julho 13, 2008

JOIS 2008: Embraer e Centroflora são os campeões da rodada

Dois títulos foram definidos na penúltima rodada dos Jogos Industriários do Sesi (JOIS 2008), realizada neste final de semana. Na sexta-feira, dia 11, a Embraer mostrou força e, em um jogo muito disputado, venceu a Duratex (foto) por 3 a 2 na final do futebol sete master. Na decisão da medalha de bronze, a Tecnaut venceu a Eucatex por 7 a 4. Nove equipes participaram da competição.

A outra empresa campeã foi a Centroflora, que garantiu o título no futebol de mesa ou popular botão. Os confrontos que definiram os medalhistas foram realizados no domingo, dia 13, em melhor de duas partidas. O primeiro lugar ficou com o atleta Silvio Santos (Centroflora), que venceu na final Nelson (Induscar). Cada um venceu um jogo, mas no critério de desempate o competidor da Centroflora levou as melhor. Em terceiro ficou Edenilson, também da Centroflora e, em quarto, Felipe, da Duratex. Doze jogadores participaram da modalidade.
Ainda no sábado, foi realizada a ultima partida da fase de classificação do futsal feminino. A Cooperblue venceu a Induscar por 6 a 0 e garantiu vaga na final contra o Hospital Cantídeo no próximo sábado. Induscar e Embraer vão decidir a medalha de bronze.

O futsal também conheceu seus finalistas. No master a Duratex venceu a Sabesp por 7 a 2 e a Irizar passou pela Eucatex por 5 a 2. No adulto, vitórias da Duratex sobre a Irizar por 5 a 2 e da Polyjhon B por 7 a 4 contra a 4x4. Ambas as finais acontecem no próximo sábado.

No tênis de campo foram definidos os finalistas em duas categorias. Na C garantiram vaga para a final Kiko (Centroflora) e Júlio (Irizar), que venceram seus adversários. Na A estão classificados Jonas e Eduardo, ambos da Irizar. Os jogos da categoria B foram transferidos para o meio de semana em comum acordo entre os atletas. As vagas serão definidas nos confrontos entre Erick Facioli (Criativa) x Helton (Duratex) e Cadorin (Irizar) e Rogério (Duratex). As finais também acontecem no próximo final de semana.

O snooker, competição com o maior tempo de duração dos JOIS em virtude do elevado número de participantes (94), conheceu seus semifinalistas. Estão classificados Paulo (Embraer), Jair (Induscar), Jéferson (Induscar) e Carlos (Duratex). Semifinais e finais acontecem no próximo sábado.

No domingo pela manhã foram definidas as equipes que vão disputar o ouro no vôlei feminino. A Sabesp vendeu a Induscar por 2 a 0 e está classificada. Já a ASU, que perdeu por 2 a 1 para a Embraer, também garantiu vaga. As disputas das medalhas estão programadas para o próximo domingo, dia 20.

Também no domingo, a modalidade de futebol realizou as semifinais. Com as arquibancadas do campo do Sesi lotadas, a Embraer venceu a Tecnaut por 2 a 1 e a Duratex ganhou da Induscar pelo mesmo placar. As finais estão marcadas para o próximo domingo.

Já no domingo à tarde a Induscar venceu a Embraer por 69 a 17 no basquete masculino. O torneio está sendo disputado por cinco equipes em turno único. Com a vitória, a Induscar garantiu vaga na final da competição contra Duratex no próximo domingo. Já a Embraer conquistou a medalha de bronze.

Lei seca reduz à metade mortes no trânsito de São Paulo, informa governo

Da Agência Brasil

A Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) divulgou hoje (13) um levantamento que aponta que o número de mortes no trânsito da capital paulista caiu 57% depois que a lei seca entrou em vigor.

Segundo o órgão, no último fim de semana do mês de junho, o Instituto Médico Legal (IML) registrou cinco mortes causadas por acidentes no trânsito. No primeiro fim de semana de julho, o resultado foi o mesmo.

Empregos Manager Online

Já nos três fins de semanas anteriores à vigência da lei, foram registradas 14, 11 e dez mortes de quinta-feira a domingo. Uma média, de 11,7 mortes por fim de semana.

De acordo com a SSP-SP, só na última sexta-feira e sábado, 23 motoristas foram autuados por dirigir alcoolizados na capital. Nos dois dias, 913 foram abordadas pela Polícia Militar e 379 foram submetidas ao teste do bafômetro.

Lista dos selecionados em segunda chamada para o Prouni sai segunda-feira

Da Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) divulga amanhã (14) na internet a lista dos pré-selecionados em segunda chamada para o Programa Universidade para Todos (Prouni). No total, mais de 208 mil candidatos se inscreveram para concorrer a uma das cerca de 79 mil bolsas disponíveis para o segundo semestre de 2008.


Na primeira chamada foram selecionados 72 mil estudantes. O prazo para comprovação dos dados que asseguram a bolsa terminou na última terça-feira (8). Haverá ainda uma terceira chamada, marcada para o dia 24 de julho. Junto com a lista dos pré-selecionados o ministério deve divulgar amanhã os prazos para a comprovação dos dados dos novos convocados. Mais informações pelo telefone 0800 61 61 61 ou na página do Prouni.

“Projeto Missões” pede ajuda médica

Projeto quer ajudar garoto com tumor
e homem que ficou preso em jaula no quintal


Por Renato Fernandes

Um grupo de 10 missionários retornou no último sábado, 5 de julho, da “Missão Nordeste”. Durante pouco mais de 20 dias o grupo percorreu municípios dos estados da Bahia, Espírito Santo e Piauí, realizando doações de alimentos, remédios, utilitários, dentre outros gêneros de primeira necessidade.
Liderados pelos pastores Carlos Breda e Valdir Nardi, os missionários se impressionaram com as condições de vida dessa população. “Para eles, água, luz, banheiro e móveis são artigos de luxo. As famílias moram em pontos isolados e, muitas vezes, em situações de extrema ausência de amparo social e educacional”, explica Breda.
O grupo levou nessa missão mais de mil caixas de leite, remédios variados, 20 mil peças de roupa, cadeiras de rodas, 68 cestas básicas, 18 bicicletas, bolachas, balas e brinquedos. “Fomos com a missão de ajudar e dar esperanças para a população e retornamos com outras duas importantes missões: encontrar tratamento médico para o jovem Wellignton (14 anos) e tratamento psicológico para Pedro Alves da Silva (75 anos)”, explica Breda.
Segundo os pastores, Wellington tem um tumor no cérebro, que está crescendo e descendo para a face. “O tumor já estourou um de seus olhos. Queremos arranjar condições de tratamento para ele com especialistas da Unesp de Botucatu”, explica. Pedro Alves da Silva tem problemas mentais, para conter o ancião a família o mantém preso em uma jaula há mais de 20 anos. “Ele vive sem roupa, sempre que o vestem ele rasga todas as peças. Na jaula ele tem poucas, ou nenhuma condição de vida digna. Esse caso precisa de acompanhamento especializado, o que ele não encontrará no sítio onde mora em Caraíba”, explica Breda.
Medicamentos foram doados ao município de Caridade (Piauí) e abasteceu a farmácia básica do município. “Eles estavam há 10 dias sem nenhum medicamento disponível na rede básica de saúde. Fomos recebidos pelo prefeito e secretário da Saúde que comemorou a doação e nos presenteou com um ofício de agradecimento”, ressalta Nardi.
No início do ano os missionários promoveram a Missão Amazonas, quando levaram até a floresta vários donativos arrecadados na região de Botucatu. “A Missão Nordeste é mais impactante. No Amazonas encontramos famílias sem documentos, distantes das áreas habitadas e com restrições a atendimento de saúde. Não eram comunidades famintas e com falta de alimentos, elas se viram com o peixe e a caça. No Nordeste a coisa é diferente. O pessoal não tem o que comer, faz empréstimo no banco para preparar uma horta, a falta de chuva não deixa as plantas crescerem, aí temos o agricultor faminto e com dívidas”, lamenta Nardi.
A dupla explica que está incluindo nos planos do projeto a estruturação de uma fundação sem fins lucrativos ou vínculos políticos e religiosos. “Vamos manter duas missões anuais, uma para o amazonas, sempre no início do ano e outra para o Nordeste, no meio do ano. Para isso precisamos somar esforços para o sucesso dessa iniciativa e não deixar apagar essa chama de solidariedade”, disse Breda.
Informações pelos telefones: (14) 9128-0881 (Breda), 3815-9504 (Nardi) ou pelo e-mail: projetomissoesbtu@hotmail.com

Programa de orientação reduz em 90% índice de gravidez entre adolescentes

A região do Vale do Ribeira está conseguindo reduzir em 90% o índice de gravidez entre estudantes do ensino médio. O remédio que permitiu esse resultado não contém nenhum hormônio em sua fórmula, tão-pouco tem nome complicado. Chama-se Vale Sonhar, projeto da Secretaria de Estado da Educação, que em parceria com o Instituto Kaplan – Centro de Estudos da Sexualidade Humana, levou orientação, diálogo e conhecimento aos alunos de 14 municípios da região. O número de meninas grávidas caiu de 360, em 2004, para 72 em 2005 e 30 em 2006. A tendência mostra que em 2007 e 2008 os porcentuais serão ainda menores. Os números animadores levaram o governo do Estado a decidir expandir o projeto para toda a rede estadual de ensino, beneficiando aproximadamente 600 mil alunos de 3,6 mil escolas públicas.

AondeNamoro.com! Totalmente Gratuito!

O projeto-piloto foi implantado há quatro anos em 14 cidades do Vale do Ribeira, região paulista que apresenta o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) – indicador que mede o nível de desenvolvimento humano dos países, utilizando como critérios riqueza, alfabetização, educação, esperança média de vida, natalidade, entre outros fatores. “Estávamos necessitando muito de uma iniciativa como essa, por causa da liberdade excessiva que o jovem tem em relação ao sexo, quase sempre sem responsabilidade, em decorrência da falta de conhecimento”, avalia a gestora do projeto, professora Narcisa Mendes Silveira.

Viagem ao futuro – Tudo começou nas férias de final de ano, durante o Programa Escola da Família, quando um grande número de jovens da comunidade utiliza os espaços da escola para atividades diversas. De lá para cá o projeto vem-se repetindo anualmente, sempre com resultados promissores. Por meio de três oficinas (Despertar para o sonho, Nem toda relação sexual engravida e Engravidar é uma escolha), os alunos com idades entre 13 e 14 anos são levados a identificar qual é o seu sonho e a transformá-lo em projeto de vida. Reconhecido o projeto, é hora de embarcar numa viagem ao futuro pelo túnel do tempo. Na volta, são estimulados a relatar suas experiências sob duas hipóteses: estando “grávidos” e “não-grávidos”, refletindo sobre qual das duas condições teria maior impacto sobre a realização dos seus projetos de vida.

Na segunda oficina, os jovens aprendem a conhecer o próprio corpo e o funcionamento do sistema reprodutor humano, por meio de jogos e exposições ilustrativas. Por fim, os educadores apresentam os diversos métodos de contracepção, com ênfase à camisinha, sempre destacando a importância da prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). “As oficinas levam o jovem a sentir e conhecer experiências concretas sobre as conseqüências de uma gravidez precoce e o obstáculo que ela representa à realização de seus sonhos”, explica Narcisa, vice-diretora da Escola Estadual Antônio Duarte de Castro, na cidade de Jacupiranga.

A adesão, segundo ela, foi ampla. A cada nova oficina, aumentava o número de participantes. “Quando percebemos que eles faziam a primeira oficina e retornavam no final de semana seguinte para assistir à segunda, começamos a acreditar que daria certo”. Muitos adolescentes que passaram pelo projeto em 2004 atuam como multiplicadores, sendo muitas vezes convidados para levar a iniciativa às cidades vizinhas.

Interesse e participação – A professora relata que o simples fato de os alunos serem incentivados a contarem os seus planos, por mais inatingíveis que pareçam, e serem ouvidos com seriedade e respeito, torna-os mais seguros, confiantes e menos agressivos. “Ver a participação ativa, o interesse e a confiança expressa naqueles rostos nos dá a satisfação de ter conquistado algo importante. Podemos dizer que a partir desse momento ‘ganhamos aqueles meninos’”, ressalta. “Porque nos tornamos uma espécie de confidentes deles”.

O sucesso foi tão grande que o método começou a fazer parte do currículo escolar dos municípios do Vale do Ribeira, passando a ser aplicado interdisciplinarmente. Os resultados foram melhora na freqüência e nas notas, maior participação nas aulas e vontade de aprender e, conseqüentemente, a diminuição da evasão escolar. “O aluno desenvolve condições de alçar vôo, de ter uma conduta mais orientada. Para nós, o Vale Sonhar trouxe a constatação de que a gravidez precoce pode ser evitada”, conclui Narcisa.

Com a expansão do projeto, a Secretaria da Educação pretende incluir os cuidados da prevenção contra a gravidez precoce na disciplina de Biologia para alunos do primeiro ano do ensino médio de toda a rede estadual, já no segundo semestre de 2008. Haverá capacitação de aproximadamente dez mil educadores, com supervisão técnica e acompanhamento das oficinas. Ao todo, sete mil kits com material de apoio serão distribuídos nas três oficinas direcionadas aos estudantes. A viabilização da iniciativa também conta com o apoio dos Laboratórios Pfizer, da Fundação Social Itaú e da Fundação Schering.

Acesso aos contraceptivos

Em 2007, o Estado de São Paulo teve o menor número de adolescentes grávidas dos últimos dez anos, segundo o mais recente balanço da Secretaria Estadual da Saúde, realizado com base em dados da Fundação Seade. Foram registradas 96,5 mil ocorrências de gravidez em menores de 20 anos de idade ante 100,6 mil em 2006. Há dez anos, esse número era de 148 mil.

Desde 1996 a secretaria tem adotado modelo de atendimento integral à adolescente e investido em palestras e cursos de capacitação para profissionais da área da saúde. Em julho de 2007, ampliou o acesso a métodos anticoncepcionais, oferecendo contraceptivos comuns em 20 unidades da Farmácia Dose Certa, situadas em estações de Metrô, trem e centros de saúde da capital. No interior, litoral e Grande São Paulo, passou a enviar anticoncepcionais, pílulas do dia seguinte e Dispositivos Intra-Uterinos (DIUs), para serem distribuídos em Unidades Básicas de Saúde (UBS), em complemento ao repasse do governo federal.

Da Agência Imprensa Oficial

Quase um sexto dos deputados e senadores são candidatos a prefeitos e vices

Da Agência Brasil

Quase um sexto dos deputados federais e dos senadores disputam as eleições municipais para prefeitos e vices em outubro próximo, diretamente. Os outros cinco sextos disputam de forma indireta, já que vão trabalhar nas campanhas para elegerem os candidatos de suas preferências. Isso porque daqui a dois anos haverá eleição para a Câmara e para o Senado e apoio dos prefeitos aos candidatos a deputados federais e senadores é considerado “muito importante”.

AondeNamoro.com! Totalmente Gratuito!

Pelos últimos levantamentos, 87 parlamentares, entre deputados e senadores, disputam as eleições de outubro. São 84 deputados na disputa e três senadores. Da bancada feminina na Câmara, que é composta de 46 deputadas, 14 delas vão disputar as eleições municipais. O PT, que é o segundo maior partido da Câmara, com 79 deputados, tem 17 disputando as eleições de outubro. O PMDB, que tem a maior bancada na Câmara, com 94 deputados, tem 12 candidatos.

O Democratas, que tem uma bancada na Câmara de 52 deputados, tem nove candidatos nas eleições municipais. O Partido da República (PR) disputa o pleito com sete candidatos. O PSDB com seis deputados. Com cinco deputados disputam as eleições o Partido Progressista (PP), o PCdoB e o PDT. Com quatro o PSB e o PV. Os três deputados que integram a bancada do Psol no Congresso Nacional estão disputando as eleições de outubro, em São Paulo (Ivan Valente); Rio de Janeiro (Chico Alencar) e Porto Alegre (Luciana Genro).

O PTB, o PPS e o PSC tem dois deputados candidatos cada um; o PMN e o PRB tem um deputado candidato. O PRB tem também um senador, que é candidato à prefeitura do Rio de Janeiro (Marcelo Crivela). O PDT também tem um candidato senador que vai disputar a prefeitura de Fortaleza (Patricia Sabóia). O PMDB disputa a prefeitura de Santana (AP) com o suplente de senador no exercício do mandato, Geovani Borges.

Em relação à bancada feminina na Câmara, que é composta de 46 deputadas, 14 delas são candidatas nas eleições municipais, sendo 13 a prefeitas e uma a vice-prefeita. Em Porto Alegre (RS), quatro deputados federais disputam a prefeitura da capital gaucha, sendo três, mulheres - Manuela D'Ávila (PcdoB), Maria do Rosário (PT) e Luciana Genro (Psol) - e o deputado Onyx Lorenzoni (DEM).

Os deputados estarão disputando eleições nas principais cidades de seus respectivos estados. Há deputados e senadores disputando as prefeituras de 20 capitais. São Luiz (MA) tem cinco deputados candidatos, Porto Alegre e Rio de Janeiro tem quatro, só que no Rio tem também o senador Crivela e, com isso, são cinco congressistas disputando a prefeitura da segunda maior cidade do Brasil.

Os parlamentares candidatos não precisam de licença ou desincompatibilização do mandato para disputar eleições, mas a candidata à prefeitura de Macapá, deputada Fátima Pelaes (PMDB), já se licenciou do cargo para dedicar-se apenas à campanha. Os demais parlamentares candidatos têm a obrigação de dividir os meses de agosto e setembro com a campanha em seus municípios e com as atividades do Congresso Nacional nestes dois meses.

Reposição de aulas nas escolas estaduais irá até 31 de outubro

A Secretaria de Estado da Educação definiu como se dará a reposição de aulas perdidas por causa de greve de professores, assim como seu respectivo pagamento. Tal procedimento atende a decisão do Tribunal Regional do Trabalho, que acertou o fim da greve desde que a Secretaria apresentasse essas normas.

As reposições de aulas deverão ocorrer até 31 de outubro, em calendário definido pelas escolas. As aulas de reposição deverão ser agendadas para o contra-turno (de segunda a sexta-feira), sábados ou última semana do recesso de julho, de acordo com a necessidade.


Até a próxima quinta-feira, as Diretorias de Ensino terão de homologar o calendário indicado pelas escolas. A seguir, a reposição poderá começar. Os professores que aderiram à greve receberão pagamento pela reposição de aulas e, assim, terão suas faltas originais anuladas, o que não prejudicará benefícios como bônus, qüinqüênio e licença-prêmio.

Num primeiro momento, os professores terão as faltas de junho descontadas no pagamento de agosto. As de julho receberão desconto em setembro. Posteriormente, o pagamento de reposição seguirá o mesmo padrão, ocorrendo dois meses à frente de sua realização.

Da Secretaria da Educação

Processos de licitação em São Paulo serão simplificados

As licitações realizadas no Estado de São Paulo serão simplificadas com a Lei n° 13.121/08 sancionada pelo governador José Serra e publicada terça-feira, 8, no Diário Oficial do Estado. A partir de agora, os processos de licitação da Administração paulista poderão abrir as propostas de preço antes da habilitação e só verificar a habilitação da proposta vencedora. A legislação foi aprovada pela Assembléia Legislativa em junho. Trata-se de uma simples inversão de fases, mas que proporcionará à Administração paulista mais eficiência, melhores preços e redução do tempo dos processos de licitação na modalidade tomada de preço e concorrência que passarão a ser efetuados em mais ou menos 45 dias e não mais em cerca de 120 dias como ocorre hoje.


A alteração diz respeito à inversão de parte do atual procedimento licitatório, especificamente da fase de abertura dos envelopes contendo os preços ofertados pelos licitantes, a qual, com a modificação vai preceder a fase de habilitação. A nova sistemática que agora será usada pela Administração paulista não é uma inovação no Brasil: ela já é adotada pela Prefeitura da Cidade de São Paulo (Lei n° 14.145/06) e pelo Estado da Bahia (Lei n° 9.433/05), entre outros.

Essa inversão de procedimento já existe também para as licitações de concessão de serviços públicos como ocorreu recentemente nos processos de concessão de rodovias dos governos federal e paulista, que foram feitos por esta sistemática. A inversão já é feita ainda para a modalidade licitatória do pregão que trouxe significativa economia e eficiência ao certame, melhor atendendo aos princípios norteadores da licitação pública. A abertura, em primeiro lugar, das propostas comerciais apresentadas pelos licitantes tem se revelado, no pregão, mais adequada para o interesse público. Ela representa substancial economia de tempo, pois a Comissão de Licitação, com a apontada inversão de fases, apenas analisará e apreciará a habilitação dos concorrentes cujas propostas tenham sido classificadas quando da abertura dos envelopes de preços e dos lances verbais. Também previne questionamentos, interposição de inúmeros recursos administrativos e demandas judiciais por parte de concorrentes que efetivamente não teriam as condições mínimas para vencer a licitação, circunstância que, atualmente, constitui um dos entraves ao rápido desenvolvimento dos certames, com evidente prejuízo para a Administração.

Como esse procedimento vem sendo consagrado como o que melhor atende ao interesse público, a nova legislação estende-o a outras modalidades licitatórias, salvo quando, pela essência do objeto licitado, devem ser adotados os critérios de melhor técnica ou de técnica e preço, ou mediante decisão fundamentada da autoridade competente.

A nova legislação prevê também a possibilidade de instrução do procedimento e do saneamento de falhas ocorridas durante a sessão, atendendo aos pressupostos básicos que informam o processamento de licitação. Ou seja, a economicidade e a agilidade na contratação dos bens e serviços demandados pelos diversos órgãos da Administração. A possibilidade de eventual supressão de incorreções é justificada pelo princípio da indisponibilidade do interesse público, desde que preservada a igualdade de oportunidade entre os licitantes, tendo em vista que cabe à Administração buscar aproveitar as ofertas que lhe sejam mais vantajosas, em especial aquelas relativas aos melhores preços apresentados.

A lei sancionada pelo governador também prevê punição para o licitante que não mantiver proposta ou fizer declaração falsa para a Administração. Neste caso, o licitante poderá ficar até cinco anos impedido de licitar e contratar com a Administração.

Da Secretaria da Fazenda