julho 08, 2008

Futsal feminino vence mais uma nos Jogos Regionais

A equipe feminina de futsal de Botucatu conseguiu nesta terça-feira, 08 de junho, sua segunda vitória nos 52º Jogos Regionais - 1ª Divisão. Nossas meninas venceram Jaú por 3 a 0.
Com a vitória, Botucatu praticamente garantiu a classificação à próxima fase da competição. Nesta quarta-feira, 09, Botucatu encara a representação de São Carlos, às 14 horas, no Ginásio da UniLins.
Malha - A equipe de malha de Botucatu está eliminada dos Jogos Regionais em Lins. Nesta terça-feira, 8, Botucatu perdeu para Bauru por 52 a 36.
Tênis - A equipe masculina de tênis de Botucatu ficou em quarto lugar os 52º Jogos Regionais. Na decisão da medalha de bronze, nesta terça-feira, Botucatu perdeu para São Carlos por 2 a 0.

Estagiária da EMA foi selecionada para integrar Projeto Rondon

A estudante de biologia e estagiária da Escola do Meio Ambiente, Gislaine Carvalho Coelho, foi selecionada para integrar o Projeto Rondon e viaja nesta quinta-feira, 10 de julho, para Pacajá, no Pará, onde ficará por 15 dias desenvolvendo trabalho educacional.
O projeto é uma ação do Governo Federal que tem por fim viabilizar a participação do estudante universitário nos processos de desenvolvimento sustentável e de fortalecimento da cidadania.
Gislaine cursa o último ano de biologia na Universidade FIRA, de Avaré, que foi selecionada entre 265 faculdades de todo o país. “Depois das 16 universidades escolhidas, começou a seleção de seis alunos que iriam participar do projeto. A seleção foi realizada através de entrevista e também análise de currículo”, explica.
A estudante fala sobre sua escolha. “Fui selecionada graças a tudo que tenho feito na Escola do Meio Ambiente, tudo o que construí junto à escola. Agradeço principalmente a Eliana Gabriel, coordenadora da EMA, e meu professor, o José Luiz Gabriel, que me deram total apoio”, finalizou Gislaine.
Rondon – O Projeto Rondon tem como objetivos, contribuir para a formação do universitário como cidadão, integrá-lo ao processo de desenvolvimento nacional, por meio de ações participativas sobre a realidade do país, consolidar o estudante brasileiro no sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, além de estimular o universitário para a produção de projetos coletivos locais, em parceria com as comunidades assistidas.

3º Fórum de Dança de Botucatu tem início nesta quarta-feira

O Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci recebe a partir desta quarta-feira, 09 de julho, até sexta-feira, 11 de julho, o III Fórum de Dança de Botucatu, que contará com diversos espetáculos agendados sempre a partir das 20h30.
No primeiro dia do evento, acontece a apresentação de Dança do Ventre do Recanto Árabe. Na quinta-feira, 10 de julho, é a vez da Companhia Nós de Dança de Bauru, com o show de afro-jazz.
A programação para o último dia do encontro, na sexta-feira, 11 de julho, está a cargo da Academia Sueli, que sobe ao palco com o espetáculo “O Tap do meu Samba é assim!”.
Os interessados em acompanhar as apresentações podem adquirir o ingresso no próprio Teatro ou na Academia Sueli, pelo valor de R$ 5 para cada dia.
Vale ressaltar que o III Fórum de Dança também terá workshops gratuitos.

Confira a programação.

09 de julho
9 horas – dança do ventre para a terceira idade[Recanto Árabe]
10h30 – break[Jonas BBoy]
10 de julho
9 horas – sapateado[Academia Sueli]
10h30 – afro-jazz[Cia. Nós da Dança-Bauru]
11 de julho
14 horas – dança de salão[Vice e Versa]

O III Fórum de Dança conta com o apoio da Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Cultura, Restaurante Tempero Manero, PIPA – Programa de Incentivo a Produção Artístico-Cultural e Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci.

Natação de Botucatu conquista 10 medalhas em Lins

A natação botucatuense brilhou nos 52º Jogos Regionais que estão sendo realizados na cidade de Lins. Os atletas de Botucatu conquistaram 10 medalhas, sendo 4 de ouro, 3 de prata e 4 de bronze.
Os destaques foram Carla Barbosa de Arruda [que ganhou 3 de ouro] e Rafael Dallaqua [que conquistou 1 de ouro, 1 de prata e 2 de bronze].
Também conquistaram medalhas Rafaela Conte [prata], além do revezamento 4x100m nado medley masculino e 4x100m nado livre masculino.
Na classificação geral, Botucatu ficou em quarto lugar no masculino e em quinto no feminino. Piracicaba venceu no masculino e Bauru no feminino.

Futsal estréia com vitória nos Jogos Regionais

As equipes masculina e feminina de Botucatu estrearam com vitória nos 52º Jogos Regionais - 1ª Divisão. A competição está sendo disputada na cidade de Lins.
Na segunda-feira, dia 07 de julho, Botucatu enfrentou Santa Bárbara do Oeste no futsal feminino e venceu por 6 a 2. O jogo foi disputado no Ginásio da UniLins.
Já a equipe masculina enfrentou Lençóis Paulista e não encontrou dificuldades em vencer os adversários por 7 a 0, em jogo disputado no Ginásio Municipal do CSU.
Botucatu volta a jogar no futsal masculino apenas na quarta-feira, 9, contra Santa Bárbara do Oeste, às 16 horas, no Ginásio do Centro Social Urbano.

Botucatu vence Jaú no futebol de salão feminino nos Jogos Regionais

A equipe feminina de futsal de Botucatu conseguiu nesta terça-feira, dia 08, sua segunda vitória nos 52º Jogos Regionais - 1ª Divisão. Nossas meninas venceram Jaú por 3 a 0.
Com a vitória, Botucatu praticamente garantiu a classificação à próxima fase da competição. Nesta quarta-feira, 09, Botucatu encara a representação de São Carlos, às 14 horas, no Ginásio da UniLins.
Malha - A equipe de malha de Botucatu está eliminada dos Jogos Regionais em Lins. Nesta terça-feira, Botucatu perdeu para Bauru por 52 a 36.
Tênis - A equipe masculina de tênis de Botucatu ficou em quarto lugar na 52ª edição dos Jogos Regionais. Na decisão da medalha de bronze, nesta terça-feira, Botucatu perdeu para São Carlos por 2 a 0.

Estado investe R$ 2,6 mi na compra de mais 400 bafômetros

Da Secretaria de Segurança Pública

O Governo do Estado vai investir mais R$ 2,6 milhões na compra de 400 novos bafômetros. A aquisição será feita ainda este ano pela Secretaria da Segurança Pública. Os estudos para a compra dos equipamentos são feitos pela Polícia Militar, também responsável, desde o ano passado, pela realização da Operação Direção Segura.
Nessas operações, motoristas que dirigem alcoolizados são autuados em flagrante, têm a carteira de habilitação apreendida, recebem multa e, conforme a dosagem de álcool no sangue, podem ser presos em flagrante. Os novos bafômetros serão destinados, na maior parte, ao interior do Estado. Serão 298 para cidades do interior e 102 para a capital.
Recentemente, a Polícia Rodoviária recebeu 62 bafômetros comprados pelo DER. Com a aquisição, que quadruplicou o número de etilômetros disponíveis, as operações Direção Segura nas estradas estaduais passaram a empregar um total de 79 equipamentos. Todo pelotão de Polícia Rodoviária tem pelo menos um bafômetro.
Na capital, a PM mais que quadruplicou sua capacidade de fiscalização dos casos de embriaguez ao volante, ao receber lote de 40 bafômetros da CET. Agora, a Polícia Militar conta com 51 equipamentos. Todos são operados pelo Programa de Policiamento de Trânsito, coordenado pelo 34º BPM/M.
O secretário da Segurança Pública, Ronaldo Marzagão, explica a razão dos investimentos em bafômetros: “todo investimento que o Estado faz em operações preventivas é amplamente recompensado pela preservação da vida de cada pessoa e – por que não dizer – pelos imensos gastos hospitalares e previdenciários, causados pelas mortes no trânsito”,
Desde o ano passado, Marzagão determinou a realização de operações Direção Segura, em todo o Estado, para redução das mortes no trânsito. Classificadas como homicídios culposos, o número de mortes resultantes desses acidentes praticamente empatou, em 2007, com o número de homicídios dolosos (quando há intenção de matar), praticados, em geral, com uso de arma de fogo ou branca. Colaborou para este resultado a redução de 67% dos homicídios dolosos no estado, desde 1999, acentuada em 2007, com queda de 19,5% deste tipo de crime.
A nova Lei de Embriaguez no Trânsito, a 11.705, deu às polícias um instrumento mais poderoso para combater uma das causas dos acidentes de trânsito, avalia o secretário Ronaldo Marzagão. “É uma lei dura, mas importante”, completa. Depois que a PM reforçou as operações Direção Segura com a nova lei, hospitais da capital já registram queda de 55% no atendimento a vítimas de acidentes de trânsito.

Policiais que balearam e mataram menino de três anos são indiciados por homicídio

Da Agência Brasil

O delegado titular da 19ª Delegacia, Walter de Oliveira, indiciou hoje (8) os dois policias militares envolvidos na morte do menino João Roberto Amaral, por homicídio doloso qualificado. O delegado pediu ainda a prisão preventiva dos PMs.
O carro onde estava a criança, de 3 anos de idade, foi atingido por tiros disparados pelos policiais na noite do último domingo (6), na Tijuca, zona norte da cidade. Ainda estavam no carro sua mãe, que dirigia o veículo, e seu irmão de nove meses.
"Eu entendi, após analisar as fitas gravadas, que eles atiraram com a intenção clara de matar, talvez não tivessem a intenção de matar uma criança, mas matar os ocupantes do carro, e não deram sequer chance de defesa. Então a lei é clara. O homicídio praticado sem chance de defesa da vítima é qualificado. Eu julguei as declarações [dos PMs] contrárias ao que tem nas filmagens", explicou o delegado.
Os policiais militares alegaram em depoimento que estavam perseguindo um carro que teria atirado contra eles, e que o carro onde estava João Roberto ficou no meio do tiroteio. O menino levou dois tiros, um deles na cabeça e teve morte cerebral ontem (7).

Licença-maternidade de 6 meses é sancionada pelo governador

Do site do governo do Estado de São Paulo

O governador José Serra sancionou a lei complementar que amplia o período de licença-maternidade para funcionárias públicas estaduais de quatro para seis meses (120 para 180 dias). A medida também assegura a licença às servidoras que adotarem crianças com até sete anos de idade.
Quando era ministro da Saúde, José Serra levou a OMS (Organização Mundial da Saúde) a proposta de aleitamento materno exclusivo por seis meses no Brasil. A lei complementar diz que a licença será concedida a partir do oitavo mês de gestação e, durante o período de afastamento, a servidora não poderá exercer outra atividade remunerada. A criança também não poderá ser mantida em creche ou organização similar.
Oito Estados (Amapá, Rondônia, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Espírito Santo) já aprovaram o benefício para suas funcionárias.

Além deles, o Rio de Janeiro aprovou o projeto para empresas privadas mediante incentivos fiscais e o Maranhão aprovou a proposta apenas para as funcionárias do Judiciário.
Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), grande parte das mães abandonam a amamentação devido à necessidade de retornar ao trabalho ao término do período da licença maternidade. De acordo com diagnóstico da SBP, o aleitamento materno nos seis primeiros meses de vida da criança é essencial, pois reduz em 17 vezes as chances dela contrair pneumonia, em 5,4 a anemia e em 2,5 a diarréia.
A nova lei tem como objetivo propiciar o estreitamento afetivo entre a mãe e o filho ao estender o tempo do convívio integral entre eles e incentivar o aleitamento materno exclusivo durante os seis primeiros meses de vida da criança, exigência crucial para a alimentação saudável no primeiro ano. É nesta fase que se completa o crescimento do cérebro, além da definição da personalidade, razão pela qual a presença constante da mãe é altamente significativa para o grau de desenvolvimento da criança.
Histórico
Em maio deste ano, o poder legislativo aprovou proposta similar de autoria do deputado Edson Giriboni (PV). Após o trâmite, entretanto, o governador José Serra decidiu vetar a íntegra do projeto pelo que é conhecido como “vício de iniciativa”. De acordo com o texto do veto assinado por Serra, não é de competência de legisladores proporem tal iniciativa.
Contudo, depois de vetar o projeto, o governador decidiu encaminhar a proposta do deputado para estudos da Secretaria de Gestão Pública que elaborou o anteprojeto encaminhado à Assembléia no último dia 4. “Ampliar o período de aleitamento materno é ampliar uma política preventiva de saúde pública que garante os direitos fundamentais da criança. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a criança alimentada pelo leite materno até os seis meses de idade tem o seu sistema imunológico fortalecido. Vale ressaltar também os ganhos para a Administração, que, além de contar com servidoras mais motivadas, a médio e longo prazos evitará o absenteísmo e , conseqüentemente, redução de custos com pessoal, uma vez que elas tenderão a não deixar seus postos de trabalho para acompanhar os filhos com problemas de saúde evitados pela amamentação”, afirmou o secretário de Gestão Pública, Sidney Beraldo.

Cleber Mata / Mariana Garbin

Festa de São Domingos acontece na próxima semana

Por Renato Fernandes

Nos dias 19 e 20 de julho, acontece no Bairro do Piapara a tradicional Festa em Louvor a São Domingo. O evento é realizado anualmente e nessa edição conta com o trabalho da comissão de festas liderada por Divanil Vieira de Matos e Sá, José Horácio Fogaça, José Aparecido Machado, Luiz Morato e Rogério Winckler.
No sábado, dia 19, as atividades começarão às 11 horas , com almoço onde será oferecido um cardápio com churrasco, bebidas e leilão de prendas. No período da tarde, a partir das 14 horas, os fiéis da Capela de São Domingos promovem a recitação do terço e às 15 horas ocorre leilão de gado. A agenda de sábado será encerrada pelo show da banda Paloma Country Show.
No domingo, às 6 horas, os festeiros realizam a Alvorada Festiva e às 11 horas almoço, como arroz, maionese, frango, leitoa, churrasco, bebidas e leilão de prendas e assados. Os fiéis poderão acompanhar a missa sertaneja e procissão solene às 15 horas e às 17 horas, ocorre show de forró. Uma das novidades da festa é o torneio de futebol, as inscrições podem ser feitas pelo telefone: (14) 9671-5085 ou 9798-0005.
O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Botucatu e Polícia Militar. Informações sobre locação de barracas pelo telefone: (14) 8116-2767.

Campanha Livro na Praça chega à 5ª edição

Por Renato Fernandes

a quinta-feira, a livreira Irani Celeste Sardellla promete abandonar nas praças públicas do centro da cidade 75 livros. A iniciativa faz parte das ações da quinta edição da campanha de incentivo à leitura “Livro na Praça”, promovida pelo Sebo e Gibiteria Avalon. “Lançamos essa idéia em dezembro de 2006 e desde então já distribuímos nas praças da cidade aproximadamente 350 livros”, garante.
A intenção inicial da campanha é convencer o leitor a encontrar o livro e devolver o exemplar ao sebo, para que ele volte a ser abandonado em praças da cidade. “Em dois anos recebemos de volta cerca de 10 exemplares. Deixamos no sebo alguns exemplares separados para que o leitor possa pegar emprestado assim que devolver o exemplar encontrado na praça”, acrescenta.
A campanha faz parte do projeto Capital Cultural, que prevê a realização de cursos, palestras, exposições e feiras para a formação de leitores. “Iniciaremos a distribuição nas praças por volta das 10h30”, disse Irani, lembrando que as obras estão em boas condições, embaladas e com cartas de apresentação do projeto.

Rede pública poderá distribuir kit para teste de gravidez

Da Agência Câmara

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3158/08, que institui o fornecimento gratuito de kits para teste de gravidez pela rede pública de saúde. O autor da proposta, deputado Eliene Lima (PP-MT), afirma que o kit é um método imediato de verificação de gravidez e com margem relativamente segura quanto ao resultado.
Segundo o parlamentar, muitas mulheres, principalmente as jovens, engravidam e permanecem meses sem saber da gestação, o que retarda o início da assistência pré-natal, importantíssima para o desenvolvimento do feto. "Se a mulher que suspeita estar grávida souber que o teste de gravidez está disponível gratuitamente com certeza o fará", ressalta.
Eliene Lima acredita que um grande número de mulheres não tem recursos financeiros para comprar testes de qualidade, e por isso a rede pública de saúde deve distribuí-los gratuitamente. "O projeto é importante não só para a mãe, mas também para a saúde do feto", afirma.
Orçamento
O deputado explica que a origem das verbas para a compra e distribuição dos kits deverá ser discutida na Comissão de Seguridade Social e Família e no Ministério da Saúde. A implementação do programa, segundo Eliene Lima, será feita com base nos mesmos moldes da distribuição de preservativos, guardadas as devidas peculiaridades.
De acordo com Eliene Lima, a escolha dos kits será feita por uma equipe técnica do ministério. O parlamentar afirma que grandes lotes do produto podem ser comprados com bons descontos diretamente de outros países, como já acontece com os preservativos distribuídos nos postos de saúde.
Tramitação
O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.