setembro 06, 2008

Uma semana após acidente, Ramis Pedro, morre em hospital

Do Diário de Marília

O ator e diretor teatral Ramis Pedro Boassali, 68, faleceu às 16h30 de ontem, na Santa Casa de Marília, onde estava internado desde domingo passado em virtude de um atropelamento que sofreu em São Paulo na sexta-feira, dia 29 de agosto. Em virtude do ocorrido, a Prefeitura de Marília decretou três dias de luto oficial.
No início da noite de ontem, o corpo ainda não havia sido encaminhado ao velório, pois passava por necropsia. A causa da morte, portanto, ainda não está definida. Até o fechamento desta edição, também não haviam sido definidos o local e o horário do velório e do sepultamento.
Ramis Pedro foi atropelado por uma motocicleta na capital paulista, onde estava em virtude de duas reuniões de trabalho.
O atropelamento aconteceu perto da Estação da Luz, região central de São Paulo, após ele sair de uma reunião a respeito do projeto estadual “Ademar Guerra”, que visa incentivar os grupos amadores de teatro. O acidente impediu Ramis de ir à segunda reunião, que tratou de detalhes a respeito do Mapa Cultural Paulista.
Ramis foi socorrido e levado à Santa Casa de São Paulo, onde ficou internado sexta e sábado da semana passada. Ele estava sozinho no momento do atropelamento. No último domingo, ele foi transferido à Santa Casa de Marília, onde seria submetido a uma cirurgia no quadril na terça-feira, dia 2.
Mas o procedimento cirúrgico acabou não sendo feito, segundo informações fornecidas pelo setor de serviço social da Santa Casa. A cirurgia foi remarcada e seria realizada na próxima segunda-feira, dia 8. O adiamento deve ter ocorrido em virtude de alterações encontradas em exames clínicos.
O Diário entrevistou Ramis na última segunda-feira, no hospital. Ele estava totalmente lúcido, confiante, e disse que esperava sair do hospital “o mais cedo possível”. Em virtude do acidente, ele já havia renunciado a participação no júri do Festival de Teatro de Botucatu, evento que será realizado entre hoje e 14 de setembro.
Ramis esperava estar recuperado para participar da organização da 19ª edição do Festival de Teatro em Marília, evento que deve ser realizado entre os dias 18 e 26 de outubro.
Ramis Pedro foi homenageado em julho deste ano em um festival de teatro em Avaré (SP), em virtude dos seus 50 anos de carreira, completados em maio de 2008. Além de presidente da Fetalpa, Ramis mantém a escola de teatro homônima e integra o Grutam (Grupo de Teatro Associativo de Marília).