dezembro 18, 2007

Livro ‘Perfil’, de Carmem Lúcia, é lançado oficialmente

Texto / Foto - Flávio Fogueral

A escritora Carmem Lúcia Ebúrneo da Silva lançou na noite de segunda-feira, dia 17, sua mais nova publicação, o livro "Perfil". O evento aconteceu no Centro Brasil Itália e contou com a presença de familiares, colegas de ABL e autoridades como o vice-prefeito de Bofete, Oswaldo Angelo Alves, do representante consular da Itália, Domingos Scarpelini, do presidente do Centro Cultural de Botucatu, João Carlos Figueiroa e de artistas e colegas da Associação dos Poetas e Escritores de Botuctau-APEB, além de acadêmicos da ABL.
O lançamento contou com apresentação musical de Milton Cassetari, que interpretou, ao piano, clássicos da Música Popular Brasileira, além do Conjunto de Câ
mara de Cordas. Além disso, artistas plásticos expuseram algumas obras no Brasil Itália.
A acadêmica da ABL, Carmem Sílvia, foi a mestre de cerimônias do evento, onde leu uma carta do dramaturgo Alcides Nogueira, a qual emocionou Carmem Lúcia. A escritora, em seu discurso, agradeceu o apoio de familiares, da imprensa local e dos amigos. A teatróloga Márcia Penteado, interpretou, ao som de violino, três poemas contidos no livro Perfil. Após a solenidade, a autora realizou uma sessão de autógrafos para o público presente.
Cronologicamente este é o terceiro trabalho da escritora. Em 2001 publicou o livro ‘O Toque’ e tem, de forma manuscrita, o "Per Amore". Esta nova publicação da escritora estava pronto há 6 anos. No entanto, Carmem Lúcia decidiu publicar agora todos os poemas contido nele.
O livro, que conta inicialmente com tiragem de 500 exemplares, tem 110 páginas e foi editado pela Diagrama Comunicação Editora.
Nesta nova publicação, a autora aborda questões e reflexões das mais diferentes fases da vida. "Foi uma fase que passou. Brinco que as fases de minha vida podem ser associadas às flores", declarou recentemente a escritora.
Para ela, o lançamento representou satisfação pelo término da trajetória pessoal e artística de ‘O Perfil’ e o incentivo para mais um livro. "Esta noite representa o nascimento de outro livro. Todo esse carinho, essa dedicação me dão forças a mais para continuar a escrever", declarou.
O livro "Perfil" está à venda nas melhores livrarias de Botucatu.


Guerra Muda - Relatos de sobreviventes do holocausto



Para projeto de faculdade foi criado um documentário de dez minutos que mostra entrevistas com sobreviventes do Holocausto, filhos de fugitivos, bem como a vida desses judeus nos dias atuais em Curitiba. Neste documentário os entrevistados falam sobre suas experiências no Holocausto, o dia-a-dia em Curitiba e a importância de manter viva as suas histórias para que atrocidades, como as que ocorreram no nazismo possam ser evitadas no presente e no futuro.
(Informações dos autores)

Projeto Levará computadores portáteis a 150 mil alunos

Assessoria de Imprensa da Seed

O projeto Um Computador por Aluno (UCA), após um ano de funcionamento em caráter experimental, começa a virar realidade. Na quinta-feira, foi publicado o edital para a compra de 150 mil laptops (computadores portáteis), os quais serão distribuídos, a partir do primeiro semestre de 2008, em 300 escolas do país. Nesta terça-feira, 18, a empresa fornecedora dos computadores será escolhida por meio de pregão eletrônico. O projeto é uma iniciativa da Presidência da República, em parceria com o Ministério da Educação.
Serão contempladas cinco escolas estaduais e quatro municipais em cada estado - pelo menos uma delas, na zona rural. Além disso, em cada uma das cinco regiões do país, um município com até três mil alunos será escolhido como palco de uma experiência inédita - nas cidades selecionadas, todos os alunos de escolas públicas receberão os laptops. A idéia é avaliar o impacto que o uso das tecnologias da informação terá sobre o nível educacional de cada município.
Os equipamentos, projetados especialmente para uso pedagógico, devem ter tela de cristal líquido de no mínimo sete polegadas, capacidade de armazenamento de pelo menos um gigabyte e memória mínima de 256 megabytes. A empresa vencedora ficará responsável pela entrega, instalação e manutenção das máquinas por três anos.
Em uma fase prévia, realizada em Brasília, Palmas, Piraí (RJ), Porto Alegre e São Paulo, a Secretaria de Educação a Distância (Seed/MEC), em parceria com instituições de pesquisa, constatou que a utilização dos equipamentos aumenta o interesse dos alunos e melhora o desempenho em sala de aula.
O projeto faz parte de um conjunto de ações integradas, que inclui a produção de conteúdos educacionais, o fornecimento de infra-estrutura tecnológica às escolas públicas e a formação de professores para utilizar essas tecnologias. "Essas ações promoverão uma revolução na educação brasileira porque proporcionam a alunos e professores uma nova forma de construção do conhecimento", diz o secretário de educação a distância do MEC, Carlos Eduardo Bielschowsky.