fevereiro 21, 2008

Carme, 98 anos: a nissei mais idosa do Kasatu Maru

Por Renato Fernandes
Foto Sidney Trovão / Diário da Serra


Em 18 de junho de 1908, o navio Kasatu Maru aportou em Santos trazendo para o Brasil os primeiros imigrantes japoneses, entre eles estavam os pais de Carme Gushiken, que nasceu dois anos depois, em Santos.

Atualmente, Carme está com 98 anos, e completará 99 no dia 17 de novembro, sendo, talvez, a nissei mais idosa do Brasil, cujos pais vieram na embarcação.

A notícia de que Carme é a nissei mais antiga repercutiu em um jornal de língua japonesa que circula no Bairro da Liberdade, em São Paulo, e posteriormente em um jornal do Japão.



Na casa da família, a reportagem do blog O Grito / Diário da Serra foi recebida por Carme e três de seus sete filhos vivos, Seiyú Gushiken, Cótoku Gushiken (conhecido como João) e Tsieko Gushiken, eles apresentaram os jornais japoneses com a notícia da mãe e contaram a sua história. 

Carme Gushiken é o símbolo vivo da
história da imigração japonesa ao Brasil
Os pais de Carme são de Okinawa (foto abaixo) e antes de fixarem residência em Santos viveram na cidade de Floresta. 

Eles relatam que dos 781 pioneiros que vieram no Kasatu Maru, 325 eram de Okinawa, e enfrentaram 52 dias de viagem para chegar ao Brasil.
De Santos, os imigrantes foram encaminhados para a Hospedaria dos Imigrantes, em São Paulo, em seguida as famílias de Okinawa seguiram para as fazendas Canaã e Floresta, na região da linha ferroviária Mogiana e Sorocabana.

Na cidade portuária, o pai encontrou trabalho com carregador. O trabalho era pesado e ele acabou falecendo quando Carme tinha cerca de 2 anos de idade.

A mãe casou-se novamente com um imigrante de Okinawa e faleceu aos 33 anos de idade, quando a nissei completou 13 anos, no ano seguinte faleceu também seu padrasto. Desse momento em diante ela passou a ser criada por parentes.

Em 1928, ao completar 19 anos, casou-se e por volta de 1930 a família veio para Botucatu, e foram morar em Vitoriana. Adquiriram 24 alqueires de terra e começaram a plantar arroz, feijão, pimenta e tomate, que eram comercializados na feira. “Meu pai era eletricista em Santo e devia conhecer alguém com lavoura em Vitoriana e veio até aqui para analisar as terras”, disse Seiyú.

Do casamento nasceram onze filhos, sete deles ainda vivos e que se encontram em datas comemorativas, são eles: Seiyú, Cótoku, Tchukuko, Kazuko, Myko e Tsieko. A família se completa com onze netos e quatorze bisnetos.

O primeiro filho tem a mesma idade da Revolução Constitucionalista de 1932. “Meus pais estavam passando na rua Amando de Barros quando ouviram um tiro, minha mãe deve ter se assustado, era dia 9 de julho , havia começado a Revolução Constitucionalista e eu nasci no dia 10. Acredito que sou o primeiro filho de japoneses a nascer em Botucatu”, disse.

Carme é alegre e extrovertida e respondeu às perguntas formuladas pela reportagem com maestria. Ela não conhece a terra Natal de seus pais e também não guarda lembranças do período em que viveu em Santos.

A Comunidade Japonesa deverá homenagear Carme na programação do Centenário da Imigração Japonesa, em Botucatu.

A luta de um povo numa terra distante


100 anos da imigração japonesa no Brasil. Do canal de deakiba

Definida a diretoria do Conselho Municipal de Cultura

Por Renato Fernandes

Na noite de segunda-feira, dia 18 de fevereiro, o Conselho Municipal de Cultura se reuniu para realizar a eleição de diretoria, que definiu como presidente a advogada, Martha Cibele De Léo; vice presidente, o funcionário público David Devidê; Cleberson Luiz da Silva, como secretário geral e Cláudia Basseto como 2ª secretária.
Martha explica que a primeira meta do conselho será rever o regimento interno. “De acordo com o regimento devemos realizar reuniões mensais, mas já definimos que nessa primeira etapa os encontros serão semanais, para agilizar o processo já que perdemos os primeiros dois meses do ano”, explica.
Segundo a lei municipal de nº 4.811, de 19 de junho de 2007, o Conselho Municipal de Cultura tem como objetivo institucionalizar a relação entre a Administração Municipal e a sociedade, procurando solucionar as questões referentes à cultura e participar do planejamento, elaboração, acompanhamento e fiscalização do desenvolvimento da política cultural no município.
O grupo tem funções participativas, reguladoras e consultivas, representando a população em todos os assuntos pertinentes à área cultural, além de promover e incentivar encontros, debates, estudos, criação e pesquisas referentes às diferentes expressões artístico/culturais e suas interpretações. Contribuindo ainda para o aperfeiçoamento da legislação sobre política cultural e colaborar de forma independente com todas as secretarias municipais garantindo o acesso a cultura para toda a população.
Para o secretário da Cultura de Botucatu, Luiz Roberto de Oliveira, representa um avanço na relação entre a administração cultural da cidade e a população.
“Será um importante instrumento de apoio ao aprimoramento da política cultural municipal , assessorando, acompanhando de perto e dando suporte para essa administração. Será um elo entre o poder público e a população”, disse o secretário.

Caravana botucatuense marcará presença no show do Ozzy

Por Renato Fernandes
Ozzy é considerado pelos fãs como uma
lenda viva do heavy metal


Um grupo de roqueiros de Botucatu está preparando uma excurssão para o show “The Madnan” do cantor Ozzy Osbourne, que acontecerá no dia 5 de abril, no Estádio do Parque Antártica.
O evento contará ainda com a apresentação das bandas Korn e Black Label Society.
Os valores dos ingressos não estão definidos, mas o custo do ônibus será em torno de R$ 50.
Informações: (14) 3815-2082 ou 3813-2243.

Documentário mostra a Fazenda Lageado no período do café

Por Renato Fernandes

O jornalista André Luiz Godinho, vai apresentar o documentário “Fazenda Lageado”, no início da noite de sexta-feira, às 19h30, no CCB - Centro Cultural de Botucatu.
O documentário foi apresentado pelo autor como trabalho de conclusão do curso de jornalismo, em 2007, na Unip - Universidade Paulista e tem como foco principal a história da Fazenda Lageado, no período em que era considerada uma potência na produção de café, anterior à aquisição de sua área pela Unesp, para a implantação da FCA - Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu.
A captação de imagens e a edição do vídeo foram realizadas com equipamento digital. “Tomei como base entrevistas de quatro autoridades no assunto, (José Eduardo) Candeias, (João Carlos) Figueiroa e Guilherme Miquelin”, disse.
O vídeo de 25 minutos deverá ter distribuição dirigida em breve. O autor aguarda apenas a captação de recursos através de cotas publicitárias. “A intenção é disponibilizar parte do material na internet e em outros pontos da cidade”, disse Godinho.
Ele parabeniza o CCB pela abertura de espaço para a exibição de documentários desenvolvidos por produtores locais e acrescenta a necessidade de incentivos para a formação da memória da cidade em vídeo.
“Tive dificuldades muito grandes para desenvolver esse trabalho, adquiri o equipamento excepcionalmente para isso, busquei apoio junto à administração pública e não consegui. A possibilidade de desenvolver produções com equipamento digital barateou e muito os processos de de criação, aproximando essa realidade das pessoas, o que falta atualmente são incentivos”, disse.
A exibição faz parte da “Noite dos Documentaristas”, evento promovido pelo CCB e que contará ainda com a exibição do vídeo “Estação Fantasma”, do cineasta José Renato Arena Scorsatto. A entrada é franca.
O CCB fica na Praça 15 de Novembro, nº 30, região central da cidade.

Festival de Inverno de Campos do Jordão abre inscrições para bolsistas

Estão abertas até 20 de março as inscrições para a seleção de bolsistas para o 39º. Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, o maior e mais importante evento de música clássica da América Latina, que ocorrerá entre 5 e 27 de julho de 2008. São oferecidas 148 bolsas de estudos para músicos, dos 12 aos 30 anos, nos cursos de instrumentos, prática de orquestra e música de câmara. Os cursos de canto lírico, técnica de gravação, regência e composição são para candidatos entre 20 e 35 anos.
O Maestro Roberto Minczuk, diretor artístico do Festival, avalia o trabalho com os bolsistas do Festival: “a
pós cinco anos consecutivos, vemos nossos alunos conquistando espaços importantes em várias escolas na Europa, nos Estados Unidos e nas principais orquestras do Brasil e da América Latina. Instituições como Manhattan School of Music, Conservatório de Berna, Orquestra Sinfônica Brasileira e Osesp são algumas das que têm recrutado bolsistas após a participação no Festival de Inverno. Isso prova que o Festival de Campos do Jordão atinge seus objetivos. Vários alunos encontram em julho aqueles que serão seus futuros professores no exterior e conhecem artistas que em pouco tempo passarão a ser seus colegas como profissionais. Outro motivo de grande satisfação é poder trazer mais uma vez o Maestro Kurt Masur para lecionar e reger a Orquestra Acadêmica, que terá seus concertos gravados e editados em CD, como acontece desde 2004.”
Nos últimos anos, com o Prêmio Tim de Melhor CD Clássico em 2006 e o Prêmio Carlos Gomes na categoria Melhor Orquestra em 2005, a Orquestra Acadêmica formada pelos artistas do Festival (professores e alunos) é sinônimo de qualidade e de aprendizado de alto nível.
As audições para a formação do grupo de bolsistas acontecerão em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Buenos Aires, Cidade do México, Santiago do Chile e San José de Costa Rica. Também serão selecionados bolsistas através de gravações.
As inscrições podem ser feitas até 20 de marco através do site www.festivalcamposdojordao.org.br
O site www.festivalcamposdojordao.org.br tem ainda todo o repertório das audições, separados por instrumentos, disponíveis para download, assim como todas as informações necessárias para as inscrições.
Aos melhores alunos serão concedidas três bolsas: o Prêmio Eleazar de Carvalho (somente para alunos brasileiros), uma para o Festival de Schloss Pommersfelden na Alemanha e outra para o Festival de Attergau na Áustria.
As audições vão ocorrer nas seguintes datas e locais:
24 de março – Cidade do México – Escuela Superior de Música del INBA; 26 de março – San José - Costa Rica – Universidad de Costa Rica - Escuela de Artes Musicales; 28 de março – Santiago - Chile - Fundación de Orquestas Juveniles e Infantiles de Chile;- 7 de abril – Buenos Aires – Argentina 9 de abril – Porto Alegre – Instituto de Artes - UFRGS; 11 de abril – Rio de Janeiro - Escola de Música Villa-Lobos; 13 de abril - São Paulo – SP, Centro Tom Jobim.
O Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão 2008 tem o patrocínio de Bradesco Prime. O Festival conta com o benefício da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.
Uma realização do Centro Tom Jobim, da Secretaria de Estado da Cultura e do Governo do Estado de São Paulo.

Mais de 5 mil quilos de alimentos já foram arrecadados para jogo do cantor Daniel

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

A organização da 5ª Copa Laércio Policastro de Futebol Veteranos confirmou nesta quinta-feira, 21 de fevereiro, a quantidade de alimentos arrecadados para o jogo beneficente que será realizado no próximo domingo, 24 de fevereiro, no Estádio Doutor Acrísio Paes Cruz - Ferroviária.
Até o momento foram arrecadados cerca de 5 mil quilos de alimentos doados por várias empresas e entidades do município, como Supermercado Central, LTM, Pardi Veículos, Visual, Brasfixo, Antunes França, Vieira Materiais para Construção, Fabinho Veículos, Supermercado Paulista, Pão de Açúcar, Val Supermercado, Torres Materiais para Construção, Carlinhos Romagnolli Promoções e Eventos, Murba Madeiras, Café Tesouro, Casa dos Materiais, Valdemar Supermercados, Caixa Econômica Federal e Decisão Informática.
O jogo final da 7ª Copa Laércio Policastro será entre as equipes do Botucatu Fazendo Caridade, defendido pelo cantor Daniel e seu empresário Hamilton Régis Policastro, e da AA Botucatuense/Serralheria São Luis. Na preliminar decidem o terceiro lugar as equipes da AA Ferroviária e do Dinamite FC, a partir das 13 horas.
O jogo terá um caráter beneficente e o ingresso deve ser trocado por 2 quilos de alimentos não perecíveis. A troca do ingresso pode ser feita na Prefeitura Municipal, Ginásio Municipal de Esportes, AA Ferroviária, AA Botucatuense e Estádio Municipal Professor João Roberto Pilan.
Os torcedores que adquirirem o ingresso estarão concorrendo a sorteios de diversos brindes, entre eles, 12 bicicletas, uma TV de 29 polegadas, três aparelhos de DVD, uma geladeira e um fogão e um forno microondas.
Os brindes foram doados por várias empresas e entidades, como Eletrônica Jamas, Associação Atlética Botucatuense, Casa Pincelli, Serralheria São Luis, Copical Tintas, Rosa Turismo, Farmácia São Bento, Eletro Casagrande, A Libanesa, Comercial B&B, Areia Rays, Eletro Beraldo, ACE/CDL, Empresa Auto Ônibus Botucatu, ME Cartuchos, Quitanda Dona Marina, Depósito de Bebidas Osmaraja, Prodive, Auto Peças Berimbau, Transportadora Aquarium, Rebram, Sindicato dos Empregados do Comércio de Botucatu e Gold Silver.
O evento também conta com o apoio da ACE/CDL e da Gráfica Igral. A realização é da Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria de Esportes e Fundo Social de Solidariedade, HRP e Associação Atlética Ferroviária.

EMA finaliza Curso de Capacitação para deficientes visuais

Secretaria Municipal de Comunicação

A Escola do Meio Ambiente promoveu durante os dias 20 e 21 de fevereiro, um Curso de Capacitação para Inclusão dos Deficientes Visuais no Programa de Educação Ambiental da EMA.
As aulas foram ministradas nas dependências da própria escola pela bióloga e doutora em paleontologia Fernanda Torello, e destinadas àqueles que tenham algum tipo de deficiência visual ou que auxiliam pessoas deficientes.
Participaram do curso os monitores da EMA que organizam oficinas oferecidas aos portadores e também os assistidos pelo Núcleo de Atendimento Pedagógico Especializado Alcyr de Oliveira (NAPE).
A programação para os dois dias de capacitação aconteceu nos períodos da manhã e da tarde, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 16h30, envolvendo partes teóricas e práticas para o desenvolvimento de projetos de educação ambiental.
A Escola do Meio Ambiente está localizada à Estrada Ítalo Bacchi, s/nº, no Jardim Aeroporto. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3813-9251.

São Manuel assegura a continuidade dos serviços da Sabesp

A Câmara Municipal de São Manuel aprovou a Lei n.º 597, de 13 de fevereiro de 2.008, que autoriza o Poder Executivo a celebrar Convênio de Cooperação com o Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Saneamento e Energia,para delegação das competências de fiscalização e regulação, inclusive tarifária, dos serviços municipais de abastecimento de água e esgotamento sanitário.
A lei autorizativa permite, ainda, ao município assinar o Contrato de Programa com a Sabesp que assegura a continuidade da Empresa como a prestadora dos serviços de saneamento básico da cidade. Com isso, ganham as duas partes: a Empresa que mantém suas atividades de trabalho e investimentos para a região e, também os dirigentes sãomanuelenses que podem contar com a excelente qualidade dos serviços prestados pela Sabesp e os recursos que serão investidos no município, contribuindo para oferecer melhores condições de vida à população.
O próximo passo será a oficialização da assinatura desse novo contrato. O superintendente da RM, José Aurélio Boranga, estará mantendo contato com o Prefeito Flávio Silva para ultimar a documentação necessária para oficialização do contrato de programa, bem como para agendamento da solenidade de assinatura. Para Boranga, as palavras parceria e confiança constituem a tônica das negociações junto ao Poder Municipal, sendo a assinatura desse instrumento contratual mera formalidade.
A aprovação da Lei demonstra a confiança que o prefeito e os vereadores de São Manuel depositam na continuidade da parceria do município com o Estado e, a Sabesp é a alternativa ideal para garantir o melhor atendimento à população. Já para a Empresa esta é mais uma conquista de todos que participaram do processo de negociação, em especial o presidente Gesner Oliveira e o diretor de Sistemas Regionais, Umberto Semeghini, pela intervenção oportuna junto à Secretária Estadual de Saneamento e Energia, Dilma Pena; bem como dos representantes de outras unidades da R e de demais diretorias da Sabesp, que atuaram em sinergia na condução e no desfecho final desta negociação contratual bem sucedida.
O novo contrato tem validade de 30 anos e representa um grande avanço para o setor de saneamento e um exemplo de parceria entre a empresa prestadora de serviços, o município e a sociedade.
Elaborado de acordo com a nova legislação, que regula os contratos e serviços de saneamento, traz inúmeras evoluções se comparado aos contratos assinados há 30 anos, pois fixa metas quantitativas e qualitativas de atendimento e prestação dos
serviços; permite revisão contratual a cada quatro anos para eventuais ajustes, e, propicia uma maior participação do município.
Com a assinatura do acordo com a Sabesp, São Manuel soma-se aos outros municípios, a exemplo de Anhembi, Arealva, Bocaina e Porangaba, municípios integrantes da Unidade de Negócio Médio Tietê - que já asseguraram a qualidade dos serviços da Empresa à sua população. Uma prova de respeito e responsabilidade, de preocupação e cuidados com o futuro de toda sociedade.

Municipal apresenta “Branca de Neve e os Sete Anões”

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

O Teatro Municipal Camilo Fernandez Dinucci apresenta no próximo domingo, 24 de fevereiro, a peça “Branca de Neve e os Sete Anões”, com uma única apresentação marcada para às 16 horas.
O espetáculo conta a bela história da mocinha da pele branca como a neve e os cabelos negros como o ébano, que é injustiçada pela madrasta e termina no meio da floresta entre os sete anões, figuras simpáticas e generosas que a salvam da morte com a ajuda do príncipe encantado.
Os ingressos podem ser adquiridos no próprio Teatro e custam R$ 20 reais, para entrada inteira, e R$ 10 reais para os que apresentarem a carteirinha de estudante. Há também ingressos promocionais no valor de R$ 8 reais, que devem ser trocados por um folheto distribuído no local aos interessados.
O Teatro Municipal está localizado à Praça Coronel Moura, 27. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3882-9004.


Campeonato sub-15 começa no dia 1º de março

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

Começa no próximo dia 1º de março a 5ª edição do Campeonato Botucatuense de Futebol Sub-15, promovido pela Secretaria Municipal de Esportes e organizado pela Associação Botucatuense de Árbitros de Futebol – ABAF.
A competição contará com a participação de 8 equipes divididas em duas chaves. Na chave “A” estão Serra Negra FC, Beira Rio FC, Trivial FC e Sete de Setembro FC. Fazem parte da chave “B”, a AA Botucatuense, Maranata FC, ABC/Bandeirantes e União da Vila/Serralheria São Luis, A primeira rodada do Campeonato será realizada com os seguintes jogos:

Estádio do Sete de Setembro FC:
9h30 – União da Vila x Maranata FC
10h30 – Sete de Setembro FC x Serra Negra FC
Estádio Municipal Professor João Roberto Pilan
15 horas – Beira Rio FC x Trivial FC
16 horas – AA Botucatuense x ABC/Bandeirantes

Karatecas botucatuenses competiram em Caçapava

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

A equipe de karatê do Projeto “Esporte Comunitário” participou no último domingo, 17 de fevereiro, da Copa Simpatia de Karatê Interestilos, realizada em Caçapava. O evento aconteceu no Ginásio de Esportes da cidade e foi organizado pela Federação Paulista de Karatê Interestilos.
Botucatu competiu com 11 atletas e conquistou 5 medalhas, sendo duas de ouro, uma de prata e duas de bronze. As atletas Dara Nicoli Fudoli e Sabrina Alessandra conquistaram a medalha de ouro na modalidade luta.
Já Sheila Caroline ficou com a prata no katá (luta imaginária), enquanto Mário José Massagli Júnior e Sabrina Alessandra ficaram com o bronze na mesma modalidade.
Também competiram em Caçapava os karatecas Leonardo P. Bravin, Gabriel H. Dezem, Sandra Fudoli, João Lucas Souza, Edson Batista e Alan Felipe Modesto. Os atletas contam com o apoio da Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Esportes.

Adolfo Lutz confirma mais dois casos de leishmaniose em Bauru

Do site da Prefeitura Municipal de Bauru

O Departamento de Saúde Coletiva da Secretaria Municipal de Saúde teve a confirmação, nesta quinta-feira (21/02), por parte do Instituto Adolfo Lutz, da ocorrência de dois novos casos de Leishmaniose Visceral Americana em Bauru, ambos referentes a 2007. São eles:
  • Sexo feminino, 5 anos, moradora do Núcleo Mary Dota, com tratamento já concluído no Hospital Estadual;
  • Sexo masculino, 2 anos, morador do Jardim Nova Paulista, com tratamento já concluído no Hospital Estadual.

Com as novas ocorrências, Bauru passa a totalizar 35 casos em 2007, com 7 óbitos.


Rua que liga os Comerciários ao Setor Leste está interditada

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Obras, interditou na tarde desta quinta-feira, dia 21 de fevereiro, o cruzamento da Avenida Rafael Serra com a rua Roberto Sidney Bueno/Estrada Municipal, que dá acesso os Comerciários, Setor Sul da cidade.
O motivo da interdição é a obra que a Prefeitura está executando. “A partir desta sexta-feira, o movimento de máquinas e caminhões deverá ser intensificado. Devemos iniciar o corte do barranco, portanto precisamos interditar, pois pode ficar perigoso para o trânsito de veículos”, comentou o secretário de Obras, Rubens Bicudo.
A Secretaria de Obras está preparando a via para ser asfaltada. Essa via faz a interligação dos bairros localizados no Setor Leste da cidade e os Conjuntos Habitacionais Clemente Jorge Roncari, Doutor Antonio Delmanto, Roque Ortiz Filho e Joaquim Vernini, além de outros que ficam no Setor Sul.

Sexta-feira de documentários no Centro Cultural de Botucatu

Confira um dos vídeos produzidos pelo cineasta José Renato Scorsatto



Na serra de Botucatu ao lado da estrada marechal Rondon que leva à cidade existe uma capelinha sobre um morro, onde todo tipo de Santo é bem vindo...

Por Renato Fernandes

Nesta sexta-feira serão exibidos no CCB - Centro Cultural de Botucatu, a partir das 19h30, dois documentários produzidos por botucatuenses. O primeiro aborda a história da Fazenda Experimental Lageado e foi produzido pelo jornalista André Luis Godinho, o segundo apresenta uma abordagem diferente da estação de embarque e desembarque de passageiros da extinta Fepasa e desenvolvido pelo cineasta e produtor, José Renato Arena Scorsatto.
O vídeo sobre a Fazenda Lageado abrirá a sessão, que contará com entrada franca. “Temos capacidade para acomodar até 100 pessoas no salão. São vídeos de aproximadamente 25 minutos cada um e produzidos aqui na cidade e que muitas vezes não são vistos por falta de espaço para exibição”, explica o presidente da entidade João Carlos Figueiroa.
A exibição de vídeos e filmes já é tradicional no CCB, que promove periodicamente sessões temáticas diversas. Em fevereiro de 2007, foi realizada a 1ª Semana de Cinema Caipira de Botucatu, evento que voltará a acontecer esse ano, em março, com a exibição já confirmada do documentário “Cantoria Caipira: Cururu do Médio Tietê”.
O documentário sobre a estação ferroviária é chamado de “Estação Fantasma”, com captação de imagem iniciada em 2007.
Renato, que está cursando o segundo semestre de cinema e televisão (CinetvPr/FAP/Unespar), em Curitiba, explica que a intenção de ter preparado esse vídeo é apresentar a cidade de Botucatu aos colegas de universidade. “Tem outros três botucatuenses no mesmo curso que eu. Entretanto, muitos amigos não conhecem a cidade e esse patrimônio que hoje está abandonado e sendo depredado devido à privatização inconseqüente”, disse.
Para mostrar a realidade o cineasta entrevistou o ferroviário aposentado José Góes, que diariamente comparece na estação para guardar o pouco que resta do patrimônio.
Tendo Góes como guia Renato mostra parte do prédio que hoje está fechada para a visitação pública, o pátio de acesso das bilheterias, sala das maquetes e diversos aparelhos utilizados na ferrovia. “É um apelo à sensibilidade da população, que através das imagens do descaso para com esse magnífico espaço possa se indignar e exercer pressão sobre as autoridades a fim de que se preserve e dê melhor finalidade ao patrimônio público construído com esforço e suor dos ferroviários”, finaliza.
O CCB fica na Praça 15 de novembro, nº 30.