dezembro 13, 2007

Pastor Samir deixa a presidência do Conselho de Pastores de Botucatu

Texto - Flávio Fogueral

Na tarde de quinta-feira, dia 13, o pastor Samir Borges da Silva, comunicou oficialmente sua renúncia à presidência do Conselho de Pastores e Igrejas Evangélicas de Botucatu. O comunicado foi recebido pelos pastores das congregações integrantes da entidade. Seu substituto será o pastor Josué Oliveira Santos, que já comandou o conselho há quatro anos.
Na carta, o pastor enfatiza que o principal motivo de seu afastamento à frente da entidade será sua mudança no próximo ano para a cidade de Campinas.
Samir Silva assumiu a COPIEB em outubro, ao substituir o pastor Narciso Minetto Júnior, que foi eleito presidente do diretório municipal do PSDB. “Durante os quatro anos que aqui residimos, as Igrejas e famílias pastorais nos ensinaram muitas coisas boas e maravilhosas no Reino de Deus.”, escreveu o evangélico ao final do comunicado.
Pastor Josué Oliveira Santos já assumiu o comando da COPIEB.

Documentário - O Santo Daime como religião alternativa



Vídeo produzido pela 2ª Turma do Curso de Audiovisual do Centro Universitário Barão de Mauá.

Integrantes:
Jorge Nascimbem
Maíra Machado
Júlia Chaim
Fernanda Molina
Fábio Codato
Josicelli Ribas
Mário Caetano
Pedro Gandra


Ladrão de carro bate em oito veículos no principal corredor comercial de Botucatu e acaba preso

Com informações do site Entrelinhas

Por volta das 17 horas de ontem um veículo Astra, placas DUB 4948, bateu em oito veículos que estavam estacionados na Rua amando de Barros, principal corredor comercial de Botucatu.
O acidente aconteceu no trecho compreendido entre as Ruas Marechal Deodoro e Monsenhor Ferrari, durante uma perseguição policial.
Segundo informações do site entrelinhas de notícias entrelinhas (www.entrelinhas.com) o carro dirigido por Bruno Carlini Reginatto, passou pelo posto de pedágio sem o pagamento da taxa, na região de Pardinho. A atitude suspeita gerou um alerta na Polícia Militar Rodoviária que constatou através de seu banco de dados que o carro havia sido roubado em São Paulo.
Já em Botucatu, há três quarteirões do acidente o condutor se negou a parar o veículo em uma abordagem da Polícia Militar.
Nesse ponto teve início a perseguição policial que resultou em choque entre o Astra e uma Saveiro de placas BNV 7743, insistente, Bruno tentou ignorou os revólveres dos policias apontados para ele e tentou empreender fuga com uma ré, mas, em frente ao banco Bradesco ele se chocou contra outros veículos que estavam estacionados.
Reginatto foi preso, mas antes tentou atear fogo em seus documentos para evitar a identificação.


Correios leva alegria para crianças carentes no Natal

Texto / fotos - Flávio Fogueral

Algumas linhas inocentes, um pedido e uma história de vida. Muitas vezes os desejos são simples. Vão desde uma bola ou boneca até a cesta básica para ter o que comer no Natal. São com situações distintas que todos os anos, a Empresa de Correios e Telégrafos recebe, em todo o p
aís, cartas de crianças com a esperança de ganhar algum presente do Papai Noel. No entanto, o que era para ser apenas um Natal comum e marcado pela tristeza para muitas crianças, se transformará em alegria e esperança. É com este objetivo que a empresa mantém o Projeto Papai Noel. O projeto começou como uma iniciativa dos próprios funcionários da ECT que, ao lerem muitas das cartas endereçadas ao ‘Bom Velhinho’, se sensibilizavam com algumas das histórias e pedidos lidos. Passaram então a arrecadar dinheiro e entregar os mais diversos pedidos, que iam desde material escolar, um simples brinquedo e até mesmo comida para compartilhar com familiares. Criado pela empresa há exatos 10 anos, o Projeto Papai Noel foi lançado oficialmente no dia 26 do mês passado, com a expectativa de se obter “No início eram algumas cartas que pediam presentes. Por iniciativa de alguns funcionários, passamos a ler estas cartas endereçadas ao Papai Noel. Algumas chamavam a atenção pelos pedidos, que iam desde brinquedos comuns até a alimentos para a família”, relata o gerente regional da ECT, Gilberto Aparecido Nunes. Nunes enfatiza que o número de cartas com pedidos não param de crescer a cada ano. Em 2006, a regional de Botucatu, que abrange a 43 municípios foram recebidas 800 cartas que foram cadastradas pela empresa, sendo que 222 acabaram sendo ‘adotadas’. Em 2007, o número é maior, com 1321 correspondências recebidas e 221 que passaram pelo critério de escolha, que prima principalmente, pela condição sócio-econômica do remetente. O gerente explica ainda que todas as cartas recebem resposta, mesmo as que não são contempladas com presentes. “É grande a satisfação em atender o desejo de quem manda a carta ao Papai Noel. Às vezes aquilo que ela recebeu pode ser o primeiro brinquedo que ela já ganhou”, explica Nunes. A campanha entregará seus primeiros brinquedos no próximo dia 17, na Apape. Nos dias seguintes deverá se estender para os bairros da periferia de Botucatu, como Jardim Santa Elisa, Parque Marajoara, entre outros, além de cidades da regional. Quem desejar fazer doações pode escolher uma carta, levar o presente até a residência da criança ou, então, deixá-lo em uma das agências dos Correios, até o dia 14 de dezembro, para a entrega ocorrer até o Natal. Após essa data, as doações deixadas nos Correios serão destinadas a instituições de caridade cadastradas na empresa. A regional da ECT em Botucatu está localizada na Rua Curuzu, 817. Solidariedade- Há quem tire, após momentos tristes e de perda, força e incentivo para levar alegria a pessoas que até mesmo nunca viu na vida. Este é o caso da auxiliar de vendas Caroline Severo, 21, que pela primeira vez aderiu à campanha realizada pelos Correios. Adotou três cartas, sendo de duas meninas e um menino. Segundo ela, a iniciativa partiu após o falecimento de seu pai. Com os presentes, espera levar um pouco mais de alegria a quem muitas vezes não tem um único brinquedo. “Recentemente perdi meu pai e ele sempre nos presenteava. Acredito que seja uma forma de manter essa tradição e essa alegria dele”, declara Caroline.

Sandy e Júnior apresentam-se em Sorocaba

Assessoria de Imprensa Shows e Eventos

Amanhã (14), a dupla Sandy e Júnior estará na arena indoor do Haras Monte Cristo, em Sorocaba, trazendo o show Acústico MTV. A apresentação, que faz parte
da turnê de despedida, é a última da dupla no interior do Estado. Acústico MTV Sandy e Júnior é o CD e DVD que inspira a turnê, onde a dupla apresenta alguns de seus maiores sucessos como Não Dá Pra Não Pensar, Com Você, Você Desperdiçou e Cai a Chuva, todos com novos arranjos, além de 3 novas canções: Segue em Frente, de Junior Lima, Alguém como Você, de George Israel (Kid Abelha), e Abri os Olhos, uma composição de Sandy Leah em parceria com Lucas Lima, canção que é o single do projeto.
Os ingressos já estão à venda, com os seguintes preços: R$ 30,00 pista, R$ 50,00 área VIP e Camarote R$ 100,00 por pessoa (camarote 12 pessoas). Os postos de venda em Sorocaba são: Academia Evolução (Av. Antonio Carlos Comitre, 520 – em frente a Padaria Real), Lojas M. Officer no Esplanada Shopping Sorocaba, Microcamp (Av. Dr. Eugênio Salermo, 415 – Centro) e Homecell do Shopping Sorocaba. Em Indaiatuba os ingressos (somente pista) podem ser adquiridos na Academia Phisical (Rua Humaitá, 1656). Quem estiver em Piracicaba pode comprar ingressos na M.Officer no Shopping Piracicaba. Em Itu, as vendas estão na M.Officer no Plaza Shopping de Itu. No município de Itapetininga é possível comprar ingressos na Adati Turismo (Rua Lareira, 88). Em São Roque os convites estão a venda na Loja Short, no São Roque Shopping. Vendas online no site www.compreingressos.com.br
Abertura dos portões será às 19 horas e o início do show está previsto para às 22 horas. Haverá ônibus exclusivos da empresa Breda para acesso ao show, com saída do Terminal Rodoviário de Sorocaba, passando pela Rua Leopoldo Machado, Largo do Canhão, Estação de Trem Sorocaba, Rua Afonso Vergueiro, Rua Eugênio Salermo, Praça 9 de Julho e Rodovia SP2 64. Outra opção é o ônibus com saída de Salto de Pirapora, saindo do Campo Largo, sentido SP2 64. Informações sobre os ônibus no telefobe (15) 2101-1900, com Manoel e Ronaldo.
O Haras Monte Cristo fica na Alameda Mesopotamia, 13. Informações pelos telefones (15) 3234-8001, (15) 9148-9081, (11) 9495-2396 e (13) 3021-5926. Realização: Tass Propaganda e Eventos. Produção: Vênus Produções. Promoção: Rádio Cacique e Rádio Jovem Pan.


Secretaria de Habitação sorteará 300 casas em Tatuí

Por Victor Emanuel Lopes - Superintendência de Comunicação Social

A Secretaria de Estado da Habitação, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), sorteia, neste sábado, 15 de dezembro, 300 casas em Tatuí. O gerente regional da Companhia, em Sorocaba, Benedito Carlos Pascoal, participa do evento, representando o secretário Lair Krähenbühl.
O evento será às 10 horas, na Concha Acústica, Praça Antônio Prado,s/n.º, no centro da cidade. Estão inscritas 1.514 famílias, sendo que 94%, possuem rendimentos mensais entre um e três salários mínimos.
Os imóveis serão erguidos no novo padrão adotado pela CDHU, com três dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço aquecimento solar,pisos e azulejos, muro divisório. Todas as unidades possuem 55,87 m2 de área construída. O investimento na construção do empreendimento está estimado em R$ 7,6 milhões.
Do total de unidades que serão construídas, 7% foram reservadas a portadores de deficiência, 5% a idosos e 4% para policiais. Como nenhum policial se cadastrou, os 4% reservados para a categoria vão ser destinadas ao público em geral. As senhas para participar do sorteio foram distribuídas durante a inscrição, em maio de 2006. As famílias sorteadas serão convocadas para fazer a habilitação, ou seja, apresentar documentos que comprovem os requisitos exigidos pela CDHU para ingressar no programa.
As casas serão viabilizadas pelo Programa de Parceria com Municípios,na modalidade Autoconstrução. A prefeitura doa o terreno e administra as obras, que são executadas pelos futuros moradores em regime de mutirão. A CDHU, por sua vez, repassa os recursos para compra das cestas de materialde construção, conforme o andamento dos serviços, e supervisiona todas as etapas do trabalho, além de fornecer o projeto e realizar a infra-estrutura do conjunto.
O programa é destinado, prioritariamente, a famílias com renda máxima de três salários mínimos, que residam ou trabalhem no município há pelo menos três anos, que não sejam proprietárias de imóvel e não tenham qualquer financiamento habitacional. Os beneficiários têm um prazo de 300 meses para quitar o imóvel e as prestações são calculadas de acordo com a renda. Assim, famílias que ganham entre um e três salários mínimos pagam uma prestação equivalente a 15% da renda.
Outros investimentos - De 1995 até hoje, a CDHU entregou 295 moradias em Tatuí. Na região Administrativa de Sorocaba, foram entregues 17.660 moradias no mesmo período. Outras 2.597 estão em construção, num investimento de R$ 41,6 milhões.
Em todo o Estado, a CDHU atendeu 259.741 famílias com unidades habitacionais e obras de urbanização, entre 1995 e 2007. Atualmente, estão em execução obras que beneficiarão mais 65.848 famílias. Com isso, além de reduzir o déficit habitacional, a CDHU está garantindo a geração de mais de 60 mil empregos diretos e indiretos.


Achegas terá capas desenvolvidas por profissionais da Prefeitura

Renato Fernandes

Profissionais da área de designer da Prefeitura Municipal de Botucatu em parceria com o diagramador da obra, Ricardo Aparecido Lopes farão as capas do livro Achegas.
Segundo o prefeito municipal Mário Ielo, as capas deverão retratar e refletir sobre o avanço da cidade, que conseguiu o crescimento apoiado em sua história de sucesso, com possibilidade de utilização de imagens aéreas.
A obra deve ser lançada no dia 19 de fevereiro, em local ainda a ser definido.
Informações extra oficiais falam da intenção de realizar o evento em frente à Prefeitura Municipal de Botucatu em uma tenda especialmente armada para o evento.
O Achegas para a História de Botucatu é de autoria do historiador Hernani Donato e organização de João Carlos Figueiroa.


Biblioteca de Botucatu tem opções para as férias escolares

Renato Fernandes

eralmente, durante as férias escolares a ausência dos estudantes que utilizam o acervo da Biblioteca Municipal Emílio Peduti para pesquisas escolares é aparente.
Para mudar essa realidade ao órgão da Secretaria Municipal de Cultura aposta em atividades para atrair públicos de todas as idades.
As atividades vão desde a realização de sessões com contadores de histórias, até a divulgação de seções como a videoteca, gibiteca, espaço on-line e aos livros escritos em braile.
O principal atrativo é destinado ao público infantil e será realizado no porão da Biblioteca Municipal Emílio Peduti com o projeto “Férias na biblioteca”, desenvolvido por Cleberson Luis da Silva.
O evento tem como proposta incentivar o hábito da leitura, familiarizar as crianças com a literatura e seus diversos gêneros, desenvolver a expressão corporal, plástica e dramática além de garantir momentos de descontração. Lazer, informação e cultura, com atividades manuais, jogos, brincadeiras e filmes para crianças.
Entre as atividades haverão ainda as sessões de ‘contação’ de histórias e contato com livros infantis clássicos de autores como Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Ziraldo, Monteiro Lobato e autores botucatuenses.
O projeto é direcionado para crianças com idade 8 e 10 anos, e acontecerá a partir do dia 8 de janeiro, das 13h30, às 16h30, sempre às terças e quintas-feiras.
A bibliotecária Gilda Maria Fumes Bruno, explica que nesse projeto as crianças são levadas para dentro da biblioteca e apresentadas para os funcionários e as principais seções, conhecendo novidades como livros em braile.
“Eles ficam fascinados e curiosos, com esses livros, pelo modo como são escritos e lidos”, explica.
A seção de obras para deficientes visuais foi aberta em 1989, com o livro “Feliz Ano Velho”, doado pela Fundação Para o Livro dos Cegos, e recebeu importante apoio da Fundação Dorina Nowill, em parceria firmada na última feira do livro de Botucatu, em 2005.
“Atualmente o nosso acervo conta com aproximadamente 50 títulos, e uma boa freqüência de usuários. Além das obras em braile também recebemos vários áudio livros, que estão sendo catalogados para disponibilizarmos aos usuários”, garante.
No acervo em braile, os leitores encontram obras como: Ensaio sobre a Cegueira, Marley e Eu, Felicidade das Borboletas, dentre outras.
“Algumas bibliotecas contam com um espaço adequado para esses leitores, contando inclusive com cabines para acompanhar os audio livros. Queremos trabalhar para implantar sistema semelhante em Botucatu, já no próximo ano”, antecipa.
Outro espaço que caiu no gosto popular e que conta com parcerias de órgãos externos é a gibiteca, que atualmente possui um acervo com aproximadamente 2 mil exemplares, variando entre publicações alternativas, Marvel, DC, Disney, Turma da Mônica, além de edições especiais e “graphic novels”.
“Por enquanto ainda não temos como disponibilizar os exemplares para empréstimos, mas os usuários podem ler esses gibis aqui mesmo”, explica.
Boa parte das histórias em quadrinhos à disposição foram doadas pela Gibiteca do Centro Cultural de São Paulo, as prateleiras onde os exemplares são exibidos foram doadas pela empresa Hirota, de Botucatu.
“Firmamos essa parceria com o Centro Cultural de São Paulo graças a uma botucatuense que trabalha lá. As doações chegam através de amigos da biblioteca que passam pelo Centro Cultural e acabam nos trazendo os exemplares”, explica a bibliotecária.
Outra novidade apresentada pela Biblioteca é a catalogação e organização de uma videoteca com aproximadamente mil exemplares, dentre eles filmes, documentários e apresentações artísticas e musicais realizadas no Teatro Municipal de botucatu e outros espaços durante a década de 1990.
A maior parte do acervo é composta por fitas VHS. “A maioria desse material recebemos de pessoas da comunidade”, explica Gilda.
A retirada de filmes de vídeos é feita com uma ficha diferenciada daquela utilizada para a retirada de livros. “O interessado tem direito a ficar com o material durante três dias”, explica.
Apesar de todos os atrativos a bibliotecária acredita que a utilização do Espaço on-line deverá ficar entre os serviços mais utilizados.
O Espaço On-line conta com oito computadores ligados à internet para atender os associados.
Muitos estudantes da rede pública e de universidades utilizam os terminais para elaboração de trabalhos.
Vale ressaltar que o espaço é destinado apenas para pesquisas escolares.
Acesso a sites de relacionamento, como Orkut e MSN não são permitidos. Para utilizar o serviço, a pessoa precisa preencher uma ficha de cadastro, apresentar RG e comprovante de residência e ter mais de 16 anos. Menores precisam de autorização dos pais ou responsáveis, que devem ir até a Biblioteca Municipal para fazer o cadastro do filho. A idade mínima é de 10 anos.
As consultas podem ser feitas gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.
A Biblioteca Municipal fica na Rua João Passos, 808, centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3882-9636.

Alunos do CEI do Arlindo Durante participam de festa de Natal

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu O Centro de Educação Infantil “Professora Arlete Vilas Boas Armelim”, do Conjunto Residencial Arlindo Durante, participou nesta quinta-feira, 13 de dezembro, da festa de Natal organizada por funcionários voluntários do Grupo Centroflora, em parceria com o Instituto Floravida. A comemoração foi realizada nas dependências da Empresa Anidro II. Durante o evento, um voluntário vestido de Papai Noel entregou para as crianças da escola os presentes comprados com as doações dos colaboradores. Aproximadamente 100 alunos, entre 4 meses e 5 anos, do Berçário ao Pré III da creche, foram presenteados e beneficiados com a doação, uma vez que a brinquedoteca da escola também recebeu novos objetos para o lazer das crianças assistidas. “Eu ganhei um caminhão do Papai Noel e tirei uma foto com ele”, disse Matheus, de 3 anos. A diretora do CEI, Luciane Nicolosi Bravim, destacou a importância da festa. “Essa comemoração representa o encerramento do ano de forma maravilhosa. É uma honra e me sinto realizada em participar desta ação. Só tenho que agradecer de coração a atitude dos voluntários”, comentou. Janaína Michelini, coordenadora de educação ambiental do Grupo Centroflora e Instituto Floravida, recepcionou as crianças na empresa. “Este é o segundo ano que realizamos essa ação e com muita satisfação, porque envolve os funcionários desde a arrecadação. Com certeza continuaremos com essa grande festa de Natal”, explicou. O CEI “Professora Arlete Vilas Boas Armelim” está localizado à Rua Aécio Ramos, 580. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3881-0112.

EMA realiza “Natal de Solidariedade”

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

A Escola do Meio Ambiente promoveu nesta quarta-feira, 12 de dezembro, a entrega de brinquedos para alunos do Centro de Educação Infantil “Rafaela Cristina Francisco Benato”, do Parque Residencial 24 de Maio.
O evento aconteceu nos períodos da manhã e da tarde com a presença do Papai Noel, estagiários e da coordenadora geral da EMA, Eliana Gabriel, responsáveis pela doação de aproximadamente 400 objetos produzidos nas oficinas de “sucata” e “artesanato” da escola.
Eliana destacou a importância da iniciativa. “É com muita alegria que a Escola do Meio Ambiente realiza esta ação. Mais que um Natal de Sustentabilidade, este será um Natal de Solidariedade”, explicou.
As crianças foram presenteadas com bonecas e bonecos confeccionados através de retalhos, personagens do Bob Esponja feitos a partir de caixas de leite e brinquedos vai e vêm, montados com garrafas pet. “Gostei da visita do Papai Noel e ele trouxe um monte de presentes”, comentou o aluno Marcos Vinícius, de 6 anos.
A diretora da escola, Ana Lúcia da Silva, aprovou a visita dos funcionários. “Só tenho a agradecer todos da Escola do Meio Ambiente por esta ação. Foi muito importante porque para a maioria das crianças esta doação será o presente de Natal. Ver a alegria nos olhos delas é a satisfação do nosso trabalho”, disse a diretora.
Além de receber os brinquedos, os alunos que freqüentam as aulas na parte da tarde puderam assistir a uma apresentação das crianças da EMEF “Professora Nair Amaral”, participantes da oficina de coral da EMA. “Achei muito legal estar na escola para a apresentação e poder ver o Papai Noel”, disse a integrante do coral Ana Júlia Franco, de 9 anos.
O CEI “Rafaela Cristina Francisco Benato” atende aproximadamente 180 alunos, entre 4 meses e 6 anos, do Berçário até o Pré III, e está localizado à Rua Carlos de Rosa, 83. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3882-1142.

Botucatu promove formatura dos Prés II e III

Secretaria de Comunicação -Botucatu

A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Educação, promoveu na noite desta quarta-feira, 12 de dezembro, a festa de formatura para crianças de 5 e 6 anos, dos Prés II e III, de 11 escolas municipais.
O evento foi realizado no Ginásio Municipal de Esportes Mário Covas Júnior, e reuniu aproximadamente 700 alunos das Escolas “Professor Luiz Carlos Aranha Pacheco”, “Vila dos Lavradores”, “Professor João Queiroz Marques”, Creche “João Rossetto”, “Horeste Spadotto”, “Professora Rosemary Cassetari Ribeiro”, “Jardim Flamboyant”, “Maria de Lourdes Torres Sardenberg”, “Professora Arlete Vilas Boas Armelim”, Creche “Lar Escola Caminho da Luz” e Creche “Santo Calori”.
O secretário de Educação, Gilberto de Azevedo Borges, fez um balanço de 2007. “Este foi um ano muito proveitoso e conseguimos realizar todos os projetos previstos. Tenho que agradecer as diretoras e professoras que trabalharam de forma brilhante as questões pedagógicas em sala de aula”, comentou.
Cláudia Joaquim Frederico, professora do CEI “Rosemary Cassetari Ribeiro”, ficou emocionada com a cerimônia. “É super gratificante participar da formatura porque acompanhamos alguns alunos desde o Berçário, quando tinham apenas 8 meses de idade”, falou.
Nesta quinta-feira, 13 de dezembro, a Secretaria de Educação realiza a entrega dos certificados para os alunos das 8ª séries do Ensino Fundamental de Botucatu, a partir das 19h30, também no Ginásio Municipal Mário Covas Júnior.

Fundação Amaral Carvalho é destaque no MC Dia Feliz

Lettera Comunicação Estratégica

A edição 2007 do McDia Feliz trouxe resultados significativos para a Fundação Amaral Carvalho. As franquias da rede McDonald’s presentes nas cidades de Jaú, Botucatu e São Carlos, que atuam em prol da FAC, registraram juntas um aumento de 58,6% nas vendas em relação ao ano passado.
A marca alcançada foi a melhor em todo o Brasil, respeitando a quantidade de habitantes de cada município participante. Com a conquista, a Fundação Amaral Carvalho ganhou o primeiro lugar na categoria “Venda de Sanduíches BigMac”. Além da receita de R$ 83.397,17 das vendas, a FAC também vai receber R$ 20.000 como prêmio.
O valor será depositado diretamente na conta do projeto de Construção da Casa de Apoio Infantil, que poderá tornar-se a primeira Casa Ronald McDonald do interior de São Paulo. A informação foi dada pelo próprio Instituto Ronald McDonald, durante a cerimônia de premiação realizada dia 4 de dezembro.
De acordo com diretor superintendente da Fundação, Dr. Antonio Cesarino de Moraes Navarro, a Casa de Apoio Infantil vai acolher crianças vindas de cidades distantes durante seu tratamento. “O projeto, a exemplo da experiência que o Amaral Carvalho já tem com as Casas de Apoio para pacientes adultos, vai possibilitar que as crianças se mantenham em tratamento, recebam um atendimento humanizado e liberem os leitos do hospital para mais pacientes”, explica Navarro.
As obras para a Casa de Apoio estão orçadas em R$ 500 mil. A renda do McDia Feliz 2007, mais a receita de anos anteriores, além de outras doações e aplicações, já somam 45% desse valor. Para Navarro, todas as conquistas se devem ao empenho e credibilidade da FAC junto à comunidade. “Isso tudo nos deixa muito felizes e mostra o tamanho de nossa responsabilidade em trabalhar cada vez mais com ética e transparência” disse.

Obras na Praça da Bandeira e no Pontilhão de Botucatu continuam

Secretaria Municipal de Comunicação

A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Obras, prossegue com os trabalhos de reforma na Praça da Bandeira e a construção do muro de fechamento por sob o pontilhão da antiga FEPASA.
A Praça da Bandeira, localizada na área central da cidade, onde está sediada a Diretoria Regional de Ensino, está recebendo reforma total. Está prevista para ser feita a troca de piso calçamento e novo alinhamento de guias, nova iluminação, com postes de luz e iluminação de solo, novo projeto paisagístico, com canteiros e jardinagem, além de novos bancos em madeira e nova pintura. O local agora já conta com novo alinhamento do calçamento, sendo preparada para a concretagem.
As obras de revitalização da Praça da Bandeira fazem parte do cronograma de revitalizações de praças do município, e de pedidos dos dirigentes da Diretoria Regional de Ensino.
Pontilhão - A Prefeitura também prossegue com a construção do muro de fechamento do espaço que ficou sob o pontilhão da linha férrea que corta a Rua Major Matheus.
O projeto prevê a construção de muros em ambos os sentidos da rua, com o objetivo de oferecer maior segurança aos munícipes que trafegam pela via, bem como ocasionar uma revitalização estética do local.
Os muros serão construídos em tijolos, sendo que cada um terá aproximadamente 15 metros de comprimento, com uma altura entre 2,35 e 4 metros. O muro localizado na mão de descida da rua está em fase de acabamento, sendo que os últimos tijolos estão sendo assentados e a parte de reboque já está em andamento. Na seqüência, o muro da mão de subida será construído.
Segundo Nivaldo Vizotto, engenheiro da Prefeitura de Botucatu, as incessantes chuvas que caíram no município atrapalharam o andamento dos trabalhos. “Trabalhamos em um ritmo mais lento devido às chuvas. Agora é necessário um tempo favorável para voltarmos ao ritmo normal de trabalho”, explicou.

NAPE comemora dois anos com missa em louvor a Santa Luzia

Secretaria de Comunicação de Bauru

O NAPE – Núcleo de Atendimento Pedagógico Especializado Alcyr de Oliveira comemora nesta quinta-feira, dia 13, dois anos de trabalho junto aos portadores de deficiência visual de Botucatu. Para comemorar a data, será realizada no próximo domingo, dia 16, uma missa em louvor a Santa Luzia (Santa Protetora dos Olhos).
A missa terá início às 19 horas, na Paróquia Nossa Senhora Menina, na Vila Maria, e será celebrada pelo Padre Orestes. Vale ressaltar que as leituras litúrgicas serão realizadas por deficientes visuais no sistema Braille e a celebração contará ainda com a participação especial do Coral Regional das Pessoas com Deficiência Visual.
O evento está sendo coordenado por um grupo de voluntários, sob o comando do vereador Carlos Trigo.

Bauru restringe compra de madeira ilegal

Secretaria Municipal de de Comunicação - Bauru

A Prefeitura Municipal de Bauru publicou na edição desta quinta-feira, 13 de dezembro, do Diário Oficial do Município, decreto assinado pelo Prefeito Tuga Angerami e pelo Secretário do Meio Ambiente, Rodrigo Agostinho, que dispõe sobre a compra e utilização de madeira pelo Poder Público.
Segundo o decreto, a administração pública nos processos de compra de madeira somente poderá adquirir: madeira de reflorestamento, madeira certificada de modo a comprovar a procedência legal advinda da execução de plano de manejo ou ainda, madeira oriunda de desmatamento ou plano de manejo autorizado pelo órgão ambiental competente.
Hoje a maior parte da madeira adquirida pela Prefeitura é utilizada em obras, principalmente no madeiramento de telhados. O Secretário Rodrigo Agostinho explica que a Prefeitura nunca exigiu das construtoras ou mesmo das madeireiras, quando a compra era direta, a comprovação da legalidade do produto.
“Atualmente, cerca de 15% de toda a madeira extraída da Amazônia é vendida no Estado de São Paulo e 27% na região Sudeste, sem que exista qualquer controle eficiente”, acrescenta. “Apenas 36% da madeira extraída é exportada. A produção de madeira anual na Amazônia é estimada em 10 milhões de metros cúbicos, o que ajuda em muito no desmatamento estimado em mais de 20 milhões de quilômetros quadrados, por ano. Cerca de 17% da Amazônia já foi destruída, algo equivalente aos Estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro”, diz.
Em 2005 foi encaminhado um Projeto de Lei para a Câmara tratando deste assunto, que teve parecer de ilegalidade. Um dos pontos apresentados pela Câmara é que o caso deveria ser regulado por Decreto. Após algumas correções e adaptações, a medida foi publicada.
Em Bauru já existia a proibição da compra do Mogno, espécie ameaçada na Amazônia, e agora o decreto proíbe a compra de toda madeira ilegal.
O Secretário acrescenta que o Decreto será encaminhado à Associação Civil Greenpeace que coordena no Brasil a Campanha Cidade Amiga da Amazônia e para a Secretaria de Estado do Meio Ambiente que possui desde o início deste ano um programa de combate à entrada de madeira ilegal no Estado, para que possa ser encaminhado aos demais municípios, do Estado, e assim servir de exemplo.

O Programa Estadual tem como objetivo:

* Desenvolver estratégias para reduzir a demanda por madeira-de-lei, principalmente na construção civil;
* Intensificar a fiscalização da polícia ambiental na entrada de madeira ilegal da Amazônia no território paulista;
* Fiscalizar as madeireiras que comercializam no atacado;
* Incentivar o empreendimento de florestas plantadas;
* Valorizar as empresas que utilizem madeira sustentável.


Festa de Natal dos funcionários públicos de Botucatu será neste sábado

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

A Associação dos Trabalhadores e Funcionários Públicos Municipais de Botucatu [ATFPMB] promove no próximo sábado, dia 15 de dezembro, das 14 às 17 horas, a tradicional Festa de Natal. O evento será realizado no Ginásio Municipal de Esportes Mário Covas Júnior, com sorteio de brindes aos associados presentes.
Este ano serão sorteados 2 fornos elétricos, 2 DVDs, 2 Microondas, 2 TV 21” Tela Plana, 1 TV 29” Tela Plana, 2 Mini System, 2 bicicletas, 2 refrigeradores, 2 máquinas de lavar e 2 fogões quatro bocas. Serão distribuídas ainda guloseimas para os associados, cônjuges e dependentes até 14 anos.
A festa contará ainda com a presença do Papai Noel, que entregará presentes para os filhos de associados com idade até 10 anos [nascidos em 1997]. Vale ressaltar que os presentes só serão entregues no dia da festa, com a apresentação do cartão colorido.

Espetáculo de dança “Na onda do Pan” em cartaz no Teatro Municipal

Secretaria Municipal de Comunicação - Botucatu

Fazendo parte da programação cultural do mês de dezembro, o Teatro Municipal Camilo Fernandez Dinucci abre espaço para a apresentação de dança “Na Onda do Pan”. O evento acontece nesta sexta-feira, dia 14, às 20h30, com entrada vendida a R$ 5.
O espetáculo faz parte do projeto “Dê mais um passo conosco”, tendo em seu elenco alunos dos projetos sócio-educativos do Parque 24 de Maio.
Em sua 29ª edição, o espetáculo tem o esporte como tema e exemplo de superação, disciplina e dedicação, assim como a dança. “Vincular um ao outro foi uma tarefa trabalhosa e muito interessante” comentou Natália Barros, professora e idealizadora do projeto.
Tendo como inspiração os Jogos Pan-americanos, realizados no Brasil esse ano, cada coreografia traz características de alguns esportes. As modalidades de dança variam entre ballet clássico, jazz, sapateado e hip hop. “O objetivo é levar para o público uma leitura diferenciada daquela que é transmitida pelos meios esportivos, dos quais já estamos acostumados”, finaliza Natália.
O evento tem a coordenação da Academia Sueli, e conta com o apoio da Prefeitura de Botucatu, através das Secretarias Municipais de Assistência Social, E
ducação e Cultura.


Cinema e sua gente em exposição no CCB

Texto - Renato Fernandes
Fotos - RF / Diário da Serra

Durante o mês de dezembro, a partir do dia 14, o CCB - Centro Cultural de Botucatu vai sediar a exposição “O Cinema em Botucatu”, evento que pretende valorizar a história do
cinema e dos funcionários que contribuíram para que o município fosse reconhecido em todo o território nacional como capital do cinema brasileiro, no início do século passado. A exposição tem como curadores Moacir Bernardo, David Devidê e Luiz Roberto Coelho Gomes, que pretende promover o lançamento com a exibição do documentário “100 Anos de Cinema em Botucatu”, produzido pela Torta Digital. A exibição ocorrerá às 19h30, do dia 14. Segundo Moacir Bernardo (Foto), a mostra contará com posters, cartazes, cartazetes e fotos antigas dos principais cinemas de Botucatu, além de documentos do Clube Cinematográfico da cidade. “Ainda estamos coletando o material para a exposição, e já recebemos a importante ajuda do professor Gamito (Benedito José Gamito), que nos emprestou alguns cartazes e da Secretaria Municipal de Cultura, que vai disponibilizar os painéis onde serão expostos os documentos”, explica. Até o momento os organizadores já contam com material e imagens dos cinemas Glória, Avenida, Cassino, Espéria e Íris. “A intenção é resgatar a história e mostrar à população a força que o município tinha nessa área. Para ter uma idéia, o clube tinha inclusive um time de futebol de salão que disputou torneios da Federação Paulista de Futsal”, explica Bernardo. Ele acrescenta que a participação do clube nos campeonatos é lembrada pelas fichas dos jogadores. A exposição também fará alusão aos grandes artistas de cinema da cidade, como Nelson de Oliveira, Ruth de Souza, Marlene Nassa, Ítalo Rossi, Tamiry Chiavari, Milla de Oliveira, domingos Meira, dentre outros. Mostrando ainda os atuais produtores de cinema da cidade, como Paulo Furtado, Jovano Tortorella e Diego Taborda.

Projeto "Livro na Praça" entra em nova fase

Renato Fernandes

A livreira Irani Pizzigati, da livraria e sebo Avalon, vai promover ainda esse mês a 3ª edição da campanha “Livro na Praça”, que tem como objetivo incentivar o hábito da leitura abandonando em praça pública diversos títulos para que sejam lidos e deixados novamente nas praças após a leitura.
A primeira edição da campanha seguiu essas características, já na segunda edição a livreira optou em abandonar os livros nas praças, solicitando que eles fossem entregues novamente na livraria.
“A intenção era pegar esses livros que foram devolvidos e voltar a disponibilizar nas praças, entretanto a idéia não deu muito certo de apaixonadamente 40 livros tivemos a devolução de apenas quatro”, explica.
Agora a campanha será realizada da seguinte forma: os livros serão entregues aleatoriamente para algumas pessoas que estiverem transitando pelas ruas.
“Vamos deixar alguns exemplares na livraria que poderão ser trocados, a pessoa pega o livro, lê e em seguida vai até a livraria e troca por outro”, explica.
Ao todo a campanha já entregou mais de cem títulos.
“O objetivo é incentivar a leitura e o hábito de se frequentar livrarias. Tenho consciência de que esse trabalho não vai apresentar resultados a curto prazo, mas que renderá bons resultados ao longo dos anos”, coloca.