abril 17, 2008

Atletas consomem 17,5 toneladas de alimentos nos Jogos Regionais do Idoso

A Prefeitura de Botucatu, através da Cozinha Piloto, se empenhou ao máximo nos 12º JORI – Jogos Regionais do Idoso, em desenvolver um cardápio balanceado com os nutrientes necessários para atender as necessidades dos atletas das 50 cidades participantes.
Com 51 funcionários trabalhando por um único objetivo, oferecer alimentos com qualidade aos visitantes, a Prefeitura utilizou mais de 3.200 kg de legumes, 3.500 kg de frutas, 1.100 maços de hortaliças, 6.000 kg de gêneros alimentícios, 2.920 kg de carnes e cerca de 25.000 pães. “Trabalhamos com 28 funcionários na produção das refeições, um na limpeza, nove motoristas, nove ajudantes dos motoristas, uma nutricionista e três auxiliares administrativos. Produzimos quatro refeições diárias entre café-da-manhã, almoço, jantar e café-da-noite, num total de 2.500 pessoas por refeição”, explica a nutricionista da Prefeitura, Meire Cristina Gêa.
A nutricionista destaca que a maior preocupação da Prefeitura era da aceitabilidade pelos competidores. “Procuramos desenvolver um cardápio variado para que os atletas se satisfizessem e gostassem dos alimentos oferecidos. Dentre as refeições fizemos carne de panela com batata, bife a milanesa, creme de milho, bife a rolê, macarronada a bolonhesa, frango assado com batata, strogonofe, entre outros, sempre acompanhado com saladas e frutas”, destaca a nutricionista.
Para o prefeito de Botucatu, Antonio Mário Ielo, a colaboração da Cozinha Piloto foi fundamental para o bom desempenho dos atletas. “Agradeço a todos os funcionários que se dedicaram ao máximo em servir os visitantes em nossa cidade. Mais uma vez, Botucatu mostra o quanto às pessoas são acolhedoras”, enfatiza.

Botucatu registra mais um caso de dengue

A Secretaria de Saúde, através da Equipe de Vigilância em Saúde Ambiental recebeu na manhã desta quarta-feira, dia 16 de abril, a notificação de um caso positivo de dengue. A pessoa que apresentou os sintomas da doença mora no Conjunto Habitacional Humberto Popolo – Cohab I.
Segundo informações obtidas pela equipe, essa pessoa viajou para o Rio de Janeiro e retornou neste final de semana, já apresentando os sintomas. “Nós recebemos a notificação na manhã de hoje [quarta-feira], apesar do exame ainda não ter ficado pronto, vamos tratar como caso positivo, por ele ter estado em um local de risco”, comentou o coordenador EVSA, André Peres.
Na manhã desta quinta-feira, dia 17, a equipe de técnicos e agentes da Vigilância em Saúde Ambiental estará fazendo atividade de bloqueio na Cohab I. “Vamos tomar todas as medidas necessárias. Vamos visitar todas as casas em um raio de 500 metros do local notificado e retirar os possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti”, disse André.
O coordenador alerta para que a população fique alerta. “Nós pedimos aos moradores que colaborem eliminando criadouros do mosquito em suas residências e que diante de qualquer sintoma suspeito da doença, como febre prolongada, dores pelo corpo, principalmente atrás dos olhos, que procurem assistência médica”, finaliza.
Este é o segundo caso registrado em Botucatu neste ano. O primeiro foi confirmado no final de semana, de uma pessoa de Araraquara, que tem parentes no Jardim Palos Verdes.
Neste ano são 46 notificações de casos suspeitos. Desse total, nove ainda aguardam diagnóstico laboratorial, um já foi confirmado e o desta semana já é tratado como positivo.