de bolso similar a um passaporte, com informações sobre os parques, mapas e rotas. Como em todo passaporte, há espaço para carimbar cada trilha percorrida. O visitante que percorrer todas as etapas ganhará um brinde da Fundação Florestal, órgão vinculado à SMA.

A Secretaria Estadual de Turismo salienta que outro aspecto importante é a regionalização dos pólos turísticos do Estado de São Paulo. Com ela, os diversos agentes que compõem a rede turística (hotéis, restaurantes, etc.) podem trabalhar sincronizados e quem acaba ganhando é o visitante.

Com a regionalização foram identificados 45 roteiros turísticos. Na Adventure Sports Fair 2008 foram apresentados dez diretamente ligados ao turismo de aventura.

De acordo com a Selt, o grande desafio é diminuir a evasão de turistas do Estado, oferecendo opções de segmentos para executivos que vem à cidade a negócios, por exemplo. Dados da instituição revelam que a capital paulista é a maior emissora de turistas, principalmente para Campos do Jordão (90% dos paulistas), litoral e Barretos (Festa de Peão). Outro ponto relevante é que o turismo rural de São Paulo é o mais importante do País e abrange diversos segmentos (histórico, frutas, flores e frutas).

Artesanato – A Sutaco compareceu pela primeira vez na Adventure Sports Fairs 2008. “É uma maneira de os visitantes conhecerem o rico artesanato produzido no Estado de São Paulo, muitas vezes, em municípios bem próximos da capital paulista”, informa Valdir Madazio, superintendente da Sutaco. No estande, o visitante pode observar e comprar obras diferenciadas como as confeccionadas pela artesã Ana Júlia Romão, de Sarapuí, que a partir de morros de cupim esculpiu galinhas d’angola, ou de Expedito Antônio da Silva, que aos 91 anos esculpe em cobre.

Roteiros do Caminho das Flores e Frutas
Caminho Primavera e Cabanha – Passa por produção de flores a céu aberto e criação de ovelhas e cavalos, com percurso de aproximadamente dez quilômetros

Caminho das Azaléias – Com cerca de nove quilômetros de percurso, o atrativo principal deste caminho é a produção de azaléias em grande escala

Caminho Fruti-Flor – Visita à produção de frutas de clima temperado: pêssegos, ameixas, nectarinas e maçãs. O caminho (em torno de 7 quilômetros) também passa pela produção de gérberas de corte

Caminho De Quay – Produção de frutas: caqui, goiaba, pêssego, nectarina e instalações de classificação e embalagem de frutas. Este caminho é continuidade do Caminho Fruti-Flor e do Caminho das Violetas

Caminho Serra da Prata – Caminho com produção de flores, cereais, algodão, frutas como lixia e goiaba. Tem aproximadamente 14 quilômetros

Caminho Sapê – Produção de frutas e flores E pode ser feito em continuação ao Caminho Fruti-Flor ou Caminho das Violetas

Caminho das Violetas – Passa por produção de flores com cerca de 80 mil metros quadrados de área coberta (estufas) e outro tanto de produção a céu aberto. Percurso de aproximadamente 12 quilômetros
(Fonte: Saty Turismo)

Da Agência Imprensa Oficial

Programa Escola da Família oferece mais de 4,5 mil vagas para monitores

A Secretaria de Estado da Educação recebe até sexta-feira, 12, inscrições de interessados em disputar uma das 4.514 vagas destinadas ao Programa Escola da Família. Os novos integrantes iniciarão atividades no dia 4 de outubro. Os participantes do programa têm a função de trabalhar nas escolas estaduais nos fins de semana. Em troca, recebem bolsa integral para seus estudos em instituições privadas de nível superior. O governo do Estado paga 50% da mensalidade, com teto de R$ 267, e a faculdade completa o restante.

Essas novas vagas foram motivadas pela graduação ou saída de universitários que atuavam na iniciativa, além da existência de vagas remanescentes. No site do Programa Escola da Família, o candidato pode verificar a quantidade de vagas de sua instituição de ensino.Os candidatos precisam ser concluintes do ensino médio na rede pública paulista (estadual ou municipal); estar matriculados em curso de graduação de uma das 242 instituições de ensino conveniadas com a Secretaria da Educação e não receber outro benefício para custeio da mensalidade do curso superior.

O programa transforma escolas estaduais em centros de convivência, nos fins de semana, com atividades esportivas, culturais, relacionadas à saúde e ao trabalho. Os universitários serão monitores para atividades de dança, música, ações de prevenção à saúde, cursos de informática, idiomas e cerâmica, entre outras.

Instituições participantes

• Faculdades
Adamantinenses Integradas • Alfa • Anchieta • Associada Brasil • Autônoma de Direito • Bandeirantes • Bandeirantes de Educação Superior • Barretos • Bertioga • Birigüi • Brasileira de Recursos Humanos • Brasília de São Paulo • Campo Limpo Paulista • Carlos Drummond de Andrade • Cenecista de Capivari • da Alta Paulista • da Fundação Educacional Araçatuba • da Fundação de Ensino de Mococa • das Américas • de Administração, Ciências Econômicas e Contábeis de Guaratinguetá • de Administração de Diadema • de Administração de Limeira • de Administração do Centro Educacional de Santos • de Administração e Ciências Contábeis de São Roque • de Administração e Negócios de Monte Alto • de Agronomia e Engenharia Florestal de Garça • de Agudos • de Arujá • de Auriflama • de Biblioteconomia e Ciência da Informação • de Ciências Contábeis de Lucélia • de Ciências de Guarulhos • de Ciências e Letras • de Ciências e Letras de Araras • de Ciências Econômicas e Administrativas Santa Rita de Cássia • de Ciências Gerenciais de Dracena • de Ciências Gerenciais de Itanhaém • de Ciências Humanas do Vale do Rio Grande • de Ciências Sociais Aplicadas de Atibaia • de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva • de Comunicação Social de Hortolândia • de Direito da Alta Paulista • de Direito de Franca • de Direito de Itu • de Dracena • de Educação, Ciências e Artes Dom Bosco de Monte Aprazível • de Educação de Atibaia • de Educação de Guaratinguetá • de Educação de Osvaldo Cruz • de Educação e Ciências Gerenciais de Indaiatuba • de Educação e Ciências Gerenciais de São Paulo • de Educação e Ciências Gerenciais de Sumaré • de Educação e Cultura Montessori • de Educação São Luís • de Educação Thereza Porto Marques• de Engenharia de Sorocaba • de Filosofia, Ciências e Letras de Ituverava • de Filosofia, Ciências e Letras de Presidente Venceslau • de Filosofia, Ciências e Letras de Catanduva • de Filosofia, Ciências e Letras de Piraju • de Filosofia, Ciências e Letras de São José do Rio Pardo • de Guararapes • de Itápolis (Facita) • de Jaguariúna • de José Bonifácio • de Mirandópolis • de Orlândia • de Pedagogia de Vargem Grande Paulista • de Pindamonhangaba • de Presidente Epitácio (Fape) • de Presidente Prudente • de São Bernardo do Campo (Fasb) • de Saúde São Paulo • de Sertãozinho • de Tecnologia das Américas • de Tecnologia de São Vicente • de Tecnologia Flamingo • de Tecnologia Ipep de Campinas • de Tecnologia Ipep de São Paulo • de Tecnologia Radial • de Tecnologia Thereza Porto Marques • de Tecnologia Uirapuru • Tecnológica Estácio de Sá de Ourinhos • de Tupi Paulista • Dehoniana • Diadema • do Guarujá • do Litoral Sul • do Litoral Sul Paulista • Editora Nacional • Eniac • Estácio de Sá de Ourinhos • Euro-Panamericana de Humanidades e Tecnologias • Evolução • Fernão Dias • Flamingo • Gennari e Peartree • Guaianás • Hoyler de Letras • Idepe • Iesa • Impacta de Tecnologia da Informação (Fiti) • Integração • Integradas Campos Salles • Integradas Claretianas • Integradas Coração de Jesus • Integradas de Araraquara • Integradas de Bauru • Integradas de Ciências Humanas, Saúde e Educação de Guarulhos • Integradas de Fernandópolis • Integradas de Itapetininga • Integradas de Itararé • Integradas de Jahu • Integradas de Ourinhos • Integradas de Santa Fé do Sul • Integradas de Santo André (Fefisa) • Integradas do Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa • Integradas do Vale do Ribeira • Integradas Fafibe • Integradas Feob (Fifeob) • Integradas Hebraico Brasileiras Renascença • Integradas Paulista • Integradas Paulista • Integradas Regionais de Avaré • Integradas Rui Barbosa • Integradas Stella Maris de Andradina • Integradas Teresa D’Ávila • Integradas Toledo • Integradas Torricelli • Integral Cantareira • Interlagos de Educação e Cultura • Ítalo-Brasileira • Joana D’Arc • Magister • Marechal Rondon • Max Planck • Metropolitana de Caieiras • Montessori de Ibiúna • Mozarteum de São Paulo • Network • Orígenes Lessa • Paulista de Administração e Ciências Contábeis de Hortolândia • Paulista de Educação e Comunicação • Paulista de Serviço Social • Paulista de Serviço Social de São Caetano do Sul • Politécnica de Campinas • Pontal do Paranapanema • Presidente Venceslau • Prudente de Moraes • Radial Jabaquara • Radial São Paulo • Ranchariense • Salesiana Dom Bosco de Piracicaba • Santa Giulia • Santa Rita • São Sebastião • Sudoeste Paulista • Sumaré • Taboão da Serra • União

• Universidades
Anhembi/Morumbi • Bandeirante de São Paulo • Braz Cubas • Camilo Castelo Branco • Católica de Santos • Cruzeiro do Sul • de Franca • de Ribeirão Preto • de Sorocaba • do Grande ABC • do Oeste Paulista • do Sagrado Coração • do Vale do Paraíba • Ibirapuera • Paulista • Presbiteriana Mackenzie • Santa Cecília • São Francisco • São Judas Tadeu

• Institutos
De Ensino Superior COC • de Ensino Superior de Bauru • de Ensino Superior de Cotia • de Ensino Superior de Garça • de Ensino Superior Thathi • Japi de Ensino Superior • Manchester Paulista de Ensino Superior • Municipal de Ensino Superior de Assis • Municipal de Ensino Superior de São Manuel • Superior de Ciências Aplicadas (Isca) • Superior de Educação Alvorada Plus • Superior de Educação de Garça • Superior de Educação de Ibiúna • Superior de Educação de Junqueirópolis • Superior de Educação de São Paulo/Singularidades • Superior de Educação de Tupã • Superior de Educação de Tupi Paulista • Superior de Educação Orígenes Lessa • Superior de Educação Ranchariense • Superior de Educação Santa Marina • Superior de Educação Uirapuru • Taquaritinguense de Ensino Superior Dr. Aristides de Carvalho Schlobach

• Outros
Academia de Ensino Superior • Associação Educacional Toledo • Centro de Educação Tecnológica Carlos Drummond de Andrade • Centro de Educação Tecnológica da Alta Paulista • Centro de Educação Tecnológica de Rio Claro • Centro de Educação Tecnológica do Vale do Ribeira • Centro de Educação Tecnológica em Hotelaria, Gastronomia e Turismo de São Paulo • Centro de Educação Tecnológica João XXIII • Centro de Educação Tecnológica Thereza Porto Marques • Centro Universitário Álvares Penteado • Centro Universitário Amparense (Unifia) • Centro Universitário Barão de Mauá • Centro Universitário Central Paulista • Centro Universitário Claretiano • Centro Universitário da FEI • Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino • Centro Universitário de Lins • Centro Universitário de Rio Preto • Centro Universitário de Santo André • Centro Universitário de Votuporanga • Centro Universitário Eurípedes de Marília • Centro Universitário Lusíada • Centro Universitário Módulo • Centro Universitário Nove de Julho • Centro Universitário Salesiano Auxilium (Araçatuba) • Centro Universitário Salesiano Auxilium (Lins) • Centro Universitário Paulistano (UniPaulistana) • Escola de Sociologia e Política de São Paulo • Escola Superior de Administração e Gestão • Escola Superior de Administração e Marketing e Comunicação de Campinas • Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Sorocaba • Escola Superior de Educação Física da Alta Paulista • Escola Superior de Educação Física de Cruzeiro • Escola Superior de Educação Física e Desportos de Catanduva • Escola Superior de Tecnologia e Educação de Porto Ferreira • Escola Superior de Tecnologia e Educação de Rio Claro • Etep – Faculdades • Pontifícia Universidade Católica de Campinas (Puccamp) • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC) • UNI – Facef • Unijales – Centro Universitário de Jales

SERVIÇO
Inscrições até 12, no site www.escoladafamilia.sp.gov.br

Da Secretaria da Educação

Economia brasileira cresce 6% no primeiro semestre

Da Agência Brasil

A economia brasileira cresceu 6% no primeiro semestre de 2008, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Em relação ao segundo trimestre do ano anterior, o Produto Interno Bruto (PIB) avançou 6,1%.

O crescimento de 6% verificado no primeiro semestre é o maior nesse tipo de comparação desde 2004. No período, a indústria cresceu 6,3%, o setor de serviços, 5,3% e a agropecuária, 5,2%.


Em valores, o PIB do segundo trimestre alcançou R$ 716,9 bilhões, o que representou ainda um crescimento de 1,6% no trimestre, em relação ao mesmo período imediatamente anterior.

Os dados foram divulgados há pouco pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O crescimento do PIB foi puxado pelo setor agropecuário, que avançou no segundo trimestre 3,8%. Os outros destaques são serviços (1,3%) e indústria (0,9%).

Saúde e Educação orientam 2,5 milhões de estudantes para o combate à dengue

As secretarias de Estado da Educação e da Saúde lançaram ofensiva contra a dengue que pretende atingir cerca de 2,5 milhões de estudantes. Os alunos de escolas estaduais de 55 cidades – aquelas com maior incidência de casos – serão orientados para o combate à doença. As informações serão dadas a partir deste mês, antes do verão, período que costuma registrar aumento do número de casos.

O objetivo é aproveitar o período de baixa incidência da doença para adotar ações de prevenção e de bloqueio em todo o Estado de São Paulo. Técnicos da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), órgão da Saúde, irão a todas as Diretorias de Ensino que abrangem as 55 cidades e capacitarão seus integrantes, que em seguida visitarão as escolas. A Saúde estadual mantém um comitê de mobilização contra a dengue, que inclui a Secretaria da Educação.



Municípios participantes

Cidade Nº de alunos



Americana 20.456

Andradina 4.811

Aparecida 3.013

Araçatuba 13.413

Araraquara 19.699

Araras 10.931

Assis 7.450

Barretos 7.967

Barueri 8.824

Bauru 37.337

Bebedouro 6.063

Birigui 10.326

Botucatu 11.390

Campinas 117.020

Caraguatatuba 8.880

Carapicuíba 64.588

Catanduva 6.627

Cubatão 8.586

Fernandópolis 7.075

Franca 41.788

Guarujá 32.273

Guarulhos 182.868

Hortolândia 22.473

Ilha Bela 2.893

Indaiatuba 18.786

Itapevi 25.391

Itapira 6.886

Itu 14.216

Jandira 13.628

Limeira 27.409

Lins 9.358

Marília 21.550

Mogi Guaçu 11.632

Olímpia 4.698

Osasco 68.443

Penápolis 5.446

Piracicaba 41.482

Praia Grande 17.465

Presidente Prudente 18.936

Ribeirão Preto 53.724

Rio Claro 14.637

Santa Bárbara d’Oeste20.975

Santo André 79.730

Santos 20.216

São Carlos 23.396

São João da Boa Vista8.430

São José do Rio Preto29.430

São Paulo 1,1 milhão

São Sebastião 3.000

São Vicente 22.617

Sertãozinho 7.037

Sorocaba 67.645

Sumaré 29.556

Tupã 7.130

Votuporanga 7.405

(Fonte: Secretaria da Educação)

Da Agência Imprensa Oficial

Adultos ganham chance para conclusão de ensino fundamental ou médio

Da Secretaria de Estado da Educação

Os jovens e adultos do Estado que desejam galgar etapas na vida escolar têm uma boa notícia. A Secretaria de Estado da Educação aderiu ao Exame Nacional para Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja) e realizará pela segunda vez neste ano uma avaliação das competências de Ensino Fundamental e Médio voltada para estas pessoas.

O Encceja é um programa do governo federal que avalia a capacidade de jovens e adultos que se atrasaram na vida escolar. Será aplicado em 13 e 14 de dezembro. É semelhante ao exame supletivo, realizado pela Secretaria em março deste ano para cerca de 105 mil pessoas (254 mil se inscreveram). Ou seja, pela primeira vez a população terá duas oportunidades no ano para receber certificados de conclusão de ensino.

As inscrições para o Encceja serão de 6 a 31 de outubro. Alunos matriculados em Educação de Jovens e Adultos (EJA) e até mesmo as pessoas que estão fora da escola poderão participar.



“É uma definição fundamental. O Encceja atesta a capacidade do candidato que deixou de concluir alguma área. Mostra se o candidato está apto a galgar um degrau na vida escolar”, afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro. “Este ano será diferente, com duas oportunidades para obtenção de certificados do Ensino Fundamental ou Médio”.

Para participar será preciso se inscrever gratuitamente pelo site www.educacao.sp.gov.br - link cesu-exames: encceja/2008. Após a inscrição on-line o candidato receberá via correio o cartão de confirmação da inscrição, contendo as informações sobre local, data e horário da aplicação dos exames.

Os candidatos à conclusão do Ensino Fundamental devem ter no mínimo 15 anos completos até o dia 13 de dezembro de 2008, data da realização da primeira prova. Já os candidatos do Ensino Médio devem ter no mínimo 18 anos completos na mesma data.

Durante o processo os candidatos serão avaliados da seguinte forma:

· Ensino Fundamental: Língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física, redação, matemática, história, geografia e ciências naturais

· Ensino Médio: linguagens, códigos e suas tecnologias e redação (língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes e educação física), matemática e suas tecnologias, ciências humanas, história, geografia, filosofia, sociologia, química, física e biologia.

O conteúdo programático das avaliações de cada disciplina está disponível para os candidatos no site da Secretaria de Estado da Educação. Cerca de 105 mil candidatos participaram do exame supletivo neste ano (inscrições em 2007), em 153 municípios do Estado. Deste total, cerca de 71 mil foram aprovados.

MEC vai implantar 7 mil laboratórios de informática em escolas públicas no país

Da Agência Brasil

Alunos de escolas rurais de todo o país poderão ter aulas de informática em breve. É o que espera o Ministério da Educação (MEC) depois de ter realizado, nessa terça-feira (9), um pregão eletrônico para adquirir 7 mil laboratórios de informática. No resultado preliminar do pregão, venceu a empresa Itautec, que ofereceu o menor valor: R$ 23,9 milhões.

Antes de ser proclamada vencedora do leilão, a empresa deverá passar por duas etapas no MEC: o teste de aderência, que vai avaliar as condições técnicas dos produtos, e a avaliação de habilitação, que deve verificar a documentação da empresa. Caso ganhe, a Itautec deverá, além de fornecer os laboratórios, dar suporte técnico por 36 meses e fazer a instalação dos equipamentos.


Cada laboratório é composto por um microcomputador com impressora e cinco terminais de acesso. O Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) é resultado de parceria entre o governo federal, estados e municípios. Pelo convênio deste ano, a cidade mais beneficiada será Brasília, que receberá 187 laboratórios. Santarém (PA) é a segunda, com 118 laboratórios.