junho 15, 2008

Chada é sepultada no cemitério Portal das Cruzes

Por Renato Fernandes
Fotos David Devidê


Foi sepultada no sábado, dia 14, às 17 horas, no Cemitério Portal das Cruzes a empresária Annunciatina Grande, 94 anos, conhecida em Botucatu e região como chada. Um grande número de pessoas, entre elas amigos, familiares e a população em geral compareceram ao sepultamento.
Chada era proprietária do Bar “São Francisco de Chada”, de Vitoriana, Distrito onde nasceu, criou irmãos, trabalhou como sapateira e ousou usar calças compridas em uma época que isso era só para homens.Foi política, líder local e promotora das famosas festas em louvor a Nossa Senhora das Vitórias.
Chada faleceu por volta das 7 horas, em sua residência, no Jardim Paraíso, em Botucatu, de causas naturais.

Polícia Militar abre processo seletivo para 3.586 vagas de soldado temporário

A Polícia Militar do Estado dispõe de 3.586 vagas de soldado temporário. Os interessados em concorrer aos postos, chamados oficialmente de serviço auxiliar voluntário, devem se inscrever entre os dias 17 e 20, somente pela internet.
A taxa de inscrição ao processo seletivo é de R$ 8,18. O candidato deverá ter entre 18 e 23 anos, estatura mínima de 1,65 metro (masculino) e 1,60 metro (feminino) e possuir certificado de conclusão de ensino fundamental ou equivalente. Outros requisitos são: estar em situação de desemprego, não ser beneficiário de outro programa assistencial, não possuir antecedentes criminais e comprovar boa saúde. A aptidão física será verificada por meio de testes realizados na Polícia Militar.
Os aprovados e convocados prestarão serviços pelo prazo de um ano, prorrogável por igual período.Inscrições: de 17 a 20 de junho, no site www.nossacaixa.com.br
Informações: Disque PM 0800 0555 190 – site www.polmil.sp.gov.br

Bauru e Marília farão monitoramento automático da qualidade do ar

A Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), vinculada à Secretaria Estadual do Meio Ambiente, está ampliando em 30% a sua rede automática de monitoramento da qualidade do ar no Estado.
Na sexta-feira, 13, foram inauguradas as estações automáticas de Bauru e Marília. Além disso, também nesta sexta-feira, a Agência Ambiental de Bauru, em conjunto com a Polícia Rodoviária Estadual, realizou um comando de fiscalização de fumaça preta emitida pelos caminhões, no km 340 da Rodovia Marechal Rondon, que resultou na autuação de 36 veículos diesel. E uma inspeção de funcionamento de catalisadores e de regulagem de motores, de veículos leves, foi promovida, durante todo o dia, no Aquarius Shopping de Marília.
Todas estas ações marcam o início da Operação Inverno 2008, que se estende de junho a agosto. No decorrer do período, a agência ambiental paulista e a SMA, em parceria com prefeituras municipais, órgãos governamentais e entidades privadas, promoverá uma série de ações, tanto de fiscalização como de inspeção e orientação, visando a regulagem dos veículos e a consequente redução dos poluentes.
De acordo com o diretor de Engenharia, Tecnologia e Qualidade Ambiental da CETESB, Marcelo Minelli, a agência ambiental paulista “está interiorizando o monitoramento, nas cidades que registram um crescimento da atividade econômica, no Estado”. Ele enfatizou a ampliação da rede em 30%, “o que representa uma importante ferramenta de planejamento das políticas públicas, na área ambiental”.
Com estas inaugurações, em Bauru e Marília, a Cetesb passa a operar 32 estações automáticas fixas – 21 na Região Metropolitana de São Paulo; três em Cubatão e mais oito no interior – e, até o final do ano, entrarão em funcionamento mais 08 novas estações automáticas. Os investimentos para a atualização do sistema operacional e expansão da rede telemétrica de monitoramento da qualidade do ar são da ordem de R$ 7 milhões, recursos do FECOP – Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição. O custo estimado previsto de cada estação é de aproximadamente R$ 600 mil.
Para a escolha dos novos municípios em que haverá monitoramento automático, foram utilizados critérios como a população do município, a existência de fontes industriais e frota de veículos significativa, áreas de queima de palha de cana-de-açúcar, e distribuição geográfica no Estado, entre outros. Os municípios que serão contemplados com estações automáticas são Araçatuba, Araraquara, Jundiaí, Jaú, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto. Além disto, será ampliado o número de parâmetros que atualmente são monitorados na estação de Americana. Em Bauru, a estação está localizada na rua Castro Alves, Quadra 4, junto ao Corpo de Bombeiros, e em Marília na Unidade Básica de Saúde “Dr. Simão de Andrade Ribeiro”, à R. Pascoal Moreira, 250.
As novas estações estarão capacitadas para medir as concentrações de ozônio, óxidos de nitrogênio e partículas inaláveis. Além disto, medirão em Bauru e Marília, os seguintes parâmetros meteorológicos:direção e velocidade dos ventos, temperatura, umidade relativa do ar e radiação global e UV.
Juntas, elas permitirão avaliar continuamente a qualidade do ar respirado pela população e informá-la à sociedade em tempo real pela internet, e com isto, entre outros benefícios: conscientizar a população sobre os problemas de poluição do ar e a adoção de medidas que ajudem a reduzi-la, bem como a adoção de medidas de proteção à saúde quando necessário; obter informações que possam indicar os impactos sobre a fauna, flora e o meio ambiente em geral; acompanhar as tendências e mudanças na qualidade do ar devidas à alterações nas emissões dos poluentes, e assim auxiliar no planejamento de ações de controle; determinar o nível de saturação do município e na região ao seu entorno com vistas aos processos de licenciamento; e fornecer dados para ativar ações de controle, quando os níveis de poluentes na atmosfera possam representar risco à saúde pública.

Movimento quer barrar candidatos com processos em andamento



Uma mobilização popular para impedir que políticos condenados ou que renunciaram aos mandatos para fugir da cassação possam se candidatar tem dia e hora para começar: amanhã (16), às 14h30, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
É quando o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), que reúne 36 instituições, vai entregar ao presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, um novo projeto de lei de iniciativa popular que sugere alterações na lei de inelegibilidades – Lei complementar 64/90.
Para que o texto vá ao Congresso, a Constituição Federal pede que sejam recolhidas as assinaturas de 1% dos eleitores brasileiros – ou seja, serão necessárias pelo menos 1,7 milhão. O MCCE fez o mesmo para aprovar a Lei 9.840/99, que tornou crime a prática da compra de votos.
O projeto propõe que os que foram condenados em primeira ou única instância ou que tiverem contra si denúncias recebidas por órgão judicial colegiado não tenham a sua candidatura aprovada pelo TSE, de acordo com o padre Geraldo Martins, assessor da CNBB. A entidade integra o MCCE e espera conseguir as 1,7 milhão de assinaturas até julho deste ano.
“O que se quer com esse projeto é fazer crescer nas pessoas a consciência de cidadania e convocar o eleitor para sua responsabilidade no processo de purificação de todo o processo eleitoral, fazendo com que os partidos se preocupem, cada vez mais, em apresentar à sociedade candidatos idôneos e de reputação ilibada, a fim de que possam pleitar esses cargos."
O secretário-geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa, o secretário-executivo da Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP), Carlos Moura, e o representante do Conselho Federal da OAB, Amauri Serralvo, farão parte da comissão que vai entregar o texto do projeto de lei, amanhã, ao presidente do TSE;
Uma decisão do TSE, no último dia 10, vai exatamente contra o que propõe o projeto. Por meio dela, o tribunal definiu que apenas os candidatos com processo transitado em julgado - ou seja, sentença definitiva - serão impedidos de concorrer às eleições.
Para assinar o abaixo-assinado que muda o texto da lei, basta entrar no site do MCCE e preencher o formulário. Nele, constam espaço para a pessoa colocar nome, endereço, número do título de eleitor e assinatura ou impressão digital. Qualquer eleitor pode assinar e recolher assinaturas de outros eleitores e o formulário pode ser acessado clicando aqui.

Da Agência Brasil

Modalidades tradicionais e novidades marcaram rodada do JOIS

Tiro ao alvo com estilingue é uma das novidades

Os Jogos Industriários do Sesi 2008 continuam movimentando os trabalhadores de Botucatu e região. A competição que reúne mais de 3 mil funcionários e colaboradores de 36 empresas realizou neste final de semana uma rodada que contou com modalidades tradicionais como o atletismo e o futsal, mas também apresentou novidades como tiro ao alvo com estilingue e o vídeo-game.
No dias 13 e 14, sexta e sábado, foram realizados jogos de futebol sete master, futsal, snooker, tênis de campo e vôlei de areia (confira tabela). No domingo, dia 15, aconteceu a estréia da modalidade de vídeo-game (Winning Eleven/ Play Station 2). Dos 71 inscritos, 16 garantiram a classificação para a fase de oitavas-de-final, que será realizada nas próximas semanas.
Ainda no domingo, dia 15, foi realizado o tiro ao alvo de estilingue. A sala de jogos do Sesi ficou lotada para acompanhar a novidade que contou com 26 competidores. O objetivo dos participantes era acertar sete alvos fixos que representavam as drogas, cigarro, bebida e violência, com pontuação diferenciada de acordo com o grau de dificuldade. O vencedor foi Rodrigo Carlos de Almeida (CPFL). A medalha de prata ficou com Valdinar da Silva (Duratex) e a de bronze com Reginaldo Thiago da Silva (Embraer). Ivan Pelícia, Alessandro dos Santos e Marcos Sasdelli, ambos da Duratex, ficaram respectivamente em quarto, quinto e sexto lugares.
A modalidade de parede de escalada também foi realizada no domingo, na caixa d´água do Sesi. Luiz Donizete e Eduardo, ambos da Embraer, foram os mais rápidos a escalar os 12 metros de altura da prova. Em terceiro lugar ficou Rodrigo Almeida (CPFL). O feminino, que contou com a participação de apenas uma competidora, teve como vencedora a atleta Bruna (Embraer).
O atletismo, realizado no domingo pela manhã, na pista do Estádio Municipal João Roberto Pilan, contou com 60 participantes nas categorias adulto, master (nascidos até 1973) e veterano (nascidos até 1968). Um dos destaques da modalidade foi o atleta Dilermando Aparecido Alves, da Duratex, que conquistou quatro medalhas de ouro (revezamento 4x100 adulto masculino, peso veterano masculino, salto altura master masculino e salto distância master masculino). Confira os demais resultados na tabela.


ATLETISMO
3000 m ADULTO MASCULINO
1º - JEAN RICIELLI LIAO - 9'47"36 - EUCATEX
2º - ELENILSON C. DE MORAES - 9'51"00 - DURATEX
3º - ERNESTO V. DE BARROS - 10'24"07 - INDUSCAR
4º - ELMIRAR F. SANTOS - 11'27"00 - INDUSCAR

3000 m MASTER MASCULINO
1º - ALESSANDRO DE SOUZA - 10'39"82 - DURATEX
2º - MÁRCIO J. ALVES ANDRINI - 11'38"00 - EMBRAER
3º - MÁRIO CAETANO M . JÚNIOR - 12'37"00 - EUCATEX
4º - MÁRCIO ALEXANDRE BENTO - 13'57"33 - EMBRAER
5º - ÉRICK RENATO F. FACIOLI - 15'07"00 - CRIATIVA FM

3000 m VETERANO MASCULINO
1º - MARCOS AP. ABÍLIO - 12'47"89 - INDUSCAR
2º - SEBASTIÃO AP. FERREIRA - 12'58"00 - PREFEITURA
3º - MARCO MEZZENA - 14'55"93 - CONSCIÊNCIA

PESO ADULTO MASCULINO
1º - LUCIANO RODRIGO - 8.79 m - EMBRAER
2º - MARCO MEZZENA SEGUNDO - 8.76 m - CONSCIÊNCIA
3º - THIAGO BERTO CORREA - 7.79 m - DURATEX
4º - ANDAVID PAES FERREIRA- 7.54 m - EUCATEX
5º - LUIZ ANDERSON FERREIRA - 7.07 m - DURATEX
6º - ANDERSON MANOEL SCOLARI - 6.85 m - INDUSCAR

PESO MASTER MASCULINO
1º - LUIZ AUGUSTO EBURNEO - 8.09 m - EMBRAER
2º - ALESSANDRO DE SOUZA - 7.48 m - DURATEX
3º - ELENILSON C. DE MORAES - 6.63 m - DURATEX
4º - MÁRIO C. M. JÚNIOR - 6.49 m - EUCATEX

PESO VETERANO MASCULINO
1º - DILERMANDO AP. ALVES - 10.29 m - DURATEX
2º - MARCO MEZZENA - 8.64 m - CONSCIÊNCIA

PESO FEMININO
1º - JANAINA CRISTINA CRUZ- 7.38 m - EMBRAER
2º - LUANA ANDRADE DA SILVA - 4.47 m - EMBRAER

100 m ADULTO MASCULINO
1º - FÁBIO JOSÉ ARRUDA - 11"37 - DURATEX
2º - MÁRIO AUGUSTO VASQUES - 11"53 - BJP
3º - WILLIAN PINTO DE CASTRO - 11"90 - DURATEX
4º - THIAGO EMERSON VAZ - 12"22 - INDUSCAR
5º - ROBSON ANTÔNIO DE FREITAS - 12"82 - INDUSCAR

100 m MASTER MASCULINO
1º - PEDRO PAULO DE SOUZA - 12"36 - DURATEX
2º - VALDEMAR C. DOS SANTOS - 15"50 - TECNAUT
3º - MÁRIO CAETANO MITIDIERC - 18"56 - EUCATEX

100 m VETERANO MASCULINO
1º - ANTÔNIO LUIZ P. MATEUS - 11"97 - DURATEX
2º - SEBASTIÃO AP. FERREIRA - 13"49 - PREFEITURA
3º - MARCOS AP. ABÍLIO - 14"31 - INDUSCAR

SALTO ALTURA FEMININO
1º - JANAINA CRISTINA CRUZ- 1.15 m - EMBRAER
2º - LUANA ANDRADE DA SILVA - 1.10 m - EMBRAER

SALTO ALTURA ADULTO MASCULINO
1º - LUIZ ANDERSON FERREIRA- 1.60 m - DURATEX
2º - MÁRCIO BENTO BARBOSA - 1.50 m - EMBRAER
3º - VICTOR J. EBURNEO - 1.35 m - CONSCIÊNCIA

SALTO ALTURA MASTER MASCULINO
1º - DILERMANDO AP. ALVES- 1.70 m - DURATEX
2º - MARCO ANTÔNIO MEZZENA - 1.40 m - CONSCIÊNCIA
3º - CLÁUDIO GONÇALVES - 1.20 m - EMBRAER

SALTO DISTÂNCIA ADULTO MASCULINO
1º - FÁBIO JOSÉ DE ARRUDA- 5.83 m - DURATEX
2º - MÁRIO AUGUSTO VASQUES - 5.80 m - BJP
3º - LUIZ ANTÔNIO MIGUEL - 5.70 m - EUCATEX
4º - MICHEL N. PIRES - 5.53 m - ANIDRO
5º - MÁRCIO BENTO BARBOSA - 5.18 m - EMBRAER
6º - LUIZ ANDERSON FERREIRA - 5.08 m - DURATEX
7º - EDSON MESSIAS DA SILVA - 4. 85 m - INDUSCAR
8º - ANTÔNIO RODRIGO - 4.66 m - INDUSCAR

SALTO DISTÂNCIA MASTER MASCULINO
1º - DILERMANDO AP. ALVES - 5.58 m - DURATEX
2º - CLÁUDIO GONÇALVES - 4.60 m - EMBRAER
3º - MÁRCIO J. ALVES - 4.56 m - EMBRAER
4º - PEDRO PAULO DE SOUZA - 4.47 m - DURATEX
5º - LUIZ AUGUSTO EBURNEO - 4.03 m - EMBRAER
6º - MARCO MEZZENA - 4.01 m - CONSCIÊNCIA

800 m ADULTO MASCULINO
1º - HERNANI G. LOPES - 2'11"80 - ANIDRO
2º - JEAN RICIELLI LAIO - 2'16"90 - EUCATEX
3º - ROBSON ANTÔNIO DE FREITAS - 2'17"00 - INDUSCAR
4º - EDSON MESSIAS DA SILVA - 2'26"00 - INDUSCAR
5º - CLÁUDIO GONÇALVES - 2'28"00 - EMBRAER
6º - MÁRCIO J. ALVES ANDRINI - 2'36"00 - EMBRAER
7º - LEANDRO AUGUSTO THEODORO - 3'02"85 - DURATEX

200 m ADULTO MASCULINO
1º - MURILO MARCOS DE OL. SANTOS - 23"96 - DURATEX
2º - MÁRIO AUGUSTO VASQUES - 24"04 - BJP
3º - WILLIAN PINTO DE CASTRO - 24"42 - DURATEX
4º - ANTÔNIO LUIZ P. MATEUS - 25"84 - DURATEX
5º - SEBASTIÃO AP. FERREIRA - 28"19 - PREFEITURA
6º - ANTÔNIO RODRIGO DE FREITAS - 28"63 - INDUSCAR

REVEZAMENTO 4x100 ADULTO MASCULINO
1º - DILERMANDO,FÁBIO,WILLIAN,MURILO - 46"10 - DURATEX
2º - ROBSON,TIAGO,ANTÔNIO,EDSON - 50"75 - INDUSCAR
3º - CLÁUDIO,MÁRCIO,BENTO,LUCIANO - 55"97 - EMBRAER

Definidos os detalhes da apresentação do Teatro Mágico em Botucatu

Leia essa matéria ouvindo a música "A Pedra Mais Alta",
da troupe Teatro Mágico



Espetáculo será apresentado no Ginásio do Colégio Santa Marcelina

Por Renato Fernandes

A produção local da apresentação do Teatro Mágico em Botucatu já definiu detalhes da apresentação. O primeiro deles é a mudança da data, que seria dia 19 para o dia 26 de junho, no Ginásio do Colégio Santa Marcelina, às 20 horas.
Em cena a trupe liderada por Fernando
Anitelli, apresentará o show "2º Ato", com 1h45 minutos de duração. Estão sendo vendidos ingressos para pista, arquibancada e área vip com mesas e cadeiras para seis pessoas. A produçãogarantirá ao público a oportunidade de escolher q melhor opção momentos antes da apresentação, de acordo com a disponibilidade.
Em Botucatu os ingressos estão à venda por R$ 40 e R$ 20 (estudantes) nos seguintes locais: Ótica Cidade, O2
Multimarcas, Mc Donalds, Café Floriano Conveniência, Cebrac e ASU. Interessados em realizar excursões e caravanas devem entrar em contato pelo telefone (14) 3814-7206 com Robson.

Leia mais sobre esse tema:
Teatro Mágico se apresenta em Botucatu no próximo mês

EMA desenvolve sacolas ecológicas e pretende estabelecer parcerias com o comércio

Por Renato Fernandes

Integrar a comunidade com a causa ambiental e aproximar os moradores vizinhos em torno do ideal preservacionista, através de atividades que promovam a reciclagem vem sendo uma luta da EMA - Escola do Meio Ambiente de Botucatu, que há aproximadamente um ano decidiu convidar as mulheres que procuram por consultas médicas no PSF - Posto de Saúde da Família do Jardim Aeroporto a participarem de oficinas de customização de camisetas utilizando as técnicas do patchwork.
A oficina cresceu. O grupo hoje conta com a participação de aproximadamente 20 mulheres que agora partem em busca da geração de renda para a família e a manutenção dos projetos da escola.
Para conseguir essa renda extra o grupo decidiu investir em novos produtos e aderir à moda das compras conscientes, produzindo sacolas ecológicas. A intenção é tirar de circulação as sacolas plásticas distribuídas gratuitamente nos estabelecimentos comerciais da cidade dando ao consumidor a oportunidade de possuir uma sacola única, forte, bonita e com a capacidade ideal para as pequenas compras.
Com a mão de obra já garantida foi a vez de buscar materiais reaproveitáveis para a confecção do produto. A parceria com a Secretaria Municipal de Educação foi a solução encontrada pelo grupo que há cerca de três meses, sob coordenação da estagiária Gislaine Carvalho Coelho, utilizam uma espécie de tecido, conhecida como TNT, para desenvolver as sacolas. “Esse é um material barato e muito utilizado pelas escolas da cidade na decoração de salas e mesas”, explica Gislaine.
A produção ainda é inicial, o produto foi lançado oficialmente no dia 5 de junho “Dia do Meio Ambiente” e o momento é de estabelecer novas parcerias para o projeto. “Queremos parcerias com os comerciantes da cidade e redes de supermercados. Já estamos conversando com uma locadora da cidade para implantar esse sistema e espero que dê certo. O interessante para os lojistas é que as sacolas podem ser dimensionadas de acordo com as necessidades de cada estabelecimento”, comenta Gislaine.
A estagiária garante uma capacidade inicial de produção em torno de 30 sacolas por dia tendo como valor inicial unitário R$ 2,50. “Já temos em Botucatu exemplos de supermercados que trabalham com projetos semelhantes auxiliando outras ONG´s”, disse.
A iniciativa já traz esperanças de rentabilidade para as participantes do projeto, como é o caso da costureira Graziela Carmoni, 29 anos. “Gosto muito de costurar e esse prazer fica ainda melhor quando sabemos que é por uma causa nobre, como tirar o plástico de circulação. Se conseguirmos ligar isso tudo a um rendimento mensal ficará ainda melhor”, disse.
Maiores informações pelo telefone: [14] 3813-9251, ou pelo e-mail: ema@botucatu.sp.gov.br

Lei Rouanet vai beneficiar livro sobre a Santa Casa de Misericórdia

João Carlos Figueiroa vai supervisionar a obra

Por Renato Fernandes

O Instituto Micael Consultoria e Pesquisa foi autorizado, nesta sexta-feira, 13, a iniciar a captação de recursos na ordem de R$ 200 mil, pela lei Rouanet de Incentivo à Cultura, dos valores aprovados para a edição e publicação do livro “História da Santa Casa de Misericórdia de Botucatu”. A obra terá uma tiragem de 3.000 exemplares, e terá toda a renda da venda revertida em prol da instituição filantrópica e terá pesquisa e elaboração sob a supervisão do estudioso da história de botucatu e acadêmico João Carlos Figueiroa.
A Lei Rouanet permite às empresas que declaram Imposto de Renda pelo Lucro Real que destinem até 4% do valor anual à pagar, ao patrocínio de cultura, desde que os projetos sejam aprovados pelo Ministério da Cultura. Também pessoas físicas podem patrocinar e ter de volta até 6% do IR à pagar ou à restituir.
O livro sobre a História da Santa Casa de Misericórdia de Botucatu deverá ressaltar a trajetória de sua fundação e construção, bem como as pessoas que não mediram esforços para alcançar seus objetivos filantrópicos.
“Solicito às pessoas que tenham textos ou fotos sobre a Santa Casa, que enviem esse material ao Centro cultural de Botucatu”, pede o professor Sérgio Marques.
A obra - O livro terá 420 páginas e será confeccionado em papel couché com capa dura. A publicação será amplamente ilustrada e seus textos narrarão a história da Santa Casa de Misericórdia de Botucatu, da sua concepção, doação do terreno, início das obras e funcionamento até os dias atuais.
Um dos objetivos da obra é aproximar os leitores do conceito de que a filantropia existe desde tempos imemoriais, sendo seu maior exemplo no Brasil, desde 1543, as Santas Casas de Misericórdia.
O livro vai apresentar ao público em geral a força de personagens ilustres e desconhecidos, católicos, protestantes, indiferentes a crenças religiosas, maçons, monarquistas, republicanos, socialistas, anarquistas, que juntos não mediram esforços para arrecadarem os subsídios necessários para a construção da Santa Casa.

Coral e Orquestra em concerto

O Coral Municipal, regido por Márcia Guedelha Blasi, participará do
concerto musical dividindo o palco com a Orquestra Sinfônica


Por Renato Fernandes
Foto Paulo Sardenberg


A Orquestra Sinfônica e o Coral Municipal Cidade de Botucatu encerram, na noite de hoje, a série de eventos referentes ao “2º Portugal Presente em Botucatu”, com a apresentação de um concerto às 20h30, no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci.
O Concerto marca o bicentenário da chegada da Família Real ao Brasil e será dividido em dois blocos, no primeiro será mostrado um repertório temático com peças relacionadas a mudança histórica da Família Real e o segundo será uma peça de Robert Alexander Schumann, com a participação especial da pianista Rosa Tólon Marin. A Orquestra tem como regente o maestro Marcos Virmond e o coral a coralista Márcia Furrier Guedelha Blasi.
Durante uma semana, entre os dias 7 e 15 de junho, a cidade de Botucatu reverenciou a cultura portuguesa com uma série de eventos culturais realizados em diferentes locais e horários. Entre as atividades aconteceram apresentação de ballet, lançamento de livro, noite gastronômica e apresentações teatrais.
O evento “Portugal Presente em Botucatu”, marcou as comemorações do dia 10 de junho, considerado o “Dia de Portugal”, data em que é celebrada a relação com a cultura portuguesa presente no Brasil, em torno da língua e costumes.
A segunda edição do “Portugal Presente em Botucatu” foi uma realização do Consulado de Portugal em Botucatu, com apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Cultura. A entrada é franca.

Hospital Amaral Carvalho chega a 1000 transplantes de medula óssea

O Hospital Amaral Carvalho realiza nesta sexta-feira, dia 13, o seu milésimo transplante de medula óssea. O paciente que receberá a transfusão é Paulo Henrique Nunes, de 15 anos, morador da zona rural de São Joaquim, SC, que passará por um segundo transplante.
De acordo com Terezinha Maria de Oliveira Nunes, mãe de Paulo, os sintomas da doença surgiram no final de 2004 e a suspeita de ser leucemia foi levantada pelo médico pediatra de São Joaquim. “No começo ele tinha muita tontura, fraqueza, não queria brincar mais e quando eu o levei no médico só de ver ele falou que poderia ser leucemia”, conta a mãe.
De São Joaquim, Paulo foi encaminhado para a cidade de Lages para realização de exames que confirmaram, em janeiro de 2005, o diagnóstico de Leucemia Mielóide Crônica. O paciente foi transferido para Florianópolis para o início do tratamento e realização dos exames de compatibilidade com os membros da família. Das quatro pessoas da família, somente o irmão mais velho, Luís Paulo Nunes, era compatível.
Para realização do transplante, Paulo e seus familiares foram aconselhados a buscar tratamento no Hospital Amaral Carvalho. “Os médicos de Florianópolis falaram que a leucemia dele só poderia ser tratada aqui em Jaú”, afirma Terezinha.
Acompanhado por sua mãe e pelo irmão doador, Paulo veio para Jaú em agosto de 2005, quando passou pela avaliação e realizou os exames necessários para o transplante. O procedimento aconteceu um mês depois, no dia 1º de setembro.
Durante esse período a família ficou instalada na Casa de Apoio. A mãe de Paulo conta que o atendimento humanizado do Hospital ajudou na adaptação. “Os médicos aqui sentam com a gente e explicam o que está acontecendo, eles te orientam, dão conselho. Existe um acompanhamento da família, um apoio. Eu saí do meu mundo para algo diferente, mas nesse novo mundo encontrei muitas coisas boas, eu tive um atendimento, um carinho que não tinha na minha própria cidade”, conta.
Mãe e filho permaneceram na cidade de Jaú por quatro meses após o transplante para o tratamento quimioterápico. Depois de receber alta, o paciente voltou para São Joaquim, mas, a cada dois meses retornava ao HAC para acompanhamento e realização de exames.
Em Janeiro de 2007, exames moleculares apontaram a recaída da doença, o que foi confirmado um mês depois. Em abril, foi iniciado um tratamento a partir das células (linfócitos) do doador na tentativa de combater a doença. Como o procedimento não surtiu o efeito desejado, foi indicado um segundo transplante.
No dia 11 de maio desse ano, Paulo chegou em Jaú acompanhado pela mãe e pelo irmão Luís Paulo, que será novamente o doador da medula. O transplante, marcado para este final de semana, representa uma segunda nova vida para Paulo e a milésima para o Hospital Amaral Carvalho.

Workshop de Guitarra Gratuito com Fábio Leal

Fábio Leal é guitarrista e professor do Conservatório de Tatuí

A Artistas S/A apresenta dentro da programação da “IV Mostra de Música”, o workshop de guitarra brasileira com o guitarrista e professor do Conservatório de Tatuí, Fábio Leal que também fará uma participação especial na Cantina do Artistas juntamente com o “Grupo Engenho” que se apresenta todas as quintas feiras nas noites de Jazz. Fábio Leal iniciou os estudos aos 15 anos e há dez anos vem desenvolvendo uma concepção de guitarra brasileira, tanto no campo da improvisação como da composição. Em 2000 formou o grupo Mente Clara que lançou seu primeiro cd em 2007, em 2002 tocou no festival de jazz em Havana (CUBA), em 2006 participou do projeto 'Obra viva-Homenagem a Tom Jobim' com direção de André Marques que teve como interpretes: Elza Soares,Thalma de Freitas, Max de Castro, Danilo Caymmi e Rosa Passos. Leciona desde 1995 e há 5 anos atua como professor de prática de grupo e guitarra em Tatuí. Teve participações ao lado de grandes nomes da música instrumental brasileira como: Fernando Corrêa, Nenê, Vinicius Dorin, André Marques, Cambanda Jazz Combo (direção de Paulo Flores), Mônica Salmaso, Teco Cardoso e Banda Savana com regência do maestro Branco no festival Brasil Instrumental.

Tópicos do Workshop “Guitarra Brasileira”
•Improvisação em ritmos brasileiros
•Ritmos brasileiros na guitarra (mão direita)
•Relação "improvisador-grupo"
•Harmonização e reharmonização
•Composição


Serviço
26/06 (quinta) 18h30 – “Workshop Guitarra Brasileira” com Fábio Leal. Entrada Franca. Local: Artistas S/A
20h30 – “Música Instrumental” com o Grupo Engenho participação especial do guitarrista Fábio Leal na Cantina do Artistas. R$ 3,00
Maiores Informações: Artistas S/A (14) 3815.8293 ou no www.artistassa.com.br