janeiro 21, 2008

Projeto da USP utiliza genética para localizar menores desaparecidos

Uma iniciativa inédita no país, que une genética, biologia molecular e tecnologia, pode ajudar muitas famílias a encontrarem menores desaparecidos. O projeto “Caminho de Volta”, que tem o apoio do Banco Nossa Caixa, nasceu de uma parceria entre a Faculdade de Medicina de São Paulo (USP) e a Secretaria Estadual de Segurança Pública, com o objetivo de localizar crianças desaparecidas.
A equipe desenvolveu um banco de dados capaz de fazer o cruzamento de informações genéticas entre a criança desaparecida e a família e, assim, confirmar vínculos de parentesco. A metodologia é comparada às usadas em países desenvolvidos.
O programa foi implantado em 2004 na capital do estado de São Paulo e hoje está presente também no interior e em Curitiba (PR). A idéia é expandir a iniciativa para todo o Brasil e, assim, contribuir para a criação de um banco de dados unificado, uma das principais reivindicações das famílias que sofrem com o desaparecimento de menores. Desde sua implantação, o “Caminho de Volta” colaborou para a localização de aproximadamente 600 menores.
Atualmente, o projeto tem cadastradas 650 famílias que têm ou tiveram casos de crianças e adolescentes desaparecidos. Todas recebem apoio psicológico e social desde o momento em que registram o desaparecimento e, mesmo após encontrarem os menores, continuam recebendo ajuda. O atendimento é importante para auxiliar os familiares a compreenderem nas causas do desaparecimento, enfrentar a espera do retorno e evitar que os casos se repitam. De acordo com levantamento do projeto, cerca de 85% dos desaparecimentos são fugas.
O Banco Nossa Caixa apóia o projeto “Caminho de Volta” por meio do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente (Condeca-SP). No último dia útil de 2007, o banco doou R$590 mil ao conselho, baseado em mecanismo legal que permite a destinação de até 1% do imposto de renda devido pelo banco.
O programa foi implantado em 2004 na capital do estado de São Paulo e hoje está presente também no interior e em Curitiba (PR). A idéia é expandir a iniciativa para todo o Brasil e, assim, contribuir para a criação de um banco de dados unificado, uma das principais reivindicações das famílias que sofrem com o desaparecimento de menores. Desde sua implantação, o “Caminho de Volta” colaborou para a localização de aproximadamente 600 menores.
Atualmente, o projeto tem cadastradas 650 famílias que têm ou tiveram casos de crianças e adolescentes desaparecidos. Todas recebem apoio psicológico e social desde o momento em que registram o desaparecimento e, mesmo após encontrarem os menores, continuam recebendo ajuda. O atendimento é importante para auxiliar os familiares a compreenderem as causas do desaparecimento, enfrentar a espera do retorno e evitar que os casos se repitam. De acordo com levantamento do projeto, cerca de 85% dos desaparecimentos são fugas.
O Banco Nossa Caixa apóia o projeto “Caminho de Volta” por meio do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente (Condeca-SP). No último dia útil de 2007, o banco doou R$590 mil ao conselho, baseado em mecanismo legal que permite a destinação de até 1% do imposto de renda devido pelo banco.
A Nossa Caixa é um dos maiores apoiadores do Condeca. Nos últimos nove anos, o banco destinou R$ 8,5 milhões ao Condeca. Os recursos beneficiaram centenas de projetos que têm por objetivo garantir os direitos das crianças e adolescentes, prestar atendimento social e educacional na menores em conflito com a lei, além de combater o abuso e a exploração sexual.
A Nossa Caixa é um dos maiores apoiadores do Condeca. Nos últimos nove anos, o banco destinou R$ 8,5 milhões ao Condeca. Os recursos beneficiaram centenas de projetos que têm por objetivo garantir os direitos das crianças e adolescentes, prestar atendimento social e educacional a menores em conflito com a lei, além de combater o abuso e a exploração sexual.

Edital de ocupação do teatro mantém período de inscrições até fevereiro

Por Renato Fernandes

O prazo de inscrições para o processo de ocupação do Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci continua aberto até o dia 15 de fevereiro.
Segundo o diretor administrativo do Municipal, Marco Pinheiro, a procura pelas inscrições é grande.
“Tem muitas companhias de Botucatu e de outras cidades nos procurando para obter informações e várias já se inscreveram”, explica.
Até o momento, pelo menos nove grupos já se inscreveram e disputarão uma das 24 vagas oferecidas para a apresentação de espetáculos.
O edital garante às companhias contempladas privilégios especiais, como isenções de taxas e oferecimento de serviços gratuitos. “Essa é uma forma de contemplar entidades e grupos amadores, possibilitando ainda a utilização do teatro de maneira racional, com espetáculos de bom nível em suas várias vertentes”, coloca.
Interessados devem fazer suas solicitações através de formulário próprio e mencionar possíveis períodos pretendidos para a apresentação, entre os meses de março e dezembro de 2008. “Divulguei o edital por e-mail aos principais produtores e companhias da cidade, para garantir que o município se beneficie. Aguardamos a inscrição dos botucatuenses. Acredito que as inscrições de grupos aqui da cidade venham a aumentar entre o final de janeiro e início de fevereiro devido ao final do período de férias”, coloca.
O agendamento só será oficializado após entendimento entre a Secretaria Municipal de Cultura e o interessado . “Se necessário, será dado prioridade ao proponentes que não foram contemplados no ano de 2007”, explica.
Os eventos inscritos serão avaliados através da análise do projeto apresentado, com atenção a proposta do evento, suas características culturais, interface social e de interesse público e análise do clipping de imprensa, quando houver. ‘A qualidade sempre é levada em conta nessas seletivas”.
A lista dos eventos selecionados será divulgada no dia 18 de fevereiro, através do endereço eletrônico www.botuca tu.sp.gov.br/teatro.
As fichas de inscrição, entregues ou postadas inclusive pela Internet, só serão válidas se enviadas até o dia 11 de fevereiro de 2008. A ficha, datas pré-estabelecidas, bem como o edital completo, pode ser conferido através da página www.botucatu.sp.gov.br/teatro.
O endereço para o envio das inscrições através do correio é Praça Coronel Moura, 27, CEP 18600-430, Botucatu - SP. A carta deverá se endereçada ao “Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci”, com o título de “Edital de Ocupação do Teatro-2008”.
Os proponentes contemplados deverão assinar o contrato com o Teatro Municipal até o dia 20 de fevereiro de 2008, no caso de eventos programados para o mês de março, ou até o dia 29 de fevereiro de 2008, para os demais meses.

Sistema de ar condicionado do Municipal já está sendo instalado

Por Renato Fernandes

O novo sistema de ar condicionado do Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci começou a ser instalado na manhã de ontem, pela empresa Arq Therm.
Segundo previsões do responsável pela instalação, José Luiz, as obras devem demorar entre 15 e 20 dias para serem concluídas. “Após acomodar o equipamento é necessário fazer a sua regulagem e preparar os dutos”, explica.
Os equipamentos representam um investimento da Secretaria Municipal de Cultura de aproximadamente R$ 70 mil. As máquinas são movidas a gás refrigerado e serão instaladas na parte externa e interna do prédio, acima da saída de emergência lateral. O sistema é formado por quatro Self Container, sendo dois evaporadores e dois condensadores, interligados por tubulação de cobre da marca Hitachi, de São José dos Campos.
A entrega do material ocorreu na manhã de quinta-feira, um dia após o previsto.
De acordo com Luiz, as máquinas são automáticas. “Meia hora antes da apresentação é necessário ligar o equipamento para o ar ser refrigerado, após isso ele liga e desliga automaticamente de acordo com a temperatura ambiente”, disse.
Para o diretor administrativo do Municipal, Marco Pinheiro, a instalação vai suprir uma antiga necessidade atendendo também o palco. “Geralmente os atores sofrem com o calor gerado pela iluminação e é muito bom ter um sistema que também beneficie os atores”, coloca.
Outro grande benefício será na questão econômica, já que de acordo com o instalador as máquinas tem capacidade para 60 TR (tonelada de refrigeração), o anterior tinha capacidade de 40 TR, e foi usado apenas em três espetáculos.
“Acabei de instalar um sistema semelhante no anfiteatro da Faculdade de Medicina (Unesp). Lá a capacidade é de 20 TR e vai reforçar as outras máquinas que já estão sendo usadas”, disse.
A instalação não será fácil, apenas para a acomodação do equipamento foi necessária a derrubada de uma parede que fica na parte superior da saída de emergência lateral, além da mobilização de máquinas pesadas. “Considero esse um momento muito importante para o Municipal. Era comum recebermos reclamações do público em dias quentes devido a ausência desse sistema”, completa Pinheiro.

Hernâni Donato lança o livro Pateo do Collegio

Na próxima sexta-feira, 25 de janeiro, o jornalista e historiador Hernâni Donato lança o livro Pateo do Collegio: Coração de São Paulo, de Edições Loyola, no mesmo local que deu origem à sua pesquisa. O evento é uma das comemorações pelos 454 anos da cidade no Pateo do Collegio, que terá uma programação aberta aos paulistanos e visitantes.
Donato discursará sobre a história do Pateo do Collegio, que atravessou os séculos resistindo a ataques de índios e ultrapassando interesses comerciais, para preservar a tradição histórica do local. “A existência do Pateo pode ser considerada um milagre de Anchieta”, segundo ele.
O autor relata no livro a construção do colégio que é o marco da fundação de São Paulo e acompanha sua história até os dias de hoje.
Pateo do Collegio: Coração de São Paulo,
ilustrado com imagens do acervo da própria instituição, como o quadro de Benedito Calixto (foto), é o retrato histórico de um espaço onde hoje transitam quase um milhão de pessoas e que ainda “desenvolve vida própria, ativa como as dos dias de 1554”.
O evento acontece na Igreja do Pateo do Collegio (Praça Pateo do Collegio, nº 2 – Centro, fone 3105-6898), dia 25 de janeiro, às 16h. A entrada é franca.
Para mais informações sobre o livro, clique aqui.
Os livros de Edições Loyola podem ser adquiridos pelo site: www.loyola.com.br ou telefone (11) 6914-1922

Botucatu registra mais quatro casos suspeitos de dengue

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

A Equipe de Vigilância em Saúde Ambiental divulgou mais quatro casos suspeitos de dengue em Botucatu. As notificações foram registradas em Vitoriana, Vila Jardim, Boa Vista e Centro. Ao todo já foram notificadas 11 suspeitas da doença desde o início do ano.
Como forma de prevenção e notificação de novos casos, a Equipe iniciou nesta segunda-feira, dia 21, trabalho de bloqueio e retirada dos criadouros do mosquito Aedes Aegypti em Vitoriana. Serão visitadas todas as casas em um raio de 500 metros dos locais notificados.
Segundo o coordenador da EVSA, André Peres, todas as regiões com suspeita da doença serão trabalhadas. “As informações serão colhidas pelos agentes de saúde e pedimos para que os moradores colaborem, passando o máximo de informações possíveis. Todas as regiões notificadas serão visitadas”, diz André.
O trabalho consiste em visita casa a casa para verificar se mais alguém está com sintomas da doença e eliminar possíveis criadouros do mosquito.
Além dessas regiões, a EVSA também registrou suspeitas da doença na Vila dos Lavradores (dois casos), Jardim Paraíso, Vila Jardim, Jardim Ipiranga, Cohab 1 e Jardim Cristina.
Os casos suspeitos foram encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz e se forem confirmados positivos, a Equipe iniciará trabalho de nebulização nas residências da região no sentido de eliminar a forma adulta do mosquito Aedes aegypti, quebrando assim a cadeia de transmissão da doença.
A EVSA solicita aos moradores que colaborem eliminando possíveis criadouros em suas residências e que diante de qualquer sintoma suspeito da doença, como febre prolongada, e dores pelo corpo, principalmente atrás dos olhos, que procurem assistência médica. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 150.
Índice – A EVSA já iniciou o trabalho de medição do Índice de Breteau que avalia a infestação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue. A última avaliação foi feita no mês de novembro, quando o índice ficou em 0,33. “O número ficou dentro do preconizado. O ideal é que o índice fique abaixo de 1,0. O trabalho deve ser concluído ainda nesta semana”, finaliza André.

Exposição “Arte e Lição de Vida” tem início nesta terça-feira

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

O Museu de Arte Contemporânea Itajahy Martins abre espaço a partir desta terça-feira, dia 22, para a exposição itinerante “Arte e Lição de Vida”, de autoria do artista plástico japonês Tomihiro Hoshino.
A abertura está prevista para acontecer às 19h30.
A exposição, com acerv
o formado por aquarelas e poemas, é uma homenagem aos 100 anos da imigração japonesa.
O evento é uma promoção da Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Cultura. As obras de Tomihiro Hoshino têm curta temporada em Botucatu, e ficam expostas no MAC até o dia 25 de janeiro.

Autor -
Tomihiro Hoshino nasceu em Godo, Azuma-mura, Seta, Província de Gunma-Japão. Formou-se em Educação Física e lecionou aulas do curso secundário.
Durante uma orientação para o Grêmio de Ginástica do Colégio, sofreu um acidente que afetou seriamente sua medula, resultando na perda dos movimentos do pescoço para baixo.

Descobriu a arte pintando com a boca, mostrando a natureza em uma g
rande lição de vida.
A sua primeira exposição aconteceu em Maebashi, cidade da Província de Gunma, causando grande impressão no país e alcançando a marca de um milhão de visitantes.

Peneira do BFC atraiu grande número de jogadoras

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

O Botucatu/Prefeitura, equipe de futebol feminino de Botucatu, promoveu na manhã do último sábado, 19 de janeiro, uma peneira para atletas de toda a região e também de outros estados, com objetivo de garimpar novos talentos para integrar o elenco profissional.

De acordo com o técnico Edson Castro, 86 jogadoras participaram da seletiva. “Além da nossa região, vieram meninas de Minas Gerais, Brasília e outros estados do país. Nós escolhemos cinco garotas entre 15 e 20 anos, que vão voltar em fevereiro e treinar com o restante do grupo, para serem melhor observadas”, comentou.
O comandante também fez uma análise sobre o teste realizado. “A peneira foi muito boa e pudemos sentir que o sonho delas em jogar futebol é muito grande. Essa foi uma oportunidade para elas e com isso buscamos trabalhar a montagem da equipe para o futuro”, finalizou Edson.
A seletiva foi realizada no Estádio Municipal Professor João Roberto Pilan (INCA) e as jogadoras foram observadas e avaliadas pela comissão técnica do Botucatu Futebol Clube.

FCA/Unesp retoma convênio internacional sobre Bioenergia Global

Assessoria de Imprensa da FCA

No período de 21 de janeiro a 14 de março, os alunos dos cursos de Agronomia e Engenharia Florestal da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, campus de Botucatu, poderão fazer inscrições para participar do “Consórcio Internacional para Promoção do Desenvolvimento: Troca de Conhecimento em Bioenergia Global” que possibilita o intercâmbio entre alunos de graduação brasileiros e norte-americanos. A grande atração do consórcio é que, além de toda a experiência que o aluno adquire, as disciplinas cursadas no exterior são oficialmente convalidadas no Brasil.
O projeto, que integra o Programa de Consórcios em Educação Superior Brasil/Estados Unidos, gerenciado pelos órgãos de fomento Capes (Brasil) e Fipse (EUA), permite que os estudantes brasileiros estudem na Universidade de Arkansas, na Universidade de Oklahoma, (nos campus de Stillwater ou Okmulgee) e no Carreer Tech, (uma instituição nos moldes das Fatecs).
O Consórcio foi iniciado em 2006, mas em razão de mudanças na coordenação, esteve suspenso em 2007. O professor Kleber Lanças, do Departamento de Engenharia Rural da FCA, foi escolhido para ser o novo coordenador do projeto em setembro do ano passado. Em outubro, ele e o professor Saulo Guerra, do Departamento de Gestão e Tecnologia Agroindustrial, viajaram a Nashville, nos Estados Unidos, onde se reuniram por três dias com os coordenadores norte-americanos do programa. Durante o encontro foram acertados detalhes relativos a questões como disciplinas, moradias, créditos, pontuação para Toefl, visto, material escolar, além de processos de recrutamento e seleção de alunos.
Processo seletivo – A seleção para o programa exige alguns pré-requisitos, principalmente a aprovação no exame de proficiência em língua inglesa. “Essa é a principal condição colocada pelos parceiros americanos”, explica o professor Saulo Guerra, responsável pelo processo seletivo. “O período de inscrição é grande para que os alunos possam se preparar para apresentar o resultado do Toefl juntamente com o histórico escolar e o preenchimento do formulário que estará disponibilizado no site”.
Segundo o professor, o desempenho escolar também será avaliado. “Selecionaremos os melhores alunos e vamos convocá-los para uma entrevista em data a ser marcada no mês de abril”.
Em abril serão divulgados os nomes de quatro a seis alunos da FCA selecionados para iniciar o intercâmbio no segundo semestre de 2008. “Nossos alunos vão encontrar uma estrutura muito grande. O campus de Okmulgee é mais ou menos do tamanho da FCA, mas Arkansas e Stillwater têm por volta de 32 mil alunos em cada um. São universidades com toda estrutura e acomodação para os estudantes” conta o professor Guerra.
Para se ter uma idéia do porte das universidades norte-americanas, a Universidade de Arkansas tem cerca de 2000 disciplinas e aproximadamente 450 cursos de graduação. “Nossos alunos terão um rol de aproximadamente 400 disciplinas para escolher, dentre as que têm alguma relação com bioenergia global que é o tema do consórcio”.
A Capes fornece a passagem aérea, bolsa e seguro saúde. “Com o dinheiro da bolsa o aluno vai poder custear as moradias, que terão um preço especial para os brasileiros, e também a alimentação”, afirma o professor Guerra. “Eles terão o mesmo nível de vida que têm em Botucatu”.
Americanos –
O Consórcio também prevê a vinda de alunos dos Estados Unidos para o Brasil. Em março, está prevista a visita dos coordenadores norte-americanos para conhecer as instalações da FCA. Os alunos devem chegar em maio ou junho. Diferentemente dos brasileiros, os americanos vão cursar disciplinas condensadas, preparadas especialmente para eles e realizar visitas técnicas. “Eles têm muito interesse em visitar usinas de cana e outras culturas ligadas à produção de biocombustíveis, como pinhão manso ou mamona”, afirma o professor Lanças.
O interesse dos Estados Unidos é pesquisar culturas viáveis economicamente para a produção de biocombustíveis. “Eles têm utilizado o sorgo açucareiro e o capim açucareiro, para tentar produzir os biocombustíveis. Também já foram lançados os primeiros carros flex e as faculdades já estão se estruturando para pesquisar a área”, conta o professor Guerra.
Para o professor Lanças, o Consórcio consolida uma parceria entre países que se complementam, no que diz respeito à pesquisa em bioenergia. “Eles têm dinheiro, organização e excelentes laboratórios. Mas eles não têm clima e culturas economicamente viáveis para a produção de biocombustíveis. O custo benefício deles para obter o biocombustível é muito mais alto do que o nosso, pela rentabilidade e produtividade das culturas. Dessa forma, as duas partes têm a ganhar com uma aproximação”.
Experiência de vida – Segundo o professor Lanças, os alunos da FCA têm se destacado nos intercâmbios que participam em países como Alemanha, Espanha, Japão e mesmo nos Estados Unidos. “Com os resultados que os alunos nos trazem temos a certeza que a formação que eles recebem tem sido bastante sólida”.
Os coordenadores ressaltam a importância dos alunos da FCA participarem do programa. “O participante vai conhecer os recursos americanos, os processos agrícolas relacionados com a produção de bioenergia, a história, a cultura, o idioma, as artes e as tradições de outro país”, afirma o professor Guerra. “Isso tudo traz um ganho inegável de conhecimento profissional e pessoal para o aluno. Além disso, cursar disciplinas nos Estados Unidos é um fator importantíssimo no currículo do futuro aluno como engenheiro agrônomo ou florestal”.

Fatecs divulgam aprovados em vestibular


Do Centro Paula Souza

Os candidatos que participaram do Vestibular para o 1º semestre de 2008 das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) já podem conferir a primeira lista de convocados pela internet. A relação também será afixada na unidade em que o aluno pretende estudar. Se as vagas oferecidas não forem preenchidas pelos candidatos da primeira chamada, a segunda lista com novos classificados será divulgada na faculdade no dia 23.

Nesse processo seletivo, 38.220 candidatos disputaram as 6.175 vagas, distribuídas entre 38 unidades que oferecem 36 cursos superiores de tecnologia gratuitos.

Matrícula

Deve ser feita na secretaria da Fatec onde o candidato vai estudar, no horário determinado pela unidade de ensino. Perderá direito à vaga o estudante que não fizer a matrícula na data determinada ou deixar de apresentar os documentos exigidos.

22 de janeiro: deverão efetuar a matrícula os convocados na primeira lista;
23 de janeiro: divulgação dos convocados da segunda lista, nas respectivas Fatecs;
24 de janeiro: data da matrícula para os candidatos da segunda lista.

Documentos

Para efetivar a matrícula, o candidato deve entregar cópias autenticadas ou cópias simples acompanhadas dos originais dos seguintes documentos: carteira de identidade (RG - uma via); certidão de nascimento ou de casamento (uma via); documento de quitação com o serviço militar (uma via); título de eleitor, para os brasileiros maiores de 18 anos, com o comprovante de votação da última eleição (uma via); histórico escolar do Ensino Médio ou equivalente (duas vias) certificado de conclusão do Ensino Médio ou equivalente (uma via); duas fotos 3x4 iguais e recentes.
Outras informações pelos telefones (11) 3471-4103 (Capital e Grande São Paulo), 0800-596 9696 (demais localidades) ou em www.vestibularfatec.com.br.

Confira os aprovados para a Fatec Botucatu

Informática para Gestão de Negócios- Tarde

ANGÉLICA CASTILHO PAES LUIS
MANUEL MUNOZ BEDOYA
FELIPE RODRIGUES DE OLIVEIRA
RAFAEL VICTOR FRANCISCO E SILVA

ALEXANDRE FERNANDES VIEIRA NUNES
CRISTIANE FELICIANO PEREIRA
CRISTIANE PRISCILA GALINA DA SILVA

MATHEUS GONÇALVES GARCIA

RÔMULO DE PAULA FERREIRA

DANIELE DE OLIVEIRA CAMALIONTE

LÍVIA DE FREITAS QUADROS

MAYARA KARINA SILVA
REDSON JULIANO DE OLIVEIRA

GIULIANA REIS CARDOSO

ANDERSON APARECIDO DIAS SANTOS

ANDRÉ SILVA DE MENEZES

PEDRO HENRIQUE BARDELLA DE CAMARGO MORAES

ALINE FERNANDA DA SILVA

PAULO VICTOR ARIGONI RIZZARDI

PEDRO CAMARA VIEIRA LIMA

PERCIO APARECIDO MIRANDA

RODOLFO LEME BERTOZO

ANANDA PIMENTEL NUNES

BRUNO DO PRADO PASCOAL

VICTOR KATSUJI TAMURA

SUELLEN BAPTISTA DOMINGUES

ERIC AMARAL SOUTO MAIOR

RENEE PIAGENTINI MARTINS

ANDREIA REGINA DA SILVA OLIVEIRA

KAOANA MARIA VIEIRA DE ALMEIDA

DOUGLAS PIRES SILVA
MARCO AURELIO FORTI

FERNANDA HELENA PEREIRA SIMONASSI

CARLOS EDUARDO MOREIRA LISBOA

HELTON LUIZ GASPAROTTI AMARAL

NATÁLIA CRISTINA CORRÊA
REGIS APARECIDO DOMINGUES FRUDELLES

DANIELA CRISTINA PAVAN
RAFAEL FERNANDES
THAMYLES ARAUJO FARINHA


Informática para Gestão de Negócios- Noite

DAVI BARCELLOS DE OLIVEIRA MÜLLER
RODRIGO PETRONGARI TONIN
ALBERT AUGUSTO DE ASSIS
DANIEL CARNIETO TOZADORE
RICARDO APARECIDO DE ALMEIDA
MARCELO CORNEJO NORONHA
LEOPOLDO MUSA SILVA RIBEIRO
PRISCILLA BERTOZO FERRAZ
GIULIANO CESAR DA CRUZ
BRUNO LEONARDO LAZER
ALEX BENTO BARBOSA
ANDERSON APARECIDO MESSIAS
BRUNO LOBO BUZANELI
LARISSA CRISTINA JACOVENCO ROSA DA SILVA
LUCIANO GONÇALVES DE CAMPOS
DAVID WILLIAM RODRIGUES DA SILVA
CAIO SANTILONI CURY
JULIANA REATEGUI
VITOR HUGO DE ARRUDA
MURILLO ROSSITTO ZANUTTO
PAULO EDUARDO IGNÁCIO CESÁRIO
LUCAS VENTURA FRANCO
ANDERSON RODRIGUES MACHADO
LUIS PAULO COELHO VAROLI
ANDRE HENRIQUE IVALE
NATÁLIA IMADA ROMÃO
MILENA CRISTINA PAES
JULLIANO DA SILVA OTONI
FERNANDO ALBERTO NUNES
BRUNO ROCHA TAMELINI
ADERSON HENRIQUE JACYNTHO
MARCO ANTONIO SPERNEGA FILHO
ROMILDA SILMARA RICARDO
JOAO BATISTA FREITAS DA SILVA
MÁRCIO CECILIATO MOMBERG DE OLIVEIRA
TAMIRES MICHELLE GALLO
RAFAEL WILLIAM RUIZ
FÁBIO AIRTON MOTA
FERNANDO CEZAR ZANOTTO
PEDRO DO PRADO JUNIOR


Logística e Transportes- Noite

RICARDO BARBOSA CRIVELLI
LUIS GUSTAVO BERTAME
JOÃO MANUEL FOGAÇA
ANELIZE CORTIZ BATISTA
CAROLINA SOARES DOS SANTOS
FERNANDA GORETE SERAFIM
BRUNO CANELLA VIEIRA
DANIEL RIBOLDY
ADALBERTO VASCONCELOS SILVA
KASSIA SOARES
ANA PAULA LEITE
FELIPE MACIEL GOMES DA SILVA
JOSE ELTON JESUS DA SILVA
JOCELI ALVES DA SILVA
WILLIAN ANTONIO DE JESUS CAVALLARI
ALEXANDRE NICOLAU SCHUBERT
MARCOS FABRICIO PEDRO
EDGAR CARDOSO BARRETO FACONTI
SIMONE GIANETTI
RICARDO AUGUSTO BENICÁ
CAMILA DOS SANTOS SILVA
MARCELO LUIS MENDONÇA
BENEDITO CESAR DE OLIVEIRA
THIAGO EMANUEL FOLGUEIRAL
PAULO GUILHERME CAVASSANI
VITOR RIBEIRO ZAMBRINI
JOAO RICARDO DE ALMEIDA JUNIOR
CARLA MARCANDALI
EDER ANTONIO DE SOUZA SOARES
GIOVANI BOVOLENTA
LAÍS APARECIDA CASSEMIRO LAMEU
CARINA APARECIDA VIEIRA
JULIANO PACI BARBOSA
RAFAEL ZANLUQUI PASSARELLI
PRISCILA DELEVEDOVE
LAÍS ALVES DE PROENÇA
KAREN CRISTINA SCARPELLI
THAMIRES CAVALHEIRO MONTEBUGNOLI
ISABEL CRISTINA RIGATTO
REGINALDO LINO PONCE

Milton Monti tem projeto de lei que antecipa feriados para a segunda-feira

Da assessoria do deputado federal Milton Monti

Os feriados que incidem entre a terça e a sexta-feiras são motivos de transtornos para a economia e, muitas vezes, compromete as atividades de lazer dos trabalhadores. A semana interrompida seria melhor aproveitada com a antecipação dos feriados para a segunda-feira, esticando o fim de semana e mantendo o ritmo das atividades econômicas. Foi pensando nisso que o deputado federal Milton Monti (PR-SP) (foto), vice-líder do Governo na Câmara, propôs o projeto de lei 2.756/2003. O projeto de lei proposto pelo deputado Milton Monti prevê que os feriados que coincidirem entre terças e sextas-feiras sejam antecipados para as segundas-feiras. O deputado teve o cuidado de preservar os feriados tradicionais e mais significativos para o povo brasileiro, tais como Natal (25 de dezembro), Confraternização Universal (1º de janeiro), Carnaval, Sexta-Feira Santa (que antecede ao domingo de Páscoa) e Proclamação da Independência (7 de setembro). O projeto prevê, também, que havendo mais de um feriado na mesma semana, o segundo passa automaticamente para a semana seguinte. “O objetivo é otimizar a semana produtiva, sem prejudicar o lazer da população. A semana entrecortada por feriados gera prejuízo para a economia e, muitas vezes, impede o trabalhador e o estudante de programar uma viagem com a família. Já o final de semana prolongado se comprovou que é a melhor alternativa”, explica o autor da idéia.

A proposta de Milton Monti foi aprovada integralmente pela Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal. O relatório recomenda a aprovação do projeto e diz que muitos países antecipam os feriados por dois motivos: de um lado, evita transtornos produzidos a alguns setores da economia, por queda de produtividade; por outro lado, beneficia a atividade de setores como comércio e turismo. “É porque os finais de semana prolongados possibilitam melhor planejamento de atividades de lazer e de reencontro de familiares e amigos, aquecendo o setor que se movimenta a partir do turismo”, complementa o autor da proposta.

Outra comissão a recomendar a aprovação do projeto do deputado Milton Monti é a de Constituição e Justiça e Cidadania. O relatório anota que não foi encontrado nenhum impedimento no projeto e destaca que é constitucional e legal. A única alteração apresentada pela comissão foi a retirada da ressalva para a Sexta-Feira Santa, já que a data é automaticamente comemorada em um final de semana. O projeto tramita na Câmara Federal e aguarda decisão da Mesa Diretora para chegar ao plenário de votações.