maio 27, 2008

ABR.3 participa do show de solidariedade da Rádio Interativa FM


ABR faz show em Arandu

Também estão confirmadas as presenças de Bruno e Marrone, João Neto e Frederico, Hugo e Thiago, Bokaloca, Os Travessos, Natália Siqueira e Erick e Leo, entre outros
A banda ABR.3 será uma das principais atrações do Show da Solidariedade em Arandu (SP), evento que também comemora os sete anos da Rádio Interativa FM de Avaré. A festa acontece nos dias 31 de maio, a partir das 21 horas e no dia 1º de junho, a partir das 13 horas, no Recinto Atílio Sivestre.
André Nascimento, Bruno Sumam, Rafael Basso e Pedro Langona vão se apresentar no dia 1º, domingo, por volta das 21 horas. Além dos garotos do ABR.3, também estão confirmadas as presenças de Bruno e Marrone, João Neto e Frederico, Hugo e Thiago, Bokaloca, Os Travessos, Natália Siqueira e Erick e Leo, entre outros. No total, serão mais de 15 horas de evento. Confira a programação completa no site www.interativafm.com.br.
A entrada é franca, mas as pessoas que colaborarem com a doação de é 1kg de alimento não perecível estarão concorrendo a diversos brindes. A arrecadação será distribuída às entidades assistenciais de Arandu.

Brasileiro trabalhou os 148 dias de 2008 só para pagar impostos, diz entidade

Da Agência Brasil

O contribuinte brasileiro trabalhou em 2008 até o dia de hoje (27) somente para pagar os impostos, taxas e contribuições exigidos pelos governos municipais, estaduais e federal. Os dados, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), indicam que dos 148 dias trabalhados neste ano só para pagar os tributos, 84 são provenientes de impostos sobre o consumo; 54, sobre a renda; e 11, sobre o patrimônio.
O estudo mostra que, na década de 70, o contribuinte tinha de trabalhar, em média, 76 dias para pagar os tributos. Depois, na década de 80, foram necessários 77 dias e na década de 90, 102 dias. Em 2007, o contribuinte trabalhou 146 dias para pagar todos os tributos e em 2006, 145.
De acordo com o IBPT, os cidadãos da Suécia têm de trabalhar 185 dias por ano para pagar seus tributos; os da França, 149; os da Argentina, 97; e os do México, 91.
No Estudo Sobre o Verdadeiro Custo da Tributação Brasileira, o instituto alega que o sistema de cálculo da carga tributária brasileira esconde o real impacto dos tributos no preço final de mercadorias e serviços.
De acordo com o documento, a alíquota nominal do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICM), por exemplo, que é de 18%, resulta em uma alíquota efetiva de 21,95% sobre o custo da mercadoria. Isso porque, segundo o IBPT, a técnica de incidência de impostos no Brasil inclui o tributo em sua própria base de cálculo. Ou seja, os impostos no país incidem sobre o preço final do produto ao consumidor (já acrescido de impostos), e não sobre o valor do produto (não acrescido dos impostos).
Hoje, a Associação Comercial de São Paulo inaugurou o novo “impostômetro”, localizado na fachada de sua sede, na região central da cidade. No painel eletrônico, foram incluídas casas decimais dos trilhões de reais. De acordo com a associação, o dispositivo mostra em tempo real a valor dos tributos pagos no país desde o início do ano. A estimativa da entidade é de que, no dia 22 de dezembro, o “impostômetro” atinja a marca de R$ 1 trilhão.

Maços de cigarro terão imagens mais fortes

Da Agência Brasil

O Ministério da Saúde lançou hoje (27) as dez novas imagens de advertência que serão impressas no verso das embalagens de cigarro. A estratégia – que utiliza o conceito Fique esperto, começar a fumar é cair na deles – faz parte da campanha Juventude sem tabaco, promovida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2008 para comemorar o Dia Mundial sem Tabaco no próximo sábado (31).
“As imagens são fortes. De uma certa forma, radicalizam um pouco a linha que vinha sendo adotada pelo ministério. Mas foram construídas em cima de um conjunto de evidências científicas. Há toda uma avaliação por trás que fortalece essa estratégia”, avaliou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão.
Ao participar da cerimônia, em Brasília, ele ressaltou que há uma grande preocupação, por parte do governo federal, em relação ao consumo do tabaco entre os jovens. "Percebemos que a indústria desenvolve uma estratégia para capturar essas garotada”. Segundo o ministro, o governo pretende trabalhar com ações de prevenção ao consumo de cigarros dentro das escolas por meio de ações previstas no Programa Mais Saúde (PAC da Saúde).
Temporão destacou que outra preocupação do governo é com relação à propaganda e à publicidade de cigarros – apesar da restrição prevista pela legislação brasileira. “A indústria consegue construir estratégias para tentar contornar esses obstáculos, patrocinando eventos esportivos e culturais.”
Luiz Antonio Santini, diretor-geral do Instituto Nacional de Câncer (Inca), explica que as novas imagens foram produzidas de maneira que pudessem ser relacionadas a patologias provocadas pelo consumo do cigarro. “Imagens que tivessem grande potencial aversivo e que, por si só, provocassem uma repulsa visual na sua apresentação.”
Entre as imagens que serão incluídas nos maços de cigarro - e que fazem parte do terceiro grupo de advertências lançadas pelo ministério - está a de um pé mutilado pela gangrena, a de um bebê morto dentro de um cinzeiro e a de uma pessoa que respira por meio de aparelhos e é observada pela família.
O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Dirceu Raposo de Melo, garante que a publicação das imagens nos maços de cigarro depende, agora, de uma resolução do órgão. Em seguida, as empresas terão um prazo de até nove meses para que a impressão seja colocada no verso das embalagens.
No Brasil, desde 2001, os fabricantes de produtos de tabaco são obrigados, por lei, a inserir nas embalagens advertências sanitárias ilustradas com fotos e o número do telefone do Disque Saúde - Pare de Fumar, serviço de atendimento gratuito do Ministério da Saúde que tem como objetivo apoiar fumantes a deixar o vício. O Brasil foi o segundo país a adotar essa medida no mundo, depois do Canadá.
Dados do Ministério da Saúde apontam que o Brasil possui 23 milhões de fumantes e registra índices de até 200 mil mortes por ano provocadas pelo consumo do tabaco. Apenas em assistência médica, o custo para o país gira em torno de R$ 400 milhões ao ano – não inclusos gastos com atendimento ambulatorial, realização de exames e consumo de medicamentos.

CLIQUE AQUI e confira as novas imagens


Leia mais sobre esse tema


Governo quer proibir consumo de cigarro em ambientes fechados

Brasileiros querem proibição total do fumo em ambientes fechados

Bauru promove semana anti tabagismo

CMDCA faz campanha de prevenção da violência contra a criança e adolescente

O CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, em conjunto com a Secretaria Municipal de Assistência Social, iniciou uma campanha de prevenção e enfrentamento à violência contra a criança e o adolescente. O objetivo é mobilizar a sociedade no enfrentamento das causas da violência.
Existem vários tipos de violência praticados contra a criança e o adolescente, que constituem crimes, entre eles destaca-se a agressão física e psicológica, negligência, maus tratos, mendicância, abuso e exploração sexual, trabalho infantil, desnutrição, omissão a educação e saúde.
Os dados estatísticos atuais revelam que a violência contra a infância é generalizada no Brasil e que há muita tolerância para com ela, o que faz com que as pessoas se sintam menos à vontade para denunciar. Os números mostram que a violência ocorre exatamente nos locais em que elas deveriam receber proteção, que são os lares, escolas e creches.
Segundo a coordenadora do Programa de Enfrentamento à Violência Sexual contra a Criança e o Adolescente da Secretaria de Direitos Humanos, Leila Paiva, o que contribui para a manutenção deste quadro é a falta de iniciativa de quem observa a violência, mas não denuncia. “Existe um pensamento no imaginário popular de que não devemos interceder em problemas que ocorrem no âmbito familiar, o que é um equívoco” analisa a coordenadora.
Leila Paiva lembra e retoma a questão do papel da sociedade nessa luta. “Não é só a família a responsável por garantir os direitos da infância e juventude, o próprio Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) diz que é um dever de todos: da família, do Estado e de toda a sociedade brasileira”, completa.
Violência em Botucatu - Segundo o Conselho Tutelar de Botucatu, analisando os mais atuais registros das circunstâncias que envolvem os maus tratos e a violência contra a criança e o adolescente, os mais comuns e identificados com relação à freqüência que ocorrem são a negligência emocional e violência doméstica, muitas vezes; abuso físico, emocional e negligência física, às vezes; abuso e exploração sexual, poucas vezes.
A violência é mais comumente verificada na zona urbana, sendo os locais mais comuns, residências e logradouros públicos (ruas, parques, etc); o sexo feminino é o alvo preferido dos agressores, na faixa etária de 0 a 15 anos de idade. Na maioria dos casos de violência com relação à criança ou adolescente agredido, o nível de escolaridade dos agredidos é de ensino fundamental; com renda familiar de 1 a 3 salários mínimos; sendo que na maioria dos casos de violência, a criança ou adolescente agredido possuía envolvimento com consumo de álcool ou de drogas ilícitas.
A análise do perfil do agressor constatou que o do sexo masculino predomina sobre o feminino, com idade superior a 18 anos; sendo os principais agressores pessoas da própria família (pais, padrasto, madrasta, irmãos, tios, etc), vizinhos e amigos; sem escolaridade ou com até no máximo o ensino fundamental; sendo que na maioria dos casos, o agressor também possuía envolvimento com o uso de álcool ou de drogas ilícitas.
A população pode colaborar denunciando os casos de agressão contra a criança ou adolescente, ligando para o Conselho Tutelar, no telefone 3882-9353 ou 9671-2364 ou ainda, na Delegacia de Defesa da Mulher, 3882-5098.

Guarda Municipal de Botucatu faz curso de requalificação

A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Segurança, iniciou na manhã desta terça-feira, dia 27 de maio, o Curso de Requalificação da Guarda Civil Municipal, ministrado pela empresa “Carajás Treinamento e Soluções em Segurança”, vencedora do processo licitatório.
No total, os participantes terão 414 horas / aula teóricas e práticas na formação continuada, abordando os temas qualidade de vida, administração pública e os poderes, relações sociais”, segurança pública e a violência urbana, instrução técnica operacional, noções de direito, inteligência emocional e controle de stress, testes de avaliação e aprendizagem e visitas de aprendizagem.
O Curso está na programação de um convênio assinado em 2006 com o Ministério da Justiça e Secretaria Nacional de Segurança Pública. “É um projeto nosso de educação continuada, uma vez que não existem academias para treinar e formar os guardas. O conteúdo de formação passado pelos instrutores será muito aproveitado pela Guarda Municipal”, comentou Ricardo Rodrigues dos Santos, secretário de Segurança.
Ricardo ainda destacou a importância da realização das aulas. “Nós buscamos trabalhar com o perfil preventivo e promover este Curso mostra a preocupação que a Secretaria de Segurança de Botucatu tem com a qualificação do seu efetivo”, finalizou.
Marcelo Danfenback, um dos instrutores da empresa contratada, falou sobre o objetivo do Curso. “O objetivo é fazer o guarda civil se conscientizar de suas limitações, sejam física ou jurídica, além de mostrar que é fundamental ter o raciocínio frio para agir em determinadas situações”, explicou.
Além do curso de requalificação, o convênio assinado também possibilita a realização de oficinas cultural, esportiva, de mediação de conflitos e sobre direitos humanos e cidadania, projetos de prevenção da exploração sexual infanto-juvenil, cursos de treinamento e capacitação dos guardas civis municipais, ações comunitárias e aquisição de bens, como coletes de proteção balística, entre outros.

População tem até o final de semana para colaborar com a Campanha do Agasalho

Com objetivo de facilitar as doações da população, o Fundo Social de Solidariedade disponibiliza até o fim desta semana as caixas de coleta da Campanha do Agasalho 2008, que estão em mais de 70 pontos de apoio. Além disso, as caixas têm por finalidade oferecer a oportunidade para as pessoas que não puderam participar da arrecadação porta a porta no dia 17.
As caixas serão recolhidas na segunda-feira, dia 02 de junho. “Os munícipes que queiram colaborar com a Campanha devem doar até domingo através das caixas de coleta, pois na segunda-feira recolheremos as caixas de todos os pontos de apoio”, afirma a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Rose Ielo.
Todas as doações colocadas nas caixas estão sendo levadas para o Ginásio Municipal de Esportes, para que na segunda-feira, os voluntários iniciem a triagem das roupas. Após todo o processo de triagem, cada liderança recebe a quantia necessária para fazer a distribuição dos agasalhos na comunidade, acompanhado dos cadastros das famílias registradas no cadastro único do Programa Bolsa Família, que é fornecido pela Secretaria de Assistência Social.
Mais informações sobre a Campanha do Agasalho podem ser obtidas no Fundo Social de Solidariedade pelo telefone 3811-1462.
Saiba alguns pontos de coleta que você pode fazer a sua doação: Escolas Municipais e Estaduais, Unidades de Saúde, Secretarias Municipais, Prefeitura Municipal, Supermercado Central, Supermercado Pão de Açúcar, Supermercado Jaú Serve, Sindicato dos Comerciários, Sindicato dos Metalúrgicos, Sindicato dos Trabalhadores, Tiro de Guerra, Posto do Trabalhador, Associação Atlética Botucatuense, Associação Atlética Ferroviária, Botucatu Tênis Clube, Sesi, Senai, Senac, Duratex, Vale do Sol (portaria), Parque das Cascatas (portaria), Colégio Seta, Unifac, Clube de Diretores dos Lojistas, Câmara Municipal, Sabesp, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Agências dos Correios e Extra Eletro.

Lazer Itinerante no Jardim Paraíso II

A Secretaria Municipal de Esportes promove no sábado, 31 de maio, das 14 às 17 horas, mais uma edição do programa Lazer Itinerante. O evento será realizado na Praça Jorge Henrique da Silva, localizada na Rua Francisco Antonio Funari, no Jardim Paraíso II.
Serão desenvolvidas diversas atividades de recreação e lazer, como pula-pula, piscina de bolinha, tobogã inflável, basquete, pintura infantil, distribuição de pipocas, algodão doce, entre outras. A Escola de Cabeleireiro Habaruc irá participar do evento com cortes de cabelos gratuitos à comunidade.
A Secretaria de Segurança também estará presente no Lazer Itinerante através do projeto “Brincando em Paz”, onde a equipe da Guarda Civil Municipal desenvolveu oficinas de brinquedo (barangandão e catavento), pinturas no rosto e a já famosa Pintura da Paz (as mãos são pintadas e estampadas em painel).

Cepra está na final do vôlei masculino dos Jogos Estudantis

A equipe masculina de voleibol do Centro Educacional Professor Reinaldo Anderlini - CEPRA garantiu na última segunda-feira, 26 de maio, uma vaga na decisão dos 22º Jogos Estudantis de Botucatu, que estão sendo promovidos pela Secretaria Municipal de Esportes.
O CEPRA se classificou para a final ao vencer o Colégio La Salle por 2 sets a 0, com parciais de 25/23 e 25/21, em jogo disputado no Ginásio do La Salle. A outra semifinal será realizada entre Dom Lúcio e Seta que se enfrentam nesta quarta-feira, 28, às 19h30, no Ginásio Municipal de Esportes.
Os Jogos Estudantis prosseguem nesta terça-feira, dia 27, com rodada no Ginásio Municipal. A partir das 19 horas se enfrentam na modalidade de handebol feminino, La Salle e Aitiara, e em seguida, Seta e Industrial. Completando a rodada, Industrial e Aitiara entram em quadra pelo handebol masculino.

Prefeitura divulga data de prova de concurso público

A Prefeitura de Botucatu está divulgando edital de convocação para as provas objetivas para o Concurso Público Edital nº 01/2008, para provimento de vagas nos cargos de agente fiscalizador, auxiliar de enfermagem, coveiro, fiscal de tráfego e transporte, guarda civil municipal feminino, guarda civil municipal masculino, médico clínico geral e médico ginecologista.
As inscrições indeferidas também estão sendo divulgadas. As pessoas interessadas devem acessar o site da Prefeitura de Botucatu na internet, www.botucatu.sp.gov.br, ou www.institutocetro.com.br. Os locais e horários das provas também podem ser consultados no site.

Governo quer proibir consumo de cigarro em ambientes fechados

Da Agência Brasil

Nenhum ambiente oferece segurança para que o convívio entre fumantes e não-fumantes não afete a saúde. Ou seja, os efeitos da fumaça do cigarro atingem mesmo quem não é dependente do tabaco. A avaliação é do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, que durante o lançamento das novas imagens de advertência a serem impressas em maços de cigarro reforçou a intenção do governo de, por meio de um projeto de lei, proibir por completo o consumo de cigarros em ambientes públicos fechados.
“[O projeto] aperfeiçoa a legislação brasileira que, nesse ponto específico, é frágil, ao estabelecer ambientes que não estariam contaminando outros espaços frequentados por não-fumantes. Sabemos que isso não funciona. A única maneira de resolver é banir os cigarros dos ambientes fechados e nós faremos isso com certeza. O Congresso Nacional vai apreciar a matéria mas a proposta do Executivo está pronta para ser enviada proximamente”.
Ele lembra que a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece que o Brasil é o país que mais reduziu, proporcionalmente, o número de fumantes nos últimos anos mas reforça que o cigarro brasileiro é “muito barato” quando deveria ser “muito caro”.
Temporão acredita, entretanto, em uma “mudança de clima”, dentro do próprio governo, que possibilite maior abertura para se discutir o aumento dos preços dos cigarros e dos impostos cobrados das indústrias produtoras de tabaco.
O ministro defende que os recursos advindos do aumento da taxação sejam destinados, exclusivamente, ao Fundo Nacional de Saúde para a implementação não só de políticas de prevenção ao tabagismo como para o investimento no tratamento de pacientes que contraem doenças provocadas pelo consumo de cigarro.
“Não há conversa com as empresas produtoras de tabaco. Elas produzem um produto que não há nenhum nível seguro de consumo. O governo tem que cumprir o seu papel, a sociedade tem que ficar alerta. Temos que criar cada vez mais restrições à produção e comercialização de cigarro”.
Luiz Antonio Santini, diretor-geral do Instituto Nacional de Câncer (Inca), ressalta que o tabagismo, atualmente, é reconhecido pela OMS como uma doença pediátrica e reforça a importância de se definir políticas públicas específicas para o combate ao cigarro.
“Primeiro, as crianças são submetidas à fumaça do tabaco até em ambientes domésticos. Segundo, o início do fumo tem reduzido na idade. No Brasil, você encontra crianças na idade de 12 anos já começando a fumar.”

Botucatu realiza audiência pública para apresentar balanço do quadrimestre

A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Fazenda, realizará no dia 29 de maio, a audiência pública para apresentar o balanço referente ao primeiro quadrimestre de 2008 (janeiro, fevereiro, março e abril). O evento será na Câmara Municipal, com início previsto para as 16 horas.
Os números deverão ser apresentados pelo secretário da fazenda, José Carlos Fernandes Vasques. O objetivo da audiência pública é demonstrar e avaliar o cumprimento das metas
fiscais do orçamento municipal vigente, referente ao primeiro quadrimestre de 2008.
A audiência pública atende o disposto no artigo 9º, parágrafo 4 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A referida Lei determina que as audiências devem ser realizadas a cada quatro meses. A próxima deverá ocorrer no mês de setembro, quando será apresentado o balanço do segundo quadrimestre do ano de 2008.

Educação estadual abre concurso com salários de R$ 2,4 mil e R$ 921

A Secretaria de Estado da Educação resolveu abrir concurso para preenchimento de 2917 vagas: 2545 de secretários de escola e 372 de supervisores de ensino. As remunerações são de R$ 921,86 e R$ 2.400,29 mensais, respectivamente.
Nesta terça-feira, 27 de maio, a Secretaria publicou dois editais de abertura de inscrições no Diário Oficial do Estado. Para os dois cargos as inscrições serão via internet, pelo site www.institutocetro.org.br (Instituto Nacional de Educação Cetro, que organiza o concurso), de 27 de maio a 15 de junho (até as 18h).
Para secretário de escola a taxa de inscrição será de R$ 24,60. Para supervisor, R$ 41. Serão pagáveis em qualquer banco. A inscrição somente será confirmada após a comprovação do pagamento da taxa. O candidato deverá conferir no site do Instituto, 96 horas após o pagamento do boleto bancário, se os dados foram recebidos e se o valor foi pago. Em caso negativo o candidato deverá entrar em contato com o Instituto, pelo telefone (011) 3146-2777, de segunda a sexta-feira – dias úteis, das 8h30 às 17h30.
“São cargos importantes, que vão reforçar as escolas estaduais. No total, cerca de 60 mil vagas criadas em pouco mais de 8 meses pela Secretaria. Mostra que o governo do Estado vem reforçando o atendimento às crianças e adolescentes”, afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

Ao se inscrever o candidato terá de indicar a Diretoria Regional de Ensino de sua opção, à qual ficará vinculado para todas as fases do concurso, tais como: realização da prova, entrega de títulos, de recursos e retirada de certificado de aprovação.

As datas das provas ainda serão divulgadas pela Secretaria_ tanto para supervisor quanto para secretário de escola. Para se candidatar a secretário é preciso ter concluído o Ensino Médio ou equivalente e ter habilidade avançada em informática. Para supervisor deve-se ter no mínimo oito anos de magistério, dos quais 2 anos no em suporte pedagógico educacional ou direção de órgãos técnicos, ou dez anos de magistério. Ainda é preciso ter diploma de licenciatura plena em Pedagogia, diploma de Mestrado ou Doutorado na área de Educação ou certificado de conclusão de curso de especialização na área de educação.


Saiba mais
Número de vagas: 2545 de secretários de escola e 372 de supervisores de ensino
Onde se inscrever: www.institutocetro.org.br
Datas de inscrição: de 27 de maio a 15 de junho (até as 18h).
Taxas: R$ 24,60 para secretário de escola; R$ 41 para supervisor
Data dos editais: terça-feira, 27 de maio
Atribuições
Secretário de escola
1.exercer a coordenação das atividades concernentes à secretaria da escola;
2.conhecer e aplicar os princípios e normas que regem a administração escolar;
3.desempenhar as ações e competências previstas na legislação pertinente ao cargo;
4.articular ações, integrar a equipe, fortalecer autonomia e responsabilidade dos que trabalham na secretaria, desenvolvendo a cultura de participação e de transparência;
5.conhecer as normas e procedimentos relativos à escrituração da vida escolar dos alunos e à regularização da vida funcional dos servidores da escola, mantendo atualizados os sistemas de informação da Secretaria da Educação;
6.participar, em conjunto com a equipe escolar, da formulação e implementação da Proposta Pedagógica da escola;
7.elaborar e providenciar a divulgação de editais, comunicados e instruções relativas às atividades escolares;
8.dominar conhecimentos de redação oficial para elaborar e instruir expedientes, fundamentando o parecer conclusivo na legislação específica e dando o correto encaminhamento.
9.contribuir para a integração escola-comunidade

Supervisor
1- Analisar os indicadores educacionais das unidades escolares e da Diretoria de Ensino buscando alternativas para a solução dos problemas específicos de cada nível/etapa e modalidade de ensino, propostas para melhoria do processo ensino-aprendizagem e da gestão das escolas e Diretoria.
2- Participar da construção e implementação do plano de trabalho da Diretoria de Ensino.
3- Compatibilizar os programas e projetos das diferentes áreas no âmbito das escolas da Diretoria de Ensino.
4- Efetuar regularmente visitas às unidades escolares e participar de reuniões com os membros da Equipe Escolar, buscando, em parceria com os mesmos, as formas mais adequadas de aprimoramento do trabalho escolar e a consolidação da identidade escolar.
5- Identificar as necessidades de formação continuada da Equipe Escolar das escolas estaduais, procurando, de forma articulada, subsidiar o trabalho desenvolvido pela oficina pedagógica e professores – coordenadores.
6- Manter as unidades escolares devidamente informadas sobre as diretrizes e orientações dos órgãos centrais da Secretaria da Educação.
7- Acompanhar e subsidiar o diretor da escola na identificação das necessidades gerais da escola.
8- Acompanhar o funcionamento das escolas verificando a observância das normas legais pertinentes.

Oficina de rádio do CCB começa sábado

Começa sábado, dia 31o curso “O Rádio Como Instrumento Educativo-Cultural”, ministrado pela jornalista Adriana Donini, no CCB - Centro Cultural de Botucatu. O presidente da entidade, João Carlos Figueiroa, convida os interessados a se inscreverem e ressalta que Donini é jornalista formada e especializada na matéria. “Os interessados em participar dos dois dias do curso, ainda tem tempo para as inscrições, basta procurar pelo CCB, na Praça 15 de novembro, nº 30, para se informarem”, disse.
A promoção das atividades é da Casa Midiática de Bauru com apoio da Diretoria Regional de Ensino, e tem como objetivo explorar as possibilidades de realização de programas educativo-culturais no rádio e o potencial do veículo como suporte pedagógico, destacando a contribuição do rádio para a escrita e leitura, como instrumento de cidadania, integração, estímulo à imaginação e à criatividade.
Os trabalhos são destinados a educadores, estudantes e profissionais da área de comunicação social, representantes de organizações não governamentais e demais interessados. Na conclusão será entregue um certificado autenticado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais de São Paulo.
Donini é autora do livro “No ar: Rádio em Botucatu, anos 1950 a 1970”, e domina as técnicas radiofônicas. Possui uma vasta experiência na produção e locução de programas educativos, culturais e literários.

Municipal recebe o infantil “Páginas de Aventura”

O Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci recebe amanhã, a Cia. Vip de Teatro, com o espetáculo “Páginas de Aventuras”, em sessões às 10 e 15 horas.
Páginas de Aventura conta a história de Gabi, uma menina muito sapeca. Certa vez, de castigo em casa por ter feito mal as lições da escola e por maltratar seus livros, revolta-se e joga o livro contra a parede. Como num passe de mágica sai dele o Professor Coruja. Sábio como ele só, fala sobre os benefícios da leitura e tenta convencê-la a gostar de ler e cuidar dos livros.
A peça conta a história de Gabi, uma garotinha que tem um trabalho sobre preservação da natureza para entregar na escola e pede ajuda ao professor, que prontamente a atende. Num jogo mágico, entram no livro, dentro da história da árvore Anauá, última de uma espécie rara de madeira, que fala e tem sentimentos, protegida pela índia Kiara e cobiçada por Sr. Dunck, um madeireiro malvado, e Pacóvio, seu ajudante atrapalhado.
Os madereiros tentam de todo jeito derrubar a árvore, mas o Profesor, Gabi e Kiara, com a ajuda da platéia, conseguem conscientizá-los sobre a importância da preservação da floresta.
Páginas de aventura é um texto sugestivo, recomendado para o trabalho em sala de aula, por tratar um assunto polêmico e atual: a recuperação e preservação do meio ambiente. Outro ponto importante da encenação é a valorização da leitura e os cuidados com os livros, inclusive os didáticos para que possam ser reutilizados por outros alunos.
A Cia. Vip foi fundada no ano 2000 pelo ator/diretor Augusto Valente e a atriz/cenógrafa/autora Fabrícia Vivas, e tem como proposta inicial atender ao público de eventos e feiras culturais. Em oito anos de trabalho o grupo ganhou importantes parceiros como Coca Cola, Philips e Colégio Mackenzie com espetáculos educativos direcionados ao público infantil e jovem.
Em 2001 o grupo lançou-se no teatro com a produção infantil “O Patinho Feio”, seguida (2002) de “João e o Pé de Feijão” e “A Onça e o Bode, Um dia a casa cai”. Em 2003 foi a vez de “Vidas Secas” da obra de Graciliano Ramos, em parceria com a Cia Realce, um trabalho de grande aceitação do público. 2004 “Iracema, A virgem dos Lábios de Mel” trouxe novas expectativas ao grupo. 2005 “Zumbi, rei de Palmares” confirmou a boa fase seguindo em 2006/2007 “O Mulato” de Aluízio Azevedo. O mais novo feito da equipe é a montagem de Páginas de Aventura, uma obra em defesa do meio ambiente e da educação.
Os ingressos custam R$ 20, R$ 10 (meia entrada) e reservas custam R$ 8. Informações pelo telefone: (14) 3882-9004. (RF)

Policarpo Quaresma em cartaz no Municipal

Major Policarpo é nacionalista ao extremo e sugere a
adoção do tupi-guarani como idioma oficial do Brasil


Por Renato Fernandes

O Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci recebe amanhã, às 20h30, o espetáculo “O Triste Fim de Policarpo Quaresma”. A montagem é uma livre adaptação da obra homônima escrita por Lima Barreto.
A história faz parte do pré-modernismo brasileiro e é considerado pelos críticos literários como o principal representante desse movimento.
A obra foi levada a público pela primeira vez em folhetins, publicados, entre Agosto e Outubro de 1911, na edição da tarde do Jornal do Commercio do Rio de Janeiro. Em 1915, também no Rio de Janeiro, a obra foi pela primeira vez impressa em livro, em edição do autor.
A adaptação discute o nacionalismo, e tratar sobre o abismo existente entre as pessoas idealistas e aquelas que se preocupam apenas com seus interesses e com sua vida comum. A narrativa é leve, alguns pontos são cômicos, mas não deixa de tecer críticas a vários aspectos da sociedade, a história se torna tensa quando é analisada a loucura e no seu final, quando são feitas duras críticas ao positivismo e ao presidente Floriano Peixoto (1891-1894).
SINOPSE: Major Policarpo é um brasileiro sonhador, visionário e nacionalista ao extremo e que deseja ver o Brasil tão grandioso quanto acredita que possa ser. Encaminha um requerimento ao congresso sugerindo que a língua portuguesa seja substituída pelo tupi-guarani como idioma nacional. É ridicularizado, tomado por louco e internado num hospício. Após o período de tratamento psiquiátrico abandona a cidade e vai morar no sítio Sossego com a irmã Adelaide e o ex-escravo Anastácio. Num ato extremo de amor à pátria e apoio ao governo vai ao Rio de Janeiro alertar o Marechal Floriano Peixoto, então presidente da nação, contra uma conspiração da marinha. Acaba na trincheira servindo na Revolta da Armada.
Informações pelo telefone: (14) 3882-9004.