julho 06, 2008

Cetesb amplia rede de monitoramento da qualidade do ar

A Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), órgão da Secretaria do Meio Ambiente - SMA, ampliou sua rede de monitoramento da qualidade do ar na região noroeste do Estado, onde ocorre uma nítida expansão do agronegócio, inaugurando na quinta-feira, 3, uma nova Estação Automática no município de Presidente Prudente.
O equipamento foi instalado dentro do Campus da Unesp (Universidade Estadual Paulista), situado à Rua Roberto Simonsen, 464.
A estação medirá as concentrações de ozônio, de óxidos de nitrogênio e de partículas inaláveis, além dos seguintes parâmetros meteorológicos: direção e velocidade dos ventos, temperatura e umidade relativa do ar, pressão atmosférica e a radiação total e ultra-violeta.
Até o final de 2008, entrarão em operação mais sete estações, localizadas nos municípios de: Araçatuba, Araraquara, Jundiaí, Jaú, Piracicaba, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto. Os investimentos para a ampliação do sistema operacional e expansão da rede de monitoramento são da ordem de R$ 7 milhões, oriundos do FECOP (Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição).
“Diante do crescimento do setor sucroalcooleiro na região noroeste do Estado, a Cetesb toma a iniciativa de expandir sua rede de monitoramento pelo interior para melhor atender o trabalho de controle ambiental“, afirmou Fernando Rei, presidente da Cetesb, ao inaugurar o novo equipamento na companhia do diretor de Engenharia, Tecnologia e Qualidade Ambiental, Marcelo Minelli.
No ato, foi feito um agradecimento especial ao Professor José Tadeu Tommazelli, do departamento de Geografia da Unesp, por ceder a área onde o equipamento foi instalado. A Prefeitura de Presidente Prudente, por sua vez, foi representada no evento pelo Secretário Municipal de Meio Ambiente, Fernando Luisário Gomes.

JOIS 2008: Futsal e tênis de campo conhecem semifinalistas

Sabesp venceu a Embraer no vôlei feminino

Faltando apenas três rodadas para o término dos Jogos Industriários do Sesi (JOIS 2008) mais duas modalidades conhecem seus campeões e outras chegam as fases semifinais e finais.
Um dos esportes que mais agitam e levam público para o CAT do Sesi é o futsal. Neste sábado, dia 5, a competição conheceu os quatro finalistas. No próximo sábado, dia 12, serão definidos os finalistas nos confrontos entre Duratex e Irizar e 4x4 e Polyhohn B.
O tênis de campo também conheceu os semifinalistas. Na categoria A classificaram-se Jonas (Irizar), Thó (Casa dos Materiais), Eduardo (Irizar) e Júlio (Globo). Na B garantiram vaga Erick Facioli (Criativa FM), Helton (Duratex), Rogério (Duratex) e Paulo Carorin (Irizar). Normam (Embraer), Kiko (Centroflora), Garbuio (Embraer) e Júlio (Irizar) são os semifinalistas da classe C.
Também no sábado foi dia de decisão para o vôlei de areia. No feminino, a Embraer venceu a ASU por 2 a 1 e ficou com o título. Já o masculino teve como campeão a Duratex A, que fez 2 a 0 na Embraer A. Na Disputa do terceiro lugar, vitória da Duratex B por 2 a 0 sobre a Sabesp.
O destaque da programação do domingo, dia 6, foi o tênis de mesa, que contou com a participação de 27 atletas de dez empresas de Botucatu. Confirmando o favoritismo, a Induscar ficou com as medalhas de ouro e bronze, conquistadas respectivamente por Adolfo e Daniel. Em segundo lugar ficou Maciel da Duratex.

Ministério da Saúde abrirá concurso para preencher mil vagas

Autorizado concurso para provimento de mil cargos de nível médio. Salários são de R$ 1.910,95

O Ministério da Saúde recebeu autorização para a realização de concurso público para mil cargos de Agente Administrativo do seu quadro de pessoal. A Portaria nº 205 do Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão foi publicada nesta sexta-feira (4), no Diário Oficial da União.
A contratação deve ocorrer a partir de fevereiro de 2009 e os salários serão de R$ 1.910,95. As vagas serão destinadas a todos os estados brasileiros e as provas, realizadas em nível nacional (exceto Rio de Janeiro, onde o Ministério da Saúde já tem um banco de concursados).
O Ministério da Saúde pretende, com o certame, substituir funcionários do quadro que se aposentaram e ainda os trabalhadores terceirizados que executam atividades não previstas no Decreto nº 2.271, de 7 de julho de 1997, que dispõe sobre a contratação de serviços pela Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional. Ainda não foram definidos dois pontos: como será a distribuição no território nacional e qual será a banca examinadora que realizará a seleção. O órgão não realiza concursos para cargo efetivo há mais de 25 anos.

Outras informações

Atendimento à Imprensa
(61) 3315-3580 e 3315-2351
Atendimento ao Cidadão
0800 61 1997 e (61) 3315 2425

Powered by ScribeFire.

Brasil terá cerca de 400 mil candidatos nas eleições municipais, estima TSE

Da Agência Brasil

A Justiça Eleitoral prevê contabilizar aproximadamente 400 mil pedidos de candidatura às eleições municipais deste ano, depois da consolidação dos registros apresentados pelos partidos e coligações.
O prazo para este tipo de registro se encerrou hoje (5) às 19 horas, mas os candidatos escolhidos em convenções que não tiverem o requerimento feito por suas legendas têm até segunda-feira (7) para se registrar.
Devido à grande demanda concentrada, muitos pedidos efetivamente entregues nos cartórios não puderam ser inseridos no Sistema de Divulgação de Candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) hoje mesmo. O TSE informa que apenas por volta do dia 14 de julho os dados apresentados no site do tribunal estarão próximos do total de registros realmente efetuados.
Estão sendo disputados nas eleições de outubro 5.563 cargos de prefeito, com o mesmo número de vices, e cerca de 52 mil vagas de vereadores.
O número total de candidatos registrados no Brasil ainda está sujeito a oscilações em virtude da definição de candidaturas como aptas ou inaptas pelos juízes , falecimento ou renúncia dos postulantes aos cargos durante o período de divulgação de dados.
Os juízes podem rejeitar os pedidos por documentação incompleta ou até mesmo por vida pregressa incompatível, de acordo com critérios estabelecidos por cada Tribunal Regional Eleitoral.

Powered by ScribeFire.