agosto 05, 2008

Representantes da Unicamp mostram experiência da avaliação institucional à FMB

Por Flávio Fogueral

A Faculdade de Medicina de Botucatu recebeu na última segunda-feira, dia 4, a visita de representantes da Faculdade de Ciências Médicas/Unicamp, onde foram mostrados detalhes da avaliação institucional ocorrida recentemente naquela universidade.

Durante a reunião, os representantes da instituição campineira expuseram os critérios e a metodologia usada no programa de avaliação dos cursos de medicina da Unicamp. Estiveram presentes os professores José Barreto Cavalheira, coordenador da residência médica da instituição campineira; profª Angélica Bicudo Zeferina, coordenadora do curso de medicina da Unicamp e a pedagoga Sílvia Tasseri.


Acompanharam as explanações os professores Joélcio Francisco Abade, coordenador do curso de medicina da FMB; Lenice do Rosário de Souza, coordenadora do programa de residência médica; Albina Borges, responsável pelo internato e Vera Borges, coordenadora da frente de avaliação do Núcleo de Apoio Pedagógio- NAP.

Conforme ressalta o diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu, prof. Sérgio Muller, este encontro faz parte de uma série de atividades que a faculdade deverá realizar com outras unidades de ensino superior que já passaram pelo processo de avaliação institucional. Nos próximos meses também deve acontecer reunião com representantes da Universidade de São Paulo-USP. A intenção da direção da FMB é realizar a avaliação institucional ainda este ano.

Prof. Muller enfatiza que a intenção é verificar de que forma tais instituições implantaram seu sistema avaliativo. “A idéia é que possamos conhecer os sistemas de avaliação realizados por estas duas universidades. Como os problemas são quase idênticos, queremos saber quais os pontos foram priorizados. Pretendemos, a partir destas idéias, formular o nosso processo avaliação voltado à realidade da faculdade”, declara.

Estado lança concurso que premiará três projetos de Longa-Metragem

Buscando incentivar o segmento de Cinema, a Secretaria de Estado da Cultura lança o Concurso de Apoio a Projetos de Filmagem de Longa-Metragem no Estado de São Paulo. Serão três projetos selecionados, com prêmios de R$ 400.000,00 cada.

As inscrições poderão ser efetuadas até 17 de setembro, das 10h às 17h. Também serão aceitas inscrições enviadas por correio ou SEDEX quando postadas regularmente dentro do mesmo prazo. Local de Inscrição: Núcleo de Protocolo e Expedição da Secretaria de Estado da Cultura, Rua Mauá nº 51, Bairro Luz, São Paulo - SP, CEP 01028-900. No mês de agosto, serão publicados outros Editais do Programa de Ação Cultural no segmento Cinema, totalizando investimento de R$ 4,2 milhões em prêmios de apoio.



Para mais informações, CLIQUE AQUI

Da Secretaria da Cultura

Dúvidas sobre tuberculose aumentam ligações em 72%

A Campanha Nacional de Combate à Tuberculose, veiculada pelo ministério da Saúde entre os dias 13 e 26 de julho, gerou um aumento de 72% nas consultas sobre o tema no Disque-Saúde, em relação ao mesmo período do mês anterior. O aumento pela procura de informações foi registrado em 23 estados brasileiros. No Rio Grande do Sul, o acréscimo foi de 66%. Já em Minas Gerais, foi registrado um aumento de 63% das ligações. Na Bahia, 58%.

O objetivo da campanha foi promover o diagnóstico precoce e garantir o tratamento adequado e eficaz para a doença, que ainda mata cerca de cinco mil pessoas por ano no Brasil. Foram produzidos 300 mil cartazes e dois milhões de fôlderes, além de divulgação de spots em rádio e vídeos em televisão de todo o país.

Toda a população brasileira tem direito ao diagnóstico e tratamento gratuitos no Sistema Único de Saúde (SUS). No Brasil, estimativas apontam que mais de 60 milhões de pessoas estejam infectadas pelo bacilo da tuberculose. Em 2005, foram registrados 80.603 casos novos da enfermidade.

AondeNamoro.com! Totalmente Gratuito!

SERVIÇO – O Disque-Saúde é a central de tele-atendimento do ministério disponível para que o cidadão obtenha informações sobre campanhas de saúde, esclareça dúvidas e receba orientações sobre doenças. O serviço também disponibiliza consulta a preços de medicamentos e orienta sobre como parar de fumar, além de estar aberto para o recebimento de sugestões, reclamações e denúncias do cidadão.

Para entrar em contato com o Disque-Saúde basta ligar para 0800 61 1997. O serviço é nacional, gratuito e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Aprovada as alterações na Tarifa Social de Energia Elétrica para famílias de baixa renda

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (5), na forma de substitutivo, proposta que pretende corrigir falhas na atual legislação que criou a Tarifa Social de Energia Elétrica (Lei 10.438/02) com o objetivo, entre outros, de estender o benefício a um número maior de famílias. Conforme substitutivo apresentado pelo senador Valdir Raupp (PMDB-RO), poderão vir a ser beneficiadas famílias de baixa renda desde que se encaixem em faixas de consumo de até 220 kWh/mês.

A proposta inicial (PLC 12/08) previa descontos de até 65% no valor da conta de energia elétrica para residências com baixo consumo e não com base na renda, como estabelece o substitutivo do relator.

"Sugerimos que os descontos previstos na lei sejam concedidos unicamente em função do critério de renda, e não do consumo mensal, para evitar que consumidores de alta e média renda possam vir a usufruir dessas vantagens", informou Raupp.


Ao explicar seu substitutivo, Raupp afirmou ainda que a atual legislação enfrenta uma série de dificuldades que comprometem o alcance de seus objetivos. Um deles, segundo o relator, é o critério para identificação dos beneficiários, que é " impreciso", dando margem à exclusão de famílias pobres, que deveriam ser beneficiadas.

"O governo reconheceu que deveria assumir a responsabilidade por identificar os consumidores de baixa renda e que caberia às distribuidoras somente realizar o enquadramento dos beneficiários e implementar a concessão dos benefícios", disseRaupp, ao lembrar que o substitutivo foi elaborado também com a participação do governo.

Segundo Raupp, entre as modificações inseridas no substitutivo, está a condição de inscrição no CadÚnicopara ter direito aos descontos, além do estabelecimento de critério único para todo o país, visando evitar favorecimentos e distorções regionais.

"Ademais, o projeto tem o mérito de ser flexível e aceitar a inclusão de moradores de habitações multifamiliares irregulares e de famílias com algum membro portador que exija o uso de equipamentos elétricos", complementou Raupp.

O relator da matéria registrou que optou por não incluir, em seu substitutivo, as alíquotas de desconto porque ficou acertado que essa tarefa caberá ao governo federal.

"Recomendamos que o detalhamento dos descontos seja remetido para regulamentação do Poder Executivo, pois, dessa forma, será mais fácil introduzir as futuras modificações que se fizerem necessárias", esclareceu Raupp.

Segundo também explicou o presidente da CAE, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), "o substitutivo foi construído com base num amplo acordo com a participação de várias áreas do governo, com o objetivo de fazer com que a tarifa social possa alcançar o benefício social previsto sem prejudicar outros programas sociais importantes do governo".

Alcance social

Pela proposta, terão direito à tarifa social as famílias classificadas na Subclasse Residencial Baixa Renda, desde que inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional. Também poderão beneficiar-se as famílias que tenham, entre seus membros, moradores que recebam o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social.

Excepcionalmente, o projeto também vai beneficiar com a tarifa social a unidade consumidora com renda mensal de até três salários mínimos que tenha entre seus membros portador de doença ou patologia cujo tratamento ou procedimento médicopertinente requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica.

Ainda pela matéria, as concessionárias, permissionárias e autorizadas de serviços e instalações de distribuição de energia elétrica serão obrigadas e informar, nas respectivas faturas de seus consumidores, as alíquotas de descontos praticadas e os valores dos tributos e encargos incidentes sobre as tarifas de energia elétrica.

Vários senadores comentaram a importância do projeto e fizeram menção ao seu alcance social. Osmar Dias (PDT-PR) lembrou que já defendia a proposta em sua campanha a governador do Paraná. Eduardo Azeredo (PSDB-MG), Eduardo Suplicy (PT-SP) e Renato Casagrande (PSB-ES) também elogiaram o substitutivo.

A matéria será ainda examinada pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e pelo Plenário do Senado antes de voltar para a Câmara dos Deputados, para nova votação.

Da Agência Senado

Três milhões de pessoas deixaram a pobreza nos últimos seis anos

Da Agência Brasil

Presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Marcio Pochmann, divulga pesquisa, demonstrando que o crescimento econômico do País está sendo acompanhado por uma melhora na renda familiar tanto dos pobres quantos dos ricos
Brasília - Presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Marcio Pochmann, divulga pesquisa, demonstrando que o crescimento econômico do País está sendo acompanhado por uma melhora na renda familiar tanto dos pobres quantos dos ricos
Brasília - Três milhões de pessoas deixaram a pobreza nos últimos seis anos nas seis principais regiões metropolitanas do país, o que corresponde a uma queda de 8,8 pontos percentuais na pobreza. Os dados são da pesquisa Pobreza e Riqueza no Brasil Metropolitano, divulgada hoje (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), com dados de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Belo Horizonte e Porto Alegre.

O número de pobres era de 14,3 milhões em 2002, subiu para 15,4 milhões em 2003 e desde então vem caindo, tendo chegado a 11,3 milhões neste ano. Em termos percentuais, a evolução foi a seguinte: 32,9% em 2002, 35% em 2003 e a partir daí, uma queda contínua até os atuais 24,1%.


Os principais motivos, segundo o Ipea, foram o crescimento econômico, os ganhos do salário mínimo e as transferências do governo. Leia mais.

O nível de indigência seguiu o mesmo ritmo. Era de 12,7% em 2002 (5,5 milhões de pessoas), subiu para 13,7% em 2003 (6 milhões) e agora está em 6,6% (3,1 milhões).

Em 2003, o percentual de famílias mais ricas, com rendimento de 40 salários mínimos mensais ou mais, sofreu redução de 20%, voltando a crescer a partir de 2005. Segundo o Ipea, no ano passado, o percentual encontrava-se no mesmo patamar de 2002 e, neste ano, a tendência é permanecer estável.

A pesquisa revela, entretanto, que "todo o quadro favorável no que se refere à pobreza não evoluiu para a obtenção de ganhos de produtividade, em face da estabilidade econômica e dos ganhos com os aumentos do salário mínimo". De acordo com o Ipea, "os detentores dos meios de produção podem estar se apoderando de parcela crescente da renda nacional".

Educação libera gabarito de concurso para supervisor

A Secretaria de Estado da Educação aplicou neste domingo, 3, prova para selecionar 372 supervisores de ensino. A pasta divulgou nesta segunda-feira, 4 de agosto, o gabarito do exame (veja abaixo).

Este mesmo gabarito estará disponível nesta terça-feira, 5 de agsto, nos sites www.educacao.sp.gov.br ou www.institutocetro.org.br, do Instituto Cetro, organizador do concurso.

Cerca de 24 mil se inscreveram para concorrer às vagas de supervisor de ensino. O salário inicial é de R$ 2.400. A Secretaria também vai realizar no dia 17 de agosto prova para selecionar 2.545 secretários de escola com salários iniciais de R$ 921,86. Cerca de 156 mil pessoas se inscreveram para concorrer a essas vagas.


O supervisor de ensino tem a função de analisar os indicadores educacionais das escolas, além de integrar as unidades com a Diretoria de Ensino. Os supervisores visitam regularmente as escolas e auxiliam na aplicação dos projetos da Secretaria. O Secretário de Escola exerce a coordenação das atividades nas secretarias das escolas e atua para integrar as equipes.

"São cargos importantes, que vão reforçar as escolas estaduais. No total, cerca de 60 mil vagas criadas em pouco mais de 8 meses pela Secretaria. Mostra que o governo do Estado vem reforçando o atendimento às crianças e adolescentes", afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

Aumento do módulo

A contratação de novos supervisores acontece porque Secretaria de Estado da Educação vai aumentar o módulo desses profissionais nas 91 diretorias do Estado. A medida vai beneficiar toda a rede permitindo que esses educadores possam dar maior atenção às escolas, pois cuidarão de um número menor de unidades. O supervisor de ensino é a ponte entre a escola e a Diretoria de Ensino. Ele visita as escolas e acompanha como as mudanças, que a Secretaria têm implantado nas unidades, têm sido feitas. Ele tem, ainda, a função de analisar os indicadores educacionais das escolas e propor mudanças para melhorar a aprendizagem dos alunos.
Confira o gabarito CLICANDO AQUI

Da Secretaria da Educação

IPT abre 278 vagas

Agência Fapesp

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) realizará concurso público para preencher 278 vagas que abrangem todos os centros tecnológicos e áreas de administração do instituto.

Os salários variam de R$ 1.370 a R$ 7.045, em regime CLT. As inscrições vão até 22 de agosto e o edital completo está disponível na página do Instituto Cidades.

São 165 vagas para pesquisadores, 65 para técnicos de ensino médio e outras 48 na área administrativa. Estão reservadas 14 vagas para portadores de necessidades especiais tanto na área técnica como na administrativa.


A seleção será composta de duas fases para candidatos às vagas administrativas, com uma prova de conhecimentos gerais e outra de conhecimentos específicos.

Os candidatos a pesquisadores e técnicos de ensino médio também passarão pelas duas primeiras fases e os pré-selecionados se submeterão a uma banca examinadora.

As provas da primeira e da segunda fases, realizadas no mesmo dia, deverão ocorrer na segunda quinzena de setembro. A data será definida após o período de inscrições.

A área de pesquisa do IPT conta com a maior demanda por profissionais: cerca de 60% das vagas são destinadas a pesquisadores, de acordo com nível de graduação, pós-graduação e tempo de experiência.

Mais informações: www.institutocidades.org.br

Amorim confirma interesse da Embraer na Aerolineas Argentinas

Da Agência Brasil

Buenos Aires - Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, faz um balanço da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Argentina
Buenos Aires - Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, faz um balanço da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Argentina
Buenos Aires - O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, confirmou hoje (4) que a Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) está interessada em vender aeronaves para a companhia aérea Aerolineas Argentinas, que enfrenta uma crise em meio a um processo de reestatização.

“[Há interesse] pelo menos na aquisição [pela Aerolineas] de aviões, que são um número expressivo. Há um interesse também que haja participação da Embraer na manutenção [das aeronaves]. Existem conversas”, afirmou Amorim.


Há cerca de 15 dias, as companhias aéreas Aerolineas Argentinas e Austral, que concentram 80% dos vôos na Argentina, passaram a ser administradas pelo governo, conforme anúncio do secretário de Transporte da Argentinas, Ricardo Jaime.

No último fim de semana de julho, seis vôos da Aerolineas Argentinas com destino a aeroportos brasileiros foram cancelados em Buenos Aires. Segundo informações da Aeroportos Argentina 2000, empresa que administra os terminais do país vizinho, os atrasos chegaram a ultrapassar 30 horas.

Segundo a BBC Brasil, o gerente-geral da Aerolineas indicado pelo governo, Julio Alak, disse que a companhia foi "sucateada" e tem mais de 20 aviões parados, de uma frota de cerca de 50.

Última semana de inscriçõespara o 35º Salão de Humor de Piracicaba

Esta é a última semana para concorrer a 35ª edição do Salão Internacional de Humor de Piracicaba. As inscrições, que foram prorrogadas em virtude da greve dos correios, que prejudicou a entrega dos trabalhos que chegam de todas as partes do Brasil e do exterior, se encerram na próxima segunda-feira, dia 11 de agosto.

O tema é livre e os artistas podem participar com até dois trabalhos nas categorias: Cartum, Charge, Caricatura, Tiras e Vanguarda. Cartunistas profissionais e amadores podem inscrever-se, com trabalhos inéditos e de humor, desde que não tenham sido premiados em outros salões.



Além da ficha de inscrição, devem constar no verso de cada trabalho as seguintes informações: categoria inscrita, nome completo do autor, nome artístico, endereço completo, telefone, e-mail, número do CPF, ou identidade, e dados bancários.

Neste ano, o evento será realizado no período entre 30 de agosto e 12 de outubro, no Parque Engenho Central. Todos os trabalhos recebidos serão submetidos à apreciação dos jurados, que selecionarão os desenhos que irão compor a mostra principal do Salão.

Serviço
Os interessados devem enviar seus trabalhos para a Avenida Maurice Allain, 454, CEP: 13.405-123 – Piracicaba/São Paulo. Mais informações: telefones (19) 3403-2620, 3403-2621, 3403-2622 e 3403-2623; ou do endereço eletrônico www.salaodehumordepiracicaba.com.br, no qual também é possível imprimir a ficha de inscrição.

A realização do Salão Internacional de Humor de Piracicaba é da prefeitura da cidade, por meio da Secretaria Municipal de Ação Cultural e Centro Nacional de Humor.

Matrícula antecipada para Ensino Fundamental vai de 27 de agosto a 29 de setembro

A Secretaria de Estado da Educação definiu as datas para matrícula antecipada de alunos do Ensino Fundamental (1ª a 8ª série): de 27 de agosto a 29 de setembro. Em parceria com os 645 municípios paulistas, a Secretaria possibilitará que os alunos que estão fora de escolas públicas possam já neste ano garantir as vagas para 2009.

As definições foram publicadas no Diário Oficial do Estado. Os pais ou responsáveis devem se dirigir a qualquer escola pública estadual ou municipal (ensino fundamental ou médio) para inscrever os alunos. Os alunos que já estão em rede pública têm matrícula automática. Além de facilitar as inscrições, a matrícula antecipada tem o objetivo de auxiliar a Secretaria no planejamento para atendimento de toda a demanda na rede para o ano letivo de 2009.

Durante este cadastramento todas as escolas estaduais e municipais serão “transformadas” em postos de cadastramento_ os pais ou responsáveis pode ir a qualquer unidade e indicar a que preferem para seu filho, o que será avaliado por Estado e municípios.

Empregos Manager Online

A matrícula antecipada é válida para qualquer criança ou adolescentes a partir de 6 anos (completos ou a completar até o fim de 2008), que cursam o ensino infantil ou que estão fora das redes estaduais e municipais. A partir dos 15 anos os interessados podem se inscrever na Educação de Jovens e Adultos (EJA) voltada ao ensino fundamental.

Para que as informações sejam precisas é aconselhável a apresentação de certidão de nascimento ou RG do aluno e comprovante de endereço. De outubro a novembro deste ano serão organizados os dados de demanda e oferta de vagas, com responsabilidades compartilhadas entre Estado e municípios, além de efetivada cada matrícula.

As relações com os nomes de todos os alunos de 1a série serão divulgadas nas escolas públicas a partir de novembro. Além das listagens, a Secretaria de Estado da Educação enviará correspondência para os inscritos que não fizeram pré-escola na rede pública, ou seja, que vieram de pré-escola particular em 2008, ou para os que não freqüentaram escola em 2008.

No momento da matrícula o registro dos alunos será on-line no Sistema de Cadastro de Alunos do Estado de São Paulo, com a emissão automática de comprovante. Para o caso de problemas de conexão será preenchida uma ficha cadastral, posteriormente incluída no sistema.

Informatização

O sistema de informações da Secretaria da Educação permite que, antes do final de cada ano, as redes de ensino municipais e estaduais consigam estimar sua demanda para o ano seguinte e fazer um planejamento mais adequado ao atendimento.

O sistema é fundamental para efetivar o Programa de Matrícula Antecipada, que acabou com o problema de enormes filas em frente às escolas no início de ano letivo. Antes do surgimento do programa, os alunos se matriculavam em mais de uma escola e, no início do ano letivo, ao optarem por uma delas, não informavam as outras de sua desistência. Estas mantinham, portanto, o registro de sua matrícula. Nesses casos, a vaga, além de restringir a oportunidade de acesso a candidatos naquela escola específica, distorcia o cálculo da demanda real do ensino público.

Da Secretaria da Educação