março 04, 2008

Prefeitura vai ocupar prédios da antiga Fepasa

Na última semana o prefeito de Botucatu, Antonio Mário Ielo, esteve na Secretaria de Patrimônio da União, em São Paulo, onde assinou o termo de cooperação que vai permitir que o município utilize as instalações que pertencem à Rede Ferroviária Federal.
Ielo esteve acompanhado da secretária de Negócios Jurídicos, Karina dos Santos Pupato e do secretário da Fazenda, José Carlos Vasques. “Agora toda documentação deve ser encaminhada à Brasília para publicação no Diário Oficial da União. Depois disso vamos poder recuperar e utilizar os imóveis”, disse o prefeito.
Em novembro do ano passado Ielo esteve na Secretaria de Patrimônio mostrando a situação em que se encontravam os imóveis da Rede. Na ocasião ficou acertada uma visita de técnicos do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional para acompanhar a evolução do problema. “Eles estiveram em janeiro na cidade e percorreram todos os imóveis, fazendo imagens e também alguns pontos da ferrovia. Somente depois disso marcaram uma nova reunião, agora já com uma solução para o problema”, disse Ielo.
O prefeito destaca todo trabalho realizado por sua assessoria, desde a ocupação do prédio da administração. “Já naquela época sentíamos que o patrimônio estava sendo destruído. Se a Secretaria de Saúde não tivesse ocupado o prédio, hoje ele estaria destruído. Também a estação, onde tivemos que proteger para que não fosse mais depredado do que já estava”, diz.
Outro prédio que a Prefeitura assumiu foi o do antigo armazém da Fepasa. No final do ano passado a Secretaria de Obras reformou e passou a utilizá-lo para abrigar as equipes de coleta de lixo, varrição, capinação, poda de árvores, conservação de praças e jardins e manutenção de áreas verdes e institucionais. O prédio tem aproximadamente 800 m2 de área construída.
Desde 2001 a Prefeitura vem tentando uma solução para a ocupação dos prédios, da então Fepasa e depois Rede Ferroviária Federal, que passou a administrar os imóveis. Várias reuniões foram realizadas, primeiro em Brasília, depois no Rio de Janeiro, Brasília novamente e somente agora, em São Paulo foi solucionado o problema.
Agora a Prefeitura de Botucatu espera a publicação no Diário Oficial da União para iniciar o plano de recuperação e ocupação dos espaços. “Devemos fazer um plano de recuperação, iniciando pela antiga estação ferroviária”, finalizou Ielo.

‘Guardião’ da estação torce pela recuperação do prédio

A assinatura, na semana passada, do termo de cooperação entre a Prefeitura de Botucatu e a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), é um novo alento para que o complexo de imóveis que pertenceram à Estrada de Ferro Sorocaba, à Fepasa e à Rede Ferroviária Federal seja recuperado. Pelo acordo, que ainda precisa ser publicado no Diário Oficial da União para ter validade, o governo municipal poderá recuperar qualquer prédio, ocupando-os para o desenvolvimento de atividades educacionais, culturais e sociais.

A notícia foi recebida com alegria pelo aposentado José Góes, de 78 anos, que desde o dia 16 de junho de 1999, quando a antiga estação da Fepasa foi fechada, transformou-se em uma espécie de guardião do prédio. A destruição do local só não foi maior porque Góes colocou muita gente para correr. Praticamente abandonado, o imenso patrimônio ferroviário virou alvo fácil para a ação de ladrões, vândalos e lugar escolhido para a prática de sexo e consumo de drogas. Durante anos, Góes foi o único a trabalhar na proteção do lugar. Hoje divide a tarefa com vigias da Prefeitura Municipal, que atuam no local durante 24 horas.
O aposentado diz que tamanha dedicação se explica pelo fato da ferrovia seduzi-lo desde criança. Antes de completar 18 anos, foi contratado para trabalhar na rede aérea da antiga Sorocabana, onde permaneceu por 32 anos, sendo depois “emprestado” à CESP, onde viria a se aposentar. “Mas foi aqui que criei meus filhos. A estação tinha um movimento enorme; era bonito de ver. Se o prefeito colocar isso para funcionar outra vez, não sabe o quanto os ferroviários ficarão agradecidos”, afirma.
Como se ainda estivesse na ativa, Góes cumpre jornada diária de trabalho na antiga estação, das 9 às 10h15 e das 15 às 16h15. Por conta própria, sem ganhar nada, ele atravessa a cidade de ônibus, já que reside na Cohab 5. Fez da antiga sala de bagagens o seu escritório, onde divide espaço com peças antigas que pertenceram à Fepasa, como placas, papéis, equipamentos e móveis. “Guardei o que consegui, senão teria sumido tudo”, afirma.
Também por conta própria, trocou as fechaduras das portas de todas as salas. Orgulhoso, carrega o molho de chaves no bolso, como quem protege um tesouro. Ao falar com a reportagem do Diário, Góes fez questão de percorrer sala por sala. Lembra, com detalhes, como cada uma delas era utilizada, nos tempos em que a estação “fervia de gente”.
Ao entrar no antigo bar, lembrou-se do grande movimento enquanto os passageiros esperavam a chegada do trem e o bom atendimento prestado pelos funcionários da dona Elza Piloto. Hoje o lugar cheira a mofo e está tomado por fezes e pombos mortos.
A antiga sala de espera das senhoras, que no passado era mobiliada com cadeiras almofadadas, agora é ocupada pelos vigias. Por conta disso, é o lugar mais limpo e preservado. A entrada principal da estação está protegida por tapumes. O belo vitral está parcialmente quebrado. Em alguns locais o mato cresce e há muito limbo. Mesmo com a ação do tempo, as escadas que dão acesso às salas no andar superior encontram-se em bom estado de conservação. “É madeira de lei. Basta passar um verniz e fica nova”, garante Góes.
Mas na antiga sala de comunicações, sinais de que o prédio precisa, urgentemente, ser recuperado. As recentes chuvas fizeram com que uma viga de sustentação do telhado rompesse e boa parte do teto desabou na semana passada. Em outros cômodos, o mesmo risco por conta das infiltrações.
A antiga sala da agência guarda algumas peças que compõem a memória viva da ferrovia como um sinaleiro de linha, magnético, mesa e aparelho para staff, caixa seletora, telefone seletivo, fonte para telégrafo e até um lampião. Nas paredes, quadros com dezenas de fotos antigas e diversas matérias publicadas pelo Diário da Serra abordando o descaso com o patrimônio construído pelos ferroviários ao longo de décadas e que foi destruído por conta do descaso das autoridades.
No prédio que abrigava o posto bancário, uma preciosidade. Sobre uma mesa imensa, a maquete construída por Jayro José dos Santos, que reproduz com impressionante fidelidade o conjunto de prédios da antiga Estrada de Ferro Sorocabana, incluindo a estação, a chefia, os armazéns, o depósito e outras casas. “Isso é o que eu mais gosto. Aqui está a história da ferrovia. E tudo funciona. É só ligar que o trenzinho vai percorrendo a linha”, relata Góes, sem esconder a emoção.
Questionado se, depois de tantas promessas, acredita que desta vez o prédio será mesmo recuperado, o guardião da estação diz que confia no trabalho do prefeito Mário Ielo (PT). “Ele é inteligente e sabe o que quer. Torço para que dê certo, mas isso aqui não será tão movimentado como era no passado”, prevê.
Góes revela que muitas pessoas ainda visitam a estação. Muitas delas são ex-ferroviários, que comparam o prédio a uma espécie de ‘santuário’. “Mas, infelizmente, muitos já morreram, sem poderem ver o que construíram ser recuperado”, lamenta.

Carlos Pessoa
Matéria gentilmente cedida pelo Diário da Serra


Campeonato Sub-15 tem 33 gols na primeira rodada

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

Teve início no último sábado, 1º de março, o 4º Campeonato Botucatuense de Futebol Sub-15, promovido pela Secretaria Municipal de Esportes e organizado pela Associação Botucatuense de Árbitros de Futebol – ABAF.
Em quatro jogos foram marcados 33 gols, resultando em uma média de 5,5 gols por jogo. O destaque foi a vitória da AA Botucatuense sobre o ABC/Bandeirantes por 12 a 1, em partida disputada no Estádio Municipal Professor João Roberto Pilan. Ainda no Estádio Municipal, Beira Rio FC e Trivial FC ficaram no empate em 2 a 2.
No Estádio do Sete de Setembro FC, o União da Vila/Serralheria São Luis goleou o Maranata FC por 9 a 3. No jogo de fundo, Sete de Setembro FC e Serra Negra FC empataram em 2 a 2.
A segunda rodada da competição será disputada neste sábado, 08 de março, com quatro confrontos. No Estádio do Sete de Setembro FC, às 9h30, jogam ABC/Bandeirantes e União da Vila/Serralheria São Luis. Em seguida, entram em campo Sete de Setembro FC e Trivial FC.
No Estádio Municipal Professor João Roberto Pilan a rodada começa a partir das 15 horas, com o jogo entre Maranata FC e AA Botucatuense e, em seguida, Serra Negra FC e Beira Rio FC se enfrentam.

Campeonato Sub-21 teve início no domingo

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

Começou no domingo, 02 de março, o 7º Campeonato Botucatuense de Futebol Sub-21, promovido pela Secretaria de Esportes e organizado pela Associação Botucatuense de Arbitros de Futebol – ABAF.
No Estádio Municipal Professor João Roberto Pilan, o Monte Mor FC venceu o SC Marajoara por 3 a 0. No jogo de fundo, o EC Rubião Júnior derrotou o Arco Íris Pintura FC por 1 a 0, com gol de Enzo Paganini.
Completando a rodada, AE Independente de Bofete e Unidos de Botucatu ficaram no 0 a 0 em duelo disputado no Estádio do Sete de Setembro FC.
A competição tem seqüência neste domingo, 09 de março, com quatro partidas. No Estádio Municipal Professor João Roberto Pilan, se enfrentam a partir das 13 horas, Galo da Madrugada de Pardinho e Trivial FC, e em seguida, jogam Paraná FC e Dinamite FC.
No Estádio do Sete de Setembro FC, às 13 horas, entram em campo Bilher Materiais para Construção e Monte Mor, e logo após, Pardinho FC e SC Marajoara.

Jogos de Verão 2008 chegam ao fim

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

Encerrando a programação dos 3º Jogos de Verão 2008, foi realizada no último domingo, 02 de março, a disputa da modalidade vôlei de praia masculino e feminino. As partidas aconteceram no campo de areia localizado ao lado do Ginásio Municipal de Esportes.
A competição reuniu 15 duplas, sendo 11 na categoria feminino e 4 na masculino. A dupla campeã no feminino foi formada por Akneska e Luciana, que venceu a equipe composta por Cristina e Elaine na final por 2 sets a 0, com parciais de 21/13 e 28/26. Em terceiro lugar ficaram Soraya e Valéria.
No masculino, Marcão e Sérgio terminaram com a medalha de ouro após a vitória por 2 a 0 sobre a dupla André e Cláudio, com parciais de 21/16 e 21/19. Thiago e Márcio conquistaram a terceira colocação.
Os Jogos de Verão 2008 tiveram início no mês de janeiro e envolveram atividades como, corrida rústica, passeio ciclístico, torneio de voleibol, handebol de praia, vôlei de praia e futebol de areia.

Botucatu estréia com vitória na Liga Regional de Handebol 2008

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

No último domingo, pela categoria adulta, as equipes de Botucatu estrearam com vitória na Liga Regional de Handebol. No primeiro jogo, o time feminino venceu São Manuel pelo placar de 24 a 20, com gols de Mayumi (8), Jéssica (6), Bárbara (3), Bianca (2), Isadora, Hélen, Priscila, Má Leme e Juliana Tozadore.
Na segunda partida, o masculino botucatuense venceu a equipe “B” de Catanduva pelo placar de 26 a 20. Os gols foram anotados por Alison (7), Duzinho (4), Edinho (3), Marcolin (3), Marco (3), Milio (2), Macabra (2), Thiago e Kid. Os confrontos foram realizados no Ginásio da Escola "Walter Carrer", na cidade de São Manuel.
No próximo domingo, 09 de março, as representações de Botucatu voltam às quadras, nas categorias mirim e infantil feminino. Os jogos serão realizados no Ginásio Municipal de Dois Córregos a partir do meio-dia, com o duelo da categoria mirim diante de Bauru, e às 14 horas, pela categoria infantil, diante das donas da casa.
Esporte Comunitário -
As equipes de Botucatu fazem parte do Projeto “Esporte Comunitário”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Esportes. As aulas são gratuitas e acontecem de segunda a sexta-feira no ginásio da Escola Municipal "Aranha Pacheco", no Jardim Paraíso.
Maiores informações podem ser obtidas na Secretaria de Esportes ou pelos telefones (14) 3882-6261 / 3882-8100, com o professor José Nelson.

Botucatu busca uma vaga na final da Copa Record de Futsal Feminino

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

O futsal feminino botucatuense, representado pelas jogadoras do Botucatu/Prefeitura, entra em quadra contra Taquarivaí nesta quarta-feira, 05 de março, para a disputa da semifinal da Copa Record.
A partida será realizada no Ginásio da Associação Atlética Ferroviária, a partir das 21h30, com entrada franca aos torcedores. Esta é a primeira vez na competição que a equipe de Botucatu joga em casa.
Até a fase atual do torneio, o time comandado pelo técnico Edson Castro conquistou 100% de aproveitamento em 6 confrontos, vencendo Potunduva por 8 a 0, Avaré por 9 a 2, Arandu por 3 a 2, Barra Bonita por 4 a 2, Jaú por 7 a 0 e Piracicaba por 6 a 3.
O vencedor do jogo entre Botucatu e Taquarivaí enfrenta na final da Copa Record de Futsal Feminino Marília ou Ibitinga, que abrem a rodada disputada na Ferroviária, às 20h30.
Apoio –
O Botucatu/Prefeitura conta com o apoio da Unifac, Pão de Açúcar, Academia Mistic Center, Quitanda do Cláudio, Quitanda do Marinho, Vale do Sol, Microcamp, Cebrac, Diário da Serra e Associação Atlética Ferroviária.

Curso de Arbitragem de Voleibol

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

A Secretaria Municipal de Esportes promove nos dias 14, 15 e 16 de março, um Curso de Arbitragem de Voleibol, ministrado pelos professores Luis Antonio de Oliveira e Sonia Regina Gomes, da Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo.
De acordo com a programação, na sexta-feira, primeiro dia do curso, o evento acontece das 19 às 22 horas. No sábado, 15, das 8 horas ao meio-dia e das 14 às 17 horas. No domingo, 16, das 8 horas ao meio-dia.
As inscrições estão abertas e podem ser feitas na Secretaria Municipal de Esportes até quinta-feira, dia 13 de março. Para se inscrever, os interessados deverão doar dois litros de leite em caixinha.
Vale lembrar que as vagas são limitadas e não serão aceitas inscrições por telefone. Outras informações podem ser obtidas através do telefone 3882-8100.

Prefeitura doa medicamentos para Projeto “Missões Amazonas”

Clique na imagem acima e tenha acesso
ao álbum de fotos da missão


Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Saúde, concretizou a doação de medicamentos para o Projeto Social “Missões Amazonas”, destinados ao município de Humaitá, localizado a aproximadamente 540 quilômetros de Manaus, capital do Amazonas.
Ao todo, 22 comunidades com cerca de mil habitantes cada uma foram auxiliadas e atendidas com os remédios que chegam ao município botucatuense pelo Programa “Dose Certa”.
O vice-prefeito e secretário de Saúde, Valdemar Pereira de Pinho, explicou que os medicamentos não seriam aproveitados pela população de Botucatu. “Não houve a falta destes medicamentos para a população de Botucatu e a cidade não foi prejudicada. Nós fizemos um cálculo dos que não seriam utilizados e destinamos a outras pessoas que necessitam”, declarou
Na manhã desta terça-feira, 04 de março, Irineu Negrão Lemos, um dos responsáveis pelo Projeto, esteve na Secretaria de Saúde agradecendo a doação. “Esta ação solidária foi de extrema importância e de muita utilidade para a população ribeirinha, que não tem acesso a Postos de Saúde para conseguir os medicamentos. Só temos a agradecer pela doação”, comentou.

Confira abaixo a relação dos medicamentos doados ao Projeto “Missões Amazonas”:

Fenobarbital comprimido
Aminofilina 100mg
Adrenalina – ampola
Metronidazol 250mg comprimido
Bactrim comprimido
Sulfato ferroso xarope
Metroniazol suspensão
Benzilpenicilina
Digoxina comprimido
Metformina 500mg
Metronidazol geléia
Polivitamínico gotas
Nifedipia 10mg

Correios comemora o Dia do Filatelista

Os Correios comemoram na quarta-feira (5) o Dia do Filatelista, com a seleção dos vencedores do Prêmio Jovem Colecionador, edição 2007, no Edifício-Sede da empresa em Brasília.
A seleção será feita por um grupo de renomados filatelistas, que vão escolher os vencedores das três categorias do prêmio — 6 a 8 anos, 9 a 11 anos e 12 a 14 anos. Os primeiros colocados de cada categoria recebem um computador.
Os Correios vêm promovendo a revitalização da filatelia no Brasil, por meio de projetos que divulgam o hobby. Um deles é o Projeto Correios nas Escolas, que visa estimular alunos e educadores a utilizar os selos postais como instrumento de cultura, pesquisa, entretenimento e integração social. Entre outras ações, o projeto já promoveu ampla distribuição de material promocional para professores, autorizou a impressão de selos em livros didáticos recomendados pelo MEC e incentivou a criação de clubes filatélicos na rede escolar, fomentando essa atividade por meio da organização de mostras e exposições nas escolas.
No contexto dessa popularização, os Correios instituíram em 2001 o Troféu Olho-de-Boi, concedido ao artista criador do selo mais bonito do ano. Em 2003 foi lançado o Prêmio Correios Jovem Colecionador, destinado a destacar a melhor coleção filatélica montada por alunos do ensino fundamental em todo o País, estimulando-os a colecionar selos e utilizá-los como elemento de pesquisa nos trabalhos escolares.
História
Em 5 de março de 1829, D. Pedro I baixou o “Decreto de 1829”, que organizou os Correios do Brasil, definindo tarifas e outras questões de importância para o desenvolvimento dos serviços postais. A decisão de tornar a data o Dia do Filatelista ocorreu em 1969, em São Paulo, durante um congresso organizado pela Comissão Estadual de Filatelia.
A escolha da data justifica-se pelo fato das medidas de D. Pedro I culminarem com a independência e a organização dos Correios do Brasil. Isso possibilitou que, em 1º de agosto de 1843, 14 anos depois, fosse emitido o primeiro selo postal brasileiro.
Segundo país do mundo e primeiro das Américas a adotar o selo postal como comprovante de franqueamento, o Brasil deve seu pioneirismo ao Imperador D. Pedro II. Sensível às idéias inovadoras, D. Pedro II vislumbrou em um pequeno pedaço de papel — o selo Penny Black, primeiro selo emitido no mundo, em 1º de maio de 1840, na Inglaterra — uma conquista que marcaria definitivamente o destino dos Correios.

Câmara de Botucatu promoveu sessão em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Botucatu

Na noite desta segunda-feira, dia 3, a sessão ordinária da Câmara Municipal, foi suspensa por alguns minutos para a realização de uma sessão em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no próximo dia 8 de março.
A sessão comemorativa foi instituída através de um projeto de resolução de autoria do vereador Prof. Gamito e cada vereador homenageou uma mulher que se destacou nos mais diversos setores de nossa sociedade.
A parte musical da sessão comemorativa ficou por conta do jovem João Felipe Ferrari que entoou músicas de Kenny G e Carinhoso ao som de seu saxofone.
Ao final da solenidade todos os vereadores distribuíram botões de rosas às mulheres presentes no plenário da Câmara Municipal.
Receberam flores da Câmara Municipal:
Sra. Josefa Miranda Luiz ( Empregada Doméstica ), indicada pelo Vereador Ademir Florian,
Sra. Marina Maxiniano da Silva ( Voluntária ), indicada pelo Vereador Carlos Trigo,
Sra. Cláudia Maria Gabriel ( Diretora de Escola ), indicada pelo Vereador Cula,
Sra. Renata Villas Boas Fiúza de Andrade ( Carteiro Feminino ), indicada pelo Vereador Caldas,
Profa. Dra. Elenice Deffune ( Docente da Unesp ), indicada pelo Vereador Prof. Gamito,
Dra. Marlene Aparecida Vieira ( Advogada ), indicada pelo Vereador Lourenção,
Sra. Neisa de Oliveira ( Corretora de Imóveis e Artista ), indicada pelo Vereador Prof. Varoli,
Sra. Maria Angélica Galve de Moraes ( policial feminina ), indicada pelo Vereador Josey,
Sra. Vilma Vileigas ( Funcionária Pública ), indicada pelo Vereador Lelo Pagani,
Profa. Dra. Célia Sperandéo Macedo ( Docente da Unesp ), indicada pelo Vereador Luiz Rúbio
Sra. Maria Conceição Blissoli Degand ( Diretora de Escola ), indicada pelo Vereador Reinaldinho.

Secretaria da Educação autoriza ampliação de 3 escolas em Botucatu

Por Flávio Fogueral

Três escolas da rede estadual terão as vagas ampliadas ainda este ano. Este foi o anúncio que o dirigente regional de ensino, Bahige Fadel, fez na manhã desta terça-feira, dia 4. Os estabelecimentos contemplados atendem a crianças do ensino fundamental.
Em entrevista ao programa A Marreta, na Rádio Municipalista, Fadel declarou que a Secretaria Estadual da Educação liberou a ampliação de 4 salas de aula nas escolas Francisco Guedelha, no Parque Marajoara, na EE João Queiroz Marques, em Rubião Júnior e de mais duas classes na EE 24 de Maio, no Parque 24 de Maio. Segundo ele, somente no Marajoara serão abertas, por causa dessa expansão, de mais 480 novas vagas para alunos naquela região. Ao todo, cada sala de aula construída, terá capacidade de receber em média 120 alunos nos três períodos de aula. Ainda na entrevista, frisou que todos os três estabelecimentos que receberão as melhorias têm condições físicas para receber as novas salas, sem comprometer a estrutura atual. A expectativa é de que a ampliação, nos três locais esteja pronta no final deste ano ou no máximo, no início de 2009.
Segundo Fadel, a ampliação veio da necessidade de melhor adequação dos alunos naquelas regiões. Muitos dos estudantes, por falta de vagas em escolas de seus bairros, são obrigados a estudarem em estabelecimentos localizados em pontos distantes, como na EECA, EE Cardoso de Almeida (o Cardosinho), Pedro Torres, entre outros. Ele salienta que era comum a população do Parque Marajoara reclamar da falta de espaço físico para que os alunos estudassem no Francisco Guedelha. “Por causa desse estrangulamento nestas três escolas é que fizemos o pedido de ampliação junto à Secretaria de Educação”, ressalta.
No caso da EE João Queiroz Marques, em Rubião Júnior, o problema foi a alta demanda de alunos que a região ofereceu. Segundo ele, mesmo a escola sendo nova, a capacidade de atendimento já está quase saturada. “Desde quando foi inaugurada, se encontrava apertada para atender aquela população”, enfatizou o dirigente de ensino.
Fadel, no entanto, ressalta que a medida é de caráter emergencial e que não resolve por completo o problema de disponibilidade de vagas em escolas da rede estadual. Segundo ele, o ideal seriam as construções de novos estabelecimentos. “O ideal não seria ampliar, mas sim construir outras escolas”, finaliza.

AES Tietê discute a pesca no Rio Bonito

Na tarde da última sexta-feira, dia 29 de fevereiro, a AES Tietê e a Prefeitura de Botucatu realizaram o Diálogo sobre Desenvolvimento Sustentável da Pesca no Reservatório de Barra Bonita.
O evento contou com a participação do prefeito de Botucatu, Antonio Mário Ielo, Laszlo Hary, diretor de meio ambiente da AES Corporation, Jéssica Davis, do Conselho Mundial para o Desenvolvimento Sustentável, José Oliveira da Silva, representante dos pescadores, Mário Freitas, Consultor da EIIA - Educação e Intervenção Intercultural e Ambiental, do diretor de gestão de meio ambiente e créditos de carbono da AES Tietê, Demóstenes Barbosa da Silva e do presidente da Câmara Municipal, José Carlos Lourenção.
Também estiveram presentes vereadores, secretários e assessores municipais, ambientalistas e pescadores e pessoas interessadas no meio ambiente. A Secretaria de Meio Ambiente disponibilizou ônibus para o transporte de pescadores, do Porto Said, Rio Bonito e Mina.
Logo na abertura dos trabalhos foi assinado o protocolo de intenções entre a Prefeitura de Botucatu e a AES Tietê. Diversas propostas foram apresentadas para solucionar os problemas ocasionados com as atividades de pesca. “O problema existe e precisamos solucionar, temos que pensar na fixação dos pescadores nessa área”, disse Mário Freitas.
Ielo destacou a importância de mais uma etapa ter sido concluída. “Concluímos o diagnóstico da situação, uma etapa muito importante para todos nós. Não podemos resolver o problema de imediato, mas vamos trabalhar para isso. Nos preocupa não só a questão ambiental, mas também a social, que envolve os pescadores e suas famílias”, discursou.
O protocolo de intenções privilegia a criação de uma agrovila que poderia ser viabilizada através de financiamento da Caixa Econômica Federal. A área a ser utilizada pode ser comprada ou desapropriada pela Prefeitura.
No final do evento os consultores da AES Tietê responderam as perguntas dos pescadores e também de instituições ligadas ao meio ambiente e de pesquisadores.
O representante dos pescadores do Porto Said, José Oliveira da Silva, se mostrou satisfeito com o diagnóstico apresentado pela empresa. “Fiquei satisfeito com esta reunião, nós pescadores esperamos que tudo seja feito como falaram aqui. A nossa situação é difícil e sabemos que para isso tudo acontecer vai precisar do nosso esforço também”, finalizou.
O evento contou com o apoio das Secretarias de Meio Ambiente e de Comunicação.

Wellington Garcia estréia com vitória na categoria MX1

Wellington comemorou muito a vitória

Não poderia ser uma estréia melhor. O campeão da categoria MX2 do ano passado Wellington Garcia (GO) mostrou que é mais um dos favoritos na disputa do título da temporada 2008 do Arena Cross na categoria MX1. O piloto de goiana venceu de ponta a ponta a primeira etapa do campeonato, realizada neste sábado, dia 1º de março, em São Manuel/SP (255 km da capital).
A prova disputada em uma área localizada às margens da Rodovia Tharcilio Baroni contou com a presença de cerca de 5 mil pessoas e contribuiu para a arrecadação de quase 10 toneladas de alimentos para o Fundo Social de Solidariedade do Município.
Wellington Garcia estreou na nova categoria de forma fulminante e saiu na frente na disputa pelo título da categoria principal do Arena Cross. Com a vitória e o ponto extra obtido nos treinos classificatórios ele chega aos 21 pontos. Mostrando o mesmo ímpeto da temporada passada, Garcia não esconde seus objetivos. “Eu trabalhei para vencer e acabou dando certo. Nunca entro numa corrida pensando em ser o segundo”, garantiu.
Pipo Castro (SC), que cruzou a primeira volta em terceiro lugar, travou uma boa “briga” com Roosevelt Assunção (SP) no início da bateria pela segunda posição. O catarinense da Yamaha se deu melhor e terminou em segundo lugar. “To muito feliz com o resultado, pois ainda tem muita coisa pela frente. Cheguei a tirar um pouco da diferença para o Wellington em determinado momento da prova, mas cometi um erro e preferi não arriscar mais e manter a segunda aposição até o final, o que me garantiu uma boa pontuação no campeonato”, explicou.
O atual campeão da temporada, Leandro Silva (PR), não teve muita sorte. Ele sofreu três quedas. Na primeira, foi para a ultima posição, mas mostrou talento e ainda terminou em quarto lugar. “Larguei bem, mas acabei batendo no Wellington, o guidão entortou e não consegui mais controlar a moto, depois disso cai mais duas vezes. Agora é treinar para a próxima”, lamentou.
MX2 – A “briga” ficou entre os pilotos da Honda Marcelo Lima “Ratinho” (SP) e Jean Carlo Ramos (PR). O curitibano assumiu a liderança na segunda volta ao ultrapassar David Guimarães. Ratinho era o quarto, mas imprimiu um ritmo forte e foi passando os adversários. Com 9 minutos de bateria ele deixa o companheiro de equipe para trás e vence a prova com uma boa vantagem.
“Essa vitória tem um gosto muito especial. Não fiz uma boa temporada no ano passado e comecei o campeonato deste ano com o pé direito”, disse, explicando o motivo da eufórica comemoração. Ratinho afirmou que a prova foi muito disputada e contou o segredo da vitória. “Do meio pro fim eu consegui dar um ‘tiro’ e abri uma boa vantagem, poupei energia na primeira parte e gastei no momento certo”, afirmou. O piloto garantiu que a vitória lhe dá a certeza de que neste ano vai brigar pelo título.
Para Jean Carlo Ramos, o segundo lugar foi satisfatório. “Foi um bom resultado, liderei 75% da prova, mas no final o preparo físico pesou e depois dos 10 minutos meu rendimento caiu muito. O Ratinho fez uma grande prova e mereceu“, disse.
85cc - Quem se deu bem nessa categoria foi o piloto César Augusto Zamboni (MT), que só conquistou a liderança na última volta. “Em Indaiatuba (2007) eu também consegui a vitória no finalzinho. A gente tem que acreditar até o último instante se quiser ser campeão. Eu controlei o meu desgaste até o meio da corrida e no final dei tudo de mim”, disse o vencedor.
Mas, quem começou melhor a prova foi Endrews Armstrong (PR). O curitibano saiu na frente e chegou a abrir uma boa vantagem sobre os demais competidores. Até a metade da prova Zamboni era o terceiro, protagonizando uma bela disputa pela segunda colocação com Everaldo Lima Filho (GO). Zamboni levou a melhor sobre o adversário e foi em busca da liderança, o que conseguiu depois da quebra da corrente da moto de Endrews Armstrong.
65cc – Thiago Fornehl (MT) saiu frente, foi ultrapassado por Kaio Miranda (SP), mas recuperou a primeira posição e foi o vencedor da primeira etapa do Arena Cross. “Quem viu a vantagem no final pode pensar que foi fácil, mas não foi bem isso, foi uma prova muito difícil”, contou Thiago. Kaio Miranda, atual campeão da categoria, terminou em terceiro lugar.
50cc – Kioman Navarro (GO) fez uma corrida perfeita, deu uma volta no quarto colocado e comemorou a vitória em grande estilo: jogou a moto próximo ao gate e ainda fez a dança do Crew. “Foi minha primeira vitória no Arena Cross, estou muito feliz. Estou treinando muito e a vitória foi merecida”, comemorou. Outro destaque foi Djalma Brito (SP), que na primeira volta, quando estava em segundo lugar, sofreu uma queda, foi para última posição, mas mesmo assim terminou em quarto.
Durante a premiação, a surpresa entre as autoridades presentes, foi a do empresário Titônio Massa, pai do piloto Felipe Massa, da Ferrari (F-1). “A gente tem gasolina nas veias, não importa se é automobilismo ou motociclismo. Fiz questão de vir prestigiar o Carlinhos Romagnolli, que é um parceiro nosso e fiquei muito satisfeito com a estrutura do evento”, disse. Titônio revelou que se emocionou com o desempenho das crianças. “Sempre passa um filme na cabeça da gente. O Felipe também começou assim, garotinho como esses meninos e quando vejo os olhinhos deles brilhando, lembro do meu filho que também era assim. Pra eles esse troféu é o máximo, é como se fosse uma medalha olímpica”, garantiu.
A organização do Arena Cross é da empresa Carlinhos Romagnolli Promoções e Eventos (a mesma que realiza o Desafio Internacional das Estrelas de Kart com Felipe Massa). Os patrocinadores são Honda e Gol, com co-patrocínio de Yamaha, Peels e Metzeler. O apoio é da Prefeitura de São Manuel, Rádios Criativa FM, Integração FM, Hot 107 FM e revista Moto!.

RESULTADOS DA ETAPA
50cc
1 - Kioman de Jesus Navarro Munõs
2 - João Gabriel Michelin
3 - Enzo Lázaro Pedó Lopes
4 - Djalma Brito – 11 - pontos
5 - Guilherme Torres da Costa

65cc
1 - Thiago Fornehl
2 - Hallex Dalforo
3 - Kaio Miranda
4 - Joao Pedro Pinho Ribeiro
5 - Pedro Henrique Rosa Bueno

85cc
1 – Cezar Zamboni
2 – Everaldo Filho
3 – Raul Faustino
4 – Gabriel Zenni
5 – Marcos Holtman

MX2
1 – Marcello “Ratinho”
2 – Jean Ramos
3 – Lucas Moraes
4 – Dudu Lima
5 – César Popinhak

MX1
1 – Wellington Garcia
2 – Pipo Castro
3 – Roosevelt Assunção
4 – Leandro Silva
5 – João Paulo Feltz

Massa diz que quer ficar na Ferrari pelo resto da vida

Do site Terra

Em sua terceira temporada na Ferrari, o piloto brasileiro Felipe Massa declarou sua admiração à escuderia e à Itália. Em entrevista ao jornal italiano La Stampa, Massa disse que quer ficar para sempre na Ferrari. Mesmo morando em Monte Carlo, o piloto brasileiro afirmou que admira o estilo de vida italiano e que a Ferrari é como se fosse uma casa para ele. "Da Itália, eu admiro o estilo de vida, as pessoas e a comida. Eu tenho um dever de gratidão com a Itália. Eu espero permanecer na Ferrari por toda a minha vida". Felipe Massa aproveitou para desabafar contra os críticos que o querem fora da escuderia italiana. "Por anos, eu li que estava na Ferrari porque o meu empresário é o filho do Jean Todt (diretor esportivo da escuderia). Mas eu acho que provei e contribuí muito para o desempenho em 2007". Massa comentou sobre o novo modelo F2008. "Ele já se mostrou um belo passo a frente em relação ao F2007. Com as últimas modificações aerodinâmicas, ele vai andar ainda mais rápido. Melhoramos principalmente nas curvas lentas, que era o nosso ponto fraco. O carro está mais confiável".
Deixando de lado a Fórmula 1, o piloto brasileiro comentou sobre outro esporte. Massa admitiu que pensou em ser jogador de futebol quando pequeno e rasgou elogios aos jogadores brasileiros do Milan".
"Conheço todos os jogadores. Kaká é gigante, Pato é um fênomeno. Me chateou muito o que aconteceu com o Ronaldo. Quando eu o vi lesionando o joelho mais uma vez, mandei uma mensagem dizendo que espero ver ele no campo novamente".