abril 14, 2008

Estudantes em recuperação serão avaliados na terça

A Secretaria de Estado da Educação avalia nesta terça-feira, 15, o aprendizado dos 3,6 milhões de alunos da 5ª a 8ª séries e do Ensino Médio. Todos passaram por recuperação nas disciplinas de matemática e língua portuguesa, nos 42 dias iniciais do ano letivo. O reforço também contemplou outros temas da grade curricular.
Elaborada pela Secretaria, a prova terá 40 questões de português e matemática, e uma redação. O exame será aplicado pelos professores durante as aulas.
Quem continuar com dificuldades de aprendizado, continuará em recuperação, mas desta vez, no contra-turno ou aos sábados, de acordo com a possibilidade da escola. A idéia é que uma vez por semana recuperem os conteúdos.
A nova recuperação acontecerá em maio e junho. Se for preciso, será ampliada para a primeira quinzena de julho. "É foco total na recuperação de aprendizagem. Os alunos precisam aprender, seja na aula diária ou em recuperação", diz a secretária da Educação Maria Helena Guimarães de Castro.
As classes serão compostas de, no máximo, 20 alunos. Cada escola indicará o melhor dia para atendê-lo, sempre após o período escolar.

Ciranda de Pedra: elenco de nova novela de Alcides Nogueira concede coletiva

Aconteceu na manhã desta segunda-feira, dia 14, a coletiva de imprensa de Ciranda de Pedra, novela de Alcides Nogueira que substituirá Desejo Proibido na faixa das 18 horas.
Convidados da coletiva de imprensa do novo folhetim acabam de assistir a um clipe com cenas da novela, que estréia no próximo dia 5. As seqüências, em sua maioria gravadas em São Paulo, foram muito aplaudidas pelo elenco, equipe e jornalistas. Quando a atriz Leandra Leal, que vive a espevitada ajudante de costureira Elzinha, surgiu no vídeo, todos aplaudiram com fervor.
Um Brasil em pleno crescimento. Esse é o cenário social, político e econômico do Brasil na década de 50, época em que se passa a nova novela. Inspirada no livro homônimo de Lygia Fagundes Telles, a trama é ambientada na cidade de São Paulo em ano emblemático para o país, como afirma o autor Alcides Nogueira. “Trouxe a trama para 1958, pois acho um ano emblemático para o Brasil. Conquistamos a Copa do Mundo de futebol e a tenista Maria Esther Bueno estava no auge, ela seria a primeira brasileira a conquistar Wimbledon no ano seguinte. Tínhamos um ambiente cultural em efervescência, com a Bossa Nova e a criação do teatro Oficina, por exemplo. Naquele ano, São Paulo já era a décima maior cidade do mundo, uma cidade fascinante. Era um Brasil que estava em pleno crescimento”, explica o autor.
Saiba mais sobre a nova produção através do hotsite http://especial.cirandadepedra.globo.com/diariodeproducao/